Domingo, 23 de Novembro de 2014

Alder do Príncipe Príncipe Max Zu Schaumburg- Lippe

Alder do Príncipe Príncipe Max Zu Schaumburg- Lippe

vila real adler.jpg

Uma foto do Adler Motor Veteran Club onde nos mostra um aspecto da prova da Categoria Sport realizada 20 de Junho de 1937, disputada em Vila Real e integrada no VI Circuito Internacional.

Podemos então ver naquele momento o Alder Trumpf Sports do Príncipe Príncipe Max Zu Schaumburg- Lippe na primeira posição o que aconteceu durante algumas voltas não conseguir impedir Casimiro de Oliveira no SS 100 Jaguar obter a primeira vitória da Jaguar numa prova em circuito.

O Adler ficou em segundo no final das 20 voltas.


publicado por dinis às 00:36
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

Aerodinâmica em forma de gota - 9 – Adler Autobahn

Adler Autobahn 1937 – 1941

 

 

O Adler Sport Limousine é um sedan desportivo com pára-brisas inclinado, em forma hatchback, conhecido como " "Autobahn".  

Desenhado pelo famoso estilista Karl Jenschke, oriundo da Steyr, que entretanto começou a trabalhar para a Adler, parece muito semelhante com o Steyr 50, entretanto apelidado de o "bebê" , a sua anterior criação, transformou-se no seu irmão da estrada.


O Adler 2,5, era certamente original, combinava a forma tradicional com o conceito da gota de chuva, com um interior espaçoso e prático, podia transportar até seis pessoas na versão sedan. Muitas vezes faltou espaço para as pernas e cabeça, um pouco largo (1,74 m) e alto (1,65 m) o carro tinha um interior espaçoso, mas parecia um pouco desajeitado. Era económico e atingia uma velocidade máxima de cerca de 125 km / h e gastava apenas 12 litros de combustível por cada 100 km.  Tinha um coeficiente de 0,36, muito semelhante aos coupés dos anos 70 e um moderno 6 cilindros em linha, com cabeças de alumínio e pistões que produzia 58 cv a 3.800 rpm de 2494 cc.
A distância ao solo de 21 centímetros deu-lhe algum potencial off-road, e muitos foram utilizado pelo exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial.

Infelizmente para Adler o carro não foi um sucesso comercial. Foi caro para a classe média para o qual estava previsto que não têm dinheiro para o comprar, devido à economia pré-guerra.

Entre 1937 e 1940, apenas 5.290 carros deste tipo foram vendidos, estava disponível como um sedan de 4 portas, cabriolet de 2 ou 4 lugares e como um Sport-coupe Limousine, dos quais o último foi mais poderosos e o menos produzido.

 

Um carro de tamanho médio, não era barato e a sua apresentação um pouco antes da guerra, limitou o sem futuro.
Pode parecer estranho agora, mas na época, era o carro mais avançado produzido na Alemanha de então.
Pouco lembrado, é um destino injusto para este notável automóvel, o último a ser desenvolvido pela  Adler.

 

A fábrica de automóveis Adler foi bombardeada durante a guerra e depois da guerra, a empresa abandonou a produção de automóveis e decidiu concentrar-se principalmente em máquinas de escrever e seus derivados.

 

tags:

publicado por dinis às 01:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Adler Rennlimousine Competition - 5º parte

 

 

3º modelo sobrevivente

 

 

 

Adler Stromliniencoupe

A ideia de que somente teriam sobrevivido dois automóveis de competição Adler foi agora alterada com o aparecimento de um outro carro.

A descoberta deste Adler inspirou nos fãs da história do automóvel uma sensação semelhante á descoberta de uma pintura de um Picasso num sótão empoeirado, ou a achado de um esqueleto de dinossauro completamente preservado.

Este automóvel é uma testemunha silenciosa da história de um clássico portador dos inúmeros vestígios do seu passado, preservados até aos nossos dias.

Mas o que é que de espectacular este veículo representa?

Uma carroçaria aerodinâmica.

Naquela época, a fábrica Adler, procurava com diversas tentativas o reconhecimento internacional.

A ideia de um coupé aerodinâmico para as corridas de turismo baseado no Adler Trumpf, partiu de um projecto de Barão Reinhard von Koenig-Fachsenfeld, de implementar os estudos aerodinâmicos  de Paul Jaray.

O director da Adler-Werke, Erwin Kleyer autoriza então a construção de seis coupés de corrida.

Em  Bad Cannstatt, perto de Stuttgart a carroçaria foi feita em alumínio e aplicada sobre uma estrutura de aço tubular.

Visto de perfil, a secção de baixo é similar á de uma asa, enquanto visto de cima tem uma forma de uma gota. O teto encurvado flete para a frente e as pequenas janelas curvas lembram o cockpit de um avião.

Os Adler Renncoupés foram aprovados para a estrada

Cinco dos seis carros produzidos, foram equipados com motores de  1,5 - ou 1,7 - litros e comprovados em corridas no logo no início. O primeiro sucesso teria sido em Vila Real na prova de carros de sport, e depois nas 24 hora de Spa para carros de turismo, em 1936,onde ocuparam os três primeiros lugares.

Um novo  sucesso para a Adler em 1937onde ganhou obteve em Le Mans o 1º e 2º lugar da categoria de dois litros um segundo lugar para o sexto lugar geral.

Mas o que era aplicado por Huschke von nos cupês de corridas Hanstein agora temos diante de nós?

O fato é que todos os carros foram "aprovados para a estrada", disse Gerd Heinz Schott do Veteran Eagle Motor Club.

Agora, apesar de sabermos o número do chassis deste modelo, necessitamos de uma ajuda na sua “identificação ", ela não funciona devido à falta de testemunhos para elaborar uma melhor identificação, lamenta o arquivista do clube, Apesar de uma investigação intensiva, a história do carro, apresenta algumas lacunas.

A pintura encontrada sugere um dos quatros veículos utilizados em exemplares brancos. A frente acabou por receber uma entrada de ar menor, como o que foi feito em1939 no carro usado na corrida. Este modelo possui um motor de dois litros conforme indica a placa do compartimento do motor.

O que aconteceu durante e imediatamente após a guerra com o carro, permanece incerto. Em qualquer caso, o Adler chegou numa data desconhecida em os E.U onde um tal Joe Gertler o levou o para a garagem de Gertler Raceway em Bronx. Em que estado estava o Adler, quando o comprou, infelizmente, não poderemos saber. Em qualquer caso, perdeu os faróis e outras pintadas de azul, enquanto se prevê um telhado azul. Ele consertou os pára-choques dianteiro e traseiro, com algumas peças ainda disponíveis.

Em 1953, foi publicado na revista especializada Motor Trend um artigo sobre Gertler e seu 'Adler'.

O seu restauro, inicialmente tão promissor, perdeu-se e a partir dai nada mais mudou, até ser matriculado em 1951 como PV 67 F Nova Jersey.

Na edição de Abril de 1954, Gertler, coloca no New York Times um anúncio para venda do carro por $ 2.500.

O novo proprietário, um entusiasta de carros clássicos Andrew Adler, tomou conta dele até ao final dos anos 70. Ainda tentou, sem sucesso. encontrar ainda um outro carro para restauro.
Um americano de nome James Lynas, alegou uma vez que ser o dono do carro de Gertler e de um outro veículo.

Inegavelmente, o actual proprietário comprou o carro com o número do chassis de 167 673 há dois anos ao sobrinho do falecido Andrew Adler.

Ao contrário dos dois carros já conhecidos, com os nº 167 671 e 168 302, este apresenta-se no estado de não restaurado e é, portanto, um dos destaques da colecção Steim e pode ser admirado desde Maio de 2007 em Schramberg, na Floresta Negra.

Aliás, informações para colmatar lacunas na sua história será bem-vinda. Porque, infelizmente, os carros não podem falar .

Como disse  Bernd Woytal no seu trabalho na Motor Klassik de 20. Juni 2007


publicado por dinis às 00:20
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

Adler Rennlimousine Competition 4º parte

Uma versão estrada…

 

….de uma empresa que teve a ousadia de oferecer veículos de competição para venda ao público… Embora todos fossem destinados as corridas o mais provável é terem sido utilizados na estrada durante as deslocações para as provas o que aconteceu para a corrida de Vila Real conforme comprova a revista do ACP no seu número dedicado às provas vila-realenses da categoria Sport.

 

Foto de Bob Sheldon.

 

Este exemplar comprova a versalidade do Adler 1,5 litros Rennlimousine de 1937, em versão de estrada, numa imagem de 1952, em Cortina d'Ampezzo, Itália, com as chapas de matrícula da Baviera, na Alemanha. A carroçaria é ligeiramente diferente, principalmente na frente devido a colocação de novos e mais aerodinâmicos faróis, de uma grelha de menores dimensões e inclusão de pára-choques. Um rádio seria um dos acessórios mais desejados.

 

2º modelo sobrevivente

Outro modelo, este restaurado há alguns anos…


publicado por dinis às 00:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Adler Rennlimousine Competition 3º parte

 

Os modelos sobreviventes

1º modelo sobrevivente

 

Preto, azul ou azul-escuro?

Um dos Adler Rennlimousine que poderá ter corrido em Vila Real?

 

O comentário de um antigo proprietário:

“Eu encontrei um carro de corrida antigo de Le Mans que foi o primeiro automóvel fechado para corrida em Le Mans, destinado à primeira mulher co-piloto. É um Adler Rennlimousine de 1936 feito na Alemanha. Ele era preto em 1937, quando foi conduzido por Madamme Annie Itier e Fritz Von Baron Hueske Hanstein, mais tarde motorista das SS de Hitler e depois corredor da BMW. Em 1938 ele ganhou sua classe e chegou em 7 º lugar geral. Esteve debaixo de um pinheiro em Southfield, Michigan durante anos. Eu comprei-o e percebi que não o poderia restaurar a sua estrutura de tubo de alumínio da maneira como o carro merecia e por isso o vendi a Richie Cline da  Blackhawk, que o restaurou. Mostrado em Pebble Beach, onde ele ficou em terceiro na classe de carro de corrida e depois foi vendido a um coleccionador Europeu.

 

O proprietário na década de 50 era um técnico que o trouxe para casa com ele, após a guerra. Usou-o para se deslocar em torno de Detroit durante muito tempo até ser roubado. Mais tarde, ele foi "descoberto" num posto de gasolina em Garden City na década de 70. Eu ainda tenho algumas fotos antigas dele enquanto ele estava no posto de gasolina! Depois que a polícia o trouxe de volta ao proprietário da estação de gás que o estava a tentar vender, foi colocado no quintal da casa para evitar que outras pessoas o roubassem. Eu vi-o pela primeira vez no quintal no final dos anos 70 e voltou para ele no final dos anos 80.

 

 

Adler Rennlimousine Competition Coupe

 


“Um dos três Adlers de competição então construídos, este é o único exemplar restante. Um coupê de tracção dianteira e motor 1,5-litros Adler. Os sucessos em Spa e Le Mans, fizeram manchetes em vários periódicos e estimulou a criação de outros carros de competição. Em 1938, em Le Mans foi o carro número 33, dirigido por Otto Lohr e pelo Conde Paul Von Gilleaume”.

 

ID#168302 Motor 112563

 

Este belo exemplar foi totalmente restaurado nas especificações originais, venceu um prémio do Concours d'Elegance de 1996, em Pebble Beach.

 

 

Será este o  Adler Super Trumpf Stromlinien com que Paul von Guilleaume correu em Vila Real?

 


publicado por dinis às 09:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Adler Rennlimousine Competition 2º parte

 

Protótipos encontrados na internet

 

IT 101161

 

 

 

IT 10

 

 

IA 21118

 

 

IIA 54121

 

 

 

 

IT 61880

 

 

IT 101159 a evolução

 Livro Les 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Stromlinien (Adler Werke)

Nº 34 - IT 101159 (1,679 cc.) Otto Loehr - Paul von Guilleaume

 

 

 

 

IT 100426

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 23:24
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Adler Rennlimousine Competition 1º parte

 

Equipa Adler de fábrica em Vila Real

Adler Trumpf Rennlimousine

Adler, é o nome de um fabricante alemão de automóveis e em português significa “águia”que construiu entre 1900 e 1941, maquinas, bicicletas, motos e carros.

Nos anos trinta os alemães procuravam demonstrar a sua superioridade em todos os desportos e o automobilismo não fugiu á regra.

Os representantes da marca em Portugal também procuravam a sua ascensão, envolvendo-se na competição através de Lopes da Silva em Lisboa e Mário Ferreira no Porto.

Entretanto a  Adler idealiza o conceito Rennlimousine, com o objectivo de participar nas grandes competições internacionais de endurance  e vencer a sua classe nas provas em que participassem como representantes do III Reich.

Desenhados pelo famoso Paul Jaray  - os 'Rennlimousins' ou - racing saloons-  iniciaram a sua construção em 1936. Uma carroçaria extraordinariamente aerodinâmica (tinha um CX de 0.32), muito arrojada, foram equipadas com motores de 1,5 e 2 l.

 

Revista Stadium

O protótipo do Adler correu em Vila Real

O IT 101157

Quatro Adler estão inscritos no programa de Le Mans para 13 e 14 de Junho de 1936. O  nº1 pertencia a Anne Itler, enquanto para o construtor foram designados  os números 2,3 e 4. Entretanto as sucessivas greves em França do sector industrial,   levaram à anulação da prova.

Na semana seguinte, encontramos a equipa oficial da Adler no 1º Circuito Internacional de Vila Real, na prova de categoria Sport com dois modelos diferentes, um aberto e pilotado por Paul Von Guilleaume - Adler Trumpf Sport - e um fechado para Rudolph Sauerwein  - Adler Super Trumpf Stromlinien -. Esta poderá ser a primeira prova em que os 'Rennlimousins' obtiveram o terceiro lugar na prova e segundo na classe, para o carro de Sauerwein.

Adler Super Trumpf Stromlinien Adler Werke)

3º.  26 Rudolph Sauerwein / D  2. 2.0   
 

No Belgian Touring Car Grand Orix, as 24 horas de Spa-Francorchamps a 10 de Junho, a Adler Werke, ocupa o 7º, 8º e 9º lugares e vencem a classe 2.0.

7.  46 Rudolph Sauerwein / D  Peter Orssich / D Adler Trumph Adler Werke  1. 2.0                                                      
         
8.  44 Otto Löhr / D Paul von Guillaume Adler Trumph Adler Werke   2. 2.0                                                         
         
9.  48 Paul von Schaumburg Lippe / Boetze Adler Trumph Adler Werke  3. 2.0                                                          

 

No ano seguinte, Vila Real não acolhe nenhum Adler Super Trumpf Stromlinien, mas, precisamente nos mesmos dias, Le Mans recebe três exemplares do Adler Super Trumpf Stromlinien, assim distribuídos:

Livro 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Stromlinien (Adler Werke)

Nº 33 - IT 101156 (1,679 cc.)Peter Orssich - Rudolf Sauerwein

 

Livro 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Stromlinien (Adler Werke)

Nº 34 - IT 101159(1,679 cc.) Otto Loehr - Paul von Guilleaume

 

Livro 24 Heures du Mans

Adler Trumpf Rennlimousine (Mme A. Itier)

Nº 35 - IT 101160 (1,495 cc.) Anne Itier – Huschke von Hanstein

#168302 - no.112563 L4 1500 cc N/A

A configuração dos faróis é a mesma na equipa oficial, enquanto no carro de Anne Itier – Huschke von Hanstein são agora mais aerodinâmicos.

 

Em 1938

 

Livro 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Rennlimousine (Adler Werke)

Nº 28 - IT 101158(1,679 cc.)  Peter Orssich - Rudolf Sauerwein

 

Livro 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Rennlimousine (Adler Werke)

Nº 33 - IT 101160(1,495 cc.)  Otto Loehr - Paul von Guilleaume

#168302 - no:112563 L4 1495 cc

O modelo é o mesmo do ano anterior, o Nº 35 - IT 101160 Anne Itier – Huschke von Hanstein.

 

Belgian Touring Car Grand Prix, 24 heures de Spa, Spa-Francorchamps , em  10.7.1938

6º. 34 Huschke von Hanstein (D)von der Mühle Adler Trumpf 'Rennlimusine' Adler Werke 171 24:00:27,000 4. 2.0

7º. 30 Otto Löhr (D)Paul von Guilleaume (D) Adler Trumpf 'Rennlimusine' IT 101156 Adler Werke 170 24:00:25,000 5. 2.0

32º Rudolph Sauerwein (D)Peter Orssich (D) Adler Trumpf 'Rennlimusine' Adler Werke Accident 2.0

 

1939

 Livro 24 Heures du Mans

Adler Super Trumpf Rennlimousine (Adler Werke)

Nº 30 - IT 103436 (1,498 cc.) Otto Loehr - Paull von Guilleaume

O carro é muito mais aerodinâmico principalmente na  frente e na retaguarda.

O Barão Huschke von Hanstein/Karkmann inscrito com um Adler não participou.

 

 


publicado por dinis às 01:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Alder do Príncipe Príncip...

. Aerodinâmica em forma de ...

. Adler Rennlimousine Compe...

. Adler Rennlimousine Compe...

. Adler Rennlimousine Compe...

. Adler Rennlimousine Compe...

. Adler Rennlimousine Compe...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS