Quinta-feira, 20 de Abril de 2023

Fiat Ritmo 3 Portas - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fiat Ritmo 3 Portas - Um olhar sobre as minhas miniaturas

855ª – Fiat Ritmo 3 Portas Cougar

Um dia fui a velha tasca de Vila Nova de Cima e não ´é que que o SR. Tiago tinha lá umas miniaturas… e no meio um Ritmo e não era de quatro portas como o meu, naquela época, mas lá veio.

Modelo real

Um carro pago a pronto na Fiat, e pelo qual tive de esperar meio ano. Quando chegou nem direito a escolher a cor tive, depois de pagar uma caução de encomenda de 20.000$00 e apos ter entregue o cheque de 400.000$00 recebi de oferta uns tapetes. Pouco tempo antes, o meu vizinho tinha recebido um exemplar pelo que a minha rua passou a ter os dois únicos ritmos existentes em Vila Real, um branco e agora o meu, em bege.

Com um visual marcadamente distinto dos seus concorrentes e cinco portas, o EA-04-01 tinha um aspecto muito mais moderno na época. Estilizado por Sergio Sartorelli[4] no Centro Stile da Fiat em Turim, foi apresentado no Salão Automóvel de Turim a 20 de Abril de 1978  caixa de 5 velocidades, coisa que na altura ainda era "raro" para uma viatura deste segmento, e oferecido nas carrocerias Hatchback e conversível de 3 e 5 portas. conhecido como Fiat Strada em Inglaterra, SEAT Ritmo, em Espanha  e Nasr Ritmo Egito.

A originalidade da primeira série, o primeiro carro do mundo feito por robots, surpreendem-me pela sua beleza.

O carro tinha nos 127 e Uno 60 que em termos de desempenho é muito próximo, pois também tem o motor Lampredi de carburador duplo só que 1116 em vez de 1301.10 cv de diferença mas mais leve e aerodinâmico e mais poupado, claro.

Nesta época havia uma lei e um dístico que era uma quase idiotice é que, nessa mesma época, a velocidade autorizada em estrada livre já estava limitada a 90 Kms/hora para todos os condutores...e portanto, este dístico só tinha real efeito para as autoestradas, onde a velocidade máxima era de 120 Km/hora, tal como hoje.

Modificação na miniatura

Umas jantes que gostaria de ter mas que o não podia fazer em virtude dos caminhos que tinha de percorrer.

IMG_20230329_140538.jpg

IMG_20230329_140608.jpg

IMG_20230329_140713.jpg

IMG_20230329_140747.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas rápidas de plástico.

Fabricante Cougar

Série

Referencia nº 1303 – 07/80 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está encaixada à carroçaria

Apresentado em cartão com expositor em plástico.

País - França

Anos de fabrico a

 

 

 

 


publicado por dinis às 19:48
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2023

Fiat Ritmo cabriolet  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fiat Ritmo cabriolet  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

801ª – Fiat Ritmo Cougar

De Fiat Ritmo a Bertone supercabriolet

Modelo real

O Fiat Ritmo foi estilizado por Sergio Sartorelli[4] no Centro Stile da Fiat em Turim, foi apresentado no Salão Automóvel de Turim a 20 de Abril de 1978  caixa de 5 velocidades, coisa que na altura ainda era "raro" para uma viatura deste segmento, e oferecido nas carrocerias Hatchback e conversível de 3 e 5 portas, conhecido como Fiat Strada, Inglaterra, SEAT Ritmo e Nasr Ritmo Egito.

O Fiat Ritmo foi a primeira verdadeira novidade da Fiat desde o 131 de 1974 para  o 128, o compacto italiano mirou deliberadamente o Golf, que fez sucesso, mas não conseguiu igualar o sucesso.

Às versões 1.1, 1.2 e 1.5 juntou-se o diesel em 1980 e em 1981 surge o primeiro Ritmo desportivo, o 105TC, dotado de um motor Fiat DOHC de 1585 cc derivado do 131 produzindo 105 cv. Alguns meses depois, o Ritmo Abarth 125TC, era um 105TC fortemente modificado com um DOHC de 1995 cc com 125 cv, discos dianteiros ventilados, uma nova caixa de câmbio ZF, configurações de suspensão revisadas e componentes reforçados, para se posicionar perante o Volkswagen Golf

Fiat Ritmo Cabriolet Bertone

Bertone elabora o Fiat Ritmo Cabriolet, e a comercialização iniciou-se em 1982, para em 1983 ser reestilizado e dotado do motor 1.5 de 85 CV da recente versão Super 85.

Até 1985 a FIAT só vendeu cerca de 4.000 unidades do Ritmo Cabriolet, o que determinou o fim da produção apenas dois anos, quase sem beliscar o seu concorrente o Golf Cabriolet mais caro,

O Ritmo Cabriolet ressurge quando parecia seu fim. Bertone reivindicou para si a fabricação do modelo, rebatizando-o de Bertone Supercabriolet incorporando o motor da Ritmo 100 Super,1.6 litros e 105CV até ao ano de 1988 quando o último Ritmo sair da linha de produção.

Fiat Ritmo Cabrio Bertone em apenas três anos, conseguiu elevar o número de vendas acima de 14.000 unidades, contando com o que já vinha da época do FIAT Ritmo Cabriolet.

Modificação na miniatura

Umas jantes que gostaria de ter mas que o não podia fazer em virtude dos caminhos que tinha de percorrer.

IMG_20230221_142045.jpg

IMG_20230221_142111.jpg

IMG_20230221_142152.jpg

IMG_20230221_142202.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas rápidas de plástico.

Fabricante Cougar

Série

Referencia nº 1303 – 07/80 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está encaixada à carroçaria

Apresentado em cartão com expositor em plástico.

País - França

Anos de fabrico a

 


publicado por dinis às 20:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Novembro de 2022

Fiat Ritmo de circuito - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fiat Ritmo de circuito - Um olhar sobre as minhas miniaturas

729ª – Fat Ritmo Cougar transformado

Fiat Ritmo Hörmann Gr 2 serie 1

Modelo real

Ver um Fiat Ritmo, era sempre uma sensação especial e ao mesmo tempo uma desilusão nunca tinha quatro portas mas la vinha e era invariavelmente transformado

O Fiat Ritmo 75 depois de ser homologado no grupo 2 fez a estreia  na Volta à Itália de 1978, com o objectivo de preparar o carro para o Rali de Monte Carlo de 1979.e  conduzido por pilotos da F1, como Riccardo Patrese e Jody Scheckter. Patrese venceu o Grupo 2 com três equipas participaram em Fiat Ritmo Abarth amplamente divulgado pelo Auto Sprint

Com o nº 291 Patrese / Sodano / Pozzetto foi 5º da geral e 1º Gr2., Nº 290 Pasetti / Ceccato / Barban foi 21º o nº 292 Scheckter / Verini / Mannucc em 27º.

O carro passou a ser utilizado pela equipa oficial no Rali de Monte Carlo de 1979. O piloto foi o italiano Attilio Bettega e um outro Ritmo foi entregue ao sueco Per Eklund.

As versões grupo 2 do Fiat Ritmo Alitalia, Olio Fiat ou Fiat eram conhecidas do Mundial de Ralis mas a apresentação na revista Alemã Sport Auto de um muito engraçado Ritmo que entretanto me seduziu  

O preparador Hormann Tuning interessou pela Fiat dos anos 80, disponibilizando kits de carroceria como o também fazia para outras marcas. Os kits de desempenho estavam aprovados para estrada ou pista.

Hörmann Tuning chegou a rodar alguns Ritmo no grupo 2, onde mesmo as versões 1100 serão engajadas na pista com preparativos mais ou menos selvagens.

Para o público em geral, serão oferecidos kits de carroceria com extensões de asa proeminentes para imitar as versões de pista, aros Ronal super largos, a imperdível grade de 4 faróis... As versões Abarth 125 e depois 130 TC serão usadas para promover esses vários kits .

Modificação na miniatura

Para-lamas da roda dianteira e traseira Gr 2

Spoiler do para-choque dianteiro

IMG_20221130_142519.jpg

IMG_20221130_142533.jpg

IMG_20221130_142603.jpg

IMG_20221130_142555.jpg

Miniatura

Abre as portas,

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Cougar

Referencia nº 1303 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:25
link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Agosto de 2022

Citroen 2CV Pop Cross O Volante - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Citroen 2CV Pop Cross O Volante - Um olhar sobre as minhas miniaturas

630ª – Citroen 2CV Cougar transformado

Citroen 2CV Pop Cross Luis Sales Grade

Foi em 1936 que Pierre Boulanger, então director geral da Citroen lançou a ideia:

“Quatro rodas e um chapéu-de-chuva”.

Que também serviu para corrias…

Enquanto a série Cougar, da Solido, apresentava modelos baratos, equipados com rodas rápidas e decorados com cores chamativas.

Modelo real

O Citroen 2CV é talvez um dos carros franceses mais famosos é possivelmente um dos carros mais conhecidos do mundo. Foi produziu o carro por mais de quatro décadas terminando em Junho de 1990 a saída da fábrica de Mangualde, em Portugal, o último 2CV.

O primeiro Pop Cross em Portugal foi em Elvas em 1973 e contou com um elevado número de participantes. E nos anos seguintes varias foram as equipas. A revista O Volante também patrocinou uma equipa.

Modificação na miniatura

Depois de desmontada e retirados os vidros e despojado de interiores, foi feito o rol bar colocado o banco e o volante. e tapado a capota.

Os guarda-lamas da frente foram retirados e os traseiros foram recortados um pouco.

IMG_20220818_175900.jpg

IMG_20220818_180001.jpg

IMG_20220818_180102.jpg

IMG_20220818_180113.jpg

IMG_20220818_180119.jpg

IMG_20220818_180127.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Cougar

Série

Referencia nº 1301 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado blister plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Fiat Ritmo 3 Portas - Um ...

. Fiat Ritmo cabriolet  - U...

. Fiat Ritmo de circuito - ...

. Citroen 2CV Pop Cross O V...

.arquivos

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub