Segunda-feira, 16 de Maio de 2022

Alfa Romeo T 33/TT/12 Redlefsen - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo T 33/TT/12 Redlefsen - Um olhar sobre as minhas miniaturas

571ª –Alfa Romeo T33 Solido

Alfa Romeo T33/TT/12 #11512-009 - Willi-Kauhsen-Racing-Team (D) Redlefsen 1000 km di Nurburgring J Mass (D)/Jody Scheckter (ZA) 6º lugar

Talvez na sua ultima prova

Modelo real

Alfa Romeo 33TT12

Produção    1973-1976

Transmissão        Manual de 5 velocidades

O belo e arrojado Alfa Romeo Tipo 33 apresentado no Paris Motor Show, em 1967 protagonizaria uma longa e brilhante evolução em todos os aspectos..

 

O 33 TT 12 ( Telaio Tubolare , chassi tubular) apareceu em 1973 com o motor flat 3.0L de 12 cilindros projetado pela Carlo Chiti (500 bhp). A temporada de 1973 foi de desenvolvimento e em 1974 o carro, que tinha uma entrada de airbox estilo F1 adicionada venceu em Monza 1000 km e terminou a temporada com o segundo lugar no campeonato. Para 1975, a Alfa Romeo contratou a Willi Kauhsen Racing Team (W.K.R.T) para comandar a equipe de corrida apoiada pela fábrica, e vencer o Campeonato Mundial de Marcas em 1975, com sete vitórias em oito corridas.,

Alfa Romeo T33/TT/12 #11512-009 - Alfa Romeo F12 4v DOHC 2995 cc do Willi-Kauhsen-Racing-Team (D) e o apoio da Redlefsen em Nurburgring a 1.6.1975 nos 1000 km de Nurburgring onde foi pilotado por Jochen  Mass (D)/Jody Scheckter (ZA) depois de ocupar o 3º com :27.100 na grelha de partida terminaram em 6º lugar. O primeiro classificado foi Merzario / Laffite também num Alfa Romeo 33 TT 12.

O chassi 009 foi pilotado por Andrea de Adamich (I)/Carlo Facetti (I) na Autodelta SpA e no Willi Kauhsen Racing Team por Henri Pescarolo (F)/Derek Bell (GB) e            Jochen Mass (D) Jody Scheckter (ZA)

A Alfa Romeo concentra-se na Fórmula 1 a partir de 1976, mas o campeonato mundial voltou a ser vencido em 1976 com a evolução final do 33, o SC 12. Tinha uma carroceria semelhante ao TT12, mas novamente apresentava um chassi do tipo monocoque. Um motor turboalimentado também foi construído, com 2,1 litros, produzindo 640 cv.

O motor flat-12 foi depois usado nos carros Brabham-Alfa BT45 , BT46 e Alfa Romeo 177 F1.

IMG_20220516_183607.jpg

IMG_20220516_183638.jpg

IMG_20220516_183819.jpg

IMG_20220516_184121.jpg

IMG_20220516_184231.jpg

 

Miniatura

Levanta a mala e o capô para ver o motor.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série K

Referencia nº41-

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão ou caixa com janela de visualização e vitrine plástica.

País - França

Anos de fabrico  a

 

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 22:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Maio de 2022

Lotus 78 Formula 1 John Player Special - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lotus 78 Formula 1 John Player Special - Um olhar sobre as minhas miniaturas

565ª – Lotus MK3 Yaxon

1977 Lotus 78 Ford Cosworth MK3 #5 Mario Andretti Black John Player Special 1º GP Argentina 1978

A aplicação do efeito solo na Fórmula 1, foi uma das brilhantes intuições de Colin Chapman em conjunto com Bellamy, Ogilvie e o aerodinamicista Peter Wright, usou pela primeira vez esse design inovador no 78, concorrente da Lotus na Fórmula 1 para a temporada de 1977. O carro apresentava um monocoque ultrafino, construído a partir de um favo de mel de alumínio.

Em ambos os lados do compartimento do piloto, o Lotus 78 ostentava pods laterais de comprimento total, que abrigavam os radiadores e criavam os 'efeitos de solo'. A área de baixa pressão foi vedada em ambos os lados por saias que podiam deslizar para cima e para baixo, que mantinham contato com a pista o tempo todo. As asas convencionais foram instaladas na frente e na traseira para estabilidade em alta velocidade.

Em 1977, com Andretti e Nilsson vencendo cinco GP, mas foi aa Ferrari e Lauda a vecer o campeonato

Em 1978 a equipe Lotus e o Lotus 78 venceu mais dois GP com Andretti e Peterson, antes de utilizar o Lotus 79, ainda mais refinado e competitivo.

Naquele ano, Mario Andretti venceu o Campeonato Mundial de Pilotos e o Campeonato Mundial de Construtores da Lotus. O 79 também foi usado esporadicamente em 1979 por algumas equipes privadas.

 Modelo real

Modificação na miniatura

A bandeira inglesa estava junta com os decalques das finíssimas listas douradas e era para ser recortada depois de estar colada, mas nunca o foi, ainda lá está.

IMG_20220510_185717.jpg

IMG_20220510_185746.jpg

IMG_20220510_185932.jpg

IMG_20220510_190117.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais.

Fabricante Yaxon

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão em Kit e com janela de visualização e vitrine plástica, montada.

País - Itália

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:33
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Março de 2022

Jaguar XK 120 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Jaguar XK 120 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

522ª – Jaguar XK 120 Le Mans 1950 Modelos 3J

Jaguar XK 120 de L. Johnson/Bert abandonou

O Jaguar de L. Johnson/Bert Hadley é um dos três XK 120 que a fábrica da marca preparou e atribuiu de forma selectiva a equipas particulares que participaram na edição de 1950 das 24 Horas de Le Mans.

Modelo real

Em 1950, numa cautelosa tentativa experimental, três KK 120, são inscritos para as 24 horas de Le Mans, as equipas eram constituidoras por Leslie Johnson/Bert Hadley (Nº17), N Haines/P. Clark (nº16) e P. Whitehead/ J. Marschal (nº 15). Os carros eram puramente de série e não sofreram qualquer alteração em relação as especificações de origem. Apenas utilizaram o equipamento opcional de velocidade, e que fazia parte do catálogo de fábrica. Para brisas, tampão rápido de gasolina e correias de segurança no capot.

Durante a corrida o comportamento dos XK 120 surpreendeu tudo e tosos: para além dos três carros se manterem entre os dez ou 15 primeiros, Johnson conquistara e defendia o quarto lugar em cada hora de corrida em relação ao líder, que era o francês ROsier em Talbot.A manter-se este ritmo, Rosier seria ultrapassado e Johnson obteria o 1º lugar, caso o francês não aumentasse a sua velocidade média. Na realidade parecia que Rosier não podia aumentar o ritmo da sua corrida, pois o seu Talbot já não estava a render totalmente. As esperanças nas boxes da Jaguar aumentaram grandemente quando se verificou que Johnson continuava paulatinamente a encurtar o seu atraso: o segundo lugar estava já á vista e o primeiro não podia estar muito longe. Mas as esperanças foram fugazes, com 21 horas de corrida o Xk 120 de Johnson parava perto das boxes com a embraiagem estoirada. Os outros dois jaguares classificaram-se em 12º e 15 lugares na geral com Clark/Haines e Whitehead /Marschall , respetivamente, e em 5º e 8 , na classe.

IMG_20220328_215742.jpg

IMG_20220328_220231.jpg

IMG_20220328_142642.jpg

IMG_20220328_142739.jpg

IMG_20220328_142830.jpg

Miniatura

Interior detalhado

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico Ribeirinho.

Fabricante Modelos 3J

Série Export

Referencia nº 12

Material – resina com elementos em metal

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 22:22
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Março de 2022

Alfa Romeo Zagato - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo Zagato - Um olhar sobre as minhas miniaturas

521ª - Alfa Romeo Zagato Solido transformado

Alfa Romeo Zagato

Hoje no saudoso Circuito de Vila do Conde recordei aqueles três bólides de Xavier Moreira em 1978

Alfa Romeo Zagato o novo produto de Xavier Moreira apresentou no Circuito de Vila do Conde em Agosto de 1978 e pilotado por Bernardo de Sá Nogueira.

Alfa Romeo Junior Zagato 1300 #1800862

Em entrevista ao Jornal Motor de 9 de março de 1978 Xavier Moreira

Considero este carro muito bom para fazer um carro de competição, devido aos conhecimentos técnicos que tenho e, para alem disso, o meu grande amigo Imbertti preparador do BMW que venceu as 4 horas do Estoril em 1977 é da mesma opinião, pois este carro tem um chassis um bocadinho mais curto entre eixos. Estou convencido que isso não deve ser problema, porque tem o chassis do GTAM e aqui está a prova  porque a Autodelta deixou  de correr com os Alfetas.

Carlos Ferreira começou por dizer: Este carro é muito semelhante ao GTAM so que é realmente mais curto 10 centímetros e tem a mesma largura, por isso “ á priorí  para rampas tem a obrigação de se assemelhar muito a esses caros pequenos genro Simca Rally 2 e outros. Só que com 220 cavalos este carro fica diabólico.

Diabólico, diabólico, repetia continuamente Xavier Moreira no seu pensamento.

 O novo carro será conduzido por Bernardo de Sá Nogueira.

Modelo real

Este Alfa Romeu Junio Zagato tinha a matrícula era FA-70-92.1975 e 1977 e comprado em Cascais era um "normal" Zagato 1300 amarelo.

Um pequeno acidente e com dificuldade em arranjar as borrachas do vidro da frente dos faróis foi vendido por 100 contos depois de reparado em Coimbra e posteriormente adquirido pelo Xavier Moreira.

.O Alfa Romeo Junior Zagato 1300 1800862 correu com José Eduardo Oliveira em Portugal antes de -1984

Adquirido por Peter Crutch que o reconstruí com uma carroceria de estilo diferente daquela que corria em Portugal. Spoiler dianteiro profundo e spoiler traseiro levantado, pintado de vermelho com tricolor italiano no teto. Competiu com ele em 1985 e 1986, vencendo a Classe A no Campeonato Alfa Romeo

Por volta de 1990 disfarçado de Alfetta Racing correu com Piero Pisaro.

Então aí vai um pouco da história do meu querido Zagato.

O primeiro Proprietário foi o Dr. Rui Cardoso, ortopedista, já falecido e que vivia na Av. Dos Carvalhos, na Rinchoa em Sintra. Este senhor foi para o Brasil em 75 e o meu pai comprou-lhe o carro por 70 contos. Eu era por esta altura estudante de Eng. Mecânica em Coimbra e consegui convencer o meu pai a dar-me o carro. Ía resultando o divórcio dos meus pais, pois a minha mãe não concordava eM dar um carro destes ao rapaz especialmente nos tempos conturbados que corriam (Verão quente de 1975)

Mantive o carro até 1977 é só andava com ele na primeira semana de cada mês. Na segunda semana estacionava na Praça da República e ia de elétrico para a faculdade. Na terceira e quarta semanas já só ia a pé. Os sacrifícios que eu fiz por este carro.......

Tive um acidente depois de um jantar a caminho da discoteca da Figueira. Capotei o carro numa curva e a amiga que ia comigo tive de a tirar pelo vidro da frente mas sem calças. Como eram “a boca de sino” ficaram presas entre o tejadilho e o pavimento da estrada.

O carro foi para o Porto para arranjar. Ainda tenho a factura da reparação. Nao se conseguiam arranjar algumas peças da carroceria, não porque não as houvesse na origem, mas porque por essa altura Portugal não tinha divisas para importar este tipo de produtos.

Coincidiu eu ter ido a Itália por esta altura numa missão de espionagem industrial e em Milão consegui os plásticos da frente dos faróis e algumas borrachas.

Em 1977 juntei uns trocos da mesada dos meus pais e decidi ir viajar pela Europa para confirmar se o que se dizia acerca da qualidade de vida nos países socialistas de leste era verdade.

Comprei um perú de 20 Kg que a minha mãe assou, dois garrafões de vinho, troquei o Zagato por uma carrinha Peugeot 203 e pus-me a caminho.

O vinho só chegou a Valladolid.....

Nota: Tenho slides do carro e a factura da reparação que enviarei logo que chegue a casa.

A propósito, sou de Chaves e o meu nome é Mário Xavier Madureira. Não confundir com Xavier Moreira

IMG_20220326_220534.jpg

IMG_20220326_220641.jpg

IMG_20220326_224614.jpg

IMG_20220326_224645.jpg

IMG_20220326_225015.jpg

Modificação na miniatura

Alargado com barro plastídio e depois pintado.

Miniatura

Abres as portas.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são da Modelos 3J.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Março de 2022

Alfa Romeo 2300 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo 2300 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

518ª – Alfa Romeo 2300 1931 Brumm

Alfa Romeo 2300 1931 Spider Corsa Touring

Modelo real

A Alfa Romeo abriu falência em 1928 e em de 1930, abandona precipitadamente as corridas.

A situação financeira incluía o confisco administrativo dos carros de corrida de fábrica, proporcionou a Enzo Ferrari então piloto oficial da marca italiana fundar a “Scuderia Ferrari” e o Alfa Romeo 8C 2300 a ser o primeiro automóvel a envergar o cavalinho.

O Alfa Romeo 8C 2300 foi projectado e desenvolvido por Vittorio Jano, utilizado em estrada, em corridas e em carros desportivos da década de 1930 com dois tipos de chassis um de competição e outro que foi base para elegantes sedans e cabriolets

As diferenças entre um carro de corrida e o de estrada eram mínimas, uma carroceria de alumínio sobre um chassi de aço. O Alfa Romeo 8C por vezes apresentava um painel com três faróis dianteiros, na frente do radiador. Sem para-choques na versão de corrida enquanto o modelo de rua apresentava um fino e fácil de remover. Os dois lugares ficavam bem na frente do eixo traseiro e para tornar o carro mais aerodinâmico, foi instado um escudo aerodinâmico em cima da roda sobressalente.

As carrocerias foram feitas pela Touring e Zagato e a Alfa Corse foi a equipe de corrida da Alfa Romeo,

A Alfa Romeo instalou um motor de oito cilindros em linha 2336, 142 hp com duas árvores de cames à cabeça e duas válvulas por cilindro. O compressor era alimentada através de um carburador duplo Memini, uma tecnologia bastante avançada e incomum para a época.

A Alfa Corse com os 8C 2300 preparou quatro exemplares para as Mille Miglia de 1932 onde o vencedor foi Baconin Borzacchini /Amedeo Bignami.com a Scuderia Ferrari em 2º com um 8C 2300 carroçado por Zagato.

IMG_20220325_171826.jpg

IMG_20220325_172116.jpg

IMG_20220325_172200.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Brumm

Série

Referencia nº R 77

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Itália  

Anos de fabrico  a

 

 

 

 


publicado por dinis às 23:17
link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Fevereiro de 2022

Alfa Romeo Giulia Super versão 2 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo Giulia Super versão 2 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

488ª – Alfa Romeo Giulia Super Politoys

O velho modelo continua a evoluir e a fazer as delicias dos que tiveram o privilegio de o ver e dos modelistas agora na versão 2.  

A primeira versão

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/alfa-romeo-giulia-xavier-moreira-um-1326647

Modelo real

O piloto preparador Xavier Moreira continua a evoluir o seu Alfa Romeo Giulia 1.6 de Gr 5 tão especial agora com uma nova decoração.

No Circuito da Primavera Bernardo de Sá Nogueira foi 4º,

No circuito do Verão de 1977 a 6ª prova do Nacional de Velocidade no Autódromo do Estoril o Alfa protagonizou uma excelente prova a Bernardo de Sá Nogueira que recuperou da 10º posição até á 3º, em apenas 10 voltas, ficando atras de Robert Giannone o vencedor em Porsche e Tino Pereira no De Tomaso Pantera

Em Vila do Conde na prova para os grupos 3,4 e 5 acima de 13000, foi 5º, mas no Estoril foi 3º.

No final do Campeonato foi 3º no Agrupamento B enquanto Xavier Moreira é 8º.

Em Julho de 1978 vem a Vila do Conde com Carlos Ferreira e fica em 4º, enquanto em Agosto é 6º.

Modificação na miniatura

Modelo transformado a partir da Giulia da Mebetoys onde os alargamentos feitos com barro plástico e o aileron frontal e traseiro com o mesmo material e lata.

Os decalques, está como muitas outras à espera.

IMG_20220218_234720.jpg

IMG_20220218_234823.jpg

IMG_20220218_234913.jpg

IMG_20220219_000456.jpg

IMG_20220218_234657.jpg

Miniatura

Abres as portas, levanta a mala e o capô para ver o motor.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

Fabricante Mebetoys

Série

Referencia nº

Material – zamac

Material da placa de base - cartão

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 21:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2022

Aston Martin DB5 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Aston Martin DB5 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

459ª – Aston Martin DB5 Corgi Toys Transformada

Era o Aston Martin de James Bond mas, passou a um normalíssimo DB 5 que também podia ser Vantage.

 Modelo real

O Aston Martin DB5 lançado em 1963, para substituir o DB4, uma continuação do projecto da Carrozzeria Touring e a sua carroçaria Superleggera construída em liga de magnésio.

O motor de seis cilindros em linha todo em alumínio, dupla árvore de cames à cabeça, três carburadores SU e 3.995 cc de cilindrada, que desenvolvia potência entre os 282 e os 330cv, na versão Vantage.

Uma caixa manual de quatro velocidades e pouco tempo depois,uma caixa de cinco velocidades manuais da ZF,alem de poder ser encomendado com uma caixa automática de três velocidades da BorgWarner.

É um Coupê de 2 portas e 2+2 lugares, também disponível em descapotável de 2 portas, o Vantage, mais potente e uma Shooting brake de 3 portas baseadas numa ideia do protótipo do DB5 shooting break produzido pela fábrica de David Brown, para um um ávido caçador e proprietário de cães. E que talvez 11 a 12 cupês foram modificados para a Aston Martin pelo construtor de carrocerias independente, Harold Radford

Em produção entre 1963ª 1965  num total de 1.059 unidades.

Modificação na miniatura

Um velho modelo Aston Martin de James Bond ao qual lhe retirei o que ainda restava.

Ainda há vestígios a utilização de gesso, talvez por falta de barro plástico, para tapar os buracos da s metralhadoras e completar o para-choques da frente

O tecto de vinil foi conseguido com um bocado de papel higiénico e depois pintado. 

IMG_20220121_140946.jpg

IMG_20220121_140955.jpg

IMG_20220121_141011.jpg

IMG_20220121_141524.jpg

IMG_20220121_141544_1.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais.

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 218

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País – Inglaterra

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:43
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2022

Volkswagen 1300 L Polistil - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen 1300 L Polistil - Um olhar sobre as minhas miniaturas

451ª - Volkswagen 1300L Polistil

O Volkswagen de luxo que no Brasil também podia ser adquirido com motor a álcool.

 Modelo real

Assim, utilizando o pico de vendas de seus modelos "a ar", a Volkswagen comprou a rival Auto Union, o grupo fusão de marcas alemãs , a DKW, a Audi, a Horch e a Wanderer, além da NSU. A experiencia em motores refrigerados a água dessas empresas permitiria a VW, garantir o futuro da empresa após o fim das vendas dos modelos "a ar".

As vendas do beetle somente foram suplantadas no Brasil, o Brasília mas já no final da linha a ar. A popularidade do Fusca em 1973 atingiu o auge da popularidade e produção, com 1,25 milhões de unidades produzidas no ano. o primeiro Volkswagen a água, o K70, foi um fracasso, a nova linha começou a se estabelecer em 1973, com o lançamento do Passat..

Em 1975 é lançada a versão 1 300-L e Gl o-primeiro-modelo-de-luxo com detalhes de acabamento mais requintados que o 1300 básico

O lavador do para-brisas foi mudado para a coluna de direção, as janelas traseiras abriam um pouco, havia um desembaciador do vidro traseiro e a chave era única para portas, capô e ignição.

A maior parte das melhorias estava no interior, que recebeu carpetes de buclê e bancos dianteiros com revestimento de tecido e encostos de cabeça. Painel de instrumentos redesenhado, ar quente e acendedor de cigarro.

“O primeiro Fusca de luxo para quem se dá ao luxo de usar a cabeça”, como dizia a campanha publicitária da época.

Por fora, diversos detalhes cromados, como frisos laterais, retrovisor, calotas centrais, para-choques e saídas do escape.

No Brasil tinha apenas três opcionais: rádio AM/FM, relógio e rodas de 14 polegadas do VW Brasilia mas, dispunha de um motor a álcool com dupla carburação.

No teste da Revista Quatro Rodas de Janeiro de 1982

“Aceleração: 0 a 100 km/h: 39,19 s

Velocidade máxima: 111,369 k/h

Consumo: 8,01 km/l cidade / 14,35 km/l rodoviário

Preço, Janeiro de 1982: cr$ 715.425,00 “

IMG_20220113_124249.jpg

IMG_20220113_124427.jpg

IMG_20220113_124445.jpg

IMG_20220113_124518.jpg

Miniatura

Abres as portas.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico e rápidas .

Fabricante  Polistil

Série

Referencia nº EL 55 – 7/77

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Italia

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2021

Alfa Romeo GTA 1300 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo GTA 1300 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

421ª – Alfa Romeo GTA 1300 Junior Mercury

Domingos de Sá Nogueira na sua primeira vitória  na prova de Turismo Especial no XX Circuito Internacional de Vila Real 1973

Como dizia no Portal dos Classicos em 7 de Janeiro 2009

 https://portalclassicos.com/foruns/index.php?threads/colec%C3%A7%C3%A3o-manuel-dinis.7814/page-4

 Modelo real  

O Mocar Racing Team inscreveu para Vila Real dos Alfa Romeo GTA 1300 Junior um para Domingos de Sá Nogueira ao qual foi atribuído o Nº 4 e o Nº 5 para Bernardo de Sá Nogueira.

O motor original foi preparado pela Autodelta e assistido no Departamento de Competição da Mocar.

Cilindrada: 1290c.c.

Potência 160Cv às 8500rpm

Alimentação por injecção indirecta Fispa

Jantes: Campagnolli de 9 polegadas

Pneus Firestone, slicks

Carburante Shell

Velas Lotus

Amortecedores Koni

Caixa de velocidades rapot 8.43

Peso 800Kg

A grelha de partida tinha três espanhóis na frente seguidos da dupla portuguesa que se tinha superiorizado a Sans de Madrid no seu diabólico NSU.

A superioridade de Bagration foi demonstrada com o andamento confortável sobre os sus compatriotas incluindo o vencedor do ano passado Uriarte num Escort RS.

O jogo de equipa entre os dois irmãos permitiu a Domingos a vitoria, depois do abandono dos espanhóis.

Modificação na miniatura

Retirados os para choques ao Alfa Romeo Giulia Sprint GT da Mercury foram alargados os guarda lamas e pintado.

Posteriormente foi decorado com os decalques da Modelos 3J

IMG_20211214_231446.jpg

IMG_20211214_232012.jpg

IMG_20211214_232239.jpg

IMG_20211214_234405.jpg

Miniatura

As rodas são da Solido.

Série Mercury

Referencia nº 40

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Italia

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 23:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Outubro de 2021

Alfa Romeo Giulia GTV 2000 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo Giulia GTV 2000 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

353ª – Alfa Romeo Giulia GTV 2000 Politoys transformado

Os irmãos Sá Nogueira no início da década de 70 dividiam as vitórias em Vila Real e eu pensei em fazer a miniatura do segundo classificado Bernardo de Sá Nogueira que tal como o vencedor, Péquépê, foram os únicos a completarem as 20 voltas da prova de Grupo1.

 Modelo real

Modificação na miniatura

Ao Alfa Romeo Sprint GT foram retirados os para choques e tapados com barro plástico, pintei o modelo e decorei-o com os decalques que tinha na época.

Pintada a grelha e os faróis. 

Mais tarde apareceu o da Projecto K Minitec

Agora encontri a bela grelha do al ainda com os dos faróis einda com os “diamantes” não sei o que lhe farei?!!.  

IMG_20211008_001019.jpg

IMG_20211008_001533.jpg

IMG_20211008_002055.jpg

Miniatura

Abres as portas, levanta a mala e o capô para ver o motor

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais.

Fabricante Politoys

Série

Referencia nº 500

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Itália

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 22:05
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alfa Romeo T 33/TT/12 Red...

. Lotus 78 Formula 1 John P...

. Jaguar XK 120 - Um olhar ...

. Alfa Romeo Zagato - Um ol...

. Alfa Romeo 2300 - Um olha...

. Alfa Romeo Giulia Super v...

. Aston Martin DB5 - Um olh...

. Volkswagen 1300 L Polisti...

. Alfa Romeo GTA 1300 - Um ...

. Alfa Romeo Giulia GTV 200...

. Alfa Romeo T 33 TT 12 - U...

. Iguana - Um olhar sobre a...

. Alfa Romeo Giulia SS - Um...

. Alfa Romeo Montreal - Um ...

. Alfa Romeo T33/2 cauda lo...

. Alfa Romeo 2600 Sprint Be...

. Alfa Romeo Carabo Bertone...

. Alfa Romeo Canguru - Um o...

. Alfa Romeo P 33 Pininfari...

. Alfa Romeo 33 Protótipo "...

. Alfa Romeo 33/3.1970 - Um...

. Alfa Romeo TZ 1 - Um olha...

. Alfa Romeo 33/2 Coupe Spe...

. Alfa Romeo Osi Scarabeo -...

. Alfa Romeo GS Zagato Quar...

. Alfa Romeo Giulietta Spyd...

. Alfa Romeo Zagato - Um ol...

. Alfa Romeo  Giulia TI Sup...

.arquivos

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub