Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2021

Mercedes Benz 220 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz 220 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

430ª – Mercedes Benz 200 MetoSul transformado

Mercedes rabo de peixe, o carro do Governador Civil de Vila Real

Modelo real

A carroçaria e o chassis do 200 é são idênticas aos do 220S o para-choques é mais elaborado e os faróis rectangulares 

O Mercedes-Benz W111 foram produzidos entre 1959 e 1971, a carroceria apresentava barbatanas de cauda distintas no estilo americano que deram aos modelos o apelido de Heckflosse - alemão para "fintail".

Apresentado com um motor de 6 cilindros em linha de 2,2 litros, o W111 gerou um par de linhas variantes que o incluíram em 1961: veículos com motor de 4 cilindros em linha de nível básico que compartilham o chassi e a carroceria do W111, designados por W110; e o W112

A produção em série do sedan de 4 portas começou em agosto de 1959, apresentado no Salão do Automóvel de Frankfurt. O 220b era uma versão básica com poucos acabamentos cromados, calotas simples e acabamentos internos básicos que não tinham bolsos nas portas. Os preços eram 16.750 DM, 18.500 e 20.500.

Todos os modelos compartilhavam o motor de seis cilindros em linha de 2195 cc M127, herdado da geração anterior, produzindo 95 cv a 4800 rpm e capaz de chegar 160 km / h e podia ser equipado com caixa de câmbio automática opcional).

Modificação na miniatura

Os faróis redondos foram retirados e substituídos por outros rectangulares.

IMG_20211223_133859.jpg

IMG_20211223_133911.jpg

IMG_20211223_133926.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

Fabricante  MetoSul

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Portugal

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 20:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2021

Mercedes Benz 123 C 280 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz 123 C 280 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

409ª – Mercedes Benz C 280 Solido

Modelo muito confortável

 Modelo real

 O modelo de base da serie E foi apresentado no Salão de Paris em 1972

O Mercedes-Benz W123 foi produzidos entre Novembro de 1975 a Janeiro de 1986.

A nova berlina caracterizava-se pelo estudo de segurança muito completo, o que explica certos arranjos pouco estéticos , notalmente os pequenos vidros e os enormes pilares laterais e no plano técnico destaca-se a suspensão da frente herdada do protótipo experimental C 111.

Os modelos W123 superaram seu antecessor, o Mercedes-Benz W114, como o Mercedes de maior sucesso, vendendo 2,7 milhões de unidades antes da produção terminou no outono de 1985 para as versões saloon / sedan e em janeiro de 1986 para coupés e propriedades / peruas.

Como seus predecessores, o W123 ganhou a reputação de ser bem construído e confiável. Muitas empresas de táxi escolheram o W123, e eles eram comuns chegar a 500.000 ou 1.000.000 km com apenas pequenos problemas mecânicos era comum com os W123s usados ​​como táxis.

A produção do W123 terminou em janeiro de 1986 com o lançamento de 63 modelos. Os modelos individuais mais populares eram o 240 D (455.000 fabricados), o 230 E (442.000 fabricados) e o 200 D (378.000 fabricados).

IMG_20211202_142659.jpg

IMG_20211202_142722.jpg

IMG_20211202_153619.jpg

Miniatura

Abres as portas, levanta o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº47  

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 21:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

Mercedes SS Torpedo Fechada 1932 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes SS Torpedo fechado 1932 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

373ª – Mercedes Benz SS 1932 Solido

Os modelos de prestigio da época de 1925 a 1935

 Modelo real

A fusão entre Daimler e Benz & Cie, originou a Daimler-Benz, para produzir os automóveis Mercedes-Benz.

Uma versão desportiva de luxo Modelo K (K para 'Kurzer Radstand' ou curta distância entre eixos em inglês) permitiu um carro de corrida ainda mais avançado e denominado de Modelo S (S for Sport).

Em 1928, uma nova versão foi produzida e designada como SS ou Super Sport, que continuava como um grande tourer, quatro lugares, proporcionava uma potência de mais 40 cavalos, o que significa que com o superalimentador acionado, o SS poderia produzir 200 cv. duas a três vezes a potência da maioria dos carros de sua época

O espaço para bagagem quase não existia e obrigava a colocar uma mala sobre o para choques traseiro o que a fazia sair para, fora muito inestética, mas quase sempre muito bela.

IMG_2651.JPG

IMG_2655.JPG

IMG_2658.JPG

Miniatura

Abre as portas.

O banco é rebatível

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus

 

Fabricante Solido

Série - L ´Âge d´Or época de 1925 a 1935

Referencia nº 132 11/63

Material –zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - França

Anos de fabrico 1963 a

 

 

 

 


publicado por dinis às 21:29
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021

Mercedes Benz 250 coupé - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz 250 coupé - Um olhar sobre as minhas miniaturas

338ª – Mercedes Benz 250 coupé Auto Pilen

Um coupé de quatro lugares de luxo

Modelo real

Mercedes-Benz 250SE Sunroof Coupe 1967

O Mercedes Benz W108 / W109 estreou no Salão do Automóvel de Frankfurt em 1965. O W108s era constituído pelo 250 S, 250 SE e 300 SEb e W109  o 300 SEL.

Os motores eram provenientes da geração anterior com refinamentos mecânicos. O motor M180 de 2,2 litros foi aumentado para 2,5 litros, enquanto a versão M189 de 3 litros com injeção de combustível foi herdada do "300 Adenauer".

O 250 S foi equipado com motor M108 de 2.496 cc com dois carburadores downdraft produzindo 96 kW (131 CV; 129 bhp) a 5.400 rpm. Ele poderia acelerar a 100 km / h (62 mph) em 13 segundos para manual e 14 para automático. A velocidade máxima foi de 182 km / h (113 mph) para manual e 177 km / h (110 mph) para automática.

O 250 SE tinha o mesmo motor do 250 S, exceto pelo sistema de injeção de combustível e pela designação do motor diferente (M129). Com maior potência do motor de 110 kW (150 PS; 148 bhp) a 5.500 rpm, 250 SE foi um segundo mais rápido para 100 km / h do que 250 S e teve velocidade máxima superior de 193 km / h (120 mph) para manual e versões automáticas.

A produção da primeira série foi de 1965 a 1967 são 129.858 de 250 S / 250 SE e 5.106 de 300 SEb / 300 SEL.

IMG_20210922_153846.jpg

IMG_20210922_153901.jpg

IMG_20210922_153923.jpg

Miniatura

Abre as portas, porta-malas e levanta o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Auto Pilen

Série M

Referencia nº 305

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em vitrina de plástico.

País - Espanha

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 22:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Setembro de 2021

Mercedes Benz W 196 Streamlined - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz W 196 Streamlined - Um olhar sobre as minhas miniaturas

228ª –  Mercedes Benz W 196 Streamlined Modelos 3J

Fangio em 1954 vence na estreia do novo Mercedes de F1 em França

O segundo modelo da Modelos 3J

O folheto podemos ler:

“ Quando a Daimler Benz, em parte como resultante dos sucessos obtidos pelos seus carros de sport nos anos anteriores, e também porque o regresso às corridas de Fórmula estava na mente de alguns dos seus responsáveis, se apresentou em 1954 a disputar o Campeonato de Condutores, vinha indiscutivelmente bem preparada e equipada. Os novos mercedes quer na versão normal de fórmula, quer na streamlined ganharam 9 dos 14 Grand Pris do campeonato disputados em 1954 e 1955, tendo por 5 vezes obtido simultaneamente os dois primeiros ligares. Para além dessas vitórias colecionavam ainda outras em provas extra-campeonato.

A estreia dos novos Mercedes teve lugar em Rehims a 3º prova de 1954, com 3 carros e com os seguintes condutores:

Nº 18 J.M. Fangio vencedor da prova

Nº 20 K Kling segundo classificado

Nº 22 H Hermann desistiu

Cores

Carroceria, Jantes e rais do volante prateado

Assento Castanho claro baço ou xadrez

Entradas de ar preto baço

Escapes e tablier alumínio

Números vermelhos (R41 G12.80 letra de decalque á venda na casa Ferreira) ”

 Modelo real

 Apesar do especto de carro de Sport a carroçaria envolvente o Stromlinienwagem era um monolugar de fórmula 1 em que o piloto ia sentado na posição central muito baixo

As entradas de ar laterais eram para captar ar para os pneus traseiros.

Os travões eram enormes mas, se lhe exigia muito esforço em frio, podiam partir e se aqueciam podia bloquear.   

O seu design de acordo com os novos regulamentos tornou obsoletos toda a concorrência mas em 1955 já não figurava nas opções da Mercedes.

Modificação na miniatura

Os números são da folha de decalques da Solido

IMG_20210819_200059.jpg

IMG_20210819_200657.jpg

IMG_20210819_200717.jpg

IMG_20210819_200721.jpg

IMG_20210819_200832.jpg

Miniatura

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante

Série

Referencia nº 2 preço 95$00

Material – resina

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 01:58
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Setembro de 2021

Mercedes Benz 200 CM - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz 200 CM - Um olhar sobre as minhas miniaturas

318ª – Mercedes Benz 200 MetOsul

Um modelo de luxo a democratizar-se.

 Modelo real

Mercedes Benz 190-200

Primeira série (1961–1965)

Primeira Série

190c / 190Dc

Produção 1961-1965

O Mercedes 190c e 190D onde o "D" era de Diesel, uma tecnologia pioneira pela Mercedes-Benz muito pouco ao agrado da imprensa desportiva e de quem gostava de carros rápidos..

O 190 que ficaria conhecido por “rabo de peixe” substituía o Ponton muitos populares entre os táxis do Porto e Lisboa também conhecidos por fogareiros..

A fama do motor diesel utilizada nos táxis começava a interessar os particulares, uma tecnologia que nada tem a ver com os actuais motores a começar pelo característico barulho a faz logo mover as cabeças e arregalar bem os olhos principalmente no inicio, quando está frio mas que passados alguns quilómetros a fumarada dos escapes desapareça.

A carroçaria deriva da série W111, com uma frente 145 mm maior e faróis redondos numa semelhança aos modelos W120 / 121 "Ponton". A traseira era idêntica ao W111 220b (o 220b era o modelo básico da série W111). O interior e as dimensões também eram idênticos aos do W111 220b, mas com menos opções, como bancos traseiros fixos e acabamento em baquelite no painel em contraste com a madeira utilizada nos modelos W111. Como os modelos 190c e 190Dc eram basicamente um W111 220b com uma frente mais curta, mas com motores menores e mais econômicos. Isso os tornou extremamente populares entre os motoristas de táxi com a produção do 190Dc a ser maior do que o 190c com motor a gasolina em quase 100.000 unidades.

Segunda série entre 1965-1968.

A segunda série de carros de 4 cilindros modelos 200, 200D e 230 começou em Julho de 1965, na fábrica de Sindelfingen. O 200 e 200D substituíram os modelos 190c e 190Dc, respectivamente. O motor do 200 aumentou o  diâmetro de 85 para 87 mm, e 1988 cc, e foi equipado com dois carburadores enquanto o 190c tinha um único carburador.

O motor a diesel 200D era essencialmente idêntico ao do 190Dc com c.c. 1988..

Os piscas dianteiros foram colocados na da parte superior dos para-lamas dianteiros e por baixo dos faróis

Na parte traseira, as luzes traseiras são rectangulares e o acabamento cromado foi revisto para apresentar duas faixas de acabamento horizontais em vez de barbatanas traseiras com acabamento cromado.

Os modelos de 1968 foram equipados com colunas de direção dobráveis ​​para atender aos regulamentos de segurança americanos.

Todos os três carros da segunda série W110 terminaram a produção em Janeiro de 1968 com o lançamento dos W115 220 e 220D.

IMG_20210903_163202.jpg

IMG_20210903_163233.jpg

IMG_20210903_163734.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante MetOsul

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Portugal

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 22:51
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2021

Mercedes Benz Streamlined 1937 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz Streamlined 1937 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

311ª – Mercedes Benz Streamlined 1937 Modelos 3J

A minha prenda, feita nas Férias do Natal de 1976.

As fotos eram praticamente inexistentes e folha de instruções mostrava um desenho que muito ajudou.

Na folha que acompanhava o modelo podia ler-se:

“Este modelo derivado directamente do Mercedes de corrida do ano anterior, foi construído para as corridas de Formula Livre que se disputaram em 30 de maio de 1937, no Circuito de Avus.

Nos treinos efectuados em Abril, este modelo foi testado com as rodas dianteiras e traseira alternadamente tapadas  mas as conclusões extraídas dos ensaios levaram a fabrica a apresentar os carros com as rodas totalmente descobertas no dia seguinte.

A equipa Mercedes apresentou-se em força com os seguintes condutores e carros.

Nº 35 – Caracciola - modelo «streamilined» , motor DAB V 12

Nº 36 – Von Brachtischt  - modelo «streamilined» , motor DAB V 12

Nº 37 – Herman Lang - modelo «streamilined» , motor DAB V 12 «chassis» de 1936

Herman Lang ganhou afinal depois de Caracciola e Von Brauchttischt terem sofrido avarias na transmissão á media de 162,61mph.

 Modelo real

Mercedes Benz W25

Ainda como W25, em 1936 teve mudanças como a traseira do chassis traseiro foi completamente alterado, caixa de velocidades montada transversalmente e os eixos giratórios foram substituídos por um eixo DeDion. Para manter o peso abaixo do máximo cortaram 25 cm no centro do carro. Um novo motor V12 foi projetado, mas estava acima do peso.

O M25C evoluiu para o ME25 de 4,7 litros e 453 cv, que na verdade era mais leve do que seu antecessor. O W25K (para Kurz ou curto) falhou em seguir os passos deixados pelo W25 original. Caracciola conseguiu vencer apenas dois Grandes Prêmios numa temporada dominada por Bernd Rosemeyer no Auto Union Type C. de 6 litros. A Mercedes-Benz acertou as coisas novamente em 1937 com o W125 que usava um chassi totalmente novo e um motor ainda maior.

. A edição de 1937 sob regulamentos de fórmula livre e atraiu alguns dos carros de Grande Prêmio mais selvagens jamais construídos. A Merdedes Benz e Hermann Lang finalmente conquistou a vitória num carro de 1936 o W25 propulsionado por um V12 que produzia uns incríveis 736 bhp.

IMG_20210827_234638.jpg

IMG_20210827_170441.jpg

IMG_20210827_170506.jpg

IMG_20210827_170730.jpg

Miniatura

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante Modelos 3J

Série

Referencia nº 4 preço 95$00

Material – resina

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 23:18
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Julho de 2021

Mercedes Benz Formula 1 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Benz Formula 1 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

279ª – Mercedes Benz W 196 Mercury

Uma relíquia encontrada…

 Modelo real

Fórmula 1 1954

O Mercedes-Benz W196 foi o modelo utilizado pela Mercedes- Benz, para disputar os campeonatos de Fórmula 1 de 1954 e 1955.

O Mercedes-Benz W 196 R projetado para a temporada de 1954 estava de acordo com a nova regulamentação de Grande Prêmio decretada pelo órgão regulador do desporto, a CSI (Commission Sportive Internationale): uma capacidade de 750 cc com ou 2500 cc sem supercharger, a escolha da mistura de gás, uma distância de corrida de 300 quilômetros ou um mínimo de três horas.

A versão simplificada foi concluída primeiro porque a corrida de Reims que deu início à temporada permitia velocidades muito altas. Depois disso, houve também uma versão com rodas expostas.

Esta obra-prima de prata, da qual foram construídas 14 unidades incluindo um protótipo, não deu hipótese aos seus adversários nos dois anos seguintes. Aerodinâmico e original era prático e visualmente atraente. A partir do Grande Prêmio da Alemanha em Nürburgring no início de Agosto de 1954 em diante, no entanto, uma versão de roda aberta (monoposto) também fez parte do line-up. Sua estrutura tubular era leve e robusta, sua suspensão com barras de torção e um novo eixo giratório de junta única na parte traseira, assim como os gigantescos freios a tambor Duplex, com refrigeração turbo e centralmente dispostos, eram excepcionalmente bons. O motor em linha de oito cilindros com injeção direta e controle de válvula desmodrômica (1954: 256 hp (188 kW) a 8260 rpm, 1955: 290 hp (213 kW) a 8500 rpm) foi instalado na estrutura espacial em um ângulo de 53 graus para a direita para abaixar o centro de gravidade e reduzir a área frontal. Além do mais, os preparativos meticulosos para cada corrida individual remontam à gloriosa década de 1930 e, ao mesmo tempo, antecipam a abordagem moderna da Fórmula Um.

Duas versões: carro monolugar e streamliner

As duas versões do W 196 R eram intercambiáveis ​​sem esforço. O chassi número dez, por exemplo, um dia brilhando com sua antiga glória em sua carroceria de alumínio totalmente novo, foi inscrito com as rodas abertas no Grande Prêmio da Argentina de 1955 (conduzido por Hans Herrmann, Karl Kling e Moss para o quarto lugar) e no Grande Prêmio da Holanda Prêmio (com Moss ao volante, terminando como vice-campeão), e totalmente aerodinâmico novamente realizado testes em Monza. Qual deles foi usado dependeu das peculiaridades do circuito, da estratégia escolhida e dos gostos e desgostos do respectivo piloto.

O histórico do W 196 R era realmente impressionante: nove vitórias e voltas mais rápidas, bem como oito poles position nas doze corridas do Grande Prêmio em que participou e, claro, os títulos de campeão mundial do Argentino Juan-Manuel Fangio em 1954 e 1955.

IMG_20210726_182853.jpg

IMG_20210726_183004.jpg

IMG_20210726_183049.jpg

Miniatura

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais.

Fabricante Mercuri

Série

Referencia nº55

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - Itália

Anos de fabrico  a

 

 

 

 


publicado por dinis às 23:43
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Julho de 2021

Mercedes Auto Union com reboque  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes Auto Union com reboque  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

272ª – Mercedes Auto Union Solido

A 25 de Novembro coincidência ou não um Jeep tão útil no exército, agora na versão civil

Ao fim do dia 25 de Novembro de 1975, as forças afetas ao VI Governo Provisório neutralizaram as unidades militares contestatárias, e o fim de uma época negra terminou.

As armas distribuídas aos civis não chegaram a sair dos caixotes e as restantes unidades militares não se movimentaram e terem evitado a guerra civil.

 Modelo real

Auto Union M DKW Munga foi produzido entre 1954 a 1968

Desenvolvido no início dos anos 1950 como uma alternativa da Alemanha Ocidental ao Jeep do Exército dos EUA depois de vários fabricantes de automóveis, incluindo Borgward e Porsche, que produziram o Jagdwagen muito semelhante, para projetar um veículo militar pequeno e ágil.

O Auto Union DKW Munga 4 foi apresentado em 1954 é alimentado por um motor de dois tempos, 900 cc de 3 cilindros e uma caixa manual de 4 velocidades,

A transmissão era permanente nas quatro rodas.

O todo terreno “DKW Munga” foi construído para a DKW pela Auto Union em Ingolstadt para o exército alemão. A produção foi iniciada em outubro de 1956 e encerrada em dezembro de 1968. Nesse período, foram fabricadas 46.750 unidades. Sua enorme robustez, aliada a um peso muito contido, fizeram com que ganhasse a simpatia do exército alemão, que o utilizava para inúmeras funções.

Em 1959 a Auto Union inaugurou a sua fábrica em Ingolstadt, onde hoje é sede da Audi. Segundo dados da época, mais de 340 milhões de marcos alemães foram investidos pela Daimler-Benz na Auto Union.

Mas, num breve período da história uma união entre a marca da estrela e a fabricante que usa as quatro argolas como símbolo apensar numa nova marca e talvez a pensar no confortável G Wagem apresentado em 1979.

Bronco era o seu nome, o primeiro a usa-lo nos Estados Unidos, ainda a Ford não pensava no seu Bronco.

Apenas seis anos antes da estreia do Jeep DKW, uma parte da Auto Union que se tornaria uma parte da Volkswagen em 1968, fez planos para oferecer seu próprio 4x4 com o nome Bronco nos Estados Unidos, por meio das concessionárias Mercedes-Benz.

A partir de 1963, a Daimler- Benz ajudou na modernização e desenvolvimento dos produtos da Auto Union, que passaram a ser Audi.

O Munga, é um acrônimo de Mehrzweck Universal Geländewagen mit Allradantrieb, ou "carro off-road universal multifuncional com tração nas quatro rodas”. No Brasil ficou conhecido como Candango.e fabricado pela ultima fabrica da DKW Vemag.

A influência da equipe de Kraus ficou para a história e modelos como o Audi 100 e o Mercedes-Benz W 119, e o seu novo motor 4 cilindros ambos de porte médio, guardam várias semelhanças entre si e comprovam que, se hoje são concorrentes, Audi e Mercedes-Benz.

IMG_20210722_174704.jpg

IMG_20210722_173920.jpg

IMG_20210722_174023.jpg

IMG_20210722_174127.jpg

IMG_20210722_174220.jpg

Miniatura

Abre as portas, porta-malas e levanta o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

As rodas são de plásticos iguais aos modelos desta época no fabricante.

Fabricante Solido

Série Les Militaires

Referencia nº 5/66

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 22:42
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Julho de 2021

Unimog, o "burro do mato - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Unimog, o "burro do mato" - Um olhar sobre as minhas miniaturas

261ª – Mercedes Benz Unimog 406 Corgi Toys

Da vida militar para a civil sem ir ao Ultramar…

Modelo real

Em Janeiro de 1946 iniciaram-se os planos do Unimog, um veículo para trabalhos agrícolas e florestais.

O primeiro protótipo surgiu no final do ano, equipado com um motor a gasolina e um aspecto já muito semelhante ao que ao modelo a apresentar em 1947 e já equipado com o motor diesel da Daimler Benz.

Fabricada pela Boehringer, pela interdição imposta pelos Aliados no pós-guerra à Mercedes-Benz de produzir veículos todo o terreno para o mercado interno. Só em 1951 quando a limitação foi levantada a Unimog começou as vendas fora da Alemanha.

Dada a versatilidade, e capacidade de circulação em todos os tipos de terreno, rapidamente a Unimog se tornou num dos veículos mais utilizados pelas forças armadas de vários países.

Portugal não fugiu a regrae o Unimog esteve no serviço activo em todas as frentes durante a Guerra Colonial e na metrópole, e ainda hoje equipa várias unidades onde é um dos mais utilizados.

O Unimog para terrenos muito difíceis é capaz de vencer quase todos os desafios graças às suas capacidades off-road, pelo qual  pode ser usado em florestas, montanhas e desertos

Tração integral e capacidade de torção extrema proporcionam a este robusto veículo utilitário um avanço notável em terrenos difíceis.

O conforto e reduzido mas é muito prático.

IMG_20210708_182744.jpg

IMG_20210708_183120.jpg

IMG_20210708_183456.jpg

IMG_20210708_183931.jpg

IMG_20210708_184447.jpg

Miniatura

Abre as portas, porta-malas e levanta o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

As rodas são de plásticos iguais aos modelos desta época no fabricante.

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 406

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Inglaterra

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:27
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Mercedes Benz 220 - Um ol...

. Mercedes Benz 123 C 280 -...

. Mercedes SS Torpedo Fecha...

. Mercedes Benz 250 coupé -...

. Mercedes Benz W 196 Strea...

. Mercedes Benz 200 CM - Um...

. Mercedes Benz Streamlined...

. Mercedes Benz Formula 1 -...

. Mercedes Auto Union com r...

. Unimog, o "burro do mato ...

. Mercedes Benz Roadster Pa...

. Mercedes Benz C 111 Genev...

. Mercedes Benz 300 SL - Um...

. Mercedes Benz 36/220 1928...

.arquivos

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub