Sexta-feira, 6 de Maio de 2022

Alpine Renault A 442 V6  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A 442 V6  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

561ª – Alpine Renault A442 Solido

Renault Alpine 2L A 442Turbo 1976 para notar os arcos da roda hacks ...

Sim, falta-lhe o farol do lado esquerdo, já dei conta e j+a fui armazém e já o coloquei.

Modelo real

O A442 uma evolução direta Alpine A440 e dos modelos A441

A carroceria era aberta tipo barqueta dotada de dois lugares conforme o regulamento.

O motor estava suspenso dentro de um chassis com uma estrutura espacial de aço relativamente pequeno, que era então revestido por uma carroceria de fibra de vidro muito mais aerodinâmica.

​​Após os testes em túnel de vento durante o outono e inverno, para melhorar a eficiência aerodinâmica em alta velocidade e, portanto, a velocidade máxima na longa reta de Mulsanne no Circuito de la Sarthe a carroceria era aumentada com um prolongamento da cauda.

Durante o período de ensaios, passa por toda uma série de testes aerodinâmicos, como radiadores laterais e entradas de ar bloqueadas ou curvatura ao redor da cabeça do piloto. Outros testes são realizados com um arco equipado com várias barras de suporte, ou com múltiplas perfurações feitas na tampa frontal.

No ano de 1974, Jabouille levou o protótipo Alpine Renault  A441 no Campeonato Europeu de Sport Protótipos de  2 litros, a vencer três corridas, Nogaro, Misano e Jarama, ajudando a Alpine a ser campeã entre os construtores, e Alain Serpaggi o titulo de pilotos.  

O triunfo inicial, revelou uma temporada desastrosa para a Alpine-Renault, que continuaria em 1976.

No entanto o V6 2.0L servirá de base para o fabuloso primeiro motor turbo de F1 (1.5L) que a Renault lançou em 1978, e permitir ao Alpine Renault A442B/A443 de vencer os Porsche em Le Mans em 1978.

IMG_20220506_181515 (1).jpg

IMG_20220506_181032.jpg

IMG_20220506_181231.jpg

IMG_20220506_181620.jpg

IMG_20220507_015843.jpg

Miniatura

Levanta a mala e o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 20 “l V6 A441 e nº 57  V6 A442

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:39
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Fevereiro de 2022

Alpine Renault A 442 Le Mans 1978 Solido - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A 442 Le Mans 1978 Solido - Um olhar sobre as minhas miniaturas

489ª – Alpine Renault A 442 B Turbo V6 2L Le Mans 1978 Solido

Prenda de Natal 1980, o vencedor de 1978 de Le Mans

 Modelo real

Alpine Renault A 442 vencedor 442 Le Mans em 1978

O Renault-Alpine A443 era uma evolução do A442, com o motor Renault V6 turbo, 2.0 litros um propulsor com mais de 30 alterações mecânicas para atingir a fantástica potência 650 cavalos e, sobretudo, poder apresentar um índice de fiabilidade mais elevado. Para além do motor, a caixa de velocidades e o chassis (com uma distância entre eixos 45 cm maior) também foram alvo de alterações significativas, o que se traduziu em evidentes melhorias no plano aerodinâmico e uma velocidade de ponta superior em 10 km/h (rondando os 320 km/h).

O A443, entregue a Jean-Pierre Jabouille e Patrick Depailler Le Mans, foi utilizado como “lebre” e os menos evoluídas dois A442 A confiados às duplas Jean Ragnotti/Guy Fréquelin e Jean-Pierre Jarier/Derek Bell, enquanto um terceiro A442, mas da evolução B, ficava entregue a Didier Pironi que fazia dupla com Jean-Pierre Jaussaud.

Nos treinos, o Renault Alpine A443 de Depailler provou a sua rapidez, e na partida rapidamente se lançou no caminho da vitória mas à 18ª hora, Depailler foi obrigado a abandonar, na reta Mulsanne, o motor Renault não suportou o esforço.

O Renault Alpine A442 B de Pironi-Jaussaud não teve qualquer dificuldade em passa a ser o centro de todas as atenções e assumir-se então como principal candidato à vitória nas 24 Horas de Le Mans de 1978, herdando o primeiro lugar da dupla francesa que acabava desistir.

Com o Porsche de Ickx-Wollek imobilizado nas boxes para corrigir um problema de caixa de velocidades ao ficar sem quinta velocidade e a perder oito voltas para o Renault Alpine A442 B líder, a vitória fica ainda mais facilitada.

Desta feita, a mecânica não traiu as aspirações da equipa francesa e o A 442 B, o único equipado com proteção aerodinâmica frontal, como resultado de estudos levados a cabo em túnel de vento, e que o A443 apenas utilizou (por opção) nos treinos, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada, após 369 voltas ao longo dos desafiantes 13.640 km do Circuito La Sarthe, a uma impressionante média de 229 km/h, fizeram do dia 10 e 11 de junho de 1978 a primeira vitória de um motor V6 nas 24 Horas de Le Mans,

A participação iniciou-se com o Alpine M 63 no ano de 1963,  mas nos últimos cinco anos, em Le Mans  a Alpine Renault levou o motor aspirado A440 que no ano seguinte transformou-se no 441 e depois no turbo 442, para em 1978, a Renault, Liderar com o 443 e vencer e anunciar a entrada na F1 e abandonar o mítico “ring” das 24 Horas de Le Mans!

IMG_20220220_144744.jpg

IMG_20220220_144957.jpg

IMG_20220220_145021.jpg

IMG_20220220_145109.jpg

Miniatura

O capot já não é amovível para ver o motor

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Solido

Série

Referencia nº 87 -4/79

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:43
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2021

Alpine Renault A 441 Turbo - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A 441 Turbo - Um olhar sobre as minhas miniaturas

388ª – Alpine Renault A 441 Turbo Solido

Aquele Natal de 1978…

Modelo real

Alpine Renault A441 #5 1975 Mugello

A época de 1974 foi dominada pela Alpine Renault, equipados com o motor V6 A Serpaggi , J.P. Jabouille  e ainda G. Larrousse com um Alpine Renault igual mas inscrito pela Escuderia Archambeaude Switzerland.

Para a temporada seguinte a Alpine Renault voltou-se para o desenvolvimento do motor turboalimentado e o Alpine A441-1 foi atualizado para poder receber o novo motor e turbo,

A 23 de Março de 1975, a segunda corrida do Campeonato Mundial de carros Desportivos e a primeira da Europa 1000 km de Mugello foi a estreia do carro Amarelo,

Jean-Pierre Jabouille e Gérard Larrousse no A 441 turbo partiram da segunda posição da grelha de partida, enquanto dificuldades de ultima hora impediram que o novo chassis A442 muito melhor adaptado ao novo motor.

Um tanto ou quanto surpreendentemente conquistaram a vitória face ao Alfa Romeo 33TT12 de Arturo Merzario e Jacky Ickx e do Porsche turbo 908 / 3-011 Herbert Muller e Gijs van Lennep.

IMG_20211112_143313.jpg

IMG_20211112_143321.jpg

IMG_20211112_143415.jpg

IMG_20211112_143459.jpg

Miniatura

Uma pequena alteração por parte da Solido com a introdução da entrada de ar e eis um novo modelo.e o chassis para os dois modelos com as referencia Alpine Renault 2L V8 A 441 nº 20 e 2L V8 A 442 nº 57.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Gam2

Referencia nº 57

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Franla

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:49
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Setembro de 2021

Alpine Renault A 441 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A 441 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

324ª –  Alpine Renault A 441 2l V6 Solido

A Solido mostrava-nos na capa do catálogo de 1975 o Alpine vencedor em Hockenheim, a 24 de Agosto de 1974, a prova do campeonato Europeu de 2 litros a pilotado por Alain Serpaggi depois de partir em 3º.

Modelo Real

O Alpine Renault A440 surgiu em 1973 e estava equipado com um motor Gordini V6, com 285 HP, mas não consegui superar o Lola T 292 de Chris Craft, campeões naquele ano.

No ano seguinte o piloto e engenheiro André de Cortanz evolui o Alpine A440 para criar o A441, alonga o carro e também a distância entre eixos. O motor foi desenvolvidos pela Renault e a Alpine com recurso a ligas leves e magnésio na sua construção e equipado com uma caixa de câmbio Hewland FG400 com uma potência de 285 cv por 9.800 rotações por minuto. Curiosamente o peso, é igual entre os dois carros 575 kg. O A441 teve novas suspensões a remediar os problemas de subviragem do Alpine A440.

O investimento da Renault proporcionou a entrada de pilotos como Gérard Larrousse, Alain Serpaggi, Alain Cudini e Jean-Pierre Jabouille que alcançaram sete vitórias e a Alpine Renault a campeã entre os construtores.

Serpaggi venceu na última temporada do Europeu, já que os carros 2 litros passaram em 1975 a fazer parte das grelhas no World Sportscar Championship.

IMG_20210909_171930.jpg

IMG_20210909_172042.jpg

IMG_20210909_172455.jpg

Miniatura

Levanta o capô para ver o motor.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 20  9/75

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico 1975 a

 


publicado por dinis às 20:02
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Julho de 2021

Alpine Renault A 310 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A 310 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

262ª – Alpine Renault A 310 Solido

Um modelo de Rallycross que afinal era amarelo.

Modelo real

A Alpine, em Dieppe fazia os Renault mais rápidos até ser uma subsidiária da Renault atingindo a notoriedade com o Alpine A110 quando venceu o Rally de Monte Carlo e o Campeonato Mundial de Rally de 1973

A 8 de Março de 1971 a Alpine levanta o véu de um modelo inteiramente novo e o último projeto aprovado pelo fundador da marca Jean Rédélé e esperado já há muito tempo.

Apresentado no Salão Automóvel de Genebra de 1971 é um coupé 2+2 desenhado por Marcel. Beligond do centro de estilo da Renault. A frente é caracterizada pelo grupo ótico da Cibié, composto por seis faróis de iodo. A traseira estilo Miura do protótipo tinha persianas no para-brisa traseiro foi substituído por um vidro clássico por necessidade de homologação A carroçaria é realizada em polyester estratificado sob em chassis de viga central. O motor provém do Renault 16 TS e 17 TS

O primeiro modelo do A310 foi construído entre 1971-1976, era maior, mais pesado e não mais poderoso do que seu antecessor e considerado muito burgues.

Enquanto muitos componentes do A310 eram provenientes de peças da Renault como esperado, a cremalheira da direção é do Peugeot 504, enquanto os indicadores de direção são unidades Simca 1301.

Mesmo assim o Alpine A310 exigia muita mão-de-obra, para uma produção artesanal de pequena escala uma unidade levava 130 horas para ser construído do início ao fim.

Em 1976, o A310 foi reestilizado por Robert Opron e equipado com o mais potente e recentemente desenvolvido motor V6 PRV de 90 graus de 2664 cc, usado em alguns Renaults, Volvos e Peugeot e recebeu também um spoiler traseiro de plástico preto,

Começando com o ano modelo 1981 (no final de 1980), a suspensão traseira foi compartilhada com o motor central Renault 5 Turbo. Ao invés das rodas anteriores de três lug, o A310 também recebeu as ligas usadas para o 5 Turbo, embora sem os elementos pintados.

Nos modelos 1983 e 1984 o A310 foi equipado de um "Pack GT" inspirado nos carros de corrida A310 do Grupo 4, alargamentos de roda e spoilers maiores dianteiros e traseiros dos quais foram feitos 27 exemplares.

IMG_20210709_184222.jpg

IMG_20210709_184342.jpg

IMG_20210709_184358.jpg

IMG_20210709_184526.jpg

Miniatura

Abre as portas, e levanta o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Motor e interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

As rodas são de plásticos iguais aos modelos desta época no fabricante.

Fabricante Solido

Série 100

Referencia nº 192 1 1972

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e posteriormente em vitrine plástica.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:06
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2021

Alpine-Renault A110 Berlinette - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Um olhar sobre as minhas miniaturas Alpine-Renault

97ª – Alpine-Renault A110 Berlinette Solido

A miniatura do Alpine-Renault A110 1800 #18 no 39º Rallye Automobile de Monte Carlo 1970 onde foi 3º Classificado e pilotado por  J.P.Nicolas / Roure Claude, foi uma das mais rápidas a terminar. Comprada e levada imediatamente para minha casa, e na sala foi acabada de decorar na presença do Nelson Rodrigues a ouvir musica e a ver revistas de automóveis.

IMG_9941.JPG

IMG_9942.JPG

IMG_9943.JPG

Miniatura Solido

Referencia Nº 181 - 10/70

País França


publicado por dinis às 20:11
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2020

Alpine Renault A220 3l Le Mans  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alpine Renault A220 3l Le Mans  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

33ª – Alpine Renault A220 3l Le Mans Solido

1968 ou 1969 a indecisão continua.

Modelo real 

Em 1966 a Alpine foi 1º-2ºe 3º no índice de eficiência energética, com velocidades de até 270 km / h com um motor de 1,3 litro nas 24 Horas de Le Mans e em Macau, Mauro Bianchi no Alpine-Renault A210 foi o vencedor da prova de 60 voltas, para carros de Grande Turismo e Desporto disputada ao longo de 3 horas, no Circuito da Guia.

Jean Rédéle aproveitou os resultados para convencer a Renault a dar-lhe apoio para a construção de um novo motor V8 de 3 litros para ser instalado no chassi A210 com vista á vitoria na geral.

Em 1967 Société des Automobiles Alpine ainda não o tinha pronto e no ano seguinte Jean Vinatier /André de Cortanze 8º classificado

Em 1969 a equipa #30 Alpine A220-1734 (1969) Henri Grandsire- Jean-Claude Andruet tem o mesmo número.

IMG_0774.JPG

IMG_0778.JPG

IMG_0779.JPG

Miniatura

O interior é moldado. As rodas têm suspensão de mola.

Abre uma porta e a tampa do motor traseiro abre.

O nº 30 é o mesmo em 1968 e 1969 mas em 1969 não tem a faixa por baixo da porta “embaladeiras” pintada.

E em algumas fotografias os faróis estão também tapados.

A indecisão continua…

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 168 4/69

Material – Zamac

Material da placa de base – Plástico

País França

Ano de fabrico


publicado por dinis às 22:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alpine Renault A 442 V6  ...

. Alpine Renault A 442 Le M...

. Alpine Renault A 441 Turb...

. Alpine Renault A 441 - Um...

. Alpine Renault A 310 - Um...

. Alpine-Renault A110 Berli...

. Alpine Renault A220 3l Le...

.arquivos

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub