Quarta-feira, 20 de Setembro de 2023

Elizalde Tipo Rainha Victoria Eugénia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Elizalde Tipo Rainha Victoria Eugénia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

970ª – Elizalde RVE Eko

O meu pai ofereceu-me as vitrinas fixas na casa nova, e eu comecei a trazer as minhas miniaturas no Verão de 1966 para Entre caminhos. Este elizande ainda tem o pó de quando veio para cá e que agora vai servindo para identificar as miniaturas já publicadas.

A versão com capota do

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/elizalde-tipo-20-1914-cabriolet-um-1229976

Modelo real

Elizalde Tipo Rainha Victoria Eugénia

Um protótipo ainda sem travões dianteiros, participou na II Vuelta a Cataluña, realizada em Junho de 1916, ainda com nome diferente pois a autorização para uso do nome verdadeiro data de janeiro de 1917. dirigido por Salvador Elizalde, ficando em terceiro lugar na categoria.

O Salão Automóvel de Barcelona de 1919 viu estrear esta variante do Type 20. O motor é uma evolução do motor monobloco Super 20 de válvulas laterais, com cilindrada aumentada, mais 5 mm de diâmetro e 20 mm mais curso o que elevou para 3.016 cc e uma transmissão de quatro velocidades em vez das três habituais. A potência efetiva do motor era de 45 cv.

A Auto Moto indicava que  «as alterações introduzidas foram o sistema de combustível a gasolina entregue através de um depósito intermédio entre o depósito traseiro e o carburador, onde o nível de gasolina era sempre constante, a suspensão cantilever dianteira e traseira, que deveria tornar o carro muito condução suave e sistema de travagem nas quatro rodas perfeitamente compensado».

O desenvolvimento mais notável no RVE foi a travagem nas quatro rodas, pois normalmente era utilizado o sistema de travagem traseiro.  A Hispano-Suiza também começou a fazê-lo nesse mesmo ano, no H6, Curiosamente, Arturo Elizalde levou dois anos para registrar a patente, o que ele finalmente fez em 1921.

As alavancas da caixa de velocidades foram deslocadas para o centro do chassis, obrigando o condutor a acioná-las com a mão esquerda pois o volante continuava localizado à direita. Uma carroceria de quatro portas também podia ser montada. mas uma de sete lugares, cabriolet e também em torpedo, conhecida como de luxe.

IMG_20230919_220442.jpg

IMG_20230919_220517.jpg

IMG_20230919_220621.jpg

IMG_20230919_220738.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Eko

Série

Referencia nº preço

Material – plástico

Material da placa de base – plástico

A base está colada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Espanha

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:06
link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Julho de 2023

Maxwell Sport - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Maxwell Sport - Um olhar sobre as minhas miniaturas

928ª – Maxwell Matchbox transformado

1911 Maxwell Sport Roadster Protótipo ou carro de corrida

Modelo real

Este novo Maxwell - um produto totalmente digno do nome Maxwell - um carro resistiu ao "teste de acidente" da qualidade Maxwell. É um carro prático - um utilitário mais do que um carro de lazer. Podemos usá-lo de forma rentável em seus negócios: É um intervalo de tempo. Você pode desenhar nele por prazer; tudo atenderá ao rascunho. É um carro confiável: leva você a um lugar; isso o trará de volta: é para isso que você não quer que seu carro faça; É um carro confortável: espaçoso e repousante - investimento: ideal para carros de turismo

Modificação na miniatura

Retirados os guarda lamas, os faróis e o para brisas.

IMG_20230708_012036.jpg

IMG_20230708_012102.jpg

IMG_20230708_012337.jpg

IMG_20230708_012507.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante Matchbox

Série Models of yesteryer

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - England

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 20:10
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Abril de 2023

Packard  38  Phaeton - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Packard  38  Phaeton - Um olhar sobre as minhas miniaturas

857ª – Packard Landaulet 1912 Matchbox transformado

Packard '38' Phaeton 1913

Modelo real

O modelo Packards 1-38 foi lançado em dezembro de 1912 e foi o segundo modelo de seis cilindros da empresa. A potência vinha de um motor de cabeça em L com cilindros fundidos em pares, montado em sete mancais principais e deslocado 415 polegadas cúbicas, oferecendo 60 cavalos de potência de freio. Estes foram os primeiros carros Packard a ter volante à esquerda e partida elétrica, sendo esta fornecida por um gerador de partida Delco, do tipo desenvolvido pelo engenheiro Charles Kettering. coluna de direcção. Esta unidade foi obra do engenheiro-chefe Jesse Vincent, que mais tarde seria responsável pelos motores Twin Six e Liberty da Packard, e tinha uma trava de ignição; interruptores de ignição, luzes e buzina; e um controle de mistura para o carburador. Essa configuração colocava a maioria dos controles ao alcance do motorista, deixando o painel de instrumentos livre apenas para os instrumentos, exceto para um primer do carburador usado para dar partida. Os estilos de carroceria do modelo 1-38 repousavam sobre uma plataforma de distância entre eixos de 134 polegadas. O runabout media quase sessenta centímetros a menos do que os carros grandes, com uma carroceria comparativamente mais leve. O Packards 1-38 foi continuado em 1914 com muito poucas mudanças. Foi introduzido como '38' e mais tarde designado como Série 1-38. A potência vinha de um motor L-head de seis cilindros fundido em três blocos de dois. As válvulas foram fechadas com tampas de alumínio e localizadas à direita. O Packard 1-38 foi o primeiro modelo da empresa a usar uma partida elétrica e o primeiro a ter volante à esquerda.

Modificação na miniatura

Cortada a parte central

IMG_20230217_142928.jpg

IMG_20230217_142937.jpg

IMG_20230217_142947.jpg

IMG_20230217_143050.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de metal de acordo com as originais.

Fabricante Matchbox

Série Models of Yesteryear

Referencia nº y 11 preço

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base foi descravada da carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – England

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 8 de Janeiro de 2023

Daimler 38HP 1910 décapotée- Um olhar sobre as minhas miniaturas

Daimler 38HP 1910 décapotée- Um olhar sobre as minhas miniaturas

763ª – Daimler 1910 Corgi Toys

Daimler 38HP 1910 aberto

A Daimler Company Limited  era um fabricante britânico por H. J. Lawson em 1896, em Coventry

Modelo real

1910 Daimler 38HP Tourer

The Daimler Company Limited, que antes de 1910 se chamava The Daimler Motor Company Limited, era um fabricante britânico de veículos motorizados fundada em Londres por H. J. Lawson em 1896, em Coventry. A empresa comprou o direito de uso do nome Daimler simultaneamente de Gottlieb Daimler e Daimler-Motoren-Gesellschaft de Cannstatt, Alemanha.

A Daimler fabricava veículos de luxo, com uma construção elaborada e detalhes finos que os tornavam acessíveis apenas aos muito ricos. O rei Eduardo VII da Inglaterra adquiriu o modelo de 1900, e continuou a comprar novos veículos à medida que os modelos eram renovados. Curiosamente Harry Lawsons vende a marca à BSA em 1911.

A Daimler Inglesa adquiriu a patente mas, Emil Jellinek expandia o seu império na indústria automobilística após a  criação da Daimler-Motoren-Gesellschaft, quando funda a Mercedes Electric Company com o nome de sua filha, criou o carro MAJA com o nome da segunda filha, levou Ferdinnd Porsche para a Austro Daimler em Viena Neustadt em Setembro de 1906 para ajudar no projeto. Apenas 6 meses depois a 28 de fevereiro de 1907, o primeiro modelo foi exibido na Exposição de Automóveis de Viena, aquele que é considerado o primeiro modelo Porsche.

IMG_20220906_181010.jpg

IMG_20220906_181026.jpg

IMG_20220906_181039.jpg

IMG_20220906_181055.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Corgi Toys

Série Corgi Classic

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - Inglaterra

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:21
link do post | comentar | favorito (1)
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2023

Darracq V8 200 hp - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Darracq V8 200 hp - Um olhar sobre as minhas miniaturas

761ª – Darracq V8 1905 Brumm

Darracq V8 200 hp Special 1905, esteve na exposição miniaturas Vila Real 1990 acivr Associação Comercial e Industrial de Vila Real

Modelo real

Alexandre Darracq fabricou as bicicletas Gladiator e posteriormente, veículos elétricos, numa fábrica nos subúrbios de Paris, Suresnes. Entretanto adquiriu a licença para produzir os carros Léon Bollée em 1898 produziu seu primeiro veículo com motor de combustão interna no início de 1901, um carro leve monocilíndrico de 6,5 hp projetado por Paul Ribeyrolles.

Durante 1904, Paul Ribeyrolles, desenvolveu um carro de corrida com um chassis leve e um grande motor de quatro cilindros de 11,259 litros desenvolvendo 100 hp.

Foi com este carro, que o piloto de fábrica Paul Baras recuperou o recorde mundial de velocidade estabelecido por Louis Rigolly em Gobron-Brillié movido a álcool em Julho de 1904, em Ostende, na Bélgica, quando em Montegeron França percorreu um quilômetro a 104,52 mph, quase 1 mph mais rápido do que Rigolly havia feito alguns meses antes, ou seja 168,1 Km/h

No ano seguinte, Darracq Ribeyrolles cria um carro ainda mais potente ao acoplar dois motores no Darracq 100, onde utilizou um virabrequim e cárter comuns,

Grande parte do design do motor veio dos Darracqs de 1904 100hp, incluindo o magneto Nieuport e o carburador Darracq agora om 25.422 cc, e 200 cv era possível às 1.200 rpm.

O V8 totalmente do novo de 200 cv, torna o carro de corrida mais potente do mundo durante vários anos.

No final de dezembro de 1905, na estrada Arles-Salon, no sul da França, Victor Hémery estabeleceu um novo recorde de velocidade em terra, em 20 3/5 segundos e atingindo uma velocidade de 109,65 mph. ou seja 176,3 Km/H

Após a aquisição da Darracq pela Sunbeam, o 200 voltou para o Reino Unido no final de 1906 e vendido para Sir Algernon Lee Guinness que o usou em eventos como Brooklands e em inúmeras subidas, antes de o guardar.

Em 1991, o motor V8 original foi localizado na família Guinness foi vendido pela viúva a um entusiasta e colecionador que o restaurou utilizando o máximo de peças originais de época. O caixa de duas velocidades, não mais existia e foi refeita totalmente a partir de um desenho de 1906 e concluído para o seu 100º aniversário e exibido pela primeira vez na Retromobile em 2006.

IMG_20220913_145751.jpg

IMG_20220913_145805.jpg

IMG_20220913_145833.jpg

IMG_20220913_150024.jpg

Miniatura

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Brumm

Série Revival Gold

Referencia nº 115 preço

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 23:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022

Russobalt - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Russobalt - Um olhar sobre as minhas miniaturas

735ª – Russobalt C24 1912 Riga

O Russobalt ou Rosso- Balt esteve na Exposição de Miniaturas de Automóvel no Centro Cultural Regional de 06 a 25 de Outubro de 1986 e na II Exposição de Miniaturas do CAVR. na Garagem S. Cristóvão. de 11 a 17 de Julho de 1988

Pycco Bant C24 1912

Modelo real

No século XVIII, Ivan I. Polzunov construiu o primeiro motor a vapor de dois cilindros do mundo, enquanto Ivan P. Kulibin criou um veículo movido a força humana. Um dos primeiros veículos do mundo foi inventado por Fyodor A. Blinov em 1877.

Em 1896, a fábrica de motores Yakovlev e a oficina de fabricação de carruagens Freze fabricaram o primeiro automóvel russo com motor a gasolina, o Yakovlev & Freze. apresentado em Maio de 1896, no Nacional de Arte e Exposição Industrial em Nizhny Novgorod.

O primeiro carro russo tinha um motor de 1,5 cv e um peso de 300 kg e uma velocidade máxima de 20 km / h. por P. Frese e a fábrica de motores EA Yakovlev

Os carros estrangeiros, como os "Benz", "Adler", "Panhard-Levassor", predominavam na Rússia e também produzidos sob licença, "De Dion-Bouton" empresas "Daymper-Kannshtadt

Quando o czar Nicolau II decidiu abrir a Russo-Baltic Wagon Factory (RBVZ) na rua Valmieras, Riga, para ser a primeira a começar a produzir automóveis, convidou o Suíço, Julien Potterat, para diretor da seção de carros e designer principal, e  aproveitar os seus conhecimentos utilizados namarca Belga  'FONDU' permitiu em Junho de 1909 o primeiro 'RUSSO-BALT' sair da fábrica.

A fábrica produzia três modelos de carros e três modelos de caminhões. O Modelo C, o modelo "E" com um motor de 40 hp. E o modelo mais potente o S de 60 hp,. Mais tarde em 1915 o half-track "Russo-Balt, que foi produzido especificamente para o exército.

Em 1912, um "Russo-Balt" participou no Rally de Monte Carlo pilotado pelo editor da revista "Carro" Andrew Nagel partindo de St. Petersburg, Nagel deslizou com as estradas cobertas de neve onde utilizaram cintos de couro com pregos, rodeando o pneu e os tornarem no primeiros anti-derrapante.

Em 1914, a Russo Baltique tinha feito 300 carros o que comparando com aAlfa-Romeo 205 carros, Audi 216 carros, Bugatti 150, a Russo-Balt era o verdadeiro líder europeu da indústria automóvel no início do século XX. Mas em seis anos, isto é, de 1909 a 1915, foram produzidos 625 carros, incluindo as encomendas do departamento de guerra.

As instalações da fábrica foram para Moscou e São Petersburgo. durante a Primeira Guerra Mundial. conseqüentemente, a fábrica em Riga não existia mais. Logo um projeto de construção de uma nova fábrica 'RUSSO-BALT' perto de Moscou começou, mas em 1917 este projeto foi encerrado pela revolução e guerra civil na Rússia.

Apenas dois carros RUSSO-BALT, fabricados em Riga, sobreviveram até hoje, um deles está localizado no Museu Politécnico de Moscou e o outro no Riga Motormuseum.

IMG_20230309_192006.jpg

IMG_20230310_141536.jpg

IMG_20230310_141941.jpg

IMG_20230310_142051.jpg

IMG_20230310_143131.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante CCCP

Série

Referencia nº A 32 preço 2950$00

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - USSR

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 18:10
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Novembro de 2022

Renault Grande Prémio - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Renault Grande Prémio - Um olhar sobre as minhas miniaturas

705ª – Renault GP 3B 90 HP Corsa Brumm

O Renault 3besteve na Exposição de Miniaturas de Automóvel no Centro Cultural Regional de 06 a 25 de Outubro de 1986.

Como dizia na Caixa

“Esta viatura pilotada por François Szzisz e o mecânico Marteau tiveram a honra de vencer o Grand Prix de Automobile  Club de França disputado em 1906 no circuito de La Sarte em Le Mans.

Em dois dias o carro percorreu 1240 km, na média horária de 101,4 Km.

 Assim começa a série de Grandes Prêmios que o tornarão famoso o Circuito de Le Mans”

 O número é que não coincide. Uma vez que os Renault tinham n3 seguidos da letra A,B e C

1º Nº 3A Hungary Ferenc Szisz (HUN) Renault 12 Voltas 12h14m07.4

3C France Claude Richez (FRA)  Renault 8 Acidente

3B France J. Edmond (FRA) Renault Abandonou depois da decisão do júri

Modelo real

O Grande Prêmio do Automobile Club de France de 1906, é conhecido como Grande Prêmio da França de 1906, foi realizada em 26 e 27 de junho de 1906, em vias públicas fechadas fora da cidade de Le Mans. Foi alternativa à Gordon Bennett, que limitavam o número de inscrições de cada país competidor, o Grande Prêmio não tinha esse.

o ACF ergueu 65 quilômetros de cercas paliçadas à volta do circuito, concentradas em torno de cidades, vilas e nas estradas que cruzam a pista. As tábuas usadas para evitar as cidades de Saint-Calais e Vibraye foram instaladas como uma alternativa ao sistema usado nas corridas de Gordon Bennett, onde os carros que passavam pelas cidades desaceleravam até uma velocidade definida e eram proibidos de ultrapassar. Várias passarelas foram erguidas sobre a pista e uma arquibancada com dossel de 2.000 lugares foi construída na linha de largada e chegada em Montfort. do outro lado da pista, ficavam as equipes e os mecânicos podiam trabalhar nos carros.

Com duração total de mais de 12 horas, a corrida foi vencida por Ferenc Szisz ao volante da equipe Renault. O piloto da FIAT, Felice Nazzaro, terminou em segundo e Albert Clément foi o terceiro em um Clément-Bayard.

Paul Baras de Brasier fez a volta mais rápida da corrida em sua primeira volta. Ele manteve a liderança até a terceira volta, quando Szisz assumiu a primeira posição, defendendo-a até o final. O calor derreteu o alcatrão da estrada, que os carros jogaram no rosto dos pilotos, cegando-os e tornando a corrida traiçoeira. A Michelin introduziu um aro destacável com um pneu já fixado, que poderia ser rapidamente trocado por um carro após um furo, economizando uma quantidade significativa de tempo em relação à substituição manual do pneu. Isso ajudou Nazzaro a ultrapassar Clément no segundo dia, já que o FIAT - ao contrário do Clément-Bayard - fez uso dos aros.

A vitória da Renault contribuiu para o aumento das suas vendas e a indústria automobilística alemã a organizar o Kaiserpreis, o precursor do Grande Prêmio da Alemanha, em 1907.

IMG_20230314_172037.jpg

IMG_20230314_172044.jpg

IMG_20230314_172128.jpg

IMG_20230314_172213.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Brumm

Série

Referencia nº 18 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 17:40
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Novembro de 2022

Ford T 1912 25 anos   - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford T 1912 25 anos   - Um olhar sobre as minhas miniaturas

703ª – Ford T 1912 - 25 anos  Matchbox

Y-12 45 1912 Ford Model T - 25th Anniversary - Matchbox Models of Yesteryear

Já tinha duas mas esta é a comemorativa dos 25 anos 1956 -1981 Models Yesteryer”

Já tinha duas mas esta é a comemorativa dos 25 anos 1956 -1981 Models Yesteryer” e hoje depois de ser fotografada no jardim foi encontrada á noite antes de publicar o post.

 Na caixa

“Baseado no modelo imortal e de estudo t chassis esta robusta e eficiente van serviu para muitos e comerciantes durante os anos 1910 e 1920 . a nota de forma básica mudando por quase 20 anos”

Modelo real

Em 1953 é criada a Matchbox como a marca comercial da britânica Lesney Products, que levava o nome de seus fundadores, os amigos Leslie Smith e Rodney Smith, vendendo todos os modelos em réplicas de caixas de fósfores. No mesmo ano, foi feito um modelo da carruagem utilizada na coroação da Rainha Elizabeth.

Quando eu nasci, em 1952, o engenheiro inglês, Jack Odell, na tentativa de resolver o problema da filha quando lhe disse estar triste porque para a escola só a deixavam levar um brinquedo se coubesse dentro de uma caixa de fósforos (“matchbox”). Como fabricante de peças metálicas para carros, Odell reduziu os detalhes de um deles que cabia na palma da mão da filha e, claro está, na tal caixinha, permitiu que crianças de todas as idades – e também alguns adultos, hoje coleccionadores – pudessem explorar o mundo e descobrir a sua própria independência, ou a paixão pelo mundo automóvel.

IMG_20221104_135659.jpg

IMG_20221104_135805.jpg

IMG_20221104_140253.jpg

IMG_20221104_140630.jpg

IMG_20221104_190029.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Matchbox

Série Models of Yesteryer

Referencia nº Y 12/45 1978 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País -England

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:06
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Outubro de 2022

Ford T 1912 carrinha - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford T 1912 carrinha - Um olhar sobre as minhas miniaturas

685ª – Ford Model T 1912 Matchbox

Ford T Coleman's mustard delivery truck

A fábrica de Mostarda da Colman iniciou as suas actividades em Norwich no fabrico a mostarda inglesa, um condimento picante desde 1814 a fazer num processo que não mudou muito ao longo dos anos ao peneiramos as sementes até 9 vezes para remover qualquer vestígio de impurezas. É isso que dá aquele famoso sabor completo.

Modelo real

Os métodos de produção em massa da Ford reduziram os custos e o chassi do Modelo T foi facilmente adaptado para uma variedade de carrocerias diferentes e tornou-se no ideal para o uso como pequeno veículo comercial. As vans de entrega motorizadas agilizaram as entregas e acabaram com a necessidade de alimentação e respectivo estábulo para os cavalos.

A Ford introduziu uma versão de entrega comercializada com sucesso na Grã-Bretanha em 1912, mas as vendas eram decepcionantes nos EUA o que levou à sua retirada um ano depois, para ser reintroduzida no Reino Unido no final de 1914 onde além das vans completas, o chassi também era disponibilizado aos revendedores para a montagem de carrocerias personalizadas.

 Os veículos comerciais na década de 1920 e anteriores ofereciam muito pouco em termos de proteção para o infeliz motorista e passageiro. Não há janelas laterais neste Ford Modelo T, o que obrigava a impermeabilizações resistentes quando o era necessário conduzir, e assemelhava-se a uma espécie de veículo de todo o terreno actual

As vans de entrega tinham por vezes o capot aberto,para arrefecer o motor esfriar enquanto jantavam, ou simplesmente descansavam

A instalação de lanternas elétricas nas rodas dianteiras era uma escolha opcional na época, sendo as lâmpadas de querosene abaixo da tela a instalação mais comum.

IMG_20221017_135952.jpg

IMG_20221017_140004.jpg

IMG_20221017_140012.jpg

IMG_20221017_140021.jpg

IMG_20221017_142745.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante  Matchbox

Série Models of Yesteryer

Referencia nº Y 12 1978 preço

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - England

Anos de fabrico  a

 

 

 


publicado por dinis às 22:14
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Agosto de 2022

Unic 1907 Táxi - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Unic 1907 Táxi - Um olhar sobre as minhas miniaturas

634ª – Unic 1907 Matchbox

Bons tempos, quando á noite ia para a Discoteca  Ritmin, sem deixar de passar no Manel que tinha o Bazar Pinóquio no Centro Comercial D. Dinis e em seguida rumava para a Discoteca Niht City….

Na caixa pode ler-se

Em outubro de 1906, uma competição de carruagens urbanas foi realizada em Londres. Entre os táxis exibidos, um táxi da UNIC Motor foi fabricado por Richard Brasier de Paris. Ele se destacou na competição como o melhor para trabalho pela carroceria, frenagem e troca de marchas suaves, fácil acesso e conforto aos passageiros e rodagem suave. tal foi a sua conquista que o Unic cortou o comércio de táxis de Londres por 25 anos. O custo para comprar o chassi em 1907 era de £ 300.

Modelo real

Unic Taxi

Georges Richard, fundou a Georges Richard Cycle Company em 1893 mas rompeu com a Richard-Brasier para estabelecer a Unic na sequência de uma reunião em 1905, com o empresário-financista Barão Henri de Rothschild apara obter o financiamento para a criação da “société anonyme des automóveis Unic”, com sede em Puteaux. O objetivo era fabricar veículos “únicos”,

O Unic, que apareceu pela primeira vez no início de 1905 era um carro pequeno e um motor de 1798 cc tivesse apenas dois cilindros com 10/12 hp,.que depois passaram a quatro cilindros.

O negócio de táxis permaneceria importante por mais de três décadas, sempre com o apoio de Rothschild nos bons e maus momentos principalmente durante os anos imediatos do pós-guerra.

Na colecção  Montagu está em exposição um belo exemplar

IMG_20220927_143756.jpg

IMG_20220927_143836.jpg

IMG_20220927_143859.jpg

IMG_20220927_143947.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais mas, já muito grossas.

Fabricante Matcbox

Série Models of Yesteryear

Referencia nº Y 28 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – England

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 00:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Elizalde Tipo Rainha Vict...

. Maxwell Sport - Um olhar ...

. Packard  38  Phaeton - Um...

. Daimler 38HP 1910 décapot...

. Darracq V8 200 hp - Um ol...

. Russobalt - Um olhar sobr...

. Renault Grande Prémio - U...

. Ford T 1912 25 anos   - U...

. Ford T 1912 carrinha - Um...

. Unic 1907 Táxi - Um olhar...

. Ford T 1911 lizzie aberto...

. Blitzen Benz o Benz de re...

. Fiat S 61Corsa 1908  - Um...

. Fiat 12 HP 1902 - Um olha...

. Benz HP 200 Corsa Blitzen...

. Alfa Romeo 24 Hp Corsa 19...

. Fiat Mephistopheles Eldri...

.  Crossley camião 1920  - ...

. Renault 12/16 BZ 1910 Doc...

. Daimler TA Double Tourer ...

. Stutz Roadster - Um olhar...

. Ford T com banco da sogra...

. Ford T 1908 - Um olhar so...

. Hispano Suiza H6 Limousin...

. Hispano Suiza 1919 com ca...

. Ford T 1915 - Um olhar so...

. Rolls Royce Silver Ghost ...

. Morris Oxford Bullnose - ...

. Thomas Flyboat 1909 - Um ...

. Simplex Double Roadster 1...

. Cadillac - Um olhar sobre...

. Packard Landaulet 1912 - ...

. Mercer Type 35 Series J R...

. Sumbean Sidcar  - Um olha...

. Ford T 1911 - Um olhar so...

. Rolls Royce 40/50cv Silve...

. Maxwell Roadster - Um olh...

.arquivos

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub