Terça-feira, 13 de Dezembro de 2022

BMW M1 Sauber Basf silhueta - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW M1 Sauber Basf silhueta - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW M1 Sauber - Um olhar sobre as minhas miniaturas

741ª – BMW M1 Sauber Basf GR5 Mini Racing

Le Mans 1981 BMW M1 Gr.5 #81.M1R.02 (Sauber) - BMW M88 L6 4v DOHC 3498 cc jean-Pierre Jarier (F)/Hans-Joachim Stuck (D)/Helmut Henzler (D) IMSA GTX             

BASF Cassetten Team GS Sport

Modelo real

O primeiro Grupo 5 BMW M1 silhueta foi construída em 1979 pela, March, mas não se qualificou para as 24 horas de Le Mans de 1979 e desistiu na corrida de 1980.

Entretanto dois silhuetas foram construídos pela Sauber dotados de um chassi de tubo completo e uma carroceria de carbono, dotado de um motor BMW M88 Straight 6 3.5L relativamente padrão do Grupo 4, que era bom o suficiente para 500 cv a 9.000 rpm.

O peso do chassi reduziu para 970 kg o suficiente para Hans Stuck e Nelson Piquet vencerem os 1000 quilômetros de Nürburgring em 24 de Maio de 1981.

Nas 24 Hora de Le Mans realizadas a 14.6.1981 seis BMW M1 estiveram á partida, dois em Grupo 4 e quatro no Grupo 5. No Grupo 5, dois transformados pelas oficinas de Peter Sauber, os #81.M1R.01 #81.M1R.02 5,enquanto os outros eram conversões da ProCar.

O team BASF Casseten GS Sport estava inscrito na categoria IMSA GTX e nos  treinos o BMW nº 50 Jean-Pierre Jarier (F)/Hans-Joachim Stuck (D)/Helmut Henzler (D ficou em 21º com o tempo de 3:47.630 enquanto o Nº 52 do  Wuerth-Lubrifilm Team Sauber inscrito em GR5 foi 22º com 3:47.900. muito longe do ritmo dos 935s mais rápidos, enquanto no grupo 4 o BMW M1 nº 71 e nº 72 ficaram em primeiro e segundo lugar na classe.

Ickx foi o primeiro a arrancar e logo na primeira volta o BMW M1 # 51  da BMW Itália /França de:Bernard Darniche (F), Johnny Cecotto (YV) e Philippe Alliot (F) pararam para sangrar a embreagem, a que se seguiu a troca de todas as seis velas.

O BMW nº 50 da BASF, ainda chegou a rodar no oitavo lugar geral na primeira hora, mas teve problemas de embreagem e, antes de seis horas terem sido concluídas, sofre um acidente e abandona na volta 57 com o chassis partido

O único M1 a acabar a prova, foi o nº 51 da BMW Italia/ França Filip Alliot/ Bernard Darniche e Johnny Cecotto , o tal que parou na primeira volta, terminou em décimo sexto lugar após passar por uma reconstrução da caixa de velocidades.

Modificação na miniatura

O kit propunhas duas decorações, Le Mans 1981 e o vencedor dos 1000 Km de Nurburgring.

IMG_20230117_134930.jpg

IMG_20230117_135019.jpg

IMG_20230117_135038.jpg

IMG_20230117_135549.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante Mini Racing

Série Kit

Referencia nº 0060 preço

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão .

País - França

Anos de fabrico 


publicado por dinis às 17:28
link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Dezembro de 2022

Art Car Calder BMW - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Art Car Calder BMW - Um olhar sobre as minhas miniaturas

733ª – BMW 3.0 CSL F Project

Art Car Calder BMW 3.0 CSL Le Mans´75 #93 S6 Posey/Poulain/Guichet

Modelo real

Alexander Calder 1975 BMW 3.0 CSL

O leiloeiro e piloto francês Hervé Poulain em 1974 contratou Calder para pintar um carro de corrida BMW. Um ano depois, foi apresentado o BMW 3.0 CSL, o primeiro veículo do BMW Art Car Project onde Calder utilizou as cores primárias e as pintou em faixas largas aplicadas nos elementos individuais da estrutura do carro transforma-las em formas dinâmicas, a lembrar os famosos móbiles, estábulos do artista, e também suas obras bidimensionais.

O BMW Art Car de Calder com motor BMW 3.5L S6, correu pela primeira e única vez nas 24 Horas de Le Mans em 14 de junho de 1975 e inscrito em TS. . Foi pilotado pelo Francês Hervé Poulain, o Americano Sam Posey e o Francês Jean Guichet, abandonaram á 9ª hora por causa na transmissão.na 9ª hora.

No ano seguinte o primeiro Art Car, apelidado pela marca como “rolling sculptures”, ou esculturas rolantes foi exibido no Whitney Museum of American Art na cidade de Nova York em 1976.

Alexander S. C. Rower, presidente da Fundação Calder e neto do artista, disse: “Encontrei o BMW Art Car pela primeira vez quando criança, na abertura da ampla retrospectiva de meu avô no Whitney Museum em 1976. Perguntei a ele sobre o rugido de seu motor M49, e ele sorriu e me disse que queria fazer um para si mesmo. Ele morreu poucas semanas depois. Desde então, sonhei em realizar seu desejo de dar vida ao carro para experimentar toda a sua glória em movimento.”

Uma réplica que não foi concebida como réplica

Quando em 2021 uma nova obra de arte foi concebida pelo BMW Group Classic para a Calder Foundation não como uma réplica, mas uma prova de artista idêntica e não realizada à qual Calder tinha originalmente dprometido. Meticulosamente desenvolvido a partir de um BMW 3.0 CSL original, o Artist's Proof traz o mesmo Número de Identificação do Veículo, com o sufixo “AP” (227592/AP). Para criá-lo, as duas organizações consultaram os principais membros do projeto inicial, incluindo Poulain e Walter Maurer, que concluíram a pintura técnica do Calder BMW Art Car 1975, bem como a do Artist's Proof em 2021.

Um modelo que eu espero um dia vê-lo.

Modificação na miniatura

É um kit da F Project muito bem concebido

IMG_20230110_142448 (1).jpg

IMG_20230110_142519.jpg

IMG_20230110_142557 (1).jpg

IMG_20230110_142612.jpg

IMG_20230110_142746 (1).jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante F Project 1850$00

Série Kit

Referencia nº preço 1850$00

Material – Resina

Material da placa de base – resina

A base está separada da carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 

 


publicado por dinis às 11:09
link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Dezembro de 2022

Faltz-Alpina Essen BMW CSL - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Faltz-Alpina Essen BMW CSL - Um olhar sobre as minhas miniaturas

732ª – BMW 3.0 CSL Solido

Faltz-Alpina Essen BMW CSL 3.0 Ernst Kraus Werner Schommers 4 h Salzburgring 1974

Por vezes uma foto chegava mas quando era acompanhada de um esquema de montagem…

Modelo real

O 3.0 CSL continuou a evoluir, agora com elementos aerodinâmicos mais agressivos e mais potente, com 206 cv, fruto também dum maior «seis em linha» de 3,2 l.

A CSL competiu no Grupo 2 do Campeonato Europeu de Carros de Turismo, com os pilotos da CSL ganhando o título de Pilotos em 1973

Rüdiger Faltz era um revendedor da Alpina.e pilotava os seua carros em varias provas, com as características cores iniciadas no BMW 2800CS em 1971

Desta vez, o CSL 3.0 de portadora do Nº 15  - BMW L6 3300 cc Faltz Tuning (D) Ernest Kraus /Werner Schommers nas 4 h Salzburgring Austria -Trophäe Salzburgring 21.4.1974

Foi 9º nos treinos com 1:21.530, mas não terminou.

O vencedor foi

O BMW Nºº 1 de Ickx / Stuck no BMW 3.0 CSL da BMW Motorsport GmbH Div.2

2º nº 10 Finotto / Mohr no BMW 3.0 CSL do Jolly Club Milano

3º Nº9 Peltier / de Fierlant BMW 3.0 CSLS.A.LA Precision Liegeoise   

4º e vencedor da divisão 1 o Nº23 Kautz / Heyer Ford Escort RS 1600 do Castrol Team Zakspeed Radio Luxemburg         

Modificação na miniatura

É um Kit em metal muito simples de fazer em que quase era preciso somente pintar.

Muito colorido, como se fosse pintado por uma criança, a lembrar os modelos brancos lisos da Carrera que podiam ser pintados com os marcadores d'água associados, com os quais as crianças podiam desenhar seus próprios.

IMG_20221203_105539.jpg

IMG_20221203_105627.jpg

IMG_20221203_105643.jpg

IMG_20221203_105922.jpg

IMG_20221203_110023.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Solido

Série Kit

Referencia nº Kit 175 preço

Material – zamac

Material da placa de base – Metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – França

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 21:52
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2022

BMW 530 E18 Produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 530 E18 Produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

723ª – BMW 530 i Solido

BMW 530 E18 Produção Pau 1978 Lapeyre

Modelo real

O BMW 530i é um sedan desportivo de luxo confortável, prático e com bom desempenho e grande manuseio.

A carroceria de quatro portas de estilo conservador era uma progressão do que havia antes, e não algo totalmente novo, apresentando a tradicional grade do radiador 'em forma de rim', tinha o equipamento de corrida estabelecido da BMW, consistindo em suspensão McPherson Strut na frente e braços traseiros na traseira, com freios dianteiros a disco / tambor traseiros combinados inicialmente e uma configuração totalmente a disco posteriormente nos modelos maiores. Lançado com um motor de quatro cilindros de 2,0 litros sob o capô, o Série 5 ficaria disponível com uma variedade de motores, variando de um de quatro cilindros de 1,8 litros a um de seis cilindros de 3,0 litros.

A iniciativa de Claude Ballot Lena, em 1976 e Daniel Boutonnet, jornalista do L'Equipe, para o Campeonato Francês de Carros de Produção no intuito de atrair pilotos renomados para os circuitos da França. Tinha como oblectivo um compromisso entre espectáculo, variedade de cenários, actuações e preço de custo que assegurava um grande eco junto dos media e do público visava os maiores pilotos franceses, incluindo as estrelas da F1 a fazerem incursões neste campeonato continuou em 1977

Xavier Lapeyre, piloto francês multidisciplinar, ele foi um dos especialistas em carros de produção.

Lapeyre participou com o BMW 530i Motul no Campeonato Francês de Carros de Produção em 1978

Em Rouen a 18 de Junho a 6º prova o domínio foi da Ford com os Capri em 1º e 2º lugar seguido dos BMW  com  Lapeyre em  5 lugar

Na seguinte em Pau l Ricard os Capri continuara a dominar seguido dos BMW com Xavier Lapeyre abandona com problemas de na caixa de velocidades.

O campeonato foi novamente para a Ford France e o melhor BMW foi o de Alain Cuudini em 3º que depois de ter sido líder do campeonato. O Triumph Dolomite de René Metge foi medalha de prata na classe 2,5 da companhia aérea Air Inter e que depois veio para Vila Real e pilotado por Manuel Fernandes.

Manuel Fernandes

Modificação na miniatura

É um kit da Solido pertencente á primeira serie em que estava disponível com uma miniatura e três decorações.

IMG_20230114_170010.jpg

IMG_20230114_170108.jpg

IMG_20230114_170230.jpg

IMG_20230114_184750.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Kit 5089

Referencia nº 89 /7-79 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização em kit e para venda normal em caixa de cartão e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:33
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Novembro de 2022

BMW M1 Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW M1 Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

705ª – BMW M1 Solido Record

BMW M1 GTX nº96 Frederic Alliot/Jacques Guerin Garage du Bac Sainval Le Mans 1980 Fréderic Alliot, Jacques Guérin

Em algumas fotos, o aileron aparece invertido provavelmente numa tentativa de inscrição no Gr. IMSA.

Modelo real

O desportivo alemão desenhado por Giorgetto Giugiaro, torna o M1 no primeiro da marca equipado com motor central, em 1978 e no primeiro automóvel totalmente novo desenvolvido pela recém-criada divisão Motorsport da BMW.

O BMW M1 dispõe de uma carroçaria muito leve em fibra de vidro, equipado de um V6 com 3 litros a debitar 277 CV de potência. anuncia uma velocidade máxima de 265 km/h e 5,6 segundos para cumprir 0 a 100 km/h, foi também o único carro de produção de motor central de Munique, a competir em Le Mans durante oito anos.

Vinte e dois M1 classificaram mas só sete resultados se classificaram com duas vitórias de classe. Com esses resultados, é evidente que o sucesso em Le Mans não foi tão fácil para o M1, e isso resultou de duas áreas distintas, forte concorrência e baixa confiabilidade.

Em Le Mans, apareceu de duas formas. Uma versão se assemelhava ao M1 'ProCar' na aparência, com uma barragem de ar frontal profunda, alargamentos no arco da roda e uma grande asa traseira ou spoiler que competiu nas classes: IMSA (1979-1980), IMSA GT (1982), FIA Grupo 4 (1981) e FIA ​​Grupo B (1983-1986).

A segunda forma apresentava uma barragem de ar dianteira estendida, asa traseira e guarda-lamas, às vezes com uma grande entrada NACA diretamente na frente dos arcos das rodas traseiras. Esta versão competiu no IMSA GTX (1982) e no FIA Group 5 (1981-1982).

Muito diferentes na aparência, utilizavam o mesmo motor de seis cilindros em linha de 3,5 litros e 470 cavalos.

O M1 era um carro mais pesado do que outros carros de sua categoria, com os BMW M1 do Grupo 4 geralmente a chegaram aos 1.130 quilos, quando o Ferrari Boxer pesava 1.120 quilos e o Porsche 935 K3, 970 quilos.

O BMW M1 foi inscrito na categoria GTX pela Garage du Bac, a importadora da Alpina era apoiado pela Sainval nas 24H de Le Mans de 1980 e pilotado por Fréderic Alliot, Jacques Guérin.

A equipa, nos treinos obteve o 37º tempo com o tempo de 4:11.700, Durante a prova utilizou o aileron traseiro normal e invertido mas um acidente na volta 125, na 12ª Hora às 03h30, não permitiu que terminassem.

IMG_20221105_165832.jpg

IMG_20221105_165853.jpg

IMG_20221105_165918.jpg

IMG_20221105_170035.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Record Solido

Série

Referencia nº 10311 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 5 de Novembro de 2022

BMW 530 produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 530 produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

704ª – BMW 530 Solido

BMW 530i US Nº2 do Team Benoit Veedol Alain Cudini 19 

Modelo real

O 530i é um sedan desportivo de luxo confortável, prático e com bom desempenho e manuseio.

Dotado de uma carroceria de quatro portas de estilo conservador era ainda assim uma progressão do que havia antes, e não algo totalmente novo, com a tradicional grade do radiador 'em forma de rim', a habitual área envidraçada e os faróis duplos vistos nos grandes CS coupés. Estavam dotados de um equipamento de corrida estabelecido na BMW, consistindo em suspensão McPherson Strut na frente e braços traseiros na traseira, com freios dianteiros a disco / tambor traseiros combinados inicialmente e uma configuração totalmente a disco posteriormente nos modelos maiores. Lançado com um motor de quatro cilindros de 2,0 litros sob o capô, o Série 5 ficaria disponível com uma variedade de motores, variando de um de quatro cilindros de 1,8 litros a um de seis cilindros de 3,0 litros.

Na Europa, o BMW Série 5 E12 foi inscrito por equipes privadas em corridas de circuito e ralis.

Na França o 530i foi muito utilizado, principalmente no campeonato de produção de 1977 a 1980. A versão americana do 530i foi utilizada como base, com seu motor 3 litros de 240 cavalos. Esses carros foram a transição entre o antigo 3.0 CSL Group 2 e o futuro 635CSi.

O 530i também foi utilizado em competições internacionais como as 24 Horas de Spa, que venceu em 1977.

Nas 24 Hours de Francorchamps realizadas em 24.7.1977 o Nº2 do Team Benoit Veedol no BMW 530i US - BMW L6 2985 ccT+2.5 pilotado por Alain Cudini (F)/Guy Fréquelin (F) fez o 3º melhor tempo nos treinos mas não terminou

 A Solido propõe o modelo do ano seguinte em Rouen-Les-Essarts, que curiosamente leva o nº do ano anterior.

Em Rouen a 18/6/1978 Xavier Lapeyre, no BMW 530i percorreu os 5.542 m onde atingiu o 5º lugar.                        

Modificação na miniatura

Um kit tradicional da solido com uma miniatura e três versões à escolha.

IMG_20221229_141859.jpg

IMG_20221229_142009.jpg

IMG_20221229_142234.jpg

IMG_20221229_142441.jpg

IMG_20221229_142457.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Kit 5089

Referencia nº 89 -7-79 preço

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão em Kit e caixa com janela de visualização e expositor plástico no modelo normal.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:17
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Setembro de 2022

BMW 520 Produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 520 Produção - Um olhar sobre as minhas miniaturas

655ª – BMW 520 Dijon Solido

BMW 530 I 1977, Jean Louis Lafosse, Championnat de France Production

Jean Louis Lafosse esteve em Vila Real com um Lola T 292 e por isso foi o escolhido para o Kit a fazer na prova proposta pelo kit em Dijon no ano de 1977

Modelo real

O Campeonato de França de Produção continuou em 1979 e nenhum marca francesa participou no Campeonato a fórmula era boa mas não perfeita.

O BMW 3.0 CSL deu lugar aos 530 uma viatura para ganhar teve nos preparadores Maublanc e em Benoit preparações muito semelhantes numa viatura muito fiável apesar do seu peso 1230/1250 e dos problemas nas travagens imergentes.

 Os Ford Capri em Dijon em Abril foram dominadores mas no final do campeonato o vencedor foi J.P.Beltoise com 5 vitórias foi o vencedor enquanto J:L. Lafosse, o segundo, somente com um primeiro lugar em Magny Cours ambos em BMW 530i.  

Modificação na miniatura

É um Kit da solido com uma miniatura e três decorações folha de instruções e esquema de decoração.

IMG_20221221_132725.jpg

IMG_20221221_132730.jpg

IMG_20221221_132800.jpg

IMG_20221221_143551.jpg

Miniatura

Abre as portas,

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Kit 5089

Referencia nº Nº 89-7/79 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão em Kit e de venda normal com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 20:25
link do post | comentar | favorito (1)
Segunda-feira, 5 de Setembro de 2022

BMW 3.0 CSL Alpina Muir – Miles - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 3.0 CSL Alpina Muir – Miles - Um olhar sobre as minhas miniaturas

645ª - BMW 3.0 CSL Solido

BMW 3.0 CSL # - BMW /Alpina L6 3000 cc N/A

Brian Muir (AUS)/Hans-Joachim Stuck Div.2 1973

BMW Dealer Team GB Alpina

Por vezes uma foto chegava ma quando era acompanhada de um esquema de montagem…

Esta foi a primeira miniatura a ser feita porque a imagem que vinha na caixa era a que mais visibilidade dava ao carro, além do esquema para os decalques

Modelo real

Em Maio de 1972 com a fundação da BMW Motorsport GmbH, desenvolveu pouco tempo depois o BMW 3.0 CSL, Introduzido em maio de 1972, o 3.0 CSL uma homologação especial construída para tornar o carro elegível para competir no Campeonato Europeu de Carros de Turismo. 1.265 foram construídos.

Em 1973 o mundo do automobilismo foi dominado pelo vermelho e azul com que com Hans-Joachim Stuck e Chris Amon ao volante de um BMW da divisão 2 com o nº 12 e as cores da BMW Motorsport cruzou a linha de chegada das 6 Horas de Nürburgring após 42 voltas muito à frente da concorrência. Em um segundo o 3.0 CSL BMW Motorsport nº10  de Dieter Quester /Toine Hezemans /Harald Menzel

E isso foi apenas o começo: até 1979, ninguém poderia impedir o BMW 3.0 CSL de ganhar seis campeonatos europeus.

O aileron traseiro aparece em 1/07 de 1973 no DRM Mainz-Finthen Int. 6. ADAC/HMSC-Flugplatz-Rennen Mainz-Finthen.

Mas belo BMW 3.0 CSL com o tratamento especial da Alpina não encontrei a sua prova a que se refer.

Modificação na miniatura

É um Kit em metal muito simples de fazer em que quase era preciso somente pintar.

IMG_20220905_190039.jpg

IMG_20220905_163640.jpg

IMG_20220905_163721.jpg

IMG_20220905_163859.jpg

IMG_20220905_163954.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Kit metal

Referencia nº K 75 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:21
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Setembro de 2022

BMW 328 /Frazer Nash - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 328 /Frazer Nash - Um olhar sobre as minhas miniaturas

642ª – BMW 328 Vitesse

Outra indecisão, o carro das Mille Miglia 1936 ou o os do circuito de Vila Real, antes e após a guerra, uma vez que o protótipo não tinha roda suplente traseira visível.

 Modelo real

A discrição, o silêncio e mistério envolveu a estreia do novo BMW 328 Roadster a ser apresentado no seu ambiente natural, em Nurburgring, em 1936, pela primeira vez a um público admirador e em ambiente mais competitivo. Nos treinos de sábado 13 de Junho de 1936, o carro funcionou como um relógio, enquanto os engenheiros Rudolf Schleicher e Fritz Fiedle, tentavam ao máximo disfarçar seus nervos, mas sem sucesso. Na prova o novo BMW 328 prontamente se distanciou dos seus rivais – alguns deles com motores de potência muito mais batendo o recorde da volta.

A International Eifel Race em Nürburgring foi o lugar para estar”, comentou a imprensa diária. “Um dos resultados mais impressionantes do dia foi a vitória do motociclista recordista mundial Ernst Jakob Henne na classe de carros esportivos não sobrealimentados até dois litros. Ele até conseguiu definir o tempo de volta mais rápido de qualquer carro esportivo!” relatou um jornal. “Henne conseguiu um desempenho incrível de seu novo carro de 2 litros”, acrescentou ‘Die Motorwelt’. “Que aceleração magnífica! (…) este carro desportivo é mais rápido que todos os seus rivais superalimentados! Henne leva a vitória por uma margem clara.”

Equipado de um renovado motor de dois litros do 326 e cabeça em alumínio de câmaras de combustão hemisféricas, com o comando das válvulas, por razões de produção e concepção do motor, continuava a ser efectuado mediante uma única árvore de cames lateral, apenas possível graças ao engenho de Fiedler. Existia um segundo jogo de balanceiros e touches, ligados ao comando das válvulas de admissão para dirigir as de escape. Complexo, mas eficaz. A carroçaria, assente num chassis de longarinas longitudinais com secções tubulares, moderna e bem proporcionada. A suspensão dianteira independente, pouco comum na época, e o bem guiado eixo rígido, permitiam explorar com eficiência germânica os 80 CV do motor de série, para os menos de 800 quilogramas de peso.

O modelo foi fabricado até 1940 com 464 unidades produzidas e cerca de 200 unidades ainda operantes,

Um BMW 328, de 1937, avaliado em mais de 1 milhão de euros, foi roubado de um colecionador português em Ponte de Lima no dia 7 e Julho de 2020, tendo sido visto pela última vez em Sampaio, Ermesinde, este Sábado, dia 11 de Julho, tem a matrícula DH-10-34 e o número de chassis 85173e e já recuperado nesta segunda-feira.

Os três protótipos 328 no RAC Tourist Trophy na Irlanda do Norte em 5 de setembro de 1936, foram inscritos como Frazer Nash-BMW e pintados com o British Racing Green. Os protótipos foram conduzidos por H.J. Aldington, Prince Bira e A.F.P. Fane. Fane venceu a classe de dois litros, foi terceiro na geral e Frazer Nash-BMW ganhou o troféu da equipa.

IMG_20220902_180226.jpg

IMG_20220902_180252.jpg

IMG_20220902_180427.jpg

IMG_20220902_222539.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Vitesse

Série Retro Vitesse

Referencia nº 121 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 22:17
link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Agosto de 2022

BMW M1 Procar- Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW M1 Procar- Um olhar sobre as minhas miniaturas

623ª – BMW M1 Solido transformado

BMW M1 Procar protótipo

Modelo real

O BMW M1 foi o primeiro carro de competição da Motorsport GmbH sem a origem num modelo de produção, com a BMW a construir os componentes técnicos, a Lamborghini fornecer a carroceria e o chassi. Mas não foi assim, a estrutura espacial foi fabricada na Marchesi, a carroceria de plástico reforçado com fibra de vidro foi produzida na T.I.R., em Modena. A ItalDesign, empresa de Giorgio Giugiaro, montou-os e forneceu os acessórios de interiores. Os carros foram para Stuttgart, onde Baur instalou todos os conjuntos mecânicos.

De momento apenas 9 protótipos existiam mas nenhum completo o que estava em Munque estava mais avançado apenas com a falta de alguns elementos interiores. Os protótipos preparavam-se para ir para testes e posteriormente será preparada a versão com turbocompressor.

A homologação no Grupo 4 da FIA eram precisas 400 unidades, o BMW M1 de motor central ultrabaixo, com apenas 1,14 metros de altura, também foi vendido como um modelo de estrada.

O primeiro carro com o M do M1 de 277 cv em 1978 tiha o preço de 100.000 marcos alemães. O desportivo de estrada mais rápido construído na Alemanha, foi cronometrado num teste realizado em 1979, o BMW M1 atingiu uma velocidade máxima de 264,7 km/h ou 164,1 mph. "só precisa mudar da quarta para a quinta a 213 km/h ou 132 mph, e depois continuar acelerando até a velocidade máxima do carro", a versão de corrida: desenvolvendo 470 hp, a versão de corrida ProCar tinha uma velocidade máxima bem acima de 300 km/h ou 190 mph.

Conhecido como M1 Procar, foram produzidos 54 exemplares do modelo desenvolvido para competir que possui um motor 3.5 de seis cilindros em linha com 470 cv de potência e 390 Nm de binário.

Os M1s de fábrica foram pintados de branco com uma faixa BMW Motorsport diagonal da frente esquerda até a traseira direita. Os pilotos de F1 tiveram ao mesmo número dos carros de F1. Aos pilotos da Ferrari e da Renault foram impedidos de participar

Modificação na miniatura

Retirado o aileron traseiro foi pintado

IMG_20221218_131859.jpg

IMG_20221218_131951.jpg

IMG_20221218_132753.jpg

IMG_20221218_132806.jpg

IMG_20221218_132816.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 1329 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 22:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. BMW M1 Sauber Basf silhue...

. Art Car Calder BMW - Um o...

. Faltz-Alpina Essen BMW CS...

. BMW 530 E18 Produção - Um...

. BMW M1 Le Mans - Um olhar...

. BMW 530 produção - Um olh...

. BMW 520 Produção - Um olh...

. BMW 3.0 CSL Alpina Muir –...

. BMW 328 /Frazer Nash - Um...

. BMW M1 Procar- Um olhar s...

. BMW esquife voador - Um o...

. BMW M1 Procar- Um olhar s...

. BMW 320 GR 5 Silhueta - U...

. BMW 3.0 - Um olhar sobre ...

. BMW 320 Gr.5 Roy Lichtens...

. BMW 2002 Schnitzer Rodens...

. BMW 320 Warsteiner  - Um ...

. BMW 2002 TI Alpina Gr2 Ma...

. BMW 320i Jagermeister - U...

. BMW 320 Grupo 5 - Um olha...

. BMW 2.8 CS Alpina - Um ol...

. BMW 3.0 CSL Luigi Grupo 2...

. BMW 2800 CS - Um olhar so...

. BMW 2002 Alpina - Um olha...

. BMW Jagermeifter Spa 1973...

. BMW 2002 Rodenstock - Um ...

. BMW Turbo - Um olhar sobr...

. BMW 2002 com as letras Tu...

. BMW 3.0 de circuito e não...

. BMW Isetta - Um olhar sob...

.arquivos

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub