Terça-feira, 19 de Novembro de 2013

O ouro de Três Minas

S. Martinho “Clássico” nas Barraquinhas Jalotas parte 6

O ouro de Três Minas

 

 

A caravana rumou ao Complexo Mineiro Romano de Tresminas, uma exploração mineira a céu aberto, utilizada durante o Imperio Romano e na qual chegaram a trabalhar cerca de 2000 pessoas por dia na exploração do ouro.

É uma das maiores explorações mineiras do mundo romano, iniciada durante o reinado de Augusto (27a.C. - 14d.C.), prolongando-se até à época de Sétimo Severo,

O conjunto mineiro é composto por três locais onde houve extracção, designados de Lagos ou Cortas de Covas, Ribeirinha e Lagoinhos,

A área das explorações é enorme e a profundidade ultrapassa 100 metros onde foram explorados a céu aberto e tratados à escala industrial, minérios polimetálicos com alto teor de ouro e prata. O ouro extraído destinava-se exclusivamente ao fisco do Império Romano.

Para o escoamento das águas e transporte do minério foram abertas, transversalmente à orientação do filão, várias galerias.

Na visita ao miradouro da Corta de Cavas, encontramos um enorme vale provocado pelo sistema de exploração conhecido por cortas, exploração a céu aberto, que  é o testemunho do esforço humano ali empreendido.

Ao lado e no fundo uma curiosa Silha de Urso, assim descrita no local

 “Localizada numa das encostas mais abrigadas do complexo, e orientada a sul, a silha (ou apiário) é constituída por um muro circular de pedra solta, com muros ligeiramente inclinados para fora, sendo a fila superior saída, e com altura sempre superior a 2,80m. Localiza-se muma vasta extensão de matas de plantas melíferas, como as urzes (Erica spp), carqueja, (Pterospartum tridentatum), tojos (Ulex spp), e giestas (Cytisus spp). No seu interior, dispostos em socalcos e travados com pedras, eram colocados os cortiços das abelhas, tradicionalmente feitos de cortiça e cobertos com colmo. Até à extinção do Urso Pardo (Ursus actos), nos meados do século XVII, esta silha permitia proteger a produção de mel, oferecendo também um abrigo contra o vento, fator prejudicial aos enxames. Recentemente, esta estrutura recuperou a sua função original, acompanhando uma evolução positiva da apicultura como actividade económica complementar à silvo-pastorícia, na região”.

Faltou ver, a Corta da Ribeirinha cujo percurso é de 1475m e demora aproximadamente cerca de 80 minutos e necessita de guia e a Galeria do Pilar cujo trilho é considerado difícil e exige o acompanhamento de um guia implicando uma prévia marcação.

Ainda há poucos anos foi descoberta uma vala que transportava a água de Tinhela de Baixo para as lavarias.

Porto Canal

http://www.youtube.com/watch?v=v-yNrvjqZaw

 

 

 Participantes do raid que também regressavam a casa.

Um café no Fojo do Lobo e o meu até para o próximo encontro.

 


publicado por dinis às 00:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013

S. Martinho “Clássico” nas Barraquinhas Jalotas parte 2

S. Martinho “Clássico” nas Barraquinhas Jalotas parte 2

 

A chegada, o Henrique como sempre, não hesitou e aproveitou a boleia para nos indicar o lugar de estacionamento junto do novo Salão de festas de Campo de Jales.

 

Um rosto conhecido, fazia as honras da casa, por sinal uma pessoa conhecida daquela altura, e actualmente Presidente da Junta.

Acabava de chegar ao antigo “Souto de Campo de Jales”, onde cada castanheiro tinha o seu proprietário e onde mensalmente se realizava uma feira “ Largo da Feira”, muito animada e pouco depois do dia de pagamentos da Companhia.

Em cima, a Escola Primária, ao lado o campo de futebol, e mais ao lado e agora já escondido, mas não eliminado, o famoso branquinho, proveniente de restos da lavadaria das minas, depois de extraído o ouro, prata, e que consiste num pó branco muito fino, macio, que não sujava, depositado por acção da água, devidamente encaminhada, para aquele local, e que permitia grandes brincadeiras com a minha irmã Aurora (longe de pensarmos que aquele pó era tão prejudicial para a saúde) mas, como só pensávamos em brincadeira, para isso era óptimo e agradável, porque era fofo. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No lado direito, o Carlos que na altura não reconheci.  

...e por fim o Mestre.

 

 


publicado por dinis às 23:26
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14
15
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O ouro de Três Minas

. S. Martinho “Clássico” na...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS