Quarta-feira, 14 de Junho de 2023

Peugeot 1891 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Peugeot 1891 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

906ª – Peugeot 1891 Minialuxe

Peugeot Vis-à-vis Type 5 de 1891 de 1891 conduzido por Auguste Doriot ao 3º lugar na prova Paris-Rouen

Mais uma relíquia

Muito semelhante ao

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/peugeot-vis-a-vis-balda-1895-um-1153459

Este modelo Minialuxe de plástico produzido na década de 1960 reproduz Peugeot Vis-à-vis Type 5 a gasolina de 1891 conduzido por Auguste Doriot ao 3º lugar na prova Paris-Rouen.

Modelo real

 Em 22 de julho de 1894, entre Paris e Rouen, foi realizada a primeira corrida automobilística da história. A velocidade média dos veículos chega a 20 quilômetros por hora.

Quando o Petit Journal lançou uma prova para saber qual era o melhor carro da época, inscreveram-se 102 viaturas, mas somente apenas 21 cumprissem todos os requisitos definidos pelo jornalista para poderem arrancar um ano depois.

A 22 de Julho de 1894, teve início a prova "The Horseless Carriage Race" a primeira prova de carruagens sem cavalos realizada num percurso de 127 km que ligava Paris à cidade de Rouen, e que, além da velocidade, devia avaliar aspectos como a facilidade de condução do veículo utilizado, a o mais econômico possível, que não exigisse mecânico para poder trabalhar e que atendesse aos requisitos mínimos de segurança.

Entre os 21 carros classificados para a largada, havia 5 Peugeots de trabalho dirigidos pelos engenheiros da empresa Rigoulot, Doriot e Michaux junto com Lemaitre e Kraeutler.

Para a partida 13 dos 21 veículos tinham motores de combustão, embora o que completou o percurso em menos tempo tenha utilizado, um motor a vapor: conduzido pelo Marquês de Dion e seu mecânico, George Bouton, este carro demorou 6 horas e 48 minutos para chegar à cidade de Rouen

A prova foi vencida pelo Conde Albert de Dion, que foi o mais rápido em seu carro movido a vapor, mas não se classificou para o primeiro prêmio por não estar acompanhado de mecânico.

O primeiro prémio seria atribuído pelos juízes constituídos pela equipa do “Le Petit Journal” e engenheiros consultores ao carro que melhor cumprisse os requisitos de ser “sem perigo, facilmente manejável e de baixo custo de funcionamento”. Os principais concorrentes foram as empresas Peugeot e Panhard et Levassor, a quem o primeiro prêmio foi concedido igualmente.

De facto, considera-se que não houve vencedor, mas sim um empate entre os irmãos Peugeot e Panhard & Levassor que juntos ascenderam à vitória, conseguindo cumprir o percurso na totalidade, e ao mesmo tempo sendo considerados os veículos mais fáceis para dirigir de todos os participantes.

IMG_20230613_213845.jpg

IMG_20230613_215336.jpg

IMG_20230613_213857.jpg

IMG_20230613_214021.jpg

IMG_20230613_214154.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Minialuxe

Série Tacots 1/43

Referencia nº25 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 17:53
link do post | comentar | favorito (1)
Quarta-feira, 23 de Março de 2022

Jamais Contente - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Jamais Contente - Um olhar sobre as minhas miniaturas

517ª – Jamais Content 1899 Rio  

Jamais Content a primeira viatura a ultrapassar os 100km

 Modelo real

Entre 1898 e 1902, os motores elétricos mostravam a sua capacidade em desenvolver a sua grande potência em pouco tempo, num concurso organizado por iniciativa do periódico La France Automobile.

Camille Jenatzy, conhecido como o “diabo vermelho” por causa da sua barba, tentava ser mais rápido que o Conde de Chasseloup-Laubat ao volante de carros elétricos construídos pelo construtor de carrocerias Charles Jeantaud, Jénatzy

Com um design inovador, o Toujours Contente dispunha de rodas de tamanho igual, uma busca pela aerodinâmica numa carroceria em forma de obus mais leve pelo uso do Partinium, uma liga de alumínio laminado, tungstênio e magnésio que era muito caro e leve, e nunca havia sido usado num carro antes, desenvolvido por Léon Auscher, o construtor de carroçarias na Rothschild & Fils, em associação com o engenheiro Edmond Rheims.

O bólide tinha dois motores elétricos da marca Postel-Vinal, um por roda, alimentados por baterias Fulment com uma potência de 50KW ou seja 68 cv, alimentados por baterias de chumbo fornecidas pela Fulmen (100 células de 2V) que sozinhas representavam 50% dos 1.450 kg da máquina

Estava equipado com pneus especiais fornecidos pelos irmãos Michelin,

A 29 de Abril de 1899 na estrada em Achères, na região de Paris, Camille Jenatzy na sua terceira tentativa, bateu o recorde do Conde de Chasseloup-Laubat com uma velocidade de 105,88 km/h e ser o primeiro a ultrapassar a barreira simbólica de 100 km/h.

O Conde admite a derrota e este voltou a ser batido em 1903 quando Léon Serpollet com um carro a vapor atinge os 120 km/h.

Uma réplica do carro encontra-se exposta no museu national de la voiture no  Château de Compiègne

Nos Estados Unidos da América em 1900, havia mais de 30.000 veículos elétricos em circulação e cada vez mais fabricantes de carros elétricos surgiam nos Estados Unidos e na Europa.

IMG_20220323_142941.jpg

IMG_20220323_142951.jpg

IMG_20220323_143100.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Rio

Série

Referencia nº 60

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e vitrine plástica.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 21:31
link do post | comentar | favorito (1)
Domingo, 27 de Fevereiro de 2022

Benz Victoria Vis à vis 1893 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Benz Victoria Vis à vis 1893 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

496ª – Benz Victória Vis à vis Gama  

Uma relíquia com a marca Mercedes inscrita na base adquirida num sitio pouco provável Camposana..

 Modelo real

O filho de um mecânico ferroviário, Karl Benz, é um dos pioneiros do automóvel, ao construir o seu primeiro veículo motorizado de três rodas, movida por um enorme motor montado transversalmente em 1885, após vários anos de experimentação com motores a petróleo.

Nesse mesmo ano outro inventor alemão, Gottlieb Daimler, cujo nome mais tarde seria inseparável do de Benz, demonstrou seu próprio motor de combustão interna de alta rotação, instalado em uma motocicleta rudimentar.

Daimler produziu o primeiro quadriciclo funcional no ano seguinte, instalando seu motor em uma carruagem puxada por cavalos modificada, mas sem muitos dos avanços já incorporados no triciclo de Benz.

A produção Benz em 1892, estava centrada em torno de um carro de quatro rodas mais convencional e, no início do século 20, a Benz estava produzindo o popular Velocipede (bicicleta), entre outros projetos, que superou seus maiores concorrentes europeus.

O conceito de motor Benz, com um ou dois cilindros, foi licenciado para outros fabricantes, incluindo Georges Richard, Marshall and Star e Émile Roger na França. O projeto básico de Benz foi influenciar a produção automobilística por quinze anos, de 1885 a 1900, até a chegada do novo "sistema Panhard" e os motores verticais de alta rotação de De Dion-Bouton, que soaram sua sentença de morte.

Este é um dos primeiros Benz, com suas pequenas rodas dianteiras e grandes rodas traseiras e muito parecido às carruagens puxadas por cavalos. Motor de 2 cilindros e  1726 ccm, 104.8 cu-in

Karl e Bertha Benz, sua filha Clara e Fritz num Benz Victoria durante uma viagem perto de Schriesheim em 1894

IMG_20220227_143720.jpg

IMG_20220227_143744.jpg

IMG_20220227_144017.jpg

IMG_20220227_144434 (1).jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Gama

Série

Referencia nº 974

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Alemanha

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2022

Benz Victoria Landaulet ou Mylord coupé 1897/ 98 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Benz Victoria Landaulet ou Mylord coupé 1897/ 98 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

479ª – Benz Victoria Wagem 1893  Gama

Benz um dos primeiros automóveis do mundo  

Os três modelos existentes datam de 1898, 1897

Com a sua capota móvel o Landaulet Benz era polivalente, um coupé mas também um cabriolet com o condutor na frente aberta do carro não tinha protecção para intempéries. As portas e o teto desmontam-se completamente. Podia atingir as 30Km/h

Modelo real

 O automóvel patenteado pela Benz é o primeiro automóvel do mundo. Carl Benz projetou-o em 1885 e registrou uma patente em 29 de janeiro de 1886. A patente nº 37435, concedida pelo escritório de patentes imperial para este “veículo com motor a gás” era a certidão de nascimento do automóvel. Carl Benz não se contentou em equipar uma carruagem existente com um motor. O Patent Motor Car, o motor, o chassi e o trem de força foram projetados do zero. Com motor a gasolina, ignição, refrigeração, transmissão, rodas e freios, tem sido o arquétipo de todo automóvel construído desde então. Benz não conseguiu conceber uma solução convincente para a direção. “Como não consegui resolver o problema teórico envolvido na direção, decidi construir o veículo com três rodas”, disse ele mais tarde. Em 1893, Benz encontraria uma resposta para o problema da direção com o projeto (DRP 73151 de 28 de fevereiro de 1893) estava a caminho o primeiro veículo de quatro rodas, o modelo "Victoria" disponível na versão de quatro lugares e bancos frente a frente, o modelo "Vis-à-Vis".

Equipadas com um motor de um cilindro instalado horizontalmente com volante vertical; deslocamento e desempenho foram continuamente actualizados até o final da produção em 1900.

Ainda existente na coleção de Gerhard Schnuerer este Benz 10hp Mylord - Coupe  de 1897 com o N.º do motor 74

Motor de dois cilindros opostos de 2.690 cc e 10 cv

Transmissão planetária de 3 velocidades com acionamento por corrente dupla

Molas dianteiras e traseiras totalmente elípticas

Freios a tambor na roda traseira

Este Mylord-Coupe é um dos três exemplos conhecidos. Esses primeiros Benz "contra-motores" gêmeos são muito procurados por sua maior potência. O Dos-a-Dos desapareceu em 1902, dando lugar a veículos mais modernos.

O Benz Este Mylord-Coupe está listado como um “cerca de 1897” no catálogo, o que é interessante porque é alimentado por um bimotor de 2,7 litros. Este motor de 10 cavalos de potência foi encontrado pela primeira vez no Benz Dos-a-Dos de 1899. No início da vida deste carro, antes de sua restauração no final da década de 1980, ele foi registrado como 1895.

Desde a aquisição, o Benz já foi exibido em muitos Concours d'Elegance, e também foi conduzido em Londres para Brighton Veteran Car Run em 2008 como convidado, carregando ninguém menos que Jutta Benz, Também fez parte da exposição do Petersen Automotive Museum, Town Cars: Arriving in Style, de fevereiro a outubro de 2014, A carroceria é finalizada em um rico verde floresta com listras amarelas e um topo e estofamento em couro preto, um esquema que permanece atraente até hoje.

IMG_20220210_140228.jpg

IMG_20220210_140609.jpg

IMG_20220210_140621.jpg

IMG_20220210_142131.jpg

Miniatura

A miniatura indica que é um Benz Victoria Wagem de 1893 

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Gama

Série

Referencia nº 975

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – West Germany

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Março de 2021

De Dion Bouton 1890 Vis à Vis - Um olhar sobre as minhas miniaturas

De Dion Bouton 1890 Vis à Vis - Um olhar sobre as minhas miniaturas

141 ª Dion Bouton 1890 Vis à Vis – Rami

Os automóveis populares do Marquês de Dion "leve, simples e fácil de dirigir, e com um certo grau de conforto".

Modelo real

Em 1883, De Dion e o engenheiro Georges Bouton e Charles Trépardoux, estabeleceram uma nova oficina com instalações maiores na Passage de Léon, Paris, Eram construídos em pequeno número, evidentemente para os jovens playboys.

O triciclo foi acompanhado por um veículo de quatro rodas em 1900 uma vis a vis voiturette, o Modelo D, com seu motor monocilíndrico de 3¾ CV (2,8 kW) 402 cc (24,5 cu in) sob o assento e dirija-se às rodas traseiras por meio de uma caixa de câmbio de duas velocidades.

Para melhorar o andamento do veículo, inventaram um eixo traseiro leve e mais tarde patenteado sob o nome de 'de Dion'

Mais de 150 fabricantes de motocicletas e automóveis compraram licenças para construir os motores Bouton e De Dion. Em 1900, De Dion and Bouton era o maior fabricante mundial de automóveis, com produção anual de 400 carros e 3.200 motores. Em 1904, De Dion havia fornecido mais de 40.000 motores produzidos por sua fábrica em Puteaux.

Uma fábrica foi establecida em Brooklyn um empreendimento americano de curta duração onde a De Dion-Bouton Motorette Company teve a sorte ter um modelo seu, o De Dion-Bouton 1901 guadado pelo Dr. W.H. Crothers no segundo andar de um celeiro por décadas depois de ter estado ao seu serviço e até terem zonbado dele por utilizar um modelo obsoleto no seu dia a dia. 

Um exemplar do De Dion-Bouton Tipo E Vis-à-Vis Voiturette encontra-se na Austrália

O proprietário original é desconhecido mas, em 1953 o milionário americano Sr. H. Schick, comprou-o de Marcel Ruton, um revendedor de automóveis em Sevres, Paris.

Mais tarde, Schick o levou para os EUA e restaurou o veículo. No final de 1965, Schick e George Gilltrap, do Gold Coast Auto Museum, providenciaram uma troca do De Dion-Bouton por um Rolls Royce vintage. O De Dion-Bouton chegou à Austrália em 1966. Quando o Gold Coast Auto Museum fechou, o veículo foi vendido em 1989 Julian Sterling. Mais uma vez, as restaurações foram realizadas com algumas modificações que refletem características do Modelo G. Em 2002, ele foi doado ao Museu Nacional do Motor como parte do programa de Brindes Culturais do Governo Federal. Em Birdwood, Australia

 

IMG_1145.JPG

IMG_1146.JPG

IMG_1147.JPG

Miniatura

Uma miniatura posta á venda em 1958

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Falta-lhe as luzes ou a buzina

Fabricante Rami

Série Retrospectives Auto Miniature

Referencia nº 2 série 3

Material – Zamac

Material da placa de base – Zamac

Apresentado em caixa de cartão.

País França

Anos de fabrico 1958 a por JMK


publicado por dinis às 21:55
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Panhard & Levasssor 1895 aberto 4 lugares - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Panhard & Levasssor 1895 aberto 4 lugares - Um olhar sobre as minhas miniaturas

74ª – Panhard & Levassor 1895 Minialuxes

Um modelo semelhante ao primeiro carro que veio para Portugal importado de Paris por D. Jorge, quarto conde de Avilez, um jovem aristocrata de Santiago do Cacém.

IMG_2161.JPG

 Modelo real

A 11 de Outubro de 1895, pelas 5 da tarde, dá-se a chegada a Santiago do Cacém, no meio de grande festa e curiosidade popular, isto depois de uma atribulada viagem, que acabou por incluir o primeiro acidente de viação registado em Portugal, após a viatura atropelar um burro. Foi também pelo caminho que houve necessidade de proceder ao primeiro reabastecimento, também mal sucedido, seguindo-se a primeira reparação, que poderá também classificar-se como a primeira "assistência em viagem", já que, à falta de outro combustível, decidiram encher o depósito com petróleo de iluminação, o que fez com que o motor não trabalhasse, obrigando à sua completa limpeza para seguir viagem, após atestado com combustível próprio, que entretanto chegara, provavelmente transportado em carroças.

O modelo fechado foi descrito em

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/tag/miniatura+0032+panhard+%26+levassor+coup%C3%A91

 

IMG_2156.JPG

IMG_2157.JPG

IMG_2158.JPG

Miniatura

Abre o porta-malas.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Fabricante Minialuxe

Série Les Tacots por collecion

Referencia nº 17

Material – Plástico

Material da placa de base – Plástico

A base está colada à carroçaria

País França

Ano de fabrico


publicado por dinis às 22:30
link do post | comentar | favorito

Peugeot Victoria 1892 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Peugeot Victoria 1892 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

73ª – Peugeot Victoria Minialuxe

 Modelo real

Peugeot Type 8 Victoria 1892

O alcunha de Victoria provem das preferencias da Rainha Vitória do Reino Unido por esta tipo de carrocaria..

 

O Peugeot tipo 8 Victoria é um modelo de automóvel fabricado entre 1894 a 1896  com um motor duplo em V original de 1.282 cm3 a gasolina  da Daimler que foi equipado com o primeiro Pneus Michelin.

Peugeot type 8 de 1893 encontar-se exposto no Museu Cité de l'automobile de Mulhouse.

IMG_2151.JPG

IMG_2152.JPG

IMG_2153.JPG

IMG_2154.JPG

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Fabricante Minialuxe

Série Les vieu tacots

Referencia nº 14

Material – plástico

Material da placa de base – plástico

A base está colada à carroçaria

Apresentado em expositor plástico em cima de uma base de papel dobrado a fazer a base da placa expositora.

País – França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 22:10
link do post | comentar | favorito

Oldsmobile Curved dash  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Oldsmobile Curved dash  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

72ª – Oldsmobile Curved Model R 1902 dash Minialuxe

Um dos modelos mais simples no início do século era o Oldsmobile Curved dash devido ao formato da sua frente

Motor de 5 CV e 32 Km/h

 Modelo real

Ransom Olds não gostava do cheiro dos cavalos e como a família vendia motores estaticos movidos a gasolina, em Lansing, no estado do Michigan, foi  um bom ponto de partida para a contrução de um automove somente possivel em 1899 quando se associou a S. L. Smith um investidor de peso e se lançou-se na produção do Oldsmobile Model R considerado o primeiro automóvel produzido em massa, o que significa que foi construído em uma linha de montagem usando peças intercambiáveis.

Produzido entre 1901 e produzido até 1903; 425 foram produzidos no primeiro ano, 2.500 em 1902, e mais de 19.000 foram construídos ao todo.

A caixa de velocidades epicicloidal dispensava o uso da embraiagem, o tornava a condução muito mais acessível tornando o Oldsmobile o automóvel mais popular até ao aparecimento do Ford Modelo T e o primeiro automovel americano a ser exportado.

Uma música inspirada no Curved Dash, intitulada “In my merry Oldsmobile”, foi um enorme sucesso musical em 1905.

Em Portugal existe um  Oldsmobile, importado em 1902, pertenceu à família Castro Nery e que se encontar no Museu do Caramulo

IMG_2162.JPG

IMG_2164.JPG

IMG_2172.JPG

IMG_2204.JPG

Miniatura

Interior detalhado

As rodas têm pneus

Fabricante Minialuxe

Série Les vieu tacots

Referencia nº 13

Material – plástico

Material da placa de base – plástico

A base está colada à carroçaria

Apresentado em expositor plástico em cima de uma base de papel dobrado a fazer a base da placa expositora.

País – França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 21:04
link do post | comentar | favorito

Peugeot - Vis A Vis Balda 1895 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Peugeot - Vis A Vis Balda 1895 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

71ª – Peugeot Vis a vis Balda 1895 Minialuxe

Modelo real

O Peugeot Type 16 foi um carro familiar de tamanho médio produzido 1896 a 1900.

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

IMG_2175.JPG

IMG_2177.JPG

IMG_2178.JPG

Fabricante Minialuxe

Série Les vieu tacots

Referencia nº 20

Material – plástico

Material da placa de base – plástico

A base está colada à carroçaria

Apresentado em caixa plástica e base de cartão. .

País - França

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 20:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Fiat 3,5 HP 1899 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fiat 3,5 HP 1899 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

64ª – Fiat 3,5 HP 1899 Aperta Dugu

No século XIX, o primeiro Fiat.

 Modelo real

Apresentado em 1899, foi o primeiro Fiat produzido.

Giovanni Ceirano trabalhou 8 anos com o pai na relojoaria e em 1888 começou a produzir uma bicicleta chamada Welleyes e funda a empresa Ceirano GB&C.

Em Outubro de 1898, Giovanni Battista e Matteo co-fundaram a Ceirano GB & C e começaram a produziram o automóvel Welleyes com grande sucesso.

Em Julho de 1899, a planta e patentes, foram vendidas a Giovanni Agnelli que pagou $ 400 pela sua parte (que valia cerca de $ 11.500) e é produzido o primeiro F.I.A.T. - o Fiat 4 HP.  e Giovanni Battista foi nomeado pela Fiat como agente para a Itália,

Pouco depois saiu para fundar a Fratelli Ceirano & C. que em 1903 se tornou a Società Torinese Automobili Rapid (S.T.A.R.),

Em 1899 do Fiat 4 HP ainda foram construídas 8 unidades num total de 24 produzidas nos dois anos.

O Fiat 4 HP foi projetado por Aristide Faciolli.

O carro usava um motor de 679 cc, que podia levar o veículo aos 35 km / h. No entanto, a economia de combustível para este modelo foi grande, com apenas 8 litros de gasolina para cada 100 km de estrada. O carro pesava 680 kg.

IMG_1436.JPG

IMG_1437.JPG

IMG_1438.JPG

IMG_1439.JPG

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Fabricante Dugu

Série

Referencia nº 11 ou 12

Material – Zamac

Material da placa de base – zamac

Apresentado em caixa de cartão com janela redonda, em base opaca e caixa transparente plástica.

Miniatura muito frágil nas rodas

País – Itália

Anos de fabrico 1966 a


publicado por dinis às 11:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Peugeot 1891 - Um olhar s...

. Jamais Contente - Um olha...

. Benz Victoria Vis à vis 1...

. Benz Victoria Landaulet o...

. De Dion Bouton 1890 Vis à...

. Panhard & Levasssor 1895 ...

. Peugeot Victoria 1892 - U...

. Oldsmobile Curved dash  -...

. Peugeot - Vis A Vis Balda...

. Fiat 3,5 HP 1899 - Um olh...

. Panhard & Levassor 1895 M...

. Peugeot Vis a vis 1892 ca...

.arquivos

. Julho 2024

. Junho 2024

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub