Quinta-feira, 1 de Abril de 2010

Marlei 1954

O Opel reconstruído Marlei

 

A transformação de uma furgoneta Opel Olympia num automóvel de sport.

 

 

Mário Moreira Leite era o chefe técnico das oficinas da General Motors, em Vila Nova de Gaia e um apaixonado pela mecânica e pelas inúmeras invenções com que procurava solucionar os mais diversos problemas do dia-a-dia.

Um dia, uma carrinha Olympia Caravan de 1950, chegou à oficina de António Sardinha completamente desfeita, sendo muito problemática a sua reparação. Mas, para Moreira Leite foi apenas o inicio de um projecto que lhe ocuparia muito do seu tempo livre e de mais alguns dos seus amigos.

Os trabalhos efectuados nas horas vagas foram iniciados em 1952 e foi aproveitado parte do chassis, a suspensão e o motor do Opel, a caixa de velocidades e o bloco de travagem de um Vauxhall, serviram de suporte a sua interpretação de um automóvel de corrida para a classe 1500.

A Opel e a Vauxhall, embora pertencentes ao mesmo grupo americano, General Motors, não partilhavam  qualquer componentes e a troca  da caixa de 3 velocidades original do Opel por uma de um Vauxhall de 4 velocidades mais moderna e portanto com outro potencial, era um desafio.

 

Dois operários levantam facilmente a carroçaria em alumínio.

O chassis foi reforçado é uma distribuição mista de tubos e painéis e a carroçaria foi feita numa só peça em alumínio.

Um tablier semelhante ao dos  carros de competição ingleses

 

In Marlei - O sonho de um Artífice

“ Em 1955, Manuel de Sousa Ramos, jornalista do Porto – e responsável pela secção Porto à Vista, onde foram divulgados tantos nomes importantes do automobilismo desportivo nacional - fez a primeira entrevista a Moreira Leite, onde se divulgavam as principais características do novo modelo.

 

Extracto da entrevista à revista  O Volante de 15 de Março de 1955

(…) “-A carroçaria foi construída sob planos seus?

- Todo o carro é de minha concepção e foi construído sob a minha direcção. O próprio chassis que é plano foi realizado por mim. A carroçaria pesa apenas 45 kg. È de alumínio. “

Aquando da sua homologação surgiram inúmeros problemas o que atrasou a apresentação e a inscrição em provas. Ainda conseguiu alguns resultados, mas foi abandonado pouco depois, pois era difícil competir com os carros importados para esta classe, como os Porsche, Denzel, etc.

 

Apresentado em Março o Marlei apenas participou em provas realizadas no Norte do país.

Na prova de estreia o IV Rali ao Porto 1955, Moreira Leite obteve o 5º lugar .

 

No mesmo ano a 24 e 25 de Setembro na IIª Volta ao Minho, alcançou a 4º lugar da classe.

 

Duarte Lopes na IIIº Volta ao Minho

 

No ano seguinte na IIIª Volta ao Minho, o Marlei foi inscrito por Duarte Lopes e foi o único automóvel nacional presente, ao mesmo tempo o seu criador inscreveu um Opel.

Um brilhante 8º lugar para o Marlei e o quarto da sua  classe.

 

Nunca foi um vencedor mas é um marco do nosso automobilismo e é um exemplo vivo da arte e do engenho português.

 

Características técnicas
Motor
Arquitectura: 4 cilindros em linha, refrigerado a água
Cilindrada (c.c.): 1488
Diâmetro x curso (mm): 80x74
Regime máximo (rpm): 7000

Chassis
Tipo: plataforma do Opel Olympia com estrutura mista constituída por tubos em aço e painéis metálicos

Carroçaria em alumínio, estampada à mão·
Suspensão dianteira
Rodas independentes.

Braços articulados transversais com conjunto mola helicoidal/amortecedor. Barra estabilizadora

Suspensão traseira
Eixo rígido com molas de lâminas semi elípticas longitudinais. Amortecedores

Peso da carroçaria 30 KG

Peso total 500 KG

Caixa de velocidades
de origem Vauxhall, com 4 velocidades + m.a.

Travagem
circuito hidráulico com tambores nas quatros rodas, de origem Vauxhall

Dimensões (mm)
Distância entre eixos: 2395
Via dianteira: 1200
Via traseira: 1268
Largura: 1510

Velocidade máxima cerca de 160 KM/H

 

O engenho e a arte de Mário Moreira Leite também se encontra presente num cronómetro eléctrico para a cronometragem das provas desportivas.

Nos anos  60 foi ele quem trouxe para o norte de Portugal as corridas de Karting. Os primeiros  seis  karts que correram em Portugal, também foram  por si construídos, estavam equipados com motores de 98 cc. Um sétimo também foi construído e foram denominados por Marlei -  Kart .

O Marlei foi guardado e preservado religiosamente pelo seu construtor e agora pode ser admirado nas inúmeras exposições em que tem estado presente.

Mário Moreira Leite depositou o seu espólio histórico ao Museu dos transportes e Comunicação

 

Marlei um automóvel português

Museu dos Transportes e comunicações – Alfandega do Porto

 

O Automóvel no Espaço e no Tempo

 

 

 

O Marlei no Museu do Caramulo, durante a exposição Automóveis Portugueses.

 

Saber mais...

 

Marca portuguesa com um só exemplar

Revista Auto Clássico de Agosto de 1992

 

Marlei
O Sonho de um Artífice
é um livro de leitura obrigatória da autoria de José Barros Rodrigues numa edição do Museu dos Transportes e Comunicações.



publicado por dinis às 02:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Marlei 1954

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS