Terça-feira, 19 de Março de 2024

Dino Ferrari - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Dino Ferrari - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1147ª – Ferrari Dino 246GT Giro D´Itália 1975 Vitesse    

Ferrari Dino 246GT  Giro Itália 1975 36º nº 358 De Gregori / Pasquini

Depois do 317ª – Ferrari Dino Berlinetta Politoys

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/1281711.html

312ª – Ferrari 246 GTS Norev

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/dino-um-olhar-sobre-as-minhas-1278691

Modelo real

O Giro d' Italia em Automobilismo em 1975, começou em Torino no sábado, a 12 de outubro de 1975, e termina novamente em Torino na sexta-feira, 17 de outubro. A competição inclui uma série de etapas nas várias pistas italianas, Monza, Imola, Misano, Vallelunga e várias provas de subida ao longo do percurso de ligação.

Os mais sofisticados protótipos alinhara à partida onde se destacavam o novo Abarth SE 031, derivado do 131 Miriafiori e equipado com o motor V6  e o Alfa Romeo Sradale uma carroçaria semelhante Alfa Romeo T 33  visto no Campeonato de Mundial de Marcas, mas agora fechado,  dotado de um motor V8 do Alfa Montreal.  A  Lancia tinha 3 Stratos de especificação do Grupo 5 além dos Porsche Carrera , De Tomaso Pantera e outros.

Um total de 91 carros participaram do Giro d'Italia deste ano, incluindo os Grupos de 1 a 4 e os protótipos, onde vamos encontrar um Dino Ferrari nº 358 para  De Gregori / Pasquini.

O Lancia Stratos Malboro de Carlo Facetti tomou o comando da prova no circuito de Monza.   

Os problemas do 33 Stradale com Androuet/Carlotto em Monza começam com o motor a não conseguir funcionar regularmente e a continuam nas etapas seguintes em Imola e Misano, porém o grande potencial do carro permite-lhe assumir a liderança da corrida.

Apesar dos problemas de motor, o carro da Autodelta conseguiu prevalecer sobre o Fiat 031 de Pianta-Scabini e o Lancia Strato HF turbo de Munari-Manucci.

Mas os problemas com o motor aumentaram com um vazamento de óleo que se tornou cada vez mais ameaçador, até o V8 do Alfa emitir uma nuvem de fumo azulado e durante a etapa de Vallelunga o V8 cedeu e o 33 Stradale foi forçado a abandonar.

Os circuitos fechados e vias públicas eram os lugares ideais para os Porsche 911 Carrera a mostrarem o seu alto desempenho.

O RS e De Tomaso Pantera ocuparam os primeiros lugares, seguindo o protótipo SE031.

Na Lancia Corse, R. Pinto retirou-se devido a problemas na caixa de velocidades e S. Munari terminou em 6º.

O Abarth SE031 escapou por pouco e conquistou a vitória, salvando a face da Abarth, com o  2º e 3º lugares a ficarem para  a Porsche e em ultimo lugar lá está o Ferrari Dino 246 GT com o nº 358 pilotado por  De Gregori / Pasquini 1:56:52.800 no Gr.3+2.0 em 36º.       

IMG_20240319_141403.jpg

IMG_20240319_141438.jpg

IMG_20240319_141505.jpg

IMG_20240319_141528.jpg

IMG_20240319_141533.jpg

IMG_20240319_141537.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série Limited Edition 0334/5000

Referencia nº L 052 preço 3290$00 

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Portugal, feito na China

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Junho de 2023

Dino Ferrari 308 GT4 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Dino Ferrari 308 GT4 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

907ª – Ferrari Dino 308 GT4 Polistil

Se fosse preto, ainda me lembrava o preto que deu para fazer alguns passeios, no seculo XXI.

Dino 308 GT4

Modelo real

A marca Dino foi criada em 1965 por Enzo Ferrari para produzir barquetas de competição e posteriormente viaturas de Grande Turismo. Dino era filho de Enzo Ferrari, falecido em 1956, e seu nome foi para homenagear sua memória

Muito confidencial até que a Fiat lhe deu um impulso com o modelo 308 GT -4 quando pela primeira vez, uma Ferrari de produção ostenta o logotipo da Bertone. O motor do Dino e o novo V8 e dotado de 2+2 lugares.

De linhas angulares era totalmente diferentes de seu irmão curvilíneo de 2 lugares, o Dino 246, mas lembrava o Lancia Stratos projetado por Bertone e o Lamborghini Urraco, também escrito por Marcello Gandini. Do cockpit, o motorista vê apenas a estrada

O V8 de 2,9 L (2926,90 cc) foi montado transversalmente integralmente com a caixa de câmbio de 5 marchas. Equipava 205/70VR14 Michelin XWX. O motor tinha bloco e cabeçotes de liga de alumínio, 16 válvulas e duas árvores de cames à cabeça acionadas por correias dentadas; produzia 255 cv (190 kW) na versão européia e 240 cv (179 kW) na americana. O sistema de indução utilizava quatro carburadores Weber 40 DCNF.

O Dino 308 GT4 foi apresentado no Paris Motor Show em Novembro de 1973, e no Salão Automóvel de Genebra em 1975, foi apresentado o 208 GT4 era uma versão de baixa cilindrada do V8 produzido para o mercado italiano, onde os automóveis com motores superiores a dois litros estavam sujeitos a mais do dobro do IVA (38%). O motor foi reduzido para (66,8 por 71 mm) 2,0 L (1990,64 cc) V8, resultando no menor V8 de produção da história para um carro de rua.

Em Maio de 1976 e perante as poucas vendas, o emblema da Ferrari substituiu os distintivos Dino no capot, rodas, painel traseiro e volante, mantendo o Logotipo Dino 308 GT4 na tampa traseira do porta-malas.

Isso causou grande confusão ao longo dos anos por proprietários, entusiastas e admiradores. Durante a crise de energia naquela época, muitos proprietários em potencial hesitaram em comprar um automóvel tão caro sem o emblema Ferrari

IMG_20230615_141340.jpg

IMG_20230615_141418.jpg

IMG_20230615_141434.jpg

IMG_20230615_141531.jpg

IMG_20230615_192706.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico e rápidas .

As rodas são de plástico Whizzwheels.

Fabricante

Série

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País -

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 19:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Setembro de 2021

Ferrari Dino Berlinetta Speciale. - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ferrari Dino Berlinetta Speciale. - Um olhar sobre as minhas miniaturas

317ª – Ferrari Dino Berlinetta Politoys

O percursor do Dino de estrada.

 Modelo real

Dino Berlinetta Speciale

Os desenhos de Aldo Brovarone originaram o Dino Berlinetta Speciale construído sobre um Dino 206S de competição #0840, em menos de seis meses e o último Ferrari a receber a contribuição do fundador da casa de design, Battista Pinin Farina, antes da sua morte em 1966 e um dos primeiros a ser supervisionado pelo seu filho Sergio, o seu sucessor na empresa.

Apresentado no Salão Automóvel de Paris, em Outubro de 1965, o protótipo do motor central surpreendeu e convenceu Enzo Ferrari no modelo para homenagear o seu filho Alfredino 'Dino' .

“O carro foi pintado no tradicional vermelho Ferrari, cor que também apareceu na cabine. O painel era preto e os bancos creme não eram ajustáveis, ao contrário dos pedais. As janelas laterais eram operadas manualmente com maçanetas. O portão de câmbio era típico da Ferrari com uma alavanca curta encimada por uma maçaneta redonda de alumínio polido. A caixa de fusíveis foi posicionada sob o painel do lado do passageiro. Havia uma roda de três raios com aro de couro e outra instrumentação esparsa, com apenas os mostradores necessários. Um grande conta-rotações centralmente posicionado era flanqueado por um medidor de pressão de óleo e um respiradouro, e havia um medidor de temperatura da água inserido à direita. Não havia aquecimento ou sistema de degelo no carro. O único limpador de pára-brisa curto não era extremamente prático.”

A Pininfarina berlinetta, com motor V6 traseiro, foi a precursor do que viria a ser os Ferrari Dino 206 e 246 GT, e esse protótipo já apresenta várias características que o modelo de produção teria, as linhas da carroçaria como as entradas de ar laterais côncavas.

Sergio Pininfarina doou o protótipo ao museu de La Sarthe com a promessa de nunca vender o carro, mas não aconteceu e o ACO baseado em que o carro não tem relação comas 24 Horas de Le Mans, colocou-o a venda.

Modificação na miniatura

Estive à espera de um modelo em Vermelho mas nunca o encontrei.

IMG_20210902_173546.jpg

IMG_20210902_173557.jpg

IMG_20210902_173614.jpg

IMG_20210902_173811.jpg

Miniatura

Abrindo as portas e o capô. Volante e alavanca das mudanças cromados.

Roda sobressalente dentro do capô.

Reprodução do motor

Duas ponteiras de escape cromadas.

Volante e rodas dianteiras moveis e posteriormente já eram fixas.

Quatro faróis dianteiros de strass cobertos por uma faixa de plástico transparente. Luzes traseiras de plástico.

Placa preta MI-A72.

Cores vermelho pastel brilhante com interior preto, vermelho escuro metálico com interior preto, azul metálico com interior marrom e azul francês com interior marrom. As primeiras saídas (com caixa preta do primeiro ou segundo tipo) as rodas viram. As últimas séries , caixa amarela e preta ou caixa de plástico possuem rodas fixas.  A primeira série, as rodas viram, e a segunda série, não. A diferença é na base e apenas na frente, com e o parafuso deslocado para um pouco par a frente.

As últimas séries, com caixa de plástico transparente, são menos refinadas.

Abre as portas e levanta o capô para ver o motor.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante Politoys

Série

Referencia nº 536

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e posteriormente com vitrine plástica.

País – Itália

Anos de fabrico 1967 a

 

 


publicado por dinis às 22:57
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Agosto de 2021

Dino - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Dino - Um olhar sobre as minhas miniaturas

312ª – Ferrari 246 GTS Norev

Dino a homenagem de Enzo Ferrari para com o seu filho.

O motor V6 Dino foi usado no Dino Ferrari, Fiat Dino e Lancia Stratos.

Também pode ver em

144ª – Dino 206 Sport Corgi Toys

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/tag/miniatura+0144+dino+206+sport+corgi+toys

109ª – Dino Ferrari Berlinetta Pininfarina Politoys

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/dino-ferrari-berlinetta-pininfarina-1172780

Modelo real

Em 1965, Enzo Ferrari cria a marca Dino para construir uma barquete para o campeonato de montanha, para homenagear o trabalho desenvolvido pelo seu filho, conhecido por Alfredino.

Os Dino foram produzidos pela Fiat com motor á frente e transmissão clássica, e pela Ferrari em coupé com o motor atrás e transversal.

A barqueta Dino de competição apareceu em Janeiro de 1965 com um motor de 1600 cm3 e posteriormente com um motor de 2000cc

No Salão de Paris de 1965, Pininfarina apresenta o Dino berlinetta equipada da mecânica do Dino 206S a prefigurar o modelo de dois lugares.

O Dino 206 GT foi projetado por Aldo Brovarone e Leonardo Fioravanti na Pininfarina e construído por Scaglietti.

A carroceria é em alumínio leve, suspensão totalmente independente e travões a disco o Dino 206 GT produzido entre 1967 e 1969, com um motor V6 de 2.0 litros com 180 CV de potência

O 206 GT foi o primeiro carro vendido pela Ferrari a usar uma ignição eletrônica, Dinoplex C desenvolvido pela Magneti Marelli para o motor Dino V6.

Entretanto a Ferrari foi adquirida pela Fiat e o motor Dino do 206 GT foi montado no carro com o mesmo nome fabricado pela Fiat.

Entre 1967-1969, foram construídos e apenas com volante à esquerda. 152 exemplares, O Dino tem um logótipo próprio e os clientes da Ferrari não entenderam a ausência do logotipo da Ferrari, na carroceria

Em 1969 o novo Ferrari 246 GT foi apresentado no Salão do Automóvel de Turim era era agora feito de aço para economizar custos e com uma maior distância entre eixos 53 mm do que o 206, 2.340 mm. A altura do 246 era a mesma do 206 1.120 mm.

O motor Dino V6 foi aumentado para 2.418 cc, DOHC, 2 válvulas por cilindro, taxa de compressão de 9,0: 1, bloco de ferro com cabeçotes de liga e estava disponível em coupé GT e uma versão americana.

No Salão de Geneve de 1972 é apresentado o Spyder GTS aberto, um modelo Targa com uma capota removível semelhante ao Porsche

A produção do Dino 246 foi no total de 2.295 coupés GT e 1.274 GTS, construído após a revisão da Série III de 1972 a 1974, para uma produção total de 3.569 carros.

Modificação na miniatura

As rodas são da Mebetoys

IMG_20210828_184818.jpg

IMG_20210828_184842.jpg

IMG_20210828_185028.jpg

IMG_20210828_185719.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Interior detalhado

Sem suspensão.

Fabricante Norev

Série Jet car metal

Referencia nº 824

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está carvada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico 1972 a


publicado por dinis às 23:25
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Março de 2021

Dino 206 S  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Dino 206 S  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

144ª – Dino 206 Sport Corgi Toys

Prenda de Natal

Os Dino de Alain de Cadenet

O carro com que Mário Araújo Cabral (04) em 1968 foi 11º ou no ano seguinte embora com outra cor o sue proprietário Alain de Cadenet com Mike Walton foi 6º (024)

 Modelo real

O nome Dino foi usado pela primeira vez em carros da Ferrari no final dos anos 50 na Fórmula 1. Dino é o apelido de Alfredino Ferrari, filho de Enzo Ferrari, falecido em 1956.

O nome Dino continuou a ser usado em sua memória, em motores V6 ou V8 até o início dos anos 60.

O primeiro Dino foi o 166 P, anunciado na conferência de imprensa de Dezembro de 1964 como um protótipo para a próxima temporada.

Era o modelo Dino 166 P com motor central e chassis # 0834, que apareceu a ultima hora na corrida dos 1000 kms de Monza, em Abril de 1965 cm e pilotados por Baghetti / Biscaldi e que abandonaram.

Foi o primeiro modelo a levar um emblema "Dino" no nariz de um Ferrari

O primeiro exemplar do 206 S, s / n 0842, foi a reconversão do 166 P.

O segundo exemplar, s / n 0852, ainda compartilhava a sequência de números do chassi com os carros de corrida da Ferrari mas posteriormente foi renumerado como s / n 002, o primeiro na sequência de carros de corrida Dino.

A estreia em corrida foi um quinto lugar nas 12 Horas de Sebring de 1966, com Lorenzo Bandini e Ludovico Scarfiotti.

IMG_2508.JPG

IMG_2513.JPG

IMG_2515.JPG

IMG_2518.JPG

Miniatura

Abre as portas.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Com o novo tipo de rodas rápidas da Corgi Toys, ponto vermelho.

As rodas são do tipo rápido, ponto vermelho.

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 344

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Inglaterra

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 23:25
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021

Dino Ferrari Berlinetta Pininfarina.- Um olhar sobre as minhas miniaturas

Dino Ferrari Berlinetta Pininfarina.- Um olhar sobre as minhas miniaturas

109ª – Dino Ferrari Berlinetta Pininfarina Politoys

Como era Ferrari sempre pensei quer era vermelho mas este é amarelo.

 Modelo real

No Salão Automóvel de Frankfurt de 1967, a Pininfarina e a Ferrari revelaram o Dino Berlinetta Competizione projetado pelo jovem designer, Paolo Martin. baseado num chassi de corrida Dino 206 S s / n 034, um dos últimos da série. O motor era um Tipo 231 / B com cabeçotes de 3 válvulas aprimorados.

Todo o processo criativo não demorou mais do que quatro meses. A forma arredondada geral foi posteriormente modificada com a adição dos spoilers dianteiro e traseiro. As portas gullwing apresentavam um vidro curvo que deslizava para dentro da estrutura da porta.

Modificação na miniatura

Rodas do Champion de Fórmula 1

IMG_2616.JPG

IMG_2617.JPG

IMG_2620.JPG

Miniatura 

Abre as portas.

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são rápidas  

Fabricante Politoys

Série

Referencia nº 589

Material – zamoc

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País – Itália

Anos de fabrico  a

Actualmente o carro único criado pela Pininfarina, o Dino Competizione também conhecido como Yellow Dino foi comprado por Glickenhaus diretamente da Pininfarina.


publicado por dinis às 22:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Dino Ferrari - Um olhar s...

. Dino Ferrari 308 GT4 - Um...

. Ferrari Dino Berlinetta S...

. Dino - Um olhar sobre as ...

. Dino 206 S  - Um olhar so...

. Dino Ferrari Berlinetta P...

.arquivos

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub