Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Karmann Ghia conversível - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Karmann Ghia conversível - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1122ª – Volkswagen  Karmann Ghia conversível Minichamps  

Volkswagen Karmann-Ghia Typ 14

Um Karmann Ghia branco era o orgulho do seu proprietário que o exibia pela cidade, um dia surgiu na versão aberta, sem capota, com as portas soldadas e com um sulco nas portas para entrar… sem barulho. dava para ouvir o ronco que faziam os dois tubos de escapamento sem miolo do Karmann-Ghia.

Modelo real

A Volkswagen já fabricava o Beetle e a Kombi quando a Karmann começou a fabricar um carro quase artesanal fabricado sob o chassis Volkswagen, o Karmann-Ghia inicialmente com a carroceria cupé, lançado em 1955, o modelo apresentava uma a carroceria da Ghia, produzida pela Karmann na Alemanha, com o conjunto mecânico da Volkswagen,

Internamente conhecido como Tipo 14, foi apresentado no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, em meados de 1956, a Volkswagen apresentou um Karmann Ghia Cabriolet. O carro aberto entraria em produção em 1º de agosto de 1957, quando ocorreu a mudança para os modelos de 1958.

A literatura da Volkswagen destacou que o Karmann Ghia foi “estilizado e projetado pelos melhores artesãos da Europa”. Parte do esforço de engenharia do Cabriolet consistiu em reforçar a estrutura da carroceria para condução em topless.

O novo Karmann Ghia Cabriolet (também chamado de Sports Cabriolet) era praticamente um carro dois em um, segundo a Volkswagen. Em dias ensolarados, o proprietário poderia abaixar a capota para ter um carro desporto atrevido e rebaixado. Com mau tempo, o proprietário poderia remover a tampa correspondente do tonneau e colocar a cobertura de tecido para cima.

O painel de instrumentos do Karmann Ghia tinha um novo medidor de combustível entre o relógio elétrico e o velocímetro. Outras características incluíam um volante de dois raios com buzina e palas de sol opacas que se adaptavam às linhas do tejadilho e das janelas. assentos estofados e ajustáveis ficavam na frente e um pequeno banco tipo banco na parte traseira podia ser usado para acomodação ocasional de dois passageiros.

O motor de quatro cilindros refrigerado a ar, horizontalmente oposto e com válvulas suspensas do Karmann Ghia foi compartilhado com o Fusca. Ele usava um bloco de liga leve, cabeçotes e cilindros aletados com camisas de cilindro de ferro fundido. O diâmetro e o curso foram de 3,03 x 2,52 polegadas (77 x 64 mm) para 72,7 polegadas cúbicas (1192 cc). Tinha compressão de 6,6:1 e 36 cavalos de potência a 3700 rpm. Ele usava quatro rolamentos principais, elevadores sólidos e um carburador Solex 28 PCI downdraft. Uma velocidade máxima de mais de 70 milhas por hora foi reivindicada. Tinha eletricidade de 6 volts.

A edição de agosto de 1958 da Motor Trend trazia um anúncio classificado de Charles Pasco, de Seattle, oferecendo a troca de seu Morgan Drophead Coupe 55 por um Fusca ou Karmann Ghia. Possivelmente ele contatou D.E. Salmeier de Clovis, Novo México, que tinha um anúncio na mesma página oferecendo um Karmann Ghia 1958 com 3.000 milhas por US$ 2.625.

IMG_20240223_162656.jpg

IMG_20240223_162828.jpg

IMG_20240223_162847.jpg

IMG_20240223_162909.jpg

IMG_20240223_163832.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Minichsmps

Série

Referencia nº5021 preço 3200$00

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Alemanha, fabricado na China  

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 17:06
link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Fevereiro de 2024

Volkswagen  Karmann Ghia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen  Karmann Ghia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1117ª – Volkswagen  Karmann Ghia Minichamps

Volkswagen Karmann Ghia 1955

Modelo real

Karmann Ghia Type 14

N década de 50 os europeus procuravam carros mais luxuosos e sofisticados a Volkswagen também queria diversificar a oferta e voltasse para a sua aliada. com o pedido de um carro desportivo sobre a mecânica do Beetle .

O projeto da Karmann não agradou à Volkswagen, pelo que o engenheiro Wilhelm Karmann Junior, recorrer a Luigi Segre, proprietário da Carrozzeria Ghia, de Turim, na Itália que lhe teria apresentado um desenho não utilizado pela Chrysler, do coupé Chrysler Guia Special, desenhado por Virgil Exner e Mario Boano, provavelmente do protótipo presente no Paris Motor Show de 1952, elaborado pelo Grupo de Estilo Avançado e a nova colaboração com Ghia foram as principais forças na criação dos Idea Cars da Chrysler.

A Ghia comprou um Beetle ao importador francês Charles Laudoch, e terminou o protótipo em apenas cinco meses e levado de Turim para Neuilly,na França, para a garagem de Laudoch., onde Wilhelm Karmann o pode ver pela primeira vez. O carro foi levado para Osnabrück, onde foi apresentado em 16 de novembro a Heinrich Nordhoff, então presidente da Volkswagem.

Os primeiros protótipos Karmann Ghia foram criados em 1953 e o carro a entrar em produção em 1955, fabricado pela Wilhelm Karmann GmbH na sua fábrica em Osnabrück, Alemanha. 

Os painéis da carroceria eram feitos à mão, numa liga especial com soldagem em linha e montada no chassis, num processo totalmente manual, onde cada KG ganhava de 10 a 14 quilos de estanho durante a montagem para não ter emendas aparentes.

Devido ao design, o espaço interno tinha pouco espaço para as pernas na frente, e pouca altura entre o banco de trás e o teto. Entretanto o interior era mais refinado que o do Fusca/Carocha, com um painel protuberante, volante branco com dois raios e relógio e um pequeno lugar de bagagem atrás do banco traseiro, como complemento do diminuto compartimento dianteiro.

Ao utilizar a mesma plataforma Beetle o Karmann-Ghia herdou configurações mecânicas, como suspensão, caixa de velocidade e travões a tambor. Utilizando o mesmo motor do Fusca/Carocha, o Karmann-Ghia não oferecia um desempenho exatamente desportivo.

No dia 14 de julho de 1955 o Karmann Ghia foi apresentado à imprensa. com o italiano Luigi Segre, o designer do estúdio Ghia a recebeu uma participação em cada unidade vendida

Em agosto de 1955, o primeiro Karmann Ghia foi fabricado em Osnabrück, na Alemanha.,com o coupé a ser apresentado em 1955 no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt.

Na Europa, a produção do modelo continuou até 1974, com uma produção total de 445 mil unidades.

IMG_20240218_143324.jpg

IMG_20240218_143351.jpg

IMG_20240218_143358.jpg

IMG_20240218_143807.jpg

IMG_20240218_143859.jpg

IMG_20240218_143920.jpg

Miniatura

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Minichamps

Série

Referencia nº5000/5002 preço 3200$00

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Alemanha

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 11 de Novembro de 2023

Volkswagen Open Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen Open Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1022ª – Volkswagen Open Cabriolet 1949 Vitesse

O descapotável do povo.

Modelo real

A Karmann durante a II Guerra Mundial foi severamente danificada por bombardeios aliados e ocupada pelo Exército Britânico como oficina de reparação. a maioria dos fabricantes de automóveis alemães parou de produzir carros. O único fabricante de automóveis que fabricava veículos novos em número considerável era a Volkswagen, nas mãos do Exército Britânico.

Em 1948, a Volkswagen pretendia expandir a sua gama de modelos, nomeando Karmann para construir um descapotável de 4 lugares e Hebmüller para construir um descapotável de 2 lugares.

Voltando ao projecto de Ferdinand Porsche, um V1, um V2, três VW3, em 1936 quando os 3 primeiros protótipos estavam prontos, dois erem sedans e um cabriolet, inicialmente batizados de KDF-Wagen.

No ano de 1938 tem início a produção e no ano seguinte o KDF-Wagen aparece oficialmente no Salão de Berlim.

Mais de setenta mil pessoas participaram da solenidade a 26 de maio de 1938 quando foi colocada a pedra basilar da fábrica Wolfsburg, com a presença do próprio Hitler, onde dos três exemplares, um era descapotável, em que por vezes se fazia passear,

Na época era um carro tão moderno e revolucionário que fazia seus concorrentes parecerem nada que depois da guerra foi imediatamente reiniciada a produção dando origem a outros como o Hebmüller e o Karmann a terem de utilizar componentes Volkswagen quanto possível, mas ambos os carros sofreram fortes flexões da carroceria com a estrutura do teto removida e cada um precisou adicionar uma série de peças extras de reforço.

A Karmann em Osnabrück também desenvolveu um descapotável baseado no Fusca, quando em 1949, Wolfsburg encomendou 25 exemplares. Depois dos protótipos passaram nos duros testes da Volkswagen, 1.000 veículos são encomendados de Wolfsburg.

Em contraste com o conversível de 2 lugares da Hebmüller, a Karmann expõe com orgulho um modelo de quatro janelas com banco traseiro funcional. A capota dobrada repousa sobre a carroceria para criar espaço suficiente no banco traseiro e no porta-malas.

Em setembro de 1949 começaram a produção, com 364 conversíveis de quatro lugares fabricados neste ano.

A produção aumentou para 10.000 cópias em 1952.

No ano seguinte, a produção aumentou para 2.679 e aumentaria para um pico de pouco menos de 20.000 conversíveis em 1979. Quando o último Fusca, produzido no mundo foi feito a 30 de Julho 2003 e que se encontra no museu da Volkswagen.

IMG_20231111_145631.jpg

IMG_20231111_145635.jpg

IMG_20231111_145641.jpg

IMG_20231111_145704.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 18:43
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Karmann Ghia conversível ...

. Volkswagen  Karmann Ghia ...

. Volkswagen Open Cabriolet...

.arquivos

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub