Terça-feira, 15 de Junho de 2021

Chevron B 23 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Chevron B 23 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

228ª – Chevron B 23 Norev

Finalmente um Chevron em miniatura de um dos muitos protótipos que vinham a Vila Real

Modelo real

Em Le Mans no ano de 1973, o Chevron B23 de Pierre Maublanc – Robert Mieusset utilizou um motor Schnitzer BMW e abandonou à 9ª hora devido aos problemas desenvolvidos no motor durante a corrida.

Os três Chevron abandonaram os outros dois que viriam a Vila Real também abandonaram.

A Schnitzer na Alemanha desenvolveu e começou a vender a sua própria Válvula M10 desenvolvida com base em motor 2 L disponível para o público para 1973 em 2 versões básicas: A versão 1 com Carboidratos para Rally Spec BMW e a versão 2 com Injeção de combustível para F2 ou Corrida de Carros Desportivos.

A própria BMW para 1974 o usou no seu novo motor para carro desportivo M12/ 7 F2 & 2 L começaram a filtrar-se em uso privado em 1974-Há uma maneira fácil de dizer qual dos 2 motores é qual o IF

Um olhar para o B23, a furo da entrada de ar de indução dos motores está no lado esquerdo do piloto LHS - Se tivesse sido equipado com o M12/ 7, o furo de ar para indução de motor teria estado nos conductor RHS

IMG_4174.JPG

IMG_4175.JPG

IMG_4176.JPG

IMG_4177.JPG

Miniatura

Uma miniatura patrocinada pela Norev

Abre o capô traseiro para ver o motor.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico e pouco de acordo com as originais.

Fabricante Norev

Série Jet car Metal

Referencia nº 834

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico 1973 a

 

 

 


publicado por dinis às 23:52
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Junho de 2021

Lola T 260 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lola T 260 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

236ª –Lola T 260 Can Am Politoys

Modelo real

Lola 260 can am LM

Para 1971 Lola desenvolveu o T260 completamente mais avançado. Bob Marston foi novamente o designer, com o fundador da Lola Eric Broadley a ajudar.

Enquanto o T220 apresentava um corpo amplo e em forma de cunha para criar força baixa possível, o túnel de vento desenvolvido T260 tinha um nariz contundente projetado para diminuir drasticamente o elevador gerado sob o corpo. A mudança na filosofia do design foi o resultado de vários carros em forma de cunha capotando assim que algum ar entrava por debaixo do nariz.

O ar de alta pressão debaixo do nariz foi extraído através de grandes cortes no monocoque e por vários pequenos buracos na carroçaria. A força para baixo na parte traseira foi gerada por uma asa de largura total que estava montada relativamente atras.

Pintura das listas e do aileron.

Modificação na miniatura

Os autocolantes eram de papel e por isso os retirei

As rodas rápidas foram substituídas pela da 3J.

IMG_3872.JPG

IMG_3873.JPG

IMG_3876.JPG

Miniatura

Motor e interior detalhado

Fabricante Politoys

Série E

Referencia nº 33

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:46
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Junho de 2021

VW Limousine Carl Schneider - Um olhar sobre as minhas miniaturas

VW Limousine Carl Schneider - Um olhar sobre as minhas miniaturas

235ª – VW Carl Schneider Corgi Toys

Um Volkswagen enorme.

Uma foto do LÁuto Journal que ainda tenho incluída nos meus primeiros arquivos e na forma original, foi a minha inspiração.

 Modelo real

Carl Schneider admirador de comprimentos infinitos mas sem meios para pagar uma limousine americana juntou dois VW de 1961 e assim construiu o seu mostro com dimensões americanas. o seu motor é um 1.5 e um consumo de dez litros aos 100 quilómetros aparentando uma viatura presidencial.  

Modificação na miniatura

O primeiro Corgi Toys foi cortado até um pouco depois das portas. Em seguida, junto um segundo Corgi Toys, este cortado na parte da frente junto do para brisas.

Ambos foram abertos e feita a capota traseira

IMG_3865.JPG

IMG_3868.JPG

IMG_3869.JPG

IMG_3871.JPG

Miniatura

interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são da Ribeirinho

Fabricante Corgi Toys/ Construção própria,Transformado.

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – Zamac

A base está colada à carroçaria

País -

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:50
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Junho de 2021

Lola T 222 Can Am  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lola T 222 Can Am  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

233ª – Lola T 222 Politoys

O primeiro Lola T 222 modifiquei-o para Avallone

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/tag/miniatura+0205+lola+t+222+politoys

e agora comprei outro pensando que poderia fazer um dos Lolas T 210 ou 212 que correram em Vila Real mas, bem visto, ele não é assim tão parecido.

Modelo real

O Lola T70 apresentado em 1965 e criado por Eric Broadley foi o vencedor absoluto da primeira série Can-Am Challenge com o T70 Mk.II Spyder com Surtees a correr pela própria equipa, e Donohue em segundo, integrado na equipe de Roger Penske em 1966 mas, no ano seguinte, o T70 já estava obsoleto.

Outros modelos se seguiram sempre belos mas nunca a poder rivalizar com os adversários

Conta-se que o T160, teve 25 exemplares construídos mas o design básico permaneceu o mesmo e muitos dos carros anteriores foram atualizados, Mesmo depois da produção terminada, os carros existentes foram modificados com nova carroceria outros revistos para os manter competitivos. Alguns foram até modificados em Coupé para criar fac-símiles do T70 Mk3b.

As versões T 162 e T 163 apenas conseguiram um terceiro lugar no campeonato de 1969 com Chuck Parsons num carro da equipe de Carl Haas.

O apoio financeiro da marca de cigarros L&M, proporcionou à Lola a possibilidade de produzir um novo carro do Grupo 7 para a temporada 1970 chamado T220, mas, era uma máquina muito convencional, especialmente comparado com alguns dos outros carros que estrearam naquele ano.

Peter Revson foi bastante rápido, terminou em dois em pódios, mas nunca foi capaz de realmente desafiar os McLarens.

O novo T220 e T 222 atraiu em 1971/72 interesses   na Interserie ou Can-Am para muitos pilotos  tais como Jo Bonnier, Vic Elford, Bob Nagel, Charlie Kemp, Gerard Larrousse e Jean Pierre Beltoise. O sucesso esse, nunca chegou.

Modificação na miniatura

Rodas da 3J

IMG_3846.JPG

IMG_3847.JPG

IMG_3848.JPG

IMG_3851.JPG

Miniatura

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são rápidas

Fabricante Politoys

Série Export

Referencia nº E 35

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e posteriormente em expositor plástico.

País – Itália 

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:19
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Junho de 2021

Ford GT 70 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford GT 70 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

229ª – Ford GT 70 Corgi Toys

Modelo real

No final dos anos 60 as vitórias do Escort da primeira serie estava em fim de vida  e já não chegavam perante a presença dominadora no Rally Monte Carlo de 1970 do Porsche 911 e o Alpine A110, revelou a necessidade de um novo modelo para a Ford.

 Len Bailey já tinha trabalhado no Ford GT 40 e no P 68, foi o design principal do carro e o mentor do motor central para um carro que se queria resistente para vencer ralis, rápido e pudesse ser utilizado em Circuitos. Devia ter um baixo preço para facilitar a produção de 500 carros para clientes.

O GT70 tinha uma bela carroceria em fibra de vidro e um peso total de apenas 765 kg. e o motor escolhido foi o V6 de 2,6 litros do Capri RS2600,.

O primeiro protótipo demorou apenas nove meses a ser concluído para a estreia no Salão Automóvel de Bruxelas de 1971.

Para entrar na competição e ter a homologação do Grupo 4 o GT70 exigia a construção de 400 carros em um período de 24 meses mas, somente seis GT70 foram construídos.

Dos seis, três estiveram em competição. Um na Ronde Cevenole de 1971 na França, mas teve problemas mecânicos. Outro inscrito no Tour de France 1971, acidente e o terceiro entregue à Ford França depois de substituir o motor  Cosworth BDA de 1,6 litros, alinhou nos Campeonatos Franceses de Rally de 1972 e 1973.

IMG_3795.JPG

IMG_3797.JPG

IMG_3798.JPG

IMG_3801.JPG

Miniatura

Abre as portas e capô traseiro.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico e do tipo rápido.

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 316

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Inglaterra

Anos de fabrico 1969 a

 


publicado por dinis às 22:40
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Junho de 2021

McLaren M8D Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

McLaren M8D Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

228ª – Mc Laren M8D Mebetoys

Em a 1970 a Can-Am Challenge Cup foi disputada por Denny Hulme Nº 5 (McLaren M8D-Chevrolet), e Dan Gurney nº 48 (McLaren M8D-Chevrolet) entre outros.

Dan Gurney com o nº 48 vence em Mosport, e St. Jovite,

Modelo real

O Mc Laren M8D foi uma evolução natural da série M8 para 1970, depois da F1A introduzir as regras que proibiam qualquer dispositivo aerodinâmico acima da linha central da roda. Isso significava que spoilers e asas móveis foram proibidos, assim como os coletores de admissão do motor. Com a substituição das asas altas vistas no M8B, o M8D tem aletas de cauda altas com uma asa baixa presa entre elas.

Projetado por Jo Marquart, o Mc Laren M8D era mais largo, mais comprido e maior do que qualquer carro Can-Am anterior e 20 centímetros mais largo do que o M6A, com espaço extra para conter combustível. O chassi monocoque foi feito de folhas de liga de alumínio com piso de magnésio. A transmissão faz parte da estrutura do chassi traseiro.

Apelidado de ‘Batmóvel’ o McLaren utilizou ao blocos Reynolds Silicon-Aluminium Chevrolet, de 8 litros com 700 bhp, mas por razões de confiabilidade o 7,6 litros foi usado em seu lugar.

A 2 de Junho de 1970, o seu criador Bruce McLaren faleceu em Goodwood enquanto testava um M8D, menos de duas semanas antes do início da série Can-Am de 1971. Bruce estava a apenas três meses de seu trigésimo terceiro aniversário e era o campeão do Can-Am pela segunda vez na série, criada há apenas quatro anos.

A equipe McLaren, perderam um de seus heróis e líderes naturais mas a equipe McLaren continuariam correndo na série Can-Am de 1970 e durante muitos mais anos.

O modelo ainda existe e em 2000, o M8D da  The Mathews Collection correu na corrida Can-Am em Elkhart Lake, onde Greg Mathews estabeleceu a volta mais rápida de 2: 09.347. Em 1970, na corrida de Elkhart, Hulme no M8D qualificou-se a 2: 10,6 e teve a volta mais rápida com 2: 12,4. Uma comparação desses resultados mostra o quão bem os carros dos Mathews são mantidos. Eles ainda podem correr tão rápido quanto no seu apogeu

IMG_3780.JPG

IMG_3782.JPG

IMG_3785.JPG

IMG_3787.JPG

IMG_3791.JPG

Miniatura

Levanta o porta-malas com as portas e o capô.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são rápidas mas semelhantes as originais.

Fabricante Mebetoys

Série Grand Toros

Referencia nº 6626

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Italia

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 22:29
link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Maio de 2021

Matra Simca 670 longue - Le Mans 72 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Matra Simca 670 longue - Le Mans 72 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

223ª – Matra Simca MS 670 longue Solido

Dupla vitoria e dupla compra

No dia seguinte quando fui para comprar o jornal, na montra já lá não estava o segundo Matra…

Tomei o café e às 2 horas e 30 minutos, já estava á porta do Bazar dos Três Vinténs a olhar para a vitrina lateral esquerda a ver se lhe tinha acontecido o mesmo. Mas, e engraçado é que o Matra igual ao que comprei, também já lá não estava mas, o que eu queria, parecia rir-se para mim.

Sei que o preço não era o mesmo, agora o mais barato já não me recordo.

 Modelo real

A Ferrari não foi a Le Mans e a Matra-Simca Shel, totalmente concentrada na prova, era a favorita com quatro carros. 

Jean -Luc Lagardère promete a vitória ao Presidente da República Francesa, Georges Pompidou que deu o início à corrida com os três Matra nos primeiros lugares e uma passagem à frente na primeira volta da corrida, com Henri Pescarolo, François Cevert e Jean-Pierre Beltoise nos três primeiros lugares.

O mais atrasado é o Matra  MS660C #16 de Jean-Pierre Jabouille and David Hobbs á 24 hora com problemas na caixa de velocidades.

O Matra #12 de Beltoise e Chris Amon abandona na primeira hora por falha no motor e abala a confiança de toda a equipa.

A luta continuou entre os Matra de Hill- Pescarolo e Cevert- Ganley, que trocam a liderança.

Durante a chuva da manhã de Domingo, GanIey na frente, conduzia o Matra sem pneus de chuva, relativamente devagar, sem correr riscos mas, na reta Mulsanne, uma cortina de água lançada pela Matra à frente forçou o neozelandês a desacelerar, e o Chevrolet Corvette de Beaumont embate na traseira do Matra e abandona. O Matra com uma roda traseira e o pneu danificados, desarranjo da suspensão e carroceria quebrada, permite a Ganley leva-lo até ás boxes. As coisas foram resolvidas, outra cauda de fibra de vidro montada e Cevert voltou à corrida, agora em segundo lugar definitivamente atras de Hill e Pescarolo.

Cevert e Ganley terminaram com 10 voltas de atraso do carro “irmão” e garantem a dupla Matra, o primeiro fabricante francês a vencer em Le Mans desde Talbot Lago em 1950.

Uma nota a Matra usou uma caixa de velocidades Porsche

IMG_3707.JPG

IMG_3708.JPG

IMG_3712.JPG

IMG_3713.JPG

IMG_3720.JPG

Miniatura

Abre e capô traseiro.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 14

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 23:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Maio de 2021

Matra Ms 670 curto vencedor de Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Matra Ms 670 curto vencedor de Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

222ª – Matra Ms 670 curto Solido

Uma dupla inédita à venda e ao mesmo tempo no Quiosque Bragança e imediatamente adquirido, antes de ir tomar café à Pompeia.

Modelo real

Vencer as 24 Horas de Le Mans foi essa a realidade para a Matra em 1972, quando o primeiro carro achegar à meta foi o Nº 15, o Matra MS 670-01, com o motor nº 52 MS12 e uma carroceria de cauda curta para que Graham Hill e Henri Pescarolo pudessem aproveitar ao máximo seus 416 cv no circuito de La Sarthe.

Depois da prova o carro voltou à fábrica para a temporada de 1973

Desde então, Jean-Luc Lagardére, dono da Matra, decidiu usá-la como um show car, até ficar permanente no museu Matra em Romorantin (França). um edifício antigo até ao ano 2000, quando o museu mudou para instalações mais modernas.

Em 2010 o carro foi terminada a reconstrução e em 2012 voltou à pista pela primeira vez em 30 anos para o 40º aniversário da Matra.

Mas um processo judicial em 2020 o juiz ordenou que a Matra indenizasse os trabalhadores despedidos em 2003 com demissão sem justa causa obrigou a Matra a leiloar para pagar os quatro milhões de euros que no total o Grupo Lagardére (dono da Matra) teve de pagar aos seus antigos trabalhadores.

IMG_3696.JPG

IMG_3700.JPG

IMG_3705.JPG

IMG_3695.JPG

Miniatura

Abre as portas, porta-malas e capô com roda suplente.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 13 - 2/73

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – França

Anos de fabrico 1973 a


publicado por dinis às 20:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Maio de 2021

March 707 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

March 707 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

216ª – March 707 Can Am Solido

O ultimo da serie 100 da Solido

 Modelo real

Em 1969, quatro magos do automóvel fundaram a March, são eles: Max Mosley, Alan Rees, Graham Coaker e Robin Herd ou seja "M"osley, "A"lan "R"ees, "C"oaker, e "H"erd.. Somente um carro de Fórmula 3 foi produzido em 1969, mas para 1970 já se prepararam sete modelos diferentes, incluindo um Fórmula 1. Robin Herd, antigo elemento da McLaren, era o responsável pelos designs

O tipo 701 para a Fórmula 1 e o 707 para a Can-Am / Interseries eram os mais interessantes.

Amon era o piloto da fábrica na F1 e para equilibrar as contas contruiram um carro para a riquíssima Can-Am e, portanto, ganhar dinheiro.

Somente três foram construídos, dois para a Interseries e um para o Can-Am, a ser dirigido por Chris Amon.

O March estreou-se em Nuremberg no dia 28 de Junho de 1970 com Helmut Kelleners mas, a Can Am não correu nada bem para o March Chevrolet e Chris Amon somente conquistou 28 pontos em três corridas, com o March 707 de motor Chevrolet. 5º lugar em Donnybrooke - 27 de setembro de 1970. 4º lugar em Launa Seca- 18 de outubro de 1970. 4º lugar em Riverside- 1º de Novembro de 1970.

Todos os três carros são bem conhecidos e existem hoje. O chassi 707-2 foi na série Can-Am de 1970, dirigido por Chris Amon.

IMG_3614.JPG

IMG_3600.JPG

IMG_3603.JPG

IMG_3605.JPG

Miniatura

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 199, o último da famosa serie 100.

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a

Ironia do destino, Max Mosley piloto amador, co-fundador da March Engineering e ex-presidente da FIA, um dia depois de publicar este post, deixamos aos 81 anos


publicado por dinis às 21:53
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Maio de 2021

Ford Mustang Mach 1- Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford Mustang Mach 1- Um olhar sobre as minhas miniaturas

215ª – Ford Mustang Mach 1 Corgi Toys

O Ford Mustang Mach 1de James Bond 007 em Diamonds are Forever,

 Modelo real

A primeira geração de 1964 a 1973

O modelo mais preformante do Mustang foi iniciado com o Cobra Shelby em 1967 desenvolvido por Carol Shelby enquanto Holman Moddy desenvolvia carros para as provas de Dragster.

O Ford Mustang Mach 1 é um versão de alto desempenho do Ford Mustang, apresentado em Agosto de 1968 para o modelo de 1969.

O modelo 1971 era maior e mais largo e o Mach 1 chegava aos 1.600 kg e um vidro traseiro quase horizontal não agradava muito.

O V8 Windsor de 5 litros e 210 cv era o novo motor de entrada, seguido do V8 Cleveland de 5,8 litros com 240 cv e 285 cv.

O Cobra Jet 428 era um dos mais desejados.

A performance vinha em duas opções com os V8 Cobra Jet e Cobra Jet Ram Air de 7 litros, respectivamente, com 370 e 375 engrenagens traseiras opcionais "Drag Pak" 3.91 (V) ou 4.11 (Y) transformou o 429 em um "Super Cobra Jet", carburador Holley 780cfm e pistões forjados.

As leis antipoluição, o consumo elevado e a resistência das companhias de seguro em aceitar desportivos de alta cilindrada ditaram o abandono destes V8 de 7 litros em 1972, 

Modificação na miniatura

Como a miniaturas tinha o capo preto e no filme não estava, resolvi pintar de preto a base branca.

IMG_3580.JPG

 

IMG_3582.JPG

IMG_3587.JPG

Miniatura

O Ford Mustang vermelho da Corgi foi lançado em Fevereiro de 1972 aquando da apresentação do filme Diamonds Are Forever mas, alguns foram apareceram no mercado sem o autocolante na caixa, Diamonds Are Forever, o que indica que a miniatura estava pronta antes de se saber se o Mustang faria ou não parte do novo filme de James Bond. A miniatura contudo também só esteve disponível naquele ano o que o torna num dos brinquedos mais raros de James Bond

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico e rápidas novas Whizzwheels

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 391

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Inglaterra

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 20:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Chevron B 23 - Um olhar s...

. Lola T 260 Can Am - Um ol...

. VW Limousine Carl Schneid...

. Lola T 222 Can Am  - Um o...

. Ford GT 70 - Um olhar sob...

. McLaren M8D Can Am - Um o...

. Matra Simca 670 longue - ...

. Matra Ms 670 curto venced...

. March 707 Can Am - Um olh...

. Ford Mustang Mach 1- Um o...

. Seat 600 - Um olhar sobre...

. Ligier JS3- Um olhar sobr...

. Avallone Chrysler - Um ol...

. GAZ-69 - Um olhar sobre a...

. Porsche 917 Le Mans 1971 ...

. Honda N 360 Zagato Mini B...

. Citroen GS Solido - Um ol...

. Datsun 240z safari - Um o...

. Citroen Dyane, Dyane Dyan...

. Peugeot 204 Táxi- Um olha...

. Ferrari 312 PB - Um olhar...

. Iso Rivolta S 4 300 - Um ...

. Seat 850 Sport - Um olhar...

. Ford Capri 2900 Injection...

. Ferrari 512 M Sunoco - Um...

. Isso Grifo 7 Litre - Um o...

. Porsche 917-10 Can Am 197...

. Jaguar E V 12  - Um olhar...

. Maserati Indy - Um olhar ...

. Alfa Romeo 33/3.1970 - Um...

. Chevron B 16 - Um olhar s...

. GP Beach Buggy - Um olhar...

. Opel GT - Um olhar sobre ...

. Lola T70 MK 3B GT - Um ol...

. Alpine-Renault A110 Berli...

. Volks Porsche 914 - Um ol...

. BRM 154 - Um olhar sobre ...

. Lancia Flaminia Coupe Pin...

. Ferrari 512S - Um olhar s...

. AEC Route Master 64 seate...

. Fiat 850 Sport - Um olhar...

. Alfa Romeo Zagato - Um ol...

. Matra-Simca MS650 #10 - 1...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub