Terça-feira, 24 de Janeiro de 2023

Austin Healey Spa-Sofia-Liège - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Austin Healey Spa-Sofia-Liège - Um olhar sobre as minhas miniaturas

790ª – Austin Healey 3000 Rally SPA-Sofia_liege 1964 Vitesse

Rauno Aaltonen -Ambrose - Spa-Sofia-Liège 1º

Austin Healey 3000 MKIII 1964 Número de Registro. BMO 93B, Chassis HBJ8/27573,  Motor AEC 1457 RS 20877.

Modelo real

O desenvolvimento do Big Healey pela BMC começou em 1958 com o modelo 100/6 de 2,6 litros, estreado no Rally de Monte Carlo daquele ano, conduzido por Tommy Wisdom e em 1959 o novo modelo 3000 de 2,9 litros assumiu o seu legado

O desenvolvimento foi facilitado pela transferência da produção de Austin-Healey para a fábrica da MG em Abingdon em 1957 o departamento de competição da BMC assumiu a responsabilidade pelos carros de rally.com Marcus Chambers a chefiar.

O Big Healey manteve o chassi e carroceria separados mas para rally esses dois componentes foram soldados para formar uma estrutura de força e rigidez muito maiores. Os painéis da carroceria, asas, portas e capot foram fabricados em alumínio em vez de aço e a partir de 1960 a tampa do porta-malas foi moldada em fibra de vidro, ganhando uma bossa distinta para acomodar rodas sobressalentes duplas. Para proteger a parte inferior da carroceria, as placas de protecção eram invariavelmente empregadas. colocados de nariz para cima para evitar o aterramento e destruição do cárter.

Os primeiros 3000 ainda usavam motores  com a cabeça do cilindro de ferro fundido da versão de produção, carburadores duplos SU e sistema de exaustão completo, desenvolvendo cerca de 160 cv. A adoção de um sistema de escape de saída lateral curta foi uma das primeiras modificações, seguida por SUs triplos, coletores de escape tubulares fabricados, cabeçotes de cilindro de alumínio e carburadores Weber triplos. Estas duas últimas modificações chegaram em 1962, e nesta especificação final a potência máxima subiu para cerca de 210 cv.

O primeiro grande sucesso do Big Healey foi em 1960, quando Pat Moss, Ann Wisdom, terminaram em segundo no Rali Alpine, fez história ao vencer a extenuante Liège-Rome-Liège (Marathon de la Route), a ser a primeira vez que uma mulher ganhou um grande rali internacional.

Os Big Healeys venciam regulares da classe mas a crescente evolução do Mini Cooper, limitaram as vitórias. As últimas vitórias foram em 1964, quando Paddy Hopkirk venceu o Rally Alpino da Áustria e Rauno Aaltonen a última Maratona de la Route realizada em vias públicas, que nesta ocasião seguiu uma rota Spa-Sofia-Liège.

O 'BMO 93B' é um dos três carros construídos para a época de 1964 com os 'ARX 92B' e 'BRX 852B')

Ele tinha uma transmissão manual de quatro velocidades com overdrive Laycock de Normanville e uma suspensão dianteira independente com molas helicoidais e suspensão do eixo traseiro vivo. Os freios a disco Girling mais potentes foram uma melhoria bem-vinda. Os freios a tambor traseiros foram mantidos.

“ A alavanca lateral é longa e de longo alcance mas é fácil de manobrar, contrastando com o aperto firme exigido pela alavanca pesada, mas precisa do BMO. Em ambos os carros, as engrenagens retas “Tulipa” (rally) exigem o uso de overdrive entre a 3ª e a 4ª; a sequência sendo: 3º, 3º overdrive, 4º, 4º overdrive. É mais fácil no BMO, com o interruptor de overdrive na alavanca de câmbio, enquanto no SMO, está no painel – às vezes gostaríamos de ter 3 mãos!”

Modificação na miniatura

Foram colocados os vários elementos que o modelo montado tinha para aplicar

IMG_20221124_144124.jpg

IMG_20221124_144131.jpg

IMG_20221124_144136.jpg

IMG_20221124_144203.jpg

IMG_20221124_144211.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série Retro Vitesse

Referencia nº 170 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 19:21
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Outubro de 2022

Mercedes-Benz W136 170V cabriolet de 4 portas - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes-Benz W136 170V cabriolet de 4 portas - Um olhar sobre as minhas miniaturas

688ª – Mercedes-Benz W136 170v 1939/1949 Vitesse

Mercedes-Benz W136 170V cabriolet de 4 portas

Um dia, não ouve aulas na no Colégio da Boavista e o Sidónio Cabanelas disse;

- Vamos dar uma volta no carro velho do meu pai.

Lá fomos, o Ledo entrou pelo janelo da Garagem Taboada, e abriu-nos a porta como costumava faze-lo. Só que desta vez com ema expressão de espanto e o polegar indicando o peito, apareceu o pai que nos fez fugir cada um para seu canto.

Todos esperávamos por um raspanete por parte dos nossos pais mas o que é certo, nos dias seguintes ninguém comentou nada.       

Modelo real

O sucesso do Mercedes 170V (W 136), apresentado em Fevereiro de 1936 no IAMA em Berlim.deve-se á ampla gama de variantes oferecidas de seis carrocerias, um sedan de duas ou quatro portas, sedan cabriolet, carro de turismo conversível de duas portas, substituído em 1938 pela versão de quatro portas, Cabriolet B e roadster de dois lugares. Em maio de 1936, complementada pelo desportivo e elegante Cabriolet A e um furgão como variante de veículo comercial.

Produzidos entre 1936 e 1942, tornando-se no modelo mais popular da marca, pela sua fiabilidade e suavidade até a sua produção ser interrompida pela Segunda Guerra Mundial,

Apresentados na Feira Técnica de Exportação em Hannover em Maio de 1949 o Mercedes-Benz 170 V com o design anterior à Segunda Guerra Mundial, foi oferecido com um motor a gasolina de quatro cilindros e um motor diesel também de quatro cilindros. A cilindrada de ambas as unidades é de 1.697 litros. A potência é transmitida através de uma caixa manual de quatro velocidades, onde os dois tipos de automóveis de passageiros que desempenham um papel muito importante na história do modelo Mercedes-Benz, os tipos 170 D e o 170 S. Enquanto o 170 S (série W 136 IV, 1949 a 1953) estabelece padrões em termos de conforto e condução, o 170 D (W 136 I D, 1949 a 1953) traz o acionamento diesel para a produção em massa em carros de passeio.

A versão Cabrio Limousine ou Découvrable, proporciona uma aparência única e elegante para um Cabriolet de quatro portas ao combinar as quatro portas da limousine e um teto de lona dobrável de comprimento total. A capota removível é fechada pelos fechos de botão de pressão e o grande tecto deslizante de lona retrai-se completamente e é guardado sob uma capa de couro.

O Mercedes-Benz 170D OTP "Police special"  produziu  um cabrilet de quarto portas para a policia entre 1951e 1952 era um cabriolet de quatro portas, sem os vidros laterais e a exigência de que todos os carros fossem pintados em "Police Green", mas no final, a maioria dos carros entregues à polícia foram pintados de azul.

IMG_20221020_172356.jpg

IMG_20221020_172553.jpg

IMG_20221020_172611.jpg

IMG_20221020_172616.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série Retro Vitesse

Referencia nº 167 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:08
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2022

Porsche 956 Boss - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Porsche 956 Boss - Um olhar sobre as minhas miniaturas

675ª – Porsche 956 Le Mans 1983 Vitesse 

Axel Plankenhorn /Jürgen Lässig /Desiré Wilson  nº18 - Porsche 956 #109 - Obermaier Racing

Modelo real

Em 1982, a FIA alterou os regulamentos para carros desportivos e de turismo e aboliu os grupos 1 a 6. Os protótipos desportivos passam a Grupo C, enquanto os carros de turismo passam a grupo A e B. Porsche construiu o 956C para o Grupo C e assim desenvolveu o protótipo, que trouxe todos os títulos da FIA para Stuttgart de 1982 a 1984, que viriam a vencer no campeonato mundial de carros esportivos. Cada unidade era movida por um motor boxer de seis cilindros com dois turbocompressores. Nos primeiros dias, os 3,0 litros produziam 455 kW / 620 cv.

A potência era passada através da caixa manual de cinco marchas na tração traseira.

A equipa alemã Obermaier-Racing GmbH foi uma oficina de tuning fundada por Hans Obermaier e Jürgen Lässig. Especializada em Porsche e que competiu ao mais alto nível do Campeonato Mundial de Carros

Entre elas disputou as 24 Horas de Le Mans em 1983 onde aproximadamente. 60.000 espectadores compareceram. Dos 70 veículos inscritos, 51 largaram em três classes de corrida.

Axel Plankenhorn, Desire Wilson e Jürgen Lässig competiram pela nas 24 Horas de Le Mans apoiados pelo fabricante de roupas Hugo Boss.

Nos treinos foram o Porsche 956L Boss #18 foi 12º com a volta mais rápida em 3:31.120

Os pilotos Vern Schuppan, Hurley Haywood e Al Holbert conquistaram a vitória geral com o Porsche 956 de fábrica com o número 3 e após 370 voltas e terem percorrido 5.047.934 quilômetros e, nas fotos, é possível ver o intenso fumo azul a sair da traseira do Porsche, o motor do #3 a rebentar e vencer as 24 horas de Le Mans.

Os pilotos da Obermaier Racing Axel Plankenhorn Desiré Wilson terminaram a corrida com o 956 ao fim de 347 voltas e 24 horas em 7º lugar a 23 voltas do vencedor onde somente 20 terminaram a prova.

As 10 primeiras posições foram ocupadas com exceção da nona colocação, um Sauber C/7, com o Porsche 956; resultado que levou a Porsche nos Estados Unidos a fazer uma campanha publicitária inédita "ninguém é perfeito" e o terceiro 956 de Rothmans, pilotado por Jochen Mass e Stefan Bellof a não terminou a corrida

IMG_20221224_143543.jpg

IMG_20221224_143552.jpg

IMG_20221224_143607.jpg

IMG_20221224_143616.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série Kit

Referencia nº196 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:01
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Setembro de 2022

Lancia - 037 Panasonic - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lancia - 037 Panasonic - Um olhar sobre as minhas miniaturas

650ª – Lancia 037 Vitesse

Lancia - 037 Panasonic - Benetton N 8 Winner Rally Di San Marino 1982 - A. Tognana/ M. De Antoni

A outra prenda de Natal em 1984

Modelo real

Rallye di San Marino - Trofeo Stracciari 1982

A prova disputada em 13 classificativas de terra das quais apenas uma está localizada no pequeno estado enquanto todas as outras têm por palco a região de Emilia Romagna.

O primeiro rali foi realizado em 1970, faz parte do Campeonato Italiano de Rali e do Campeonato Europeu de Ralis

Em Novembro de 1982 a 10º edição do Rali de San Marino  foi a penúltima prova do campeonato de ralis Italiano onde a originalidade era o Ferrari 308 GTB do team  Michelotto e o Lancia 037.

Um final frustrante para o Ferrari 308 GTB Grupo IV, ao qual foi negado uma vitória legítima no Campeonato Italiano de Ralis de 1982. A semi-Works, Jolly Club, com Antonio Tognana a liderar o campeonato, à frente de todos os Fiats e Lancias. No entanto, a principal preocupação da Fiat no rali era a Lancia, onde havia um claro conflito de interesses intragrupo. O Jolly Club atribuiu a Tognana um Lancia 037 para as duas últimas corridas da temporada, dividindo assim os despojos do título entre as duas marcas. Il Commendatore teria ficado furioso, supostamente encerrando prontamente o fornecimento de seu motor para o programa de carros esportivos da Lancia como resultado.

“Il Commendatore teria ficado furioso, supostamente encerrando prontamente o fornecimento de seu motor para o programa de carros esportivos da Lancia como resultado.”

A prova foi dominada pelo Lancia Rally 037 do Jolly Club seguido de Miki Biasion /Tiziano Siviero em Opel Ascona 400.

Iniciou-se assim a primeira das quatro vitórias do Lancia 037 Rally na prova.

Para o Rallyleggenda de 2022 na República de San Marino, de 13 a 16 de outubro de 2022 está um momento dedicado à estreia vitoriosa, no rali de San Marino de 1982, do Lancia 037 e ao primeiro título italiano.

Modificação na miniatura

Colocados dois faróis suplementares feitos com o restante de furo de um cinto, cortado a meio.

IMG_20220910_182939.jpg

IMG_20220910_183004.jpg

IMG_20220910_183021.jpg

IMG_20220910_183117.jpg

Miniatura

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Vitesse

Série Vitesse

Referencia nº 100B preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 23:53
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Setembro de 2022

BMW 328 /Frazer Nash - Um olhar sobre as minhas miniaturas

BMW 328 /Frazer Nash - Um olhar sobre as minhas miniaturas

642ª – BMW 328 Vitesse

Outra indecisão, o carro das Mille Miglia 1936 ou o os do circuito de Vila Real, antes e após a guerra, uma vez que o protótipo não tinha roda suplente traseira visível.

 Modelo real

A discrição, o silêncio e mistério envolveu a estreia do novo BMW 328 Roadster a ser apresentado no seu ambiente natural, em Nurburgring, em 1936, pela primeira vez a um público admirador e em ambiente mais competitivo. Nos treinos de sábado 13 de Junho de 1936, o carro funcionou como um relógio, enquanto os engenheiros Rudolf Schleicher e Fritz Fiedle, tentavam ao máximo disfarçar seus nervos, mas sem sucesso. Na prova o novo BMW 328 prontamente se distanciou dos seus rivais – alguns deles com motores de potência muito mais batendo o recorde da volta.

A International Eifel Race em Nürburgring foi o lugar para estar”, comentou a imprensa diária. “Um dos resultados mais impressionantes do dia foi a vitória do motociclista recordista mundial Ernst Jakob Henne na classe de carros esportivos não sobrealimentados até dois litros. Ele até conseguiu definir o tempo de volta mais rápido de qualquer carro esportivo!” relatou um jornal. “Henne conseguiu um desempenho incrível de seu novo carro de 2 litros”, acrescentou ‘Die Motorwelt’. “Que aceleração magnífica! (…) este carro desportivo é mais rápido que todos os seus rivais superalimentados! Henne leva a vitória por uma margem clara.”

Equipado de um renovado motor de dois litros do 326 e cabeça em alumínio de câmaras de combustão hemisféricas, com o comando das válvulas, por razões de produção e concepção do motor, continuava a ser efectuado mediante uma única árvore de cames lateral, apenas possível graças ao engenho de Fiedler. Existia um segundo jogo de balanceiros e touches, ligados ao comando das válvulas de admissão para dirigir as de escape. Complexo, mas eficaz. A carroçaria, assente num chassis de longarinas longitudinais com secções tubulares, moderna e bem proporcionada. A suspensão dianteira independente, pouco comum na época, e o bem guiado eixo rígido, permitiam explorar com eficiência germânica os 80 CV do motor de série, para os menos de 800 quilogramas de peso.

O modelo foi fabricado até 1940 com 464 unidades produzidas e cerca de 200 unidades ainda operantes,

Um BMW 328, de 1937, avaliado em mais de 1 milhão de euros, foi roubado de um colecionador português em Ponte de Lima no dia 7 e Julho de 2020, tendo sido visto pela última vez em Sampaio, Ermesinde, este Sábado, dia 11 de Julho, tem a matrícula DH-10-34 e o número de chassis 85173e e já recuperado nesta segunda-feira.

Os três protótipos 328 no RAC Tourist Trophy na Irlanda do Norte em 5 de setembro de 1936, foram inscritos como Frazer Nash-BMW e pintados com o British Racing Green. Os protótipos foram conduzidos por H.J. Aldington, Prince Bira e A.F.P. Fane. Fane venceu a classe de dois litros, foi terceiro na geral e Frazer Nash-BMW ganhou o troféu da equipa.

IMG_20220902_180226.jpg

IMG_20220902_180252.jpg

IMG_20220902_180427.jpg

IMG_20220902_222539.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Vitesse

Série Retro Vitesse

Referencia nº 121 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 22:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 20 de Junho de 2022

Lancia 037 Rallye - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lancia 037 Rallye - Um olhar sobre as minhas miniaturas

605ª – Lancia 037 Rally Vitesse

Lancia 037 Martini Rallye Tour de Corse 1982 Markku Alen –Ilkka Kivimaki 9º classificado

A primeira miniatura da Vitesse, o Lancia 037 Tour de Corse 1982 oferecia a possibilidade de fazer duas versões. 

Nº1 Attilio Bettega - Maurizio Perissinot e Nº 6 Markku Alen –Ilkka Kivimaki

Modelo real  

Em 1980, para cumprir os novos regulamentos do Grupo B da FIA a Lancia iniciou o desenvolvimento do projeto 037. A Abarth, agora parte do grupo Lancia-Fiat, fez a maior parte do trabalho de design, incorporando uma linha de teto de bolha dupla. O carro foi desenvolvido em colaboração entre Pininfarina, Abarth, Dallara e o gerente de projeto, o engenheiro Sergio Limone.

Antes da primeira participação na temporada do Campeonato Mundial de Rally de 1982, 200 modelos de estrada foram construídos para cumprir os regulamentos do Grupo B.

É o ano de mudança para os novos grupos N, A e B o Lancia foi anunciado em Março de 1982 e enquanto a maioria dos fabricantes faz meses de testes o Lancioa foi testado em provas.

O carro fez sua estreia na competição no Rally Costa Smeralda de 1982, na Itália, onde dois carros foram inscritos, mas ambos foram retirados devido a problemas.

De 6 a 8 -9/05 no 26º. Tour de Corse o Lancia 037 Rally, com Markku Alén e Attilio Bettega foi 9º classificado sem se intrometer na luta pela vitoria entre Andruet no Ferrari 308 GTB e Ragnotti no Renault 5 Turbo. Bettega teve um cidente grave de que fraturou as pernas e ficou seis meses no hospital, com o 037 Rally.

IMG_20220619_154453.jpg

IMG_20220619_154508.jpg

IMG_20220619_154548.jpg

IMG_20220619_161853.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Vitesse

Série

Referencia nº 1000 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 

 


publicado por dinis às 00:25
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Austin Healey Spa-Sofia-L...

. Mercedes-Benz W136 170V c...

. Porsche 956 Boss - Um olh...

. Lancia - 037 Panasonic - ...

. BMW 328 /Frazer Nash - Um...

. Lancia 037 Rallye - Um ol...

.arquivos

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub