Quinta-feira, 11 de Abril de 2024

Renault 5 Maxi Turbo - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Renault 5 Maxi Turbo - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1170ª – Renault 5 Maxi Turbo Solido Renault

Renault 5 Maxi Turbo Tour de Corse 1985 Jean Ragnotti/Pierre Thimonier

817ª – Renault 5 Turbo Solido

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/renault-5-turbo-um-olhar-sobre-as-1618310

854ª – Renault 5 Maxi Turbo Solido

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/renault-5-maxi-opal-um-olhar-sobre-as-1644957

877ª – Renault 5 Turbo 2 Heler transformado

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/renault-turbo-cabrolet-um-olhar-sobre-1664301

918ª – Renault 5 Turbo Solido

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/renault-5-turbo-um-olhar-sobre-as-1699700

Modelo real

O Renault 5 preto, guiado por Guy Fréquelin, revelado à comunicação social, na pista de Lédenon, em novembro de 1978, um mês após o lançamento do protótipo exposto no Salão Automóvel de Paris, seguiram-se outras evoluções.

Em 1984, o Renault 5 Turbo (822) deu origem ao Renault 5 Turbo (8221), já a pensar numa versão ainda mais exclusiva, o mítico Renault 5 Maxi Turbo que, surgiu em 1985, e do qual foram apenas produzidas 20 unidades de competição.

Um design muito mais agressivo, apêndices de maiores dimensões conferiam-lhe outra carga aerodinâmica, e um motor revisto com a cilindrada aumentada para 1.526 cm3, capaz de "disparar" 350 cv de potência.

Mais potência, mais binário e um enorme trabalho efetuado também na perda de peso, que permitiu que este bólide não ultrapassasse os 905 kg, foram fatores importantes, que ajudavam, não só nas suas impressionantes performances, como no equilíbrio dinâmico. Para isso também contribuíam um sistema de travagem potente e eficiente, direção mais direta e a montagem de novos amortecedores.

O mais poderoso Renault 5 Turbo de sempre, mas também o mais fácil de conduzir, dada a redução do tempo de resposta do turbo, efetuada pelos técnicos da marca, tornou-se mais "dócil" e também mais competitivo.

O Renault 5 Maxi Turbo estreou-se em 1985 onde os protótipos do Grupo B participaram no Tour De Corse, marcada pelo acidente de Attilio Battega quando bateu com o Lancia 037 numa árvore, do lado do motorista, matando-o instantaneamente, enquanto o  co-piloto, Maurizio Perissinot, sobreviveu ileso.

Outras desistências também incluíram Ari Vatanen, Walter Rohrl e Didier Auriol num outro Renault Maxi 5 Turbo.

O vencedor foi Jean Ragnotti e o co-piloto Pierre Thimonier ao volante de um Renault Maxi 5 Turbo.

IMG_20240411_172827.jpg

IMG_20240411_173537.jpg

IMG_20240411_173805.jpg

IMG_20240411_172835.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Boutique Renault

Referencia nº preço 1907$00

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:24
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Março de 2024

Renault Dauphine 1093 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Renault Dauphine 1093 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1131ª – Renault Dauphine 1093 1962 Solido Renault    

Renault Dauphine 1093 Tour de Corse 1962 #30 - Pierre Orsini / Jean Canonici

No stand Renault na Avenida Marginal, encontrei esta miniatura da Renault Sport.

Modelo real

Em janeiro de 1960 Federação Internacional de Automobilismo, no famoso apêndice J, exige a produção de pelo menos 1.000 exemplares de um modelo, para competir na classe de “veículos de passageiros” a cada ano.

O departamento de competição da Renault, chefiado por François Landon, decidiu fabricar um Dauphine Gordini e com Autobleu estabeleceu as bases deste novo projeto.

Uma pré-série de 5 exemplares ficou pronta em 22 de novembro de 1961 e aprovadas pela FIA e entregues a clientes  no mês seguinte.

O 1093 retoma o acabamento do Dauphine em todos os sentidos e o carro atinge 143 km/h com forte aceleração.

Pintados de Réjane branco 305 para 1962, tornaram-se Valois cinza 617 em 1963. O painel e o volante também seguiram a evolução do Dauphine, marfim em 1962, depois preto em 1963.

O Renault 1093 também podia ter listras azuis percorrendo toda a carroceria com 2 tiras azuis de 25mm de largura com espaçamento de 72mm entre cada uma. Estas tiras autoadesivas reforçadas, foram entregues no porta-malas dianteiro e, portanto, não instaladas.

O motor de base para a preparação é o 670-05, em colaboração com a Autobleu e a Renault Compétitions a fazer algumas das modificações. Não é possível distinguir a olho nu um motor 1093 de um motor Gordini,.mas as modificações permitem extrair aproximadamente 55cv do motor especial 670-05. O coletor de escape é um Autobleu Veloce II feito de tubos de aço soldados. A carburação é confiada a um Solex 32 PAIA e o escape é idêntico às demais versões do Dauphine, apenas sua fixação foi modificada para caber na tubulação Autobleu.

No Tour de Corse de 1959 Pierre Orsini #43 no Renault Dauphine foi 1º.e no Tour de Corse Jean-Baptiste Canonici foi em 1961 com o nº #38 no Renault Dauphine Gordini ficou o 4 lugar.

14 Dauphine foram inscritos no 7º Tour de Corse em 1962, realizado em Dezembro de 1962, para numa prova com a extensão de 1.400 km por estradas estreitas, escorregadias pela chuva, cortadas no oceano, com 2.000 curvas impiedosas, na Córsega. 81 carros estiveram na partida para uma das mais intensas e talvez a mais seletivas provas, onde o oficial de justiça da cidade, Orsini impressionou durante o Tour de Corse 1962 ao volante de seu Renault Dauphine 1093. Ao fim de 26 horas seguidas de condução chega à Bastia como herói, sem ter sofrido a menor penalidade de tempo, que era o método de classificação da época.

23 concorrentes chegaram e 8 Renault Dauphine estiveram entre os 10 primeiros da classificação geral com  Pierre Orsini e o seu co-piloto Jean Canonici, os vencedores do Tour de Corse de 1962 ao volante do Renault Dauphine 1093 N°30.

IMG_20240304_180125.jpg

IMG_20240304_180129.jpg

IMG_20240304_180139.jpg

IMG_20240304_180246.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Reanult /Renault Sport

Referencia nº (P) 77 11 147 511 UV1 preço 2188$00

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Renault 5 Maxi Turbo - Um...

. Renault Dauphine 1093 - U...

.arquivos

. Junho 2024

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub