Quinta-feira, 22 de Junho de 2023

AC Cobra - Um olhar sobre as minhas miniaturas

AC Cobra - Um olhar sobre as minhas miniaturas

914ª – AC Cobra Box

AC Cobra Roadster CSX 2128 Alen Grant1963 

Modelo real

O AC Cobra foi equipado com dois espelhos retrovisores depois de retirado o para-brisas e lhe terem colocado um protetor contra respingos. um novo bocal de combustível, junto com uma barra de anti capotagem cromada e um único limpador de para-brisa. Os para-lamas não tinham aberturas e a parte superior da porta do motorista foi cortada para liberar o braço. Como a carroceria podia torcer o suficiente em curvas fechadas para destravar a tampa do porta-malas, o que poderia causar uma bandeira preta durante uma corrida, uma corda elástica presa a um par de soquetes abaixo da trava servia como segurança extra.

Inicialmente o carro era em preto com duas listras amarelas, o CSX2137 foi o primeiro Cobra de corrida equipado com um motor V8 289 como equipamento original, também foi o primeiro piloto com direção de pinhão e cremalheira. é claro, ambos provaram ser grandes vantagens, e vários pilotos que pilotavam carros com direção de minhoca e setor, incluindo Bob Johnson, venderam suas primeiras montagens e compraram um desses carros de melhor direção.

Para as 12 Horas de Sebring de 1963, sis cobras estavam inscritos a Shelby American dispunha de quatro Cobras bem preparados (Holman-Moody inscreveu um), completo com radiador e protetores de farol. CSX2128 foi alocado para Dan Gurney, Lew Spencer e Dave McDonald. Para facilitar a identificação do carro preto pela tripulação à noite, Peter Brock aplicou as listras, com uma lata de spray.

Em agosto de 1963, a Shelby American vendeu o carro para um de seus maiores revendedores, a Coventry Motors em Walnut Creek, Califórnia. O carro foi repintado em amarelo com listras diagonais pretas para um projeto de George Lucas, de 19 anos, que passou a produzir o filme. American Graffiti, entre outros. Como piloto da equipe, Coventry nomeou Allen Grant, de 23 anos, que ganhou o título de Novato do Ano da Costa Oeste da SCCA em 1962 em seu AC Ace-Bristol. Funcionário da Shelby American, Grant começou como soldador, trabalhou na equipe de box e acabou de ser encarregado de encomendar carros da A.C. Segundo ele, o apelido de Executor nos para-lamas traseiros significava que ele e o motorista estavam “em controle total."

Grant começou suas corridas no CSX2128 com duas vitórias rápidas, uma em um SCCA Regional em Santa Bárbara, a outra em um Divisional em Candlestick Park, onde rodou todos, exceto o segundo colocado. No Times Grand Prix em Riverside naquele outubro, ele terminou em segundo, e no Pacific Grand Prix em Laguna Seca ele venceu sua classe, embora tenha sido retardado por um rolamento de roda apertado. No dia seguinte, Grant foi convocado e, ironicamente, designado para o Forte vizinho. Isso não acabou com suas viagens Shelby American; eventualmente, ele serviu como piloto de equipe no Daytona Coupe.

Em março de 1964, o carro foi negociado de volta para a Shelby American e novamente se tornou um carro de equipe, desta vez em azul Princess, com rodas mais largas e pára-lamas traseiros maiores.

Em agosto daquele ano, a Shelby American vendeu o CSX2128 pela segunda vez, para o piloto Pete Harrison de Atlanta, Geórgia. Como de costume, Shelby cobrou da Ford a diferença entre o custo original do carro e seu preço final de venda. Harrison correu, agora marrom, em mais três eventos do USRRC naquele verão e outono - Mid-ohio, Road America e Bridgehampton - com resultados mistos, sendo seu melhor um terceiro na Classe GT em Road

IMG_20230622_180411.jpg

IMG_20230622_180514.jpg

IMG_20230622_180532.jpg

IMG_20230622_180714.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Box

Série

Referencia nº 8421 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 18:40
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Maio de 2023

Shelby Cobra - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Shelby Cobra - Um olhar sobre as minhas miniaturas

868ª - AC Cobra route à raggi Box

No autódromo do Estoril por vezes encontrava um Cobra vermelho …

Modelo real

John Tojeiro nascido no Estoril, filho de pai português e mãe inglesa, foi para Inglaterra em 1924 após a morte do pai, onde produziu carros para a equipe Ecurie Ecosse, equipados motores fornecidos pela Jaguar, Buick, Bristol, Scirocco-Powell e Climax, entre muitos. O Ecurie Ecosse Tojeiro EE foi um dos primeiros carros desportivos de corrida a usar o motor central para melhorar o manuseio e a tração. Mas a sua maior produção foi um design que a AC Cars desenvolveu no AC Ace. capaz de alcançar uma velocidade de 160 km/h. Em 1957 o carro evoluiu e foi incorporado nele um motor Bristol de 2.0 litros que elevava sua velocidade máxima até os 190 km/h.

Carroll Shelby, o piloto texano com o apoio da Ford Motor Company, entrou em negociações com a AC para a montagem de um leve e potente motor "Ford V8" em um chassi do AC Ace.

Em janeiro de 1962, os mecânicos da AC Cars em Thames Ditton, Surrey, projetaram o protótipo "AC Ace 3.6" com número de chassi CSX2000 depois de fazerem as modificações necessárias para instalar o V8 de bloco pequeno do Ford Zephyr 6 em linha de 2.553 litros (156 cu in).. A única modificação na frente do primeiro Cobra em relação ao "AC Ace 2.6" foi a caixa de direção, que teve que ser movida para fora para liberar o motor V8 mais largo.

O carro foi fabricado pela AC, e essa combinação provocou o surgimento do AC Cobra, um dos carros desportivos mais rápidos, famosos e potentes jamais fabricados anteriormente.

Em 1962, a AC concentrou-se na produção do AC Cobra com cada carro fabricado à mão na fábrica de Thames em  Ditton.

Carroll Shelby, por sua vez, irá desenvolveu o AC Cobra, em Los Angeles, na Califórnia combinando os potentes motores da Ford  V8 americano com o leve chassis britânico.

Em 1964, o AC Cobra 427 atinge os 295 km/h por hora na autoestrada M1. colocando o seu nome no Guinness como o  carro de produção em série mais rápido do mundo, um título que ostentou durante vários anos,  Mas em 1965 Shelby ganha o Campeonato do Mundo de GT, mas a velocidade em autoestrada é limitada nos 120 km/h por hora.

Em 1967, é apresentado o AC Cobra 428 com um monstruoso motor de 7.0 litros. Até o final de sua produção em 1973, fabricaram 80 unidades do modelo, 29 Conversíveis e 51 Fastbacks.

O AC Shelby Cobra 427 chassi #CSX3178 foi propriedade de Carroll Shelby, na cor vermelho Rangoon Red, carroceria alargada ,rodas monoporca cinzas e o interior completo em couro preto.. O Cobra original já era um monstro com seu motor V8 260 de 4.26 litros, agora a versão equipada com o motor V8 FE 427 de 7.0 litros era simplesmente diabólica. A grande quantidade de potência desta mecânica Big Block da Ford foi necessário alargar consideravelmente os eixos do modelo, assim como a carroceria, próprios das versões S/C (siglas de Semi Competititon),.

IMG_20230503_140851.jpg

IMG_20230503_140857.jpg

IMG_20230503_140927.jpg

IMG_20230503_140947.jpg

IMG_20230503_140955.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Box

Série

Referencia nº 8410 preço 2150$00

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Italia

Anos de fabrico  a

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 23:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AC Cobra - Um olhar sobre...

. Shelby Cobra - Um olhar s...

.arquivos

. Junho 2024

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub