Sábado, 25 de Junho de 2022

Volkswagen Golf Gti - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Golf Gti - Um olhar sobre as minhas miniaturas

611ª - Volkswagen Golf Solido

Volkswagen Golf Gti Rallye Monté Carlo 1977 Jean Ragnotti Jean-Marc Andrié

Sem fotos e somente com o esquema incluído na folha de montagem da Solido, decorei o modelo.

 Modelo real

A iniciativa levada a cabo em 1911 pelo do Príncipe do Mónaco, Alberto I e destinado a promover o Principado do Mónaco como destino turístico e centro cultural transformou-se num meio de testar os melhoramentos e as inovações dos carros.

Ganhar este rali ou terminar o melhor possível, daria ao carro notoriedade e a publicidade tanto desejada .

No 45º Rallye Automobile de Monte-Carlo de 1977 Jean Ragnotti Jean-Marc Andrié participaram terminaram em 18º classificado ano em que o vencedor foi Sandro Munari – Silvio Maiga em Lancia Stratos HF

Modificação na miniatura

O Kit apresentava três esquemas de decorações e o de Monte Carlo foi o escolhido, depois de comprar um Golf novo.

IMG_20220625_200211.jpg

IMG_20220625_194444.jpg

IMG_20220625_194543.jpg

IMG_20220625_194638.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Solido

Série

Referencia nº 19-4/75 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:28
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Junho de 2022

Volkswagen Golf - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Golf - Um olhar sobre as minhas miniaturas

601ª – Volkswagen Golf Solido

Volkswagen Golf Troféu

O Kit apresentava três esquemas de decorações sem contudo indicar qualquer prova, o mais simples era a decoração 3 que parece um modelo da Taça Golf 1600.

 Modelo real

O nome Golf também tem origem no Gulf Stream (corrente do Golfo), uma corrente marítima rápida e quente do Oceano Atlântico que tem origem no Golfo do México e chega à Europa. Em produção continua desde 1974, o Golf foi um dos primeiros hatchbacks com tração dianteira.

A primeira geração foi lançada em 1974 na Europa e chegou ao mercado com o desafio de ser um sucessor à altura do Beetle. Desenhado pela lenda Giorgetto Giugiaro, o Golf tinha proposta de ser um carro espaçoso e seguro.

Vinha equipado com motores de 1.1, 1.3, 1.5 ou 1.6. O GTI 1.6 de 110 cv foi introduzido com alarde. Embora não tenha sido o primeiro hatch esportivo do mundo, a versão praticamente virou sinônimo do segmento. Em 1979, a versão conversível foi apresentada ao público e se tornou a mais charmosa da gama.

Quando o grupo de engenheiros da Volkswagen colocaram um motor mais potente no familiar Golf, criando a sigla GTI. Não só fizeram nascer um novo modelo, como também a ideia de usar como base um carro familiar para fazer uma versão desportiva.

Modificação na miniatura

Feito o Santo António foi decorado de acordo com o a foto existente e o esquema fornecido nas instruções de montagem. 

IMG_20220615_181541.jpg

IMG_20220615_181559.jpg

IMG_20220615_181607.jpg

IMG_20220615_181933.jpg

Miniatura

Abre as portas,

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante solido

Série Kit

Referencia nº 19 – 4/75 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está junta à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 21:35
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Junho de 2022

Volkswagen Scirocco Group 2 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Scirocco Group 2 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

596ª – Volkswagen Scirocco Solido  

Volkswagen Scirocco Grupo 2

A única foto que conheço está no cartólogo da Solido 1980/81

Modelo real

O Volkswagen Scirocco baseado no modelo de produção, permitiu a Volkswagen um maior envolvimento no automobilismo.

Na América a série Trans Am promovida pela SCCA nos anos 70, 80 dominada pelo apoio das fábricas.

Em 1975, Bill Scott, um revendedor da VW da área de Chicago, foi para a McKee Engineering e fez com que construíssem dois Scirocco com o apoio da fábrica da VW para funcionar no Grupo 1 com menos de 2 litros. Bill dirigiu um dos carros (#42) e Milt Minter dirigiu o outro, #43. Wilt passou a ganhar o Campeonato Trans Am para seu grupo em 1976.

Depois do envolvimento na Fórmula V, a Volkswagen introduziu a série Junior Cup para a temporada de 1976. Em seu ano inaugural de corrida, 50 Sciroccos especialmente comissionados foram executados usando o novo motor de injeção de combustível de 1976.

Externamente, a Scirocco Cup ganhou um kit de carroceria Zender composto por spoilers dianteiros e traseiros com extensões das cavas das rodas. Todos os carros da série eram pretos com os mesmos gráficos e logotipos de patrocinadores. Para diferenciar os carros, o nariz foi pintado em várias cores.

A primeira corrida da série ocorreu em 11 de abril de 1976 em Hockenheim,

Entretanto vários foram os preparadores como Zender, Spiess que os equiparam com saias laterais e grandes spoilers dianteiros e traseiros.

Na primeira prova do Campeonato Europeu de Carros de Turismo a 12 de Março de 1978 no Circuito Brand Hatch obtiveram a vitoria na Divisão 2

Os vencedores por divisão

Division 5 – mas de 3000: Grano / Walkinshaw con BMW 3.0 CSL

Division 4 – 3000: Patterson / Allam con Ford Capri II 3.0S

Division 3 – 2000: König / Weltrowski con BMW 320

Division 2 – 1600: o VW Scirocco Richard Lloyd-Anton Stocker da VW Motorsport” conseguiu se classificar em 3º na Geral e ser o 1º na Divisão-2 (1.301-1.600 c.c.),

Division 1 – 1300: Lombardi / Giani con Fiat 128 Coupé

O V. W. O Scirocco 1.6 (Grupo 2) conquistou o subcampeonato de Marcas (“VW Motorsport”) com várias unidades oficiais providas com a conversão Spiess Racing, que garantia aos seus pilotos um motor 1.6 com injeção Kugelfischer extraíam 185 CV / 8.000 voltas para 775 quilos.

IMG_20220610_181951.jpg

IMG_20220610_182010.jpg

IMG_20220610_182019.jpg

IMG_20220610_182023.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 1059 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 23:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2022

Volkswagen Scirocco - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Scirocco - Um olhar sobre as minhas miniaturas

444ª – Volkswagen Scirocco Auto Pilen  

Modelo real

Apresentado em Março de 1974 no Salão de Genebra é um coupé de tração a ferente derivado do Golf. A carroçaria foi imaginada por Giorgett Giugiaro, o estilista italiano também autor do Golf .

Come a ser idealizado no início dos anos 1970 que a Volkswagen encomendou junto a setor de engenharia da Karmann Ghia, para substituir para o velho coupé Karmann Chia. Ao novo modelo, inicialmente foi dada a designação de Typ 53 e posteriormente chamado de Scirocco foi o projeto que a Karmann Ghia transformou num sucesso

Era elegante e desportivo e estava disponível numa gama de motores de quatro cilindros com 1.1, 1.3 e e 1.6 L de 60 a 110cv.

O Scirocco GTi entrou em produção no verão de 1976, enquanto o posterior culto Golf GTI não foi lançado até o outono do mesmo ano. [9] Seu motor 1.6 litros de 81 kW / 110 cavalos de potência de alta rotação apresentava injeção mecânica de combustível, pneus 175 / 70HR13 em rodas 5.5Jx13, um spoiler dianteiro tipo bico de pato maior, um quadro vermelho para a grade e o sólido do carro padrão os discos do freio dianteiro foram substituídos por discos ventilados de 9,4 pol. (239 mm). Barras anti-roll também foram instaladas na frente e atrás.

Os modelos nos EUA de 1975-1978 tinham transmissões manuais de quatro velocidades; para os anos do modelo 1979-1980, foram oferecidos uma transmissão manual de cinco velocidades como opção.

Em Agosto de 1977 e para o modelo de 1978, o marcador lateral frontal separado e o pisca-pisca mudaram para uma combinação de lentes laranja envolventes. Ao mesmo tempo, atrás das portas, a cor do pilar B mudou da cor da carroceria para preto, o que foi pensado para dar ao carro um perfil mais agradável

Vários níveis de acabamento existiam, dependendo do ano do modelo e do mercado, e incluíam L, CL, GL, LS, GLS, GLI, GT, GTI, GTL, GTS, GTX, GT II, ​​Scala, GT 16V e GTX 16V

O Sciroco 1 foi fabricado entre  1974 e 1981 em 504,153unidades

IMG_20220106_143856.jpg

IMG_20220106_143910.jpg

IMG_20220106_143943.jpg

Miniatura

Abres as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante  Auto Pilen

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - espanha

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:14
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Outubro de 2021

Volkswagen Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

368ª – Volkswagen cabriolet Polistil  

 Um descapotável para a família

Modelo real

Volkswagem Beetle Cabriolet Type 15ª A e 15 B condução à direita.

Dos três protótipos que Ferdinand Porsche construiu na sua garagem, um é cabriolet e esteve na apresentação do K.D.F ao povo alemão em 1938.

Em 1948 o major Hirst passeava num cabriolet na época em que Wilhelm Karmann depois de comprar um VW, decidiu modifica-lo num conversível de quatro lugares. Após o ter apresentado com sucesso na VW em Wolfsburg, o Beetle Cabriolet começou a ser produzido em 1949 pela Karmann em Osnabrück.

O descapotável era mais do que um Volkswagen com capota.

A capota tinha um forro interno completo escondendo o mecanismo dobrável e as barras transversais. Entre as duas camadas superiores havia 25 mm (1 pol.) de isolamento. A janela traseira era de vidro de segurança temperado e, a partir de 1968, aquecida. Devido à espessura da parte superior, manteve-se bastante alta quando dobrada. Para o motorista ver por cima do teto rebaixado, o retrovisor interno foi montado em um pivô deslocado. Girando o espelho 180 graus em um eixo longitudinal, o vidro do espelho aumentaria aproximadamente 2 pol. (5,1 cm).

1973-74 1303 surge o  Super Beetle "Big Bug" Type 151 condução á esquerda Type152 condução a direita e 153 para os Estados Unidos

Exteriormente uma das características dos modelos de 1973 eram as grandes lanternas traseiras, montadas no guarda-lamas traseiro redesenhado e que ficaram conhecidas como pé de elefante e o para-brisas panorâmico particularmente no cabriolet.

O 1302 Super tornou-se no 1303 com um novo pára-brisas envolvente mais alto, e um capô redesenhados.

O GSR de edição limitada (Gelb-Schwarzer Renner; "Yellow-Black Racer") era um 1303 S disponível apenas na cor Saturn Yellow

Em 1975, os piscas foram movidos da parte superior dos para-lamas dianteiros para dentro do pára-choque.. Para cumprir as leis antipoluição, o motor de 1600 cc nos mercados japonês e norte-americano recebeu injeção de combustível L-Jetronic da Bosch, em vez do sistema D-Jetronic usado anteriormente no VW Tipo 3 e Tipo 4.

La Grande Bug foi descontinuado em 1976 e o 1303 apenas em descapotável.

Os modelos de 1977 receberam novos bancos dianteiros com apoios de cabeça separados no último ano de venda do Beetle na América do Norte.

O descapotável saia na edição aniversário Champagne Edition "triplo branco" em Alpine White com parte superior e interior brancos com volante de luxe acolchoado, acabamento em madeira de bordo tigre e rodas esportivas de 4,5 pol. (110 mm) de largura. Aproximadamente 1.000 edições de champanhe foram produzidas.

Para 1978, foi lançado um novo conversível Champagne 2ª Edição, sem alterações, do qual aproximadamente 1.100 exemplares foram produzidos.

Em 1979, a VW ofereceu uma Edição Epílogo do conversível em preto triplo com características semelhantes à Edição Champagne de 1978. o último ano de produção mundial de conversíveis, bem como o último ano do Beetle nos Estados Unidos e Canadá.

Mas no Brasil somente em 1979 é que surgiu a alteração nos modelos 1300 L e 1600 das lanternas traseiras que se tornam maiores e passam a ser chamadas "Fafá", em alusão aos grandes seios da cantora Fafá de Belém. A lanterna menor continuou a ser utilizado nas versões 1300.

Após uma série de alterações estilísticas e técnicas feitas no cabriolet Karmann, o último dos 331.847 cabriolets saiu da linha de produção em 10 de Janeiro de 1980.

IMG_20210809_185441.jpg

IMG_20210809_185548.jpg

IMG_20210809_185615.jpg

IMG_20210809_185647.jpg

Miniatura

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plásticos iguais aos modelos desta época no fabricante.

Fabricante

Série E

Referencia nº 43

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:55
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Setembro de 2021

Fuchs Racing - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fuchs Racing - Um olhar sobre as minhas miniaturas

346ª – Fuchs Racing Ribeirinho transformado

Modelo real

História do veículo:

Os Fuchs são monolugares da Fórmula V  e Super V projetados e construídos na Alemanha por Heinz Fuchs Rennsportwagenbau em Rüdesheim perto de Stuttgart entre 1965 e 1976.

Heinz Fuchs fabricou e vendeu entre 1965 e 1976 cerca de 240 veículos na Alemanha da Fórmula Vau / Super Vau. A maior parte, eram vendidos prontos para a corrida. Mas, mediante solicitação também disponibilizava kits compostos por quadro, revestimento, assento e direção.

Hoje ainda existem cerca de 60 veículos.

Fuchs Racing

Para este carro Fuchs Racing foi usado um chassis Fuch à qual foi incorporada uma carroçaria leve.   

A potência média do motor de um Super V de 125 cv deve ser melhorada por um turbo alimentador.

Carro contruído de forma fácil e barata e com travões de tambor. Os pneus são comparativamente mais complexos da Goodyear num formato super vee (Vron 400 / 930-13 traseiro 425 / 950-13). Os aros têm de largura de 6 e 8 polegadas.

O motor foi preparado pelo soldado norte-americano R. Gglass, do Tennessee, e seu desempenho foi bom, mas complicado. O motor tem vibrequim com rolamento de rolos com curso original de 69 mm (SPG), o diâmetro do cilindro foi totalmente expandido para 96 ​​mm com cilindros japoneses de metal leve e pistões correspondentes, para uma capacidade de 1833 cc. O motor de curso extremamente curto, possui dois carburadores duplos (Solex 40PII-4). Ele respira através de válvulas alargadas, entrada 40, saída 35 a operação é baseada em um eixo de fórmula vau de design mais antigo.

O motor, que é amplamente ajustado para uma boa força de tração, deve atingir uma potência de 120 cv a 5500 rpm. e é  uma base perfeitamente aceitável. Ele pesa apenas 420 kg e, portanto, pode ostentar o nível de potência mais respeitável de 3,5 por hp. Um turbocompressor está previsto.

Modificação na miniatura

Alargado e contruído um chassis  

Rodas da Mebetoys

IMG_20210929_191105.jpg

IMG_20210929_191126.jpg

IMG_20210929_191136.jpg

IMG_20210929_191149.jpg

Miniatura

Interior detalhado

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante   Ribeirinho

Série

Referencia nº

Material – plástico

Material da placa de base – plástico .

País – Portugal

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:14
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2021

VW Dragster - Um olhar sobre as minhas miniaturas

VW Dragster - Um olhar sobre as minhas miniaturas

293ª – VW Kafer Dragster Limbach transformado

Uma decoração fantástica

 Modelo real

Klaus Reue, 28, assistente médico de Munster, foi infectado com o vírus dragster na Califórnia. De volta à Alemanha, ele decidiu construir o próprio bolide.

Com o apoio de alguns amigos, durante um ano planeou e foi construindo o bólide. Num chassi de Fórmula V colocou uma gaiola de segurança feita de tubo de aço bem sólido. A motorização foi feita por um motor Vw Porsche de 2,4 litros, teveram que ser feitas mudanças profundas para atingir os cerca de 280 cv que o carro deveria atingir ás 7200 / mm. Vibrequim, válvulas e amortecedores de válvula substituídos por peças de alto desempenho. Mas o salto mis decisivo no desempenho foi conseguido com a instalação de um turboalimentador Rajay.

A carroceria de poliéster pesa apenas 45 kg, todo o carro 420 Kg com os 280 cv têm um jogo fácil: por um quarto de milha (42 metros) o carro com partida parada demora 10,38 segundos, nos quais chega a 208 km / h.

Modificação na miniatura

Feitas as entradas de ar no tejadilho no Volkswagen 1303 S da Mebetoys e arranjado o interior foi pintado.

Rodas Norev

IMG_20211023_191936.jpg

IMG_20211023_192018.jpg

IMG_20211023_192146.jpg

IMG_20211023_195229.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

Fabricante Mebetoys

Série Europa

Referencia nº A 70

Material – zamac

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:34
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Julho de 2021

Volkswagen Fittipaldi-Bardahl 1968 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Fittipaldi-Bardahl 1968 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

264ª – VW Fittipaldi Corgi Toys transformado  

1967 Volkswagen Beetle Bardahl Fittipaldi #87 equipe Fittipaldi

 Modelo real

Um dos dos protótipos do Volkswagen Fuscas feitos pelos irmãos Fittipaldi preparado por Emerson Fittipaldi foi projetado pela sua equipa então composta pelo mecânico chefe Nelson Brizzi,o  projeto da carroceria Ari Leber , projeto chassi e suspensão Ricardo Divila, Darci que foi mecânico dos irmãos Fittipaldi até a Formula 1 e José Deusdedith para a solda e chapa,  que tinha como característica as duas entradas de ar pelo vidro traseiro.

Emerson e Wilsinho Fittipaldi já haviam dado provas de competência como construtores na Fórmula Vê e com o protótipo Fitti Porsche, o dos pilotos independentes que não se animavam com monopostos ou caros e pouco confiáveis protótipos.

 O desenvolvimento do Fusca para competição era já um trabalho antigo da equipa mas agora com a ideia que pudesse ser produzido quase em série.

Em 1968 foi apresentado e o protótipo foi enquadrado como `Protótipo Experimental CBA´ e trazia como principais modificações externas os para-lamas, capô dianteiro, tampa do motor e portas moldadas em fibra de vidro.

Os vidros haviam sido substituidos por peças de acrílico transparente, a fim de uma radical redução de peso.

O motor era um 1300 cc aumentado para 1600 cc, por obra e graça do famoso kit Fittipaldi, dupla carburação Solex 32, comando especial copiado do Porsche 356, cabeçotes trabalhados do motor VW 1500 (Kombi e Karmann Ghia).

O câmbio era original VW mas retrabalhado para uso de relações especiais e diferencial da Kombi.

Estreado em 27 de outubro de 1968 na `Prova Santos Dumont´ no antigo autódromo de Jacarepaguá, com a dupla Luis Fernando Terra Smith / Nathaniel Townsend ohde foi quinto.

Um mês mais tarde na `Prova Levi Dias´, Emerson Fittipaldi / Nathaniel Townsend ocuparam o sexto lugar.

Nos 1000 Km da Guanabara de1968, o Fitti-Fusca apareceu bastante modificado, portando um sistema de lubrificação por cárter seco e as enormes mangueiras traseiras de refrigeração sobre a capota, visual que o consagraria e que ditaria a moda para os fuscas preparados em 1969.

Na corrida, a dupla Emerson Fittipaldi / Nathaniel Townsend levariam o Volks ao terceiro lugar, atrás dos Alfas GTA da Jolly Gancia, conduzidas por Chiquinho Lameirão / Wilsinho Fittipaldi e Piero Gancia / Mário Olivetti.

Os irmãos Émerson e Wilsinho Fittipaldi agora no Fitti-Volks 1600 venceram a 12 Horas de Porto Alegre em 1968

Modificação na miniatura

Á miniatura da Corgi Toys foi desbastada a mala traseira e uma outra miniatura foi retirada a mala traseira para poder ser colocada aberta.

O modelo foi pintado

 As rodas são do Mini Marcos  

IMG_20211015_141524.jpg

IMG_20211015_141605.jpg

IMG_20211015_191222.jpg

IMG_20211015_191258.jpg

IMG_20211015_141634.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Fabricante  Corgi Toys

Série

Referencia nº 383

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

País -

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:55
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Junho de 2021

Volkswagen uma janela- Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen uma janela- Um olhar sobre as minhas miniaturas

252ª – Volkswagen 1953 Ribeirinho

O S. Pedro no fundo da minha rua

Dia de S. Pedro em Vila Real nestes dois dias era só descer as escadas e já estava na festa, era na Rua Avelino Patena, e ao fundo, a Rua 31 de Janeiro até ao Calvário e para baixo os linhos e os panelos em direcção ao Excelcior..

Numa das voltas pela feira encontrei mais um VW Ribeirinho lembrei-me de que tirando a haste que dividia o (split window) o transformava no moderno oval e assim fiquei com o modelo de 1953.

 Modelo real

Era o ano de transição pelo que podemos encontrar modelos com o vidro tarseiro dividido em dois (split window) e o moderno oval e conhecido por “zwitter “Os Volkswagen de janela oval dividida foram produzidos de 1948 ao final de 1952. Os modelos de transição foram construídos de 1º de outubro de 1952 a 10 de março de 1953 eram modelos provisórios 'Zwitter' o hermafrodita, construídos com o antigo corpo de janela dividida e o novo painel do novo Oval - Carros com janela traseira oval.

Em 1953 o Volkswagen passou a ser o carro mais vendido em Portugal, ultrapassando as marcas tradicionais existindo ainda dois desses modelos dessa época.

Para promoção do modelo a Guerin distribuía uma brochura a cores em português mas impresso na Alemanha.

O oval foi produzido entre 1953 e 1957

Modificação na miniatura

A haste da divisória traseira foi retirada.

IMG_4421.JPG

IMG_4400.JPG

IMG_4415.JPG

IMG_4436.JPG

IMG_4438.JPG

Miniatura

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Ribeirinho

Série

Referencia nº

Material – plástico,baquelite.

Material da placa de base – baquelite. plástico muito quebradiço.

A base encaixa à carroçaria

País – Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 16:26
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Junho de 2021

VW Limousine Carl Schneider - Um olhar sobre as minhas miniaturas

VW Limousine Carl Schneider - Um olhar sobre as minhas miniaturas

235ª – VW Carl Schneider Corgi Toys

Um Volkswagen enorme.

Uma foto do LÁuto Journal que ainda tenho incluída nos meus primeiros arquivos e na forma original, foi a minha inspiração.

 Modelo real

Carl Schneider admirador de comprimentos infinitos mas sem meios para pagar uma limousine americana juntou dois VW de 1961 e assim construiu o seu mostro com dimensões americanas. o seu motor é um 1.5 e um consumo de dez litros aos 100 quilómetros aparentando uma viatura presidencial.  

Modificação na miniatura

O primeiro Corgi Toys foi cortado até um pouco depois das portas. Em seguida, junto um segundo Corgi Toys, este cortado na parte da frente junto do para brisas.

Ambos foram abertos e feita a capota traseira

IMG_3865.JPG

IMG_3868.JPG

IMG_3869.JPG

IMG_3871.JPG

Miniatura

interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são da Ribeirinho

Fabricante Corgi Toys/ Construção própria,Transformado.

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – Zamac

A base está colada à carroçaria

País -

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:50
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Volkswagen Golf Gti - Um ...

. Volkswagen Golf - Um olha...

. Volkswagen Scirocco Group...

. Volkswagen Scirocco - Um ...

. Volkswagen Cabriolet - Um...

. Fuchs Racing - Um olhar s...

. VW Dragster - Um olhar so...

. Volkswagen Fittipaldi-Bar...

. Volkswagen uma janela- Um...

. VW Limousine Carl Schneid...

. Volkswagen para desmontar...

. Volkswagen Karmann Ghia 1...

.arquivos

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub