Domingo, 8 de Agosto de 2010

Aureliano de Almeida Barrigas

 

Mentor e entusiasta do Circuito de Vila Real


Aureliano de Almeida Barrigas,

filho de Manuel Lopes Barrigas e de Vitorina de Barros Rodrigues ,  nasceu em Vila Real, na  Rua Direita a 6 de Outubro de 1893.

Terminou a instrução primária em 1905.

Frequentou o Liceu de Vila Real da 1ª à 5ª classe e ao mesmo tempo, durante os dois primeiros anos a Escola de Desenho Industrial D. Luís I.

Em 1910 vai para o Porto, onde estudou no Liceu Rodrigues de Freitas. 6ª e 7ª classe, concluindo o Curso liceal com 16 valores,

Frequenta a universidade, primeiro no Porto e depois em Lisboa, regressando a Vila Real por motivos de doença.

Como diria o seu pai ao Jornal  O Farol, Porto, n.º 2, Junho de 1952.

“(...) O meu rapaz estudava engenharia e por motivos de saúde,

abandonou a Faculdade e passou a dedicar a sua vida às manifestações

artísticas que a sua sensibilidade delicada ditava (...)”

Aceita a nova realidade, decide-se a gozar a vida, isto é, a praticar o que verdadeiramente gostava. Os desportos mecânicos são a moda da época e adequadas à sua elevada condição económica.  Adquire bicicletas, motociclos, automóveis e até barcos a motor, para usufruir a seu belo prazer.

Os seus dotes artísticos manifestam-se no desenho e principalmente na caricatura, muitas vezes a pedido dos próprios, ou para o serviço da comunidade em que nasceu e viveu.

Em 1920, durante o Congresso Regional Transmontano, entre 7 e 16 de Setembro, expõe os seus trabalhos naquela que será a sua única exposição.

O programa do dia 11 contemplava uma corrida de motocicletas.

Integra o grupo fundador do Sport Club de Vila Real e em 1922 desenha o cartaz de inauguração do Campo do Calvário, antigo Campo da Eira.

Colabora em inúmeras publicações e programas diversos, sendo de realçar as caricaturas publicadas no Jornal O Comercio do Porto.

Em 1925, Trás-os-Montes, assiste a uma inédita jornada automobilística, centrada em Chaves e composta pelo primeiro rali realizado em Portugal e também pelo primeiro circuito que ligou Chaves a Mirandela, Vila Real e novamente a Chaves, além dos habituais concursos de elegância.

O seu primeiro automóvel, um Austin Seven, serve a sua curiosidade e como acontecia com as suas motocicletas também era por si reparado, embora por vezes recorresse a mecânicos especializados.

Estudioso dedica o seu tempo à descoberta e à compreensão das inovações de que tem conhecimento através dos seus contactos.

Em 1926 publica o livro “Como tratar o meu automóvel” e a

“A inflamação eléctrica por magneto ou bateria nos automóveis”, em 1928.

Fomentou corridas de motos com os amigos, gincanas e exposições de carros, até ser um dos principais impulsionadores da primeira corrida de automóveis em Portugal, em circuito fechado e com partida em simultâneo, realizadas em 15 de Junho de 1931, no Circuito de Vila Real, naquela que foi a primeira edição de um circuito com várias épocas, interrompido ao longo dos tempos, por motivos diversos e que ainda hoje é um dos principais cartazes turísticos da região.

Nos cartazes e selos do circuito da sua autoria, expressam bem a intensidade com que viveu e dedicou aos acontecimentos da sua cidade natal.

Sem descendência, este multifacetado vila-realense ainda inventou um dispositivo para manter a pressão desejada nos pneus do qual foi colocado um exemplar em Vila Real.

Faleceu em 1948, com 55 anos de idade e as primeiras corridas do pós-guerra marcadas para duas semanas depois.

Tudo isto e muito mais

In

Título: Aureliano Barrigas — Fotobiografia. Autor: Elísio Amaral Neves. Tiragem: 350 exemplares. Vila Real, Julho de 2010. Depósito legal: 313807/10

 

A Obra encontra-se disponível em pdf

http://www.cm-vilareal.pt/gremio/images/publicacoes/aureliano_barrigas.pdf

 

Numa visita ao Museu da Vila Velha, podemos encontrar um vasto espólio da vida e obra de  Aureliano Barrigas.

 

Caricatura da autoria de Aureliano Barrigas, publicada no jornal O Comércio do Porto, aquando da reportagem alusiva ao primeiro Circuito de Vila Real, em 1931.


publicado por dinis às 23:49
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Março de 2010

Felcom de 1933

O Ford Especial do Ferreirinha, Ponto de Interrogação ou o que resta dele,

o Felcom, um distinto automóvel nacional, ainda existente.

 

 

Um automóvel de corrida que é bem o exemplo do espírito empreendedor e do desenrascanço português.

Um modelo desactualizado, o celebre Ponto de Interrogação desenvolvido e utilizado por Eduardo Ferreirinha nas competições, já não era utilizado pele equipa, com outras prioridades e  certamente a pensar nas potencialidades do revolucionário  V 8 da Ford.

O Ford A N-8659 de 4 cilindros, equipado com a cabeça Miller foi vendido com todos os seus componentes a Eduardo Carvalho, inclusive o seu ainda mais velho Turcat-Méry dos anos 20.

 

Eduardo Carvalho compareceu com a sua aquisição no Circuito da Campo Grande, disputado em Maio de 1933, mas abandonou.

O bólide foi entretanto reconstruído com o chassis mais leve  e invertido do Turcat-Méry, ao qual se juntou o experimentado conjunto motor/transmissão do Ford A, com a transformação Miller, sob os cuidados de Salvador Vila Maior.

Com este chassis foi necessário redesenhar a carroçaria com ela uma nova decoração.

 

IIIº Circuito da Boavista, a última prova do ano, o Felcom em acção, pilotado pelo seu construtor.

 

A primeira prova foi na última edição dos anos 30ª, do Circuito da Boavista a 13 de Agosto de 1933, onde o Felcom foi naturalmente inscrito na categoria Corrida.

Após a partida, Eduardo Carvalho levou o seu bólide às boxes, logo na primeira volta e só entrou na prova quase meia hora depois, não conseguindo classificar-se.

 

Henriques dos Santos com o Felcom - inscrito como Ford - no circuito do Estoril.

 

Com um novo motor a 20 de Outubro de 1935 no circuito do Estoril Henriques dos Santos saiu da primeira linha de partida - lugar que lhe coube por sorteio - mas era um carro lento e arrastou-se com muitas dificuldades até à sua desistência.

Já durante os treinos de sexta-feira, na curva da Estação, o Ford partiu uma roda nas pode participar na corrida.

 

Características

Ano de fabrico - 1933

Motor -  Ford 4 cilindros em linha com transformação Miller.

Cilindrada - 3285cc

Caixa de velocidades -  manual de 3 velocidades + marcha atrás.

 

 

 

 

O Felcom no Museu do Caramulo, durante a exposição Automóveis Portugueses.

 

In Antigos – Revista das Viaturas Antigas Nº 9 de Março de 1993


publicado por dinis às 02:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O Pai Natal já passou…

. Alfa Romeo 6 C SS Zagato ...

. "CIRCUITO DE VILA REAL — ...

. Estreia do Ford “Ponto de...

. 1928 Bugatti Type 37A - J...

. CIRCUITO DE VILA REAL O I...

. Jardim da Carreira - Parq...

. “O meu Avô, Alberto Marqu...

. 1º Circuito de Vila Real

. Cartaz do Circuito de Vil...

. Aureliano de Almeida Barr...

. Felcom de 1933

.arquivos

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS