Sábado, 4 de Fevereiro de 2023

DRM Ford Capri Turbo Zakspeed Grupo 5 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

DRM Ford Capri Turbo Zakspeed Grupo 5 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

752ª – Ford Capri Zakspeed TC Mini Racing

Ford Capri Zakspeed Turbo Wurth-Kraus Ludwig -Zackspeed Team 1º em .Hockenheim 1980

Modelo real

O Ford Capri MKIII para competir pelo Campeonato Alemão de Corridas foi cortado e rebaixado pela Zakspeed a equipe oficial da Ford na Alemanha, para competir na série DRM (Deutsche Rennsport Meisterschaft), a tal ponto de o carro mal chegar ao peitoril de um original, e um grande spoilers e aileron e para-lamas traseiro e dianteiro foram adicionados.

O carro ficou quase irreconhecível como um Capri, exceto a grade dianteira icônica e linha de teto curvilínea. Plástico reforçado com Kevlar foi usado para todos os principais painéis da carroceria, criando uma enorme economia de peso.

O chassis usava a tecnologia comprovada de spaceframe, como a maioria dos carros da época, com uma gaiola tubular soldada: 80 metros de tubos de alumínio foram usados em sua construção e toda a estrutura pesava apenas 75 kg. Modelos em escala foram usados na fase de pré-produção para encontrar a rigidez e o equilíbrio ideais do chassi. O tejadilho e os  telhado com pilares de um Capri MkIII foi então soldada à estrutura espacial.

A primeira prova foi o DRM Hockenheim Grand Prix no Grosser Preis von Deutschlanda 29.7.1978 Ford Capri III Turbo #001/78 (Zakspeed) - Mampe-Ford Zakspeed-Team Zakspeed L4 4v DOHC 1427 cc 2xKKK     Div.II mas não termou

Um outro chassis participou no DRM Zolder Bergischer Löwe Bergischer Löwe Zolder a 23.3.1980

utilizando o nº 1 - Ford Capri III Turbo #002/80 (Zakspeed) - Würth-Kraus-Zakspeed Team - Ford Cosworth BDA/Zakspeed L4 4v DOHC 1745 cc 2xKKK na Div.I

A primeira prova para este Zakspeed Capri foi na temporada de 1980 na divisão 1 com o número do chassi ZAK-G5C 001/80. Tinha o design preto Würth e Klaus Ludwig era o piloto principal. Depois que o grande spoiler traseiro foi banido em 1980, depois de apenas algumas corridas, eles tiveram que reagir rapidamente. Naquela época, Thomas Ammerschläger, designer e inventor do Zakspeed Capri, já havia desenvolvido um veículo de efeito solo com um grande eixo difusor no túnel de vento.

Em muito pouco tempo, eles modificaram o veículo de Klaus Ludwig e entraram na corrida seguinte com um eixo difusor e mais uma vez um pequeno spoiler traseiro - uma melhoria fantástica que alcançou uma força descendente muito melhor do que a versão proibida. Portanto, este Capri foi o primeiro veículo da nova geração Zakspeed Capri com efeito solo.

A 3º prova em Hockenheim inicia uma serie de vitórias com  Klaus Ludwig que se prolongariam no ano seguinte.

Na segunda corrida realizada novamente em Hockenheim  o Capri foi inscrito em ambas as divisões e finalmente foi decidido largar na menor divisão 2. Com uma possível vitória na divisão 2, eles tentaram roubar o máximo de pontos possível de Hans Heyer, o líder do campeonato. Isso daria a Ludwig uma chance teórica de ganhar o título.

Na sequência da mudança da divisão 1 para a divisão 2, eles tiveram que emitir um novo passaporte do veículo, que também incluía a alteração do número do chassi de ZAK-G5C 001/80 para ZAK-G5C 002/80. Essa mudança ainda pode ser vista no carro hoje.

Modificação na miniatura

É um kit da Mini Racing em metal

IMG_20230204_182539.jpg

IMG_20230204_182551.jpg

IMG_20230204_182605.jpg

IMG_20230204_182716.jpg

IMG_20230204_182814.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante Mini Racing

Série Kit

Referencia nº 48 preço

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:11
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023

Chevron B36 ROC - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Chevron B36 ROC - Um olhar sobre as minhas miniaturas

747ª – Chevron B36 Mini Racing

25 Chevron B36 #76-04 - ROC Chrysler-Simca L4 1994 cc S2.0 ROC - Société Yacco (F) Philippe Hesnault (F)/Bruno Sotty (F)/Daniel Laurent (F)

Modelo real

O Chevron B36 com chassi número 36-76-04 foi um dos primeiros carros a ser entregue à equipe de Fred Stalder, a Racing Organization Course (ROC), e equipado com o motor Chrysler Simca de 4 cilindros da ROC.

O carro participou de inúmeras corridas e em Le Mans, na sua 1º participação em Le Mans em 1976 teve o nº 27 - Chevron B36 ROC #76-04  e foi  pilotado por François Servanin (F)/Laurent Ferrier (F)  ocupou o  19º lugar (4:05.400), mas não terminou

Em 1979 o nº 28 - Chevron B36 ROC - Racing Organisation Course Chevron B36 # - ROC Chrysler-Simca L4 1996 cc N/A S2.0 foi piltado por  Albert Dufréne (F)/Bernard Verdier (F)/Noël del Bello (F) nos treinos foi  47º com (4:12.170)  para termeinar em 22º

Com as corres da La Pierre du Nord foi uma miniatura que também já tentei fazer e já descrita como a miniatura 505ª – Chevron B 23 Norev transformado que pode ser vista em: https://manueldinis.blogs.sapo.pt/chevron-b-36-um-olhar-sobre-as-minhas-1402876

Voltou em 1980 a Le Mans, e o nº 25 para os franceses Philippe Hesnault /Bruno Sotty /Daniel Laurent os corros de grupo 6 eram os favoritos acima de 2000cc mas os abaixo de 2 litros encontramos a habitual luta entre a Chevron e a Lola  com motores Ford e BMW

 A chuva voltou a aparecer pouco antes da partida e era tanta que todos se abrigaram até as nuvens negras desaparecerem com as novas regras os carros começaram a reabastecer entre as 16 e as 29 voltas

A chuva foi uma constante e os pilotos dos carros abertos deviam ter passado as passas do Algarve e no final um piloto construtor garante a vitoria pela primeira vez Jean Rondeau por sinal um carro fechado.  

 A Chevron com o habitual motor Chrysler garantiu a vitória em sua classe, apesar de ter ficado no 17º lugar seguido do Lola T298

Dois anos depois, ele venceu o Campeonato Francês do Grupo 6. E Jean-Claude Ferrarin, equipou-o um motor BMW de 4 cilindros e venceu novamente em 1984 no Campeonato Francês do Grupo 6.

Em 1987 a sua carroceria modificada para atender aos critérios de um carro Sthemo Grupo C pelo francês José Thibault equipou o seu B36 com um motor PRV de 3 litros e 6 cilindros da Talbot para as 24 Horas de Le Mans.

O carro de Thibault era um espécime especial em geral. Era o único B36 com carroceria fechada; todos os outros B36s eram Spyders abertos. Uma característica especial deste B36 eram as rodas dianteiras e traseiras cobertas.

Em 2007, Jean-Marie Belleteste restaurou e restaurou à sua condição original pelo especialista em veículos Vin Malkie - incluindo um novo motor Ford Cosworth BDG.

Modificação na miniatura

É uma miniatura da Mini Racing em metal

IMG_20230130_140136 (1).jpg

IMG_20230130_140154 (1).jpg

IMG_20230130_140248 (1).jpg

Depois de fotografado verifiquei que a tampa dos faróis dianteiros se tinha perdido e o espelho retrovisor ter entrado para o habitáculo

IMG_20230131_141231 (2).jpg

IMG_20230131_141250 (1).jpg

IMG_20230131_141324 (1).jpg

no dia seguinte...

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Mini Racing

Série Kit

Referencia nº 054preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:49
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2023

Alfa Romeo Bt 45 C - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Alfa Romeo Bt 45 C - Um olhar sobre as minhas miniaturas

791ª – Brabham Alfa Romeo BT 45 C Polistil

Brabham Alfa Romeo BT 45 C 1978 Niki Lauda,

Modelo real

Brabham Alfa Romeo BT 45 C

O acordo bem lucrativo de Bernie Ecclestone permitiu à Brabham a usar os potentes, pesados e gastadores motores Alfa Romeo de 12 cilindros tipo 115-12 de 12 cilindros com 500 hp (373 kW) e 340 N⋅m (251 lb⋅ft) de torque foi o BT 45, numa monocoque de alumínio, travões a disco ventilados Girling. A suspensão dianteira consistia em braços duplos com barras de tração, molas helicoidais e barras estabilizadoras, enquanto a traseira usava molas helicoidais e barras estabilizadoras.

Para 1978 e enquanto se aguardava o desenvolvimento do BT46, foi criada uma versão C do BT45 Gordon Murray e Carlo Chiti o designer de Motores da Alfa Romeo fizeram ligeiras alterações equiparam-no com um enorme radiador na frente e renomeado de BT45 C.

Para o lugar de Stuck, a Brabham contratou Niki Lauda, que se juntou o John Watson.

Unicamente nas duas primeiras etapas do campeonato de 1078, o Brabham Alfa -Romeo BT46C foi utilizado.

Na Argentina Niki Lauda foi 2º e Watson, abandonou depois de ter sido depois de ter sido 4º nos treinos, e no Brasil, Niki Lauda foi 3º e John Watson 8º,

O Brabham Alfa Romeo BT 45 C foi e pode ser visto no filme “Um Momento, uma Vida” onde Al Pacino utiliza nas filmagens utilizou o fato de Jose Carlos Pace.

Bobby Deerfield ou seja Al Pacino) é um famoso corredor de automóveis que se apaixona-se perdidamente por uma bela garota Lillian Morelli drama começa no momento em que ele descobre que a jovem sofre de uma doença terminal.

IMG_20221125_131051.jpg

IMG_20221125_131142.jpg

IMG_20221125_131216.jpg

IMG_20221125_131410.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Polistil

Série

Referencia nº CE 106  preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 00:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Janeiro de 2023

Lotus 80 Formula 1 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lotus 80 Formula 1 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

788ª – Lotus 80 Polistil

Lotus 80 RN1 1979 Formula 1 treinos privados Espanha; Mario Andretti

Modelo real

O novo Lotus 80 foi descrito por Colin Chapman no seu lançamento no Kentagon em Brands Hatch em 1979 como o Lotus mais bonito que ele já construiu, e o atual campeão Mario Andretti disse que faria o Lotus Ford 79 com o qual venceu o Campeonato Mundial de 1978 parecer um autocarro Londrino.

O Lotus 80 mantem a mesma base mecânica do 79, mas a carroçaria tapa praticamente todos os órgãos mecânicos desempenhando ela própria uma importante função aerodinâmica é juntamente com o Brabahm BT 48 e o Copersucar F6 o verdadeiro exemplo do carro asa, ou seja o carro cuja carroçaria foi concebida como uma asa de avião invertida tendo esta a função de colar ao solo todo o conjunto da viatura.

O bico dotado de saias tal como nos flancos tem revolucionário venturi sob o nariz e um segundo na traseira da carroceria e sem as habituais asas dianteiras e traseiras com o objetivo de tornar o Lotus 80 mais rápido nas retas do que o Lotus 79 por não ter nenhuma asa instalada.

Visto em Jarama onde apareceu pela primeira vez foi divulgado por todo o mundo ao mesmo tempo e provou ser um pouco complicado com manuseio e imprevisível quando começou a correr na pista foi apenas uma questão de tempo até que Colin Chapman e seus engenheiros removessem as saias que vedavam o fluxo de ar sob o nariz e instalando asas dianteiras convencionais para ajudar no equilíbrio aerodinâmico do carro.

Patrick Depaillier venceu o Grande Prêmio da Espanha no Ligier e Carlos Reutemann, no Lotus antigo, o Lotus 79, e terminou à frente de Mario no Lotus 80 a melhor classificação da curta vida do Lotus 80

IMG_20221116_142529.jpg

IMG_20221116_142558.jpg

IMG_20221116_142729.jpg

IMG_20221116_143155.jpg

Miniatura

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante

Série Kit

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – Itália

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:20
link do post | comentar | favorito (1)
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2023

March F1 Ovoro - Um olhar sobre as minhas miniaturas

March F1 Ovoro - Um olhar sobre as minhas miniaturas

777ª – March 761 Ovoro Polistil

March Ford Cosworth 761 F.1 Ovoro GP de França 1976 Merzario

Da sua secretária  tipo balcão diz-me o Mota:

- Dinis, anda cá ver uns carrinhos que um viajante me trouxe ontem.

Entrei e lá estava uma colecção da Polistil.

O March chamava a atenção pela enorme frente mas cumo eral duas versões Beta e Ovoro optei pela segunda

 Modelo real

O construtor de F1 March Engineering foi criado por em 1969 Max Mosley, Alan Rees, Graham Coaker e Robin Herd com qualidades e talentos únicos para uma equipe, Herd o designer, Rees o gerente, Coaker supervisionou a produção e Mosley no lado comercial do negócio.

March forneceu chassis para clientes que competiam em todas as categorias de corrida, começaram com um carro de F3 em 1969, seguido por um carro de F1 em 1970: o March 701 que eles usavam como carros de equipe e também para fornecer a outros pilotos. Um das suas criações foi um carro de F2 de grande sucesso que compartilhou o chassi de seus irmãos de F1.

Para a temporada de Fórmula 1 de 1976, foi idealizado o March 761, outro projeto de chassi com tubos de liga simples que era de baixo custo para construir e fácil de manter e reparar. Comparado ao seu antecessor, o chassi do 761 tinha uma via mais larga e era mais forte. Oito 761 foram construídos no total e durante a temporada mais do que alguns carros foram obrigados a ser reconstruídos devido aos acidentes por seus pilotos de F1.

A March para 1976 disponibilizou quatro carros de “fábrica” divididos em duas equipes. A Beta gerida por Max Mosely com os pilotos Vittorio Brambilla e Ronnie Peterson, e a que estava ao encargo de Robin Herd Hans-Joachim Stuck e m outro carro, para Arturo Merzario com seu próprio patrocínio da Ovoro, a empresa italiana de bebidas chassi 761-04,

Em 30/05/76 no GP de Mônaco em Monte Carlo #35 A. Merzario teve um acidentee a coque foi reconstruída 761/4-2”

A melhor classificação foi e 04/07/76 no  GP da França em Paul Ricard #35  onde A.Merzario foi 9º com 54 voltas

Em 1977 foi adquirido por Gerd Biechteler do Reino Unido para a Aurora SeriesAFX British F1

No Circuito de Mugello 1 Avril 2007 March-Ford Arturo Merzario voltou a pilotar o mesmo carro numa prova de clássicos em Itália.

IMG_20221105_144421.jpg

IMG_20221105_144450.jpg

IMG_20221105_144607.jpg

Miniatura

Interior pouco detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Polistil

Série Club33

Referencia nº CE 109  preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Itália

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Dezembro de 2022

Porsche Carrera RSR Solido - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Porsche Carrera RSR Solido - Um olhar sobre as minhas miniaturas

738 ª – Porsche 911 930 Turbo Solido Transformado 

Porsche 911 Carrera RSR Gr4 Jagermeister 1000km Nurburgring 1975 Kelleners/Heyer/Wollek

Modelo real

O chassis do Porsche RSR Jägermeister foi entregue no final de 1974 à Kremer Porsche em Koln, Alemanha. Kremer numerou este chassi como 005 (ano 1975) e o carro nº 5 (0005) para fazer o chassi número 0050005. Na época, Kremer tinha dois Sampson RSR de 1974, um RSR Vaillant 1975 e um RSR Wallys Jeans 1975 (# 0050004 ).

Depois de receber o chassi RSR da Porsche, Kremer construiu um carro de corrida de acordo com suas especificações para a temporada europeia de DRM de 1975.

Em 1975, a equipe Kremer competiu com 3 Porsche RSRs - um carro construído de fábrica (o chassi do carro Vaillant # 9115609117) e dois RSRs construídos pela Kremer - Wallys Jeans (chassi0050004) dirigido por Cees Sievertsen e Jagermeister (chassi 0050005) dirigido por Helmut Kelleners .

Erwin Kremer fez com que Helmut Kelleners se juntasse a outros pilotos importantes para corridas de resistência. Hans Heyer e Kellers se enfrentaram pela primeira vez nos 1000 km de Monza em 20 de abril de 1975, mas desistiram. A 1 de Junho de 1975, Kellers fez dupla com Hans Heyer e Bob Wollek e venceram sua classe nos 1000km Nurburgring 1975 Porsche 911 Carrera RSR Gr4 Jagermeister n.54 Kelleners/Heyer/Wollek foi 8º

A prova foi vencida por Arturo Merzario (I)Jacques Laffite (F) Alfa Romeo T33/TT/12 11512-008  Willi-Kauhsen-Racing-Team, 2º. Howden Ganley (NZ)Tim Schenken (AUS)  Mirage Gulf GR7 Ford 704 GELO-Racing-Team, 3º. 7 Herbert Müller (CH) Leo Kinnunen (SF) Porsche 908/3-6 Turbo 006 Martini-Racing-Team

Hans Heyer, foi o vencedor do campeonato europeu de 1975,quando dirigiu sozinho o 0050005 sozinho e ficar em segundo lugar no Nurburgring Supersprint a 7 de setembro de 1975.

Eckhard Schimpf gerente e piloto da Jägermeister Racing nos anos 70. quatro décadas depois, Schimpf procura para adquirir os carros Jägermeister  um impressionante Porsche 911 Carrera RSR construído em 1974 já circula pelas pistas.

Modificação na miniatura

Refeita a frente e alargado á frente e atrás foi depois pintado e decorado.

As rodas são da Luso Toys

IMG_20221210_143737.jpg

IMG_20221210_143751.jpg

IMG_20221210_143817.jpg

IMG_20221210_143833.jpg

Miniatura

Interior detalhado

As rodas são de resinade acordo com as originais.

Fabricante  Modelos 3J

Série GAM2

Referencia nº 63 preço

Material – bloco de resina ao qual se juntavam peças metálicas

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022

Toyota Celica 1600 GT - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Toyota Celica 1600 GT - Um olhar sobre as minhas miniaturas

735ª - Toyota Celica Solido

Toyota Celica (TA22) GT Grupo 2 24 Hora SPA 1973 Ove Andersson (S)/Freddy Kottulinsky (S)

Um erro detectado pouco tempo depois quando resolvi cortar as fotos das revistas e jornais que já na época ocupavam muito espaço, na casa de Meus Pais, quando ainda não pensava em ir viver para Vila Nova de Cima.

Como a parte traseira estava errada, faltava o aileron traseiro e a pintura da faixa que o ligava aos guarda-lamas traseiro, ficou á espera para ser feito um dos Toyota Calica que correram em Vila Real. José Meireles, ou então Manuel Fernandes que embora não tenha corrido em Vila Real com o Toyota Celica também era um modelo a ter em conta,

Modelo real

A Toyota destacou-se em três grandes corridas internacionais realizadas em Julho de 1973. A primeira foi em Nűrburgring a 4ª prova do Campeonato Europeu de Carros de Turismo realizada na Alemanha Ocidental a 8 de Julho o Toyota Celica 1600 GT pilotado por Andersson e Kottulinsky vencer a 4ª Divisão e ficar em 6º lugar da geral, onde apenas 34 dos 76 participantes terminaram.

Duas semanas depois, na prova de 24 horas realizada no Spa Francorchamps nos dias 21 e 22 na Bélgica, o Toyota Celica 1600 GT voltou a ser pilotado por Ove Andersson e F. Kottulinsky  ocupou o 19º lugar na grelha de partida com  4:34.700.

O mau tempo obrigou muitos pilotos a desistirem e apenas 27 dos 60 inscritos completaram a prova e no final o Toyota venceu a Divisão 1 e o 9º da geral

O vencedor foi Quester / Hezemans no BMW 3.0 CSL BMW  2º  Mass / Fitzpatrick Ford Capri RS 2600 LW  3º  Tricot / Haxhe Opel Commodore B GS/E da Marabout Racing Team

Pouco tempo depois Ove Andersson, foi ao Japao para os 1000 km de Fugi mas a  vitoria a geral veio por intermedio de um Toyota Celica LB de  K.Misaki & H.Takahashi enquanto o Toyota 1600 GT ficou em 3º e outro Toyota Celica em 4º  e pode conversau com executivos da Toyota sobre a expansão de sua pequena empresa de automobilismo para o que logo se tornaria a Toyota Team Europe.

No final do campeonato a Toyota terminou em 7º na classificação de fabricantes com 35 pontos.

Modificação na miniatura

Feito o spoiler dianteiro foi pintado e decorado com os decalques provenientes do Kit, que neste caso trazia dois carros.

IMG_20221206_173822.jpg

IMG_20221206_173838.jpg

IMG_20221206_180543.jpg

IMG_20221206_184748.jpg

IMG_20221206_184822.jpg

Miniatura

 Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Kit 5094

Referencia nº 1094 03-80preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 17:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022

Porsche 911 Carrera RSR DTM - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Porsche 911 Carrera RSR DTM - Um olhar sobre as minhas miniaturas

734ª – Porsche 911 930 Turbo Solido transformado

Sport Auto alemão de Fevereiro de 1975 foi a minha inspiração para mais uma transformação.

Modelo real

Porsche 911 Carrera RSR #911 460 9060 - Porsche F6 2v SOHC Team Max Moritz Foto Quelle  N 32, 2º DRM Norisring 1975 R.Stenzel

Para a temporada de corridas de 1974, a Porsche apresentou duas novas versões do 911 para clientes de corrida: o Carrera RS e o Carrera RSR. A segunda era a versão mais potente, com motor 911/75 de 3 litros que desenvolvia cerca de 330 cavalos de potência. O RSR, homologado no Grupo 4, tornou-se imediatamente um carro ideal para equipes como Georg Loos ou Kremer. O Carrera RSR teve uma utilização muito ampla em qualquer tipo de competição e mesmo depois de ter sido substituído no catálogo da Porsche pelo 934 em 1976, continuou a sua carreira por mais alguns anos.

O Porsche RSR 911 # 460 9060 é um dos cerca de trinta e nove carros originais montados na fábrica em 1974, foi montado pela Porsche em Abril de 1974, junto com uma válvula lateral injetada de 3,0 litros e 330 hp seis (motor nº 684 0083). O carro de corrida verde brilhante foi entregue à Autohaus, Max Moritz, que designou Reinhard Stenzel para dirigir, com pintura e patrocínio da FotoQuelle. Moritz fez as provas de 1974 a 1976, acumulando várias vitórias.

Na prova  ADAC-Norisring Trophäe "200 Meilen von Nürnberg"          realizada a  29.6.1975 o  vencedor foi o Ford Capri RS 3100 pilotado por Jochen Mass (D) Div.I

O segundo carro do Team Max Moritz o Porsche 911 Carrera RSR #911 360 0636 - Porsche  e pilotado por Jürgen Lässig foi 7º  a 2 voltas do vencedor laps

Modificação na miniatura

Depois de alargado á frente e atrás e de refeita a frente foi pintado e decorado.

IMG_20221205_142348.jpg

IMG_20221205_142412.jpg

IMG_20221205_142445.jpg

IMG_20221205_193234.jpg

Miniatura

Abre as portas,

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série Gam 2

Referencia nº 63preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - França

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:17
link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Dezembro de 2022

Art Car Calder BMW - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Art Car Calder BMW - Um olhar sobre as minhas miniaturas

733ª – BMW 3.0 CSL F Project

Art Car Calder BMW 3.0 CSL Le Mans´75 #93 S6 Posey/Poulain/Guichet

Modelo real

Alexander Calder 1975 BMW 3.0 CSL

O leiloeiro e piloto francês Hervé Poulain em 1974 contratou Calder para pintar um carro de corrida BMW. Um ano depois, foi apresentado o BMW 3.0 CSL, o primeiro veículo do BMW Art Car Project onde Calder utilizou as cores primárias e as pintou em faixas largas aplicadas nos elementos individuais da estrutura do carro transforma-las em formas dinâmicas, a lembrar os famosos móbiles, estábulos do artista, e também suas obras bidimensionais.

O BMW Art Car de Calder com motor BMW 3.5L S6, correu pela primeira e única vez nas 24 Horas de Le Mans em 14 de junho de 1975 e inscrito em TS. . Foi pilotado pelo Francês Hervé Poulain, o Americano Sam Posey e o Francês Jean Guichet, abandonaram á 9ª hora por causa na transmissão.na 9ª hora.

No ano seguinte o primeiro Art Car, apelidado pela marca como “rolling sculptures”, ou esculturas rolantes foi exibido no Whitney Museum of American Art na cidade de Nova York em 1976.

Alexander S. C. Rower, presidente da Fundação Calder e neto do artista, disse: “Encontrei o BMW Art Car pela primeira vez quando criança, na abertura da ampla retrospectiva de meu avô no Whitney Museum em 1976. Perguntei a ele sobre o rugido de seu motor M49, e ele sorriu e me disse que queria fazer um para si mesmo. Ele morreu poucas semanas depois. Desde então, sonhei em realizar seu desejo de dar vida ao carro para experimentar toda a sua glória em movimento.”

Uma réplica que não foi concebida como réplica

Quando em 2021 uma nova obra de arte foi concebida pelo BMW Group Classic para a Calder Foundation não como uma réplica, mas uma prova de artista idêntica e não realizada à qual Calder tinha originalmente dprometido. Meticulosamente desenvolvido a partir de um BMW 3.0 CSL original, o Artist's Proof traz o mesmo Número de Identificação do Veículo, com o sufixo “AP” (227592/AP). Para criá-lo, as duas organizações consultaram os principais membros do projeto inicial, incluindo Poulain e Walter Maurer, que concluíram a pintura técnica do Calder BMW Art Car 1975, bem como a do Artist's Proof em 2021.

Um modelo que eu espero um dia vê-lo.

Modificação na miniatura

É um kit da F Project muito bem concebido

IMG_20230110_142448 (1).jpg

IMG_20230110_142519.jpg

IMG_20230110_142557 (1).jpg

IMG_20230110_142612.jpg

IMG_20230110_142746 (1).jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de resina de acordo com as originais.

Fabricante F Project 1850$00

Série Kit

Referencia nº preço 1850$00

Material – Resina

Material da placa de base – resina

A base está separada da carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 

 

 

 


publicado por dinis às 11:09
link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Dezembro de 2022

Faltz-Alpina Essen BMW CSL - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Faltz-Alpina Essen BMW CSL - Um olhar sobre as minhas miniaturas

732ª – BMW 3.0 CSL Solido

Faltz-Alpina Essen BMW CSL 3.0 Ernst Kraus Werner Schommers 4 h Salzburgring 1974

Por vezes uma foto chegava mas quando era acompanhada de um esquema de montagem…

Modelo real

O 3.0 CSL continuou a evoluir, agora com elementos aerodinâmicos mais agressivos e mais potente, com 206 cv, fruto também dum maior «seis em linha» de 3,2 l.

A CSL competiu no Grupo 2 do Campeonato Europeu de Carros de Turismo, com os pilotos da CSL ganhando o título de Pilotos em 1973

Rüdiger Faltz era um revendedor da Alpina.e pilotava os seua carros em varias provas, com as características cores iniciadas no BMW 2800CS em 1971

Desta vez, o CSL 3.0 de portadora do Nº 15  - BMW L6 3300 cc Faltz Tuning (D) Ernest Kraus /Werner Schommers nas 4 h Salzburgring Austria -Trophäe Salzburgring 21.4.1974

Foi 9º nos treinos com 1:21.530, mas não terminou.

O vencedor foi

O BMW Nºº 1 de Ickx / Stuck no BMW 3.0 CSL da BMW Motorsport GmbH Div.2

2º nº 10 Finotto / Mohr no BMW 3.0 CSL do Jolly Club Milano

3º Nº9 Peltier / de Fierlant BMW 3.0 CSLS.A.LA Precision Liegeoise   

4º e vencedor da divisão 1 o Nº23 Kautz / Heyer Ford Escort RS 1600 do Castrol Team Zakspeed Radio Luxemburg         

Modificação na miniatura

É um Kit em metal muito simples de fazer em que quase era preciso somente pintar.

Muito colorido, como se fosse pintado por uma criança, a lembrar os modelos brancos lisos da Carrera que podiam ser pintados com os marcadores d'água associados, com os quais as crianças podiam desenhar seus próprios.

IMG_20221203_105539.jpg

IMG_20221203_105627.jpg

IMG_20221203_105643.jpg

IMG_20221203_105922.jpg

IMG_20221203_110023.jpg

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Solido

Série Kit

Referencia nº Kit 175 preço

Material – zamac

Material da placa de base – Metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – França

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 21:52
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. DRM Ford Capri Turbo Zaks...

. Chevron B36 ROC - Um olha...

. Alfa Romeo Bt 45 C - Um o...

. Lotus 80 Formula 1 - Um o...

. March F1 Ovoro - Um olhar...

. Porsche Carrera RSR Solid...

. Toyota Celica 1600 GT - U...

. Porsche 911 Carrera RSR D...

. Art Car Calder BMW - Um o...

. Faltz-Alpina Essen BMW CS...

. Ferrari 512 BB Pozzi-Thom...

. Porsche 924 - Um olhar so...

. Colani Ferrari - Um olhar...

. BMW 530 E18 Produção - Um...

. Datsun 240Z Vila Real - U...

. Porsche 936 Monza  - Um o...

. Alfa Romeo Alfasud trofeu...

. Datsun 240 Z SCCA- Um olh...

. Ford Capri RS - Um olhar ...

. Ford Capri Team Shark 197...

. Porsche Carrera longo - U...

. BMW 530 produção - Um olh...

. Porsche 936 “Viúva Negra”...

. Peugeot 104 ZS no Marão -...

. Mercedes Benz 450 Slc - U...

. Renault 5 Cup  - Um olhar...

. Seat ou Fiat 131 Abath - ...

. Porsche 908 S David Piper...

. Porsche 911 SC - Um olhar...

. Alfa Romeo Alfasud trofeu...

. Opel Kadett Ronda GT/EChe...

. Ford Capri 2600RS - Um ol...

. Chevron B 21 FVC John Bri...

. Porsche 908 S Jorge de Ba...

. Alpine Renault A 110 - Um...

. Porsche 935 Loos - Um olh...

. Chevron B 21 FVC  John Bu...

. Toyota Team Europa - Toyo...

. Autovama Firenze Alfa Rom...

. Alfa Romeo Alfetta GT - U...

. Chevron B 21 - Um olhar s...

. Peugeot 104 ZS - Um olhar...

. Renault 5 Alpine - Um olh...

. Porsche 934/935 - Um olha...

. Porsche 935 Joest - Um ol...

. Peugeot 504 Coupe V6 Rall...

. Porsche Kremer - Um olhar...

. Alfa Romeo Alfetta GTV Ra...

. BMW 520 Produção - Um olh...

. Porsche 935 Kremer K2 Vai...

.arquivos

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub