Sábado, 28 de Setembro de 2013

Aurora Porsche 1972

Aurora Porsche 1972

 

Carlos Santos disponibilizou o Porsche Carrera 6 transformado na garagem Aurora para Manuel Nogueira Pinto.   

Era uma dos atrações nacionais e a curiosidade era ver até que ponto o podia fazer o Aurora Porsche face aos modernos protótipos presentes.

 

E assim nos treinos de sábado tive o privilégio de o ver ao vivo.

 

 

À primeira vista, era um modelo artesanal como muitos que naquela época, embora já muitos acreditassem nos excelentes trabalhos de Eduardo Santos, principalmente na assistência a carros de competição e principalmente na construção dos famosos Aurora da Fórmula V. 

Carlos Santos deu umas voltas e Nogueira Pinto tentou adaptar-se ao carro que guiava pela primeira vez.    

Um tempo 2. 52,55s colocou-o entre Martin Raymond e Paco Josa, mas um princípio de incendio impossibilito-o de alinhar. 


publicado por dinis às 22:49
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Junho de 2013

Circuito Vila Real GT GTS S 1972

Circuito Vila Real GT GTS S 1972

 

 No Jardim da Carreira

vila real 41_n.jpgO Lola T 212 de Claude Larrieu passa defronte de Busto de Camilo Castelo Branco

vila real41_n.jpgO Porsche Carrera 6 de Américo Nunes a abastecer na Sacor

 

vila Real 433_n.jpgLola T 290 de Claude Swietlick

 

Carlos Santos disponibilizou o Porsche Carrera 6 transformado na garagem Aurora para Manuel Nogueira Pinto.  

No Circuito Internacional de Vila Real, uma das atrações nacionais foi o Aurora Porsche era e era interessante ver o podia fazer face aos mais modernos protótipos presentes.

VR72_Aurora Porsche.jpgE assim nos treinos de sábado tive o privilégio de o ver ao vivo.

À primeira vista, era um modelo artesanal como muitos que naquela época, embora já muitos acreditassem nos excelentes trabalhos de Eduardo Santos, principalmente na assistência a carros de competição e principalmente na construção dos famosos Aurora da Fórmula V.

Carlos Santos deu umas voltas e Nogueira Pinto tentou adaptar-se ao carro que guiava pela primeira vez.   

Um tempo 2. 52,55s colocou-o entre Martin Raymond e Paco Josa, mas um princípio de incendio impossibilito-o de alinhar.

 

asdfRK8K1j.jpg

 

Vila REal5_n.jpgMarsilio Pasotti "PAM" substituiu Giancarlo Gagliardi com pouca sorte.

Ford_Postal1 (1).jpg

15727321_10206809762322498_520563348483301473_n.jpJohn Bridges no Chevron B21 FVC 

22050121_1623876744300847_7541145865312508144_n.jpgPAM pensativo!!! 

1654469_696957027005276_2019770179_n.jpgCarlos Gaspar seguido de Ernesto Neves, José Maria Juncadella e de John Bridges 

vila real 27_n.jpg

No início … José Maria Juncadella (Chevron B 21), Vic Elford (Lola T 290), Carlos Gaspar (Lola T280), Peter Hanson (Chevron B 21), John Burton (Chevron B 21), John Bridges (Chevron B 21), Ernesto Neves (Lotus 62) e Roger Heavens (Chevron B 21)

 

22141144_1623876730967515_6210516299133915292_n.jpg

vila real09_n.jpgEm primeiro plano John Bridges no Chevron B21, seguido em carro identico de John Burton e do Lotus 62 de Ernesto Neves.

vila real a1_n.jpgCarlos Gaspar com o Lola T280 do Team Bip junto dos dois Chevron B21 do Espanhol José Maria Juncadella e do nº 31 o Britânico Peter Hanson, acabaram de ser filmados pelo câmara men da RTP, e cujo camião de exteriores se pode ver junto do edifício onde funcionava o Distrito de Recrutamento e Mobilização de Vila Real.

vila real 29_n.jpgAmérico Nunes Porsche Carrera 6

vila real 38_n.jpg

vila real 0178_n.jpg

vila real 28_n.jpg

11847307_nnaDA.jpeg

vila real 9_n.jpg

vila real 7082_n.jpgPaco Josa no Chevron B21 da Escudería Montjuich.

 

 

 

 Fotos

Jornal

Motor

O Volante

Revista Notícia

Capa do Livro das Corridas

Livro, Carros e Pilotos de Francisco Santos

 


publicado por dinis às 23:31
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Maio de 2013

Circuito de Vila Real 1972 por Ricardo Assis Cordeiro

Circuito de Vila Real 1972 por Ricardo Assis Cordeiro

540160_362518897158776_999677378_n.jpgPormenor de Américo Nunes no Porche Carrera 6

248140_458095597601105_415970663_n.jpgRetro Course Magazine nº 113 - Maio / May 2013

 


publicado por dinis às 22:24
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Março de 2013

O Porsche Carrera 6 ou 906 #130 Aurora Porsche

 

O Porsche Carrera 6 ou 906 #130 Aurora Porsche

Uma surpresa vinda dos Estados Unidos de um mais um automóvel que esteve na pista vila-realense.

 

 

Ao ver este vídeo quantas recordações surgiram em tão pouco espaço de tempo… o Porsche Carrera 6 de Carlos Santos, lindíssimo como ele era…  

Agradável, inesquecível e atraente, foi a decoração psicadélica vista em Vila Real no Porsche Carrera 6 de Carlos Santos, naquele longínquo ano de 1970 e recordada nas poucas fotografias a cores ou a preto e branco então conhecidas, ou então nas miniaturas protagonizadas nas várias tentativas pessoais, entretanto pensadas, iniciadas, mas de difícil finalização.

A 28 de Abril de 2011 já o site http://www.gunnarracing.com/ nos mostrava belas imagens do restauro do Porsche 906 reportando-se nas suas configurações originais.

A Gunnar Racing com uma oficina que parece mais um museu ficou conhecida pelas versões especiais dos Porsche que correram nos campeonatos americanos.

 

 

 

 

 

906-130 Amelia Island Concours d'Elegance 2013 e decoração Vila Real 1971 em que Carlos Santos foi 4º classificado.

 

 

 

 

 

 

 

 

No final de 1968, Carlos Santos deslocou-se com o Lotus 47 a Angola, onde participou na prova de Luanda, e por lá o vendeu a Herculano Areias.

Estávamos em 1969 e o Porsche Carrera 6 # 130, pilotado em 1966 por Fernando da Baviera (típico cliente da Porsche, oriundo de uma família ligada às grandes casas reais Europeias), passou no ano seguinte para Alex Soler-Roig. Novamente em 1968 passa para as mãos de José de La Peña e mais tarde para Ben Heiderich, o importador da Porsche em Espanha, vem finalmente para Portugal por intermédio de Carlos Santos, para competir com o Ford GT 40 que fora de Carlos Gaspar, com o qual foi Campeão Nacional é agora pertença de Luís Fernandes.

Durante a longa estadia em Portugal esteve no Circuito Internacional de Vila Real por 4 vezes e foi pilotado por Carlos Santos, Manuel Nogueira Pinto e Miguel Soeiro de Lacerda.

Associado a um palmarés invejável, foi Campeão Nacional de Velocidade 1969 na categoria Grande Turismo e Desporto com Carlos Teixeira dos Santos, o mesmo acontecendo nos anos de 1970 e 1971 com a nova designação da categoria de GT, Desporto e Protótipos.

No circuito Internacional de 1970 Vila Real aparece pela primeira e nos treinos de sexta-feira e nos de Sábado obtem o 4º melhor tempo, 2.42,08s o que lhe permite partir na segunda fila ao lado de Yan Skailes.  Na prova abandona ao fim de 33 voltas.

Em 1971, seguindo as últimas tendências dos estilistas da Porsche, Carlos Santos mandou decorar o 906 com uma pintura psicadélica inspirada no Porsche 917#043 presente no ano anterior em Le Mans.

O piloto parte da 5º linha de partida tendo ao lado Martin Deeley e Ernesto Neves e no final termina num honroso 4º lugar da geral.

 

Actualizado para a época de 1972 foi rejuvenescido pela Garagem Aurora naquela que foi a sua primeira grande transformação de um Carrera 6, no intuito de manter a sua competitividade. A carroçaria foi aligeirada e redesenhada mantendo a parte central do cockpit, tornando-o num modelo único e conhecido por Aurora Porsche.

 

Sábado, 8 de Julho de 1972: imagem rara do Aurora Porsche de Manuel Nogueira Pinto no momento em que entrava no Jardim da Carreira para as verificações técnicas. Nos treinos suplementares de Domingo, um princípio de incêndio na zona de Mateus impossibilitou a sua participação na prova.

A competitividade não terá agradado ao seu proprietário levando-o a adquirir o Porsche 907 chassis #027, carro que foi de Rui Guedes e que quase o tinha destruído em Vila Real, no ano anterior.

Nogueira Pinto adaptava-se ao Aurora Porsche que conduzia pela primeira vez, mas a chuva não ajudava e um princípio de incêndio na zona de Mateus no Domingo, impossibilitou a sua participação na prova.

Artur Passanha também o pilotou em Vila do Conde, Estoril e nos 500 Km de Interlagos, no Brasil, onde foi 14º.

14750330_mY8vL.jpegEm Setembro de 1972 Miguel Lacerda no Autódromo do Estoril 

 

 

A última participação do famoso Porsche Carrera 6 em Vila Real foi no ano de 1973 onde Miguel Soeiro de Lacerda, impondo um ritmo adequado à sua viatura permitiu-lhe ser um dos 15 pilotos a terminar a prova e a colocar-se entre o Scorpion de Andrew Fletcher  e o Lola T 290 de Tony Birchenhough e terminar num honroso 10º lugar, após 29 voltas durante 1h 24m 41,04s e uma média de 142,288 Km/h.

403660_2518840981590_1507545627_n.jpg 

Autódromo do Estoril 1973,ínicio dos treinos como nos indica Miguel Lacerda."Ao meu lado direito,José Caiano e José Miguel Barros. À minha frente,Manuel Braga na altura mecânico da Garagem Aurora e hoje como não poderia deixar de ser, conceituado preparador e proprietário da AutoParaiso da Foz".

 

Fotos in

https://www.facebook.com/pages/Gunnar-Racing/170646199628245


publicado por dinis às 23:15
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Maio de 2012

Vila Real 1972

Recordando o Circuito Internacional de Vila Real em 1972, em dia de chuva. 

 

Provas inesquecíveis, essas realizadas em 1972 e ainda muitos se lembram dos abrigos improvisados, das constipações e do Cegripe então usado.

Assim na sesta feira, os treinos grupo 1 foram disputados com o habitual tempo seco e que proporcionou a sete pilotos baterem o recorde da pista. No dia da prova um terrível temporal “chuva constante e fortes rajadas de vento, inundaram e sujaram a pista ” e quase impediram que as provas se realizassem. 

Antes realizaram-se os treinos da Formula Ford e V, mas com um tempo muito quente e nuvens já muito ameaçadoras.

 


 
Enquanto não era dada a partida, os mecânicos procuravam equipar os automóveis com os pneus mais adequados ao estado da pista. 
À ultima hora o carro Nº. 27 de Araújo Cabral, foi para Christian Melville, este com o 3º melhor tempo, estava impedido de alinhar, devido ao espectacular acidente junto das bombas da gasolina que ficaram a ser conhecidas pelo seu apelido. Teve de ocupar o último lugar da grelha de partida, mas no final chegou em 3º.


 
Nos grupos 3,4 e 5 os treinos de sexta permitiram a muitos pilotos não efectuar os treinos de Sábado, pois o estado do tempo e a pista a isso o aconselhava, o que não aconteceu aos pilotos da Ecurie Bonnier, Elford, Swietlick, Bragation e M A. Cabral, encontraram os seus carros fechados e indisponíveis, devido à ausência em parte incerta dos mecânicos.


 
A chuva e os atrasos continuavam, mas ainda faltava iniciar a última prova. Marcada para as 19h15m, somente ás 20h30m, passam os primeiros classificados pela linha de partida.
1º Mesia 2º Cabral 3º Sá Nogueira
2º volta
1º Cabral 2º Mesia 3º Sá Nogueira
Na 3ª volta, o carro bastante atrasado já falhava muito e Nicha é obrigado a desistir. 
Os mecânicos não contavam com a chuva e da consequente necessidade de ter os limpa pára-brisas a funcionar e de uma bateria de maior capacidade instalada.
E nós assistimos a um empolgante final nocturno entre Mesia e Gonçalves “Capri RS e 1275GT” de faróis acesos, eram já perto da 10 horas da noite.

 


 
No dia seguinte voltamos ao Verão e a ver uma grelha de partida muito invulgar. Era o resultado dos dois dias de treinos. A pole obtida na Sexta, vai para Carlos Gaspar, enquanto a de a de Nicha obtida nos treinos aquáticos de Sábado, somente lhe dará direito a um lugar na 8º linha de partida, mas mesmo assim termina no 4 lugar, atrás de Gaspar ambos em Lola perante um vencedor que não sabia que tinha ganho, Swietlick. 

 

Fotos revista  Autódromo (Ricardo Duarte Kadypress)


publicado por dinis às 16:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

O Lola T 280 de Carlos Gaspar

O Lola T 280 de Carlos Gaspar

João Carlos Ferreira de Moura e Jorge de Brito fundaram o BIP (Banco Intercontinental Português) e o último grito da Lola, o T 280 veio para Portugal.

O piloto escolhido foi Carlos Gaspar que faria companhia a João Carlos Ferreira de Moura nas provas em que fossem necessários dois pilotos.

vila real.jpg

Na época o Jornal Motor publicitou a sua chegada.

Foi um dos modelos mais admirados no Jardim da Carreira do qual sobressaiam as cores nacionais, as mesmas do  Banco Intercontinental Português.

O Lola era o mais potente dos automóveis em prova mas um problema andava no ar, seria que o depósito chegava para a corrida?

Vila Real _n.jpgO Lola andou enquanto teve gasolina e o seu piloto a “poupou” .  


publicado por dinis às 22:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

19 Circuito Internacional de Vila Real

 

XIX Circuito Internacional de Vila Real 1972

 

“FLACHES” …SEM LEGENDA

BOLIDS DIABOLICOS…

QUE PASSAM JNTO ÀS BOXES…

COM DESEJO DE PARAR…

 

 

 Na grelha de partida A. Santos Mendonça aguarda o início da prova em 1971.

 

Mais uma corrida que ira ser disputada em simultâneo pelos automóveis de corrida da fórmula Ford e da fórmula V devido ao baixo número de inscritos em ambas as categorias.

 

“(…)D)TAÇA AURELIANO BARRIGAS

Para automóveis da Fórmula V e Formula Ford

Para automóveis de Formulas V e Ford, a que se reporta a alínea D), são os definidos no Regulamento Nacional de Fórmula V e no Regulamento Nacional de Fórmula Ford.(…)”


publicado por dinis às 23:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Janeiro de 2012

19 Circuito Internacional de Vila Real

 

XIX Circuito Internacional de Vila Real 1972


O team Bonnier já não vem?!!

Precisamente no dia em que deram entrada na Comissão Organizadora, os Boletins de Inscrição de toda a Equipa de Bonnier, uma trágica noticia corria rápida pela cidade com o ocorrido naquela manhã de 11 de Junho de 1972, durante a 40ª edição das 24 Horas de Le Mans, quando o Lola T280 Cosworth DFV #27 com o nº 8 de Jo Bonnier depois de bater no Ferrari 365 GT4 #35 da Scuderia Filipinetti, então pilotado por Florian Vetsch se desfez de encontro aos pinheiros, provocando a morte a Joakim 'Jo' Bonnier,

Estava gorada mais uma interessante presença restando uma ténue esperança da presença de 3 T-290 da Écurie Bonnier para competir com o Lola T280 (3 litros) do Team BIP pilotado por Carlos Gaspar.

 

Jo Bonnier era um dos grandes defensores da segurança dos circuitos, como demonstra a carta enviada a Comissão Organizadora do Circuito, em Junho 1970:

 

 

Ecurie Bonnier

6, rue Bellot

Suisse

Agradeço a vossa carta de 6 do corrente e lamento não poder participar na vossa prova de 5 de Julho. Por outro lado, gostaria de poder ver o vosso circuito nessa ocasião, pois tem sido muito discutido na Comissão de segurança e a C S I acha-o muito perigoso no estado em que se encontra.

Apresento-lhe os meus sinceros cumprimentos.

Mme A, Oberson

Secrétaire

 

 

Definição da manifestação e automóveis admitidos

 

 TAÇA VII CENTENARIO DE VILA REAL

 

(XIX Circuito Internacional de Vila Real)

 

Grupo 3 – Automóveis de Grande Turismo de Série

 

Grupo 4 – Automóveis de Grande Turismo de Especial

Grupo 5 – Automóveis de Desporto

 


publicado por dinis às 23:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2012

19 Circuito Internacional de Vila Real

 

XIX Circuito Internacional de Vila Real 1972

 

 

OS CAROLAS DAS CORRIDAS

 

Aqueles que nos dias das CORRIDAS, procuram para as ver (ou não ver) o lugar que mais lhe agrada, quer nas bancadas da META, quer em qualquer das sombras, ou lugar ao sol, nas margens do percurso, associando à ideia do espectáculo, à ideia de uma boa MERENDA; aqueles que vêem as corridas mais como um acontecimento mundano banal, não dando conta do espirito competitivo que as caracteriza; e ainda aqueles que as encaram como uma espécie de Carnaval, classificativo que ouvimos a alguém que declarou interessar-lhe secundariamente a feição desportiva da luta travada; aqueles a quem interessa principalmente e quase  exclusivamente a paisagem humana rica de cor e movimento que então se disfruta – a todas estas pessoas perguntamos se têm um só pensamento, perdem algum tempo, mínimo que seja, a avaliar o esforço que os seus organizadores são obrigados a disperder; os riscos que correm, os problemas que se lhes levantam e as preocupações que cercam o seu trabalho, cujo êxito começa por depender, em primeiro lugar, das condições atmosféricas?

Serão muitas as pessoas que pensam nisso e se solidarizam e apoiam, ao menos moralmente, o reduzido número de CAROLAS que chamaram a si a pesada tarefa de organizar e promovera realização de tão belo como arriscado espectáculo?

Responda quem tiver coragem para o fazer.

É um espectáculo que todos querem gozar sem a mínima preocupação, inclusive a de dar o seu pequeno contributo financeiro, esquecendo-se dos sérios compromissos que é preciso assumir e os pesados encargos que é forçoso satisfazer – posição que só a carolice de alguns aceita tão audaciosamente.

Quando pensamos no estado de espirito que as perspectivas das mas condições meteorológicas criam ou podem criar nos responsáveis pelo acontecimento, responsabilidade que voluntariamente assumiram sem outra compensação que não seja a alegria de engrandecer Vila Real, chamando para a risonha Princesa do Corgo as ostenções do mundo desportivo, gastando para tanto o seu tempo, as suas energias e quantas vezes o seu dinheiro – quando isto acontece, aumenta em nós a admiração que nutrimos por estes CAROLAS sem a dedicação dos quais não era possível  a concretização de tão espectacular acontecimento.

Quis a natureza dar a esta terra esta bela pista que FAZ FERRO aos que querem deslocar para o Sul, para si, o centro natural de tais actividades, procurando escabichar deficiências e descobrir insuficiências que minimizem as suas excepcionais características para prélios internacionais justificando assim a deslocação da MECA do desporto Automobilístico…

Defendemo-nos de manobras RAPACES e criticas injustas por nem sempre bem intencionadas, é obrigação de todos nós, como ? apoiando os que se batem denodadamente por sua DAMA – OS CAROLAS DAS CORRIDAS, todos nós os que bebemos este Sol e respiramos este ar fresco da Serra que nos enrijece a têmpera e nos manda lutar obedecendo ao principio de que MAIS VALE MORRER COM HONRA, DO QUE VIVER SEM ELA, desportivamente falando…

Neste momento, lembramo-nos da resposta que o INTERPRETE deu ao Maniputo, juiz dos pequenos delitos, quando estava a julgar o indígena delinquente  - ATÉ AGORA NÃO DISSE NADA… SÓ FALOU…

E a fechar parafraseando a histórica expressão: CAROLAS DAS CORRIDAS! Vila Real Honrai… que Vila Real vos comtempla…

A. Ferreira Setas

In Programa das corridas de Vila Real 1972   

   


publicado por dinis às 23:31
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Porsche 906 Grip Américo Nunes

Foram apresentadas em estreia mundial pela GRIP - Minisquadra, durante o 42º Circuito de Vila Real 2009, as miniaturas da série

40 Anos de História - edição numerada e limitada a 40 exemplares

 

E o já conhecido

Porsche 906

Américo Nunes

Circuito Vila Real 1972

9ª Classificado

11952051_1002255639819382_3393867838912059050_n.jp

11952051_1002255643152715_7455030665710427900_n.jp

 

 

 


publicado por dinis às 03:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Chevron B21 de Roger Heav...

. Paco Josa na sua passagem...

. Américo Nunes, 1972, Vila...

. 85 anos do primeiro pilot...

. Na Belgica Escuderia Mont...

. Grande homenagem do Filho...

. Américo Nunes em PORSCHE ...

. Glórias do Circuito Inter...

. Ilustres que fazem a hist...

. Miguel Correia em Vila Re...

. Porsche Carrera 6 Améric...

. As máquinas de Miguel Cor...

. Porsche Carrera 6

. Porsche 906 Carrera 6 de ...

. Lola T280 Cosworth - Circ...

. Miniaturas de Vila Real M...

. Lola T 280 HU 04 Carlos G...

. Miniatura Solido Lola T 2...

. Jornal Motor 1972

. Gold Leaf Team Lotus, Tea...

. Aurora Porsche 1972

. Circuito Vila Real GT GTS...

. Circuito de Vila Real 197...

. O Porsche Carrera 6 ou 90...

. Vila Real 1972

. O Lola T 280 de Carlos Ga...

. 19 Circuito Internacion...

. 19 Circuito Internacional...

. 19 Circuito Internacional...

. Porsche 906 Grip Américo ...

. Miniatura Solido Vic Elfo...

. Miniatura - 3 J Chevron B...

. Miniatura - 3 J Portugal ...

. Miniatura Solido T 280 tr...

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub