Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 14

AutoClássico Porto 2013

E assim teve de terminar mais uma visita.

Até para o ano.

Fiat 1100 TV

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um Pic-nic  como os de antigamente…

 

 

“Hoje é dia de bolas de Berlim”

Fleur de Lys 

 

steyr puch haflingerClassic Press Center 

 


publicado por dinis às 19:47
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Novembro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 13

 Continuando a volta pelo AutoClássico Porto 2013 

 

 Graham Cavalier Supercharger

 

 

 

 BMW Isetta 600

 

 

 

BMW Isetta 300 que muita gente conhece por "OVO"

 

 

 

 

 

 

 

 

 uma homenagem a Manuel fernandes o BMW 635 GSI

 


publicado por dinis às 23:15
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Novembro de 2013

50 anos do Porsche 911 em 50 modelos

AutoClássico Porto 2013 parte 12

50 anos do Porsche 911 em 50 modelos

 

50.º aniversário do 911, um dos desportivos mais conhecidos do mundo é um verdadeiro ícone do mundo automóvel e também um dos mis desejados.

No AutoClássico foi possível ver a evolução do modelo alemão bem como os modelos de corrida nacionais.

 

Em grande destaque a colecção de António Nogueira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 01:50
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Novembro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 11

AutoClássico Porto 2013

E a visita continuou…

 

Chevrolet Corvette

Mercedes Benz 190 SL

Jaguar

Citroen SM

Mercedes Benz 600

Facel Vega

 

 

 

 

 

 

 VW 1302

 VW 1302 1972

 

 

 VW 1956Citroen 11 NormaleDatsun 1200 coupe 

MG TD 1952

 Plymouth Model U Roadster  1929

 

Ford A 1931

 

 

 Ford Anglia 1949

 

 


publicado por dinis às 11:23
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Novembro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 10

AutoClássico Porto 2013

A fabulosa colecção do Engª José Mira 

 

Em Fevereiro de 2012, no seu livro escreveu:

“… Há já algum tempo que o meu pai tem vindo a manifestar o desejo de criar um museu deste tipo. Porem, infelizmente, as entidades que contactou e que poderiam, desta forma enriquecer o património do nosso país, demostraram valorizar apenas o que lhe diz respeito directamente.

Assim sem poder mostrar ao vivo esta colecção notável e o espólio ligado aos carros, pensem registar um pouco da história do automóvel e algumas curiosidades sobre o mesmo neste livro que escrevi com enorme gosto e muita paixão…”.

Quando no livro a Evolução do automóvel tomei contacto com alguns dos cerca de 80 modelos das mais variadas marcas da sua fabulosa colecção, estava longe de pensar que a poderia visitar um dia.

Alguns dos modelos apresentados no livro, estavam ali em frente, como se tratasse de uma ilusão.

Vamos então observa-los:

Nash Metropolitan  1958

Ford Custom Line 1955

Rolls Royce Silver Dawn 1954

Porsche 356 B 1962

Mini Cooper S 1969 João Paulo Teotónio Pereira 

Mercedes Benz 320 142 B cabriolet 1939

Ford A Tudor 1929

Chevrolet Pantow 1929

Alvis FJ 12/50 1928

A sua jóia…

“Nascido em pleno romantismo da velocidade, este Alvis 12/50 é um tributo á destreza dos pilotos da época(…).

(…) O motor original, de quatro cilindros e válvulas laterais, foi evoluindo e resultou num segundo modelo em 1923, já com válvulas à cabeça.. Era o Alvis 12/50, ainda hoje considerado um dos mais valiosos automóveis desportivos de colecção.

Foram construídos 3612 unidades até 1932, das quais existem hoje 484, uma das quais se vê aqui.

Os dois faróis parecem diferentes, e são, mas propositadamente. Um emite um feixe largo e baixo e o outro aponta mais á distância (…).


publicado por dinis às 23:06
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 8

AutoClássico Porto 2013

Modelos a cativavar e a fazer sonhar os visitantes...

 

 VW Porsche 914 6 1970

 VW Porsche 914-2.0 1974

 

VW Porsche 914 6 

 Aston Martin Vintage DB2/4 MK3 1958

 60 anos Corvette

 

 

 

 

 

 Os sempre belos  MG para todos os gostos...

 

 

 

MG J2 compressor de 1932O stande do Motor Clássico

Austin Healey 3000 1966

 


publicado por dinis às 11:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 7

AutoClássico Porto 2013 parte 7

 

Clube Scuderia Rampante

O Clube Scuderia Rampante foi constituído dia 2 de Agosto, e tornou-se no primeiro clube da marca em Portugal. Destinado a proprietários de veículos da marca Ferrari, teve a sua primeira presença oficial no "Caramulo Motorfestival", no passado dia 8 de Setembro.

http://manueldinis.blogs.sapo.pt/2013/09/13/

 

Agora, participou no AutoClássico, com dois belos modelos…

 

 Dino 246 GTS 1972

 

 

458 Spider

Ford  CX Tourer 1934 cabrio. Viatura importada da Africa do Sul

 

 

VW 1953

fiat 1400 1950

 

 

 Volkswagem 1500 Karmann Ghia

 

 

 Porsche 911 T

 


publicado por dinis às 23:55
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 6

 AutoClássico Porto 2013 

 

O excelente trabalho, em um veículo único,

http://manueldinis.blogs.sapo.pt/121597.html

Excelcior Albert 1 1928, o segundo melhor automóvel exposto na AutoClassico Porto 2013

 

 

 

Nagant Six

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No stande do Clube Português de Automóveis Antigos

A mulher e o automóvel

Citroen Trefle 1925

 Triumph Herald cabriolet

Peugeot 403 Cabriolet


publicado por dinis às 22:59
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 5

AutoClássico Porto 2013

Raridades ...

Aston Martin DB 2/4 MK 3 1957 (551 exemplares produzidos entre 1957 e 1959.)

 

 

 

Datsun 240 Z 1972

Denzel

 

 

Singer Porlok Sports 8 HP 1930

Vencedor do 1º Circuito da Boavista em 1931 pilotado por Fernando Palhinhas. 

  

 


publicado por dinis às 23:05
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

AutoClássico Porto 2013 parte 4

AutoClássico Porto 2013

 

 50º Aniversário Lamborghini

 

A completar meio século de existência, a Lamborghini, marca italiana de superdesportivos foi fundada em 1963 por Ferrucio Lamborghini, era descendente de toureiros, Ferrucio, assim como a maior parte da sociedade de elite da época, utilizava automóveis da marca Ferrari. Consta que, um dia, insatisfeito com o sistema de embriaguem do seu Ferrari, foi reclamar pessoalmente a Enzo Ferrari, que não aceitou os seus argumentos.

“Continue dirigindo seus tractores e não fale dos meus carros”. Lamborghini, ofendido, respondeu-lhe: “Então vou-lhe mostrar como se faz um carro desportivo”.

Assim, a 30 de Outubro de 1963, é constituída a fábrica Lamborghini, em Sant´Agata Bolognese, perto de Modena, onde, rodeado de engenheiros de renome, como Bizzarrini, Dallara e Stanzani, começou a construir os seus famosos carros, como uma filial da sua fábrica de tractores, a Lamborghini Trattori S.P.A.

O primeiro modelo foi o GT 350 em 1963, era um elegante cupê de dois lugares com motor V12, sobre um chassi Dallara, tradicional fabricante de carros de corrida.

Salva da falência em 1987 pela Chrysler que além do substituto do Countach, começou a preparar um motor para equipar carros de Fórmula 1. A estreia nesta competição automobilística ocorreu em 1989. Em 1998 foi a vez da Volkswagen, a adquirir e recuperar, mantendo-a na sua esfera de influência, até aos dias de hoje.

 

Visão mágica,ao centro e em destaque o primeiro modelo da Lamborghini que vi em Vila Real, como não podia deixar de ser, nas corridas...  

 

O Miura foi produzido entre 1967 e 1973.

 

O Lamborghini Miura foi o primeiro supercarro da Lamborghini que debitava mais de 300cv. O chassi foi desenhado e desenvolvido por Gian Paolo Dallara o fundador da Dallara Automobili.

O Lamborghini Espada foi construída entre 1968 e 1978

Durante os 10 anos de produção o carro sofreu algumas mudanças e 3 séries foram produzidas. S1 (1968-1970), S2 (1970-1972) e S3 (1972-1978)

O Islero foi produzido entre 1968 e 1970

 

 O Urraco foi produzido entre 1973 e 1979.

 

 

O Diablo foi produzido entre 1990 e 2002. O desenvolvimento iniciou-se em 1985 e foi projectado para ser o sucessor do famoso Countach, mas somente entrou no mercado no início de 1990.

Em 1993 chegava a versão VT, com tração integral, direcção hidráulica, novos freios da italiana Brembo e novo sistema de suspensão com amortecedores Koni controlados electronicamente, essas modificações deixaram o Diablo um carro mais fácil de controlar, ao mesmo tempo em que melhoravam seu desempenho, porém ainda faltava o sistema de freios ABS.

O SV Diablo introduzido em 1995 no Salão do Automóvel de Genebra, reavivando o super-veloce primeiro título usado no SV Miura . O SV foi baseada no padrão Diablo e, portanto, não tinha a tração nas quatro rodas do VT

 

 


publicado por dinis às 23:56
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. 50 anos do Porsche 911 em...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 ...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013 p...

. AutoClássico Porto 2013

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS