Domingo, 31 de Dezembro de 2023

Ford Sierra RS Cosworth António Taveira - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford Sierra RS Cosworth António Taveira - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1068ª – Ford Sierra RS Cosworth António Taveira Trofeu   

Ford Sierra RS Cosworth António Taveira Circuito de Vila Real Abril de 1988

Modelo real

A Produção grupo N a 12 Julho 1987 encheu a pista Vila-realense com os novos Sierra Cosworth, acompanhado dos BMW 325i, Mercedes 190 entre outros.

António Taveira no Ford Sierra Cosworthnº 33 em 1987, mas não terminou com problemas na bomba de gasolina na 7º volta

Em Abril de 1988 os vila-realenses e os aficionados puderam assistir a dois circuitos automóveis no mesmo ano.

Os inscritos começaram a escassear e as provas do Nacional em Vila Real seguiram as determinações da CDN em que as corridas podiam contar para o campeonato sem o número mínimo de inscritos, a viabilizar os Campeonatos Nacionais de Turismo e Produção.

Os inscritos em Produção eram sete em Ford Sierra Cosworth e um Ford Escort RS turbo que não compareceu nas verificações.

No último ano sem qualquer chicane, os treinos foram bem disputados com vários pilotos a baixar os tempos nas 11 voltas. 

Adriano Barbosa foi o mais rápido com 2,40,610 seguido de António Taveira com 2. 49,460, na segunda fila estavam Ni Amorim com 2.51,030 e António barros 2.51,610 . na terceira fila Araújo Pereira 2.53,240. E ao lado Fernando Peres com 2.54,290 e o seu tio José Peres.

Fernando Peres com a sua escolha de pneus saltou da penúltima posição para as primeira no início da prova. Com os pneus a desfazerem-se e a obrigar a muitos cuidados. Ni Amorim que chegou em segundo e aproximou-se do primeiro, sem o conseguir. No final os primeiros mantiveram as posições  seguidos de José Peres, terminaram a segunda prova do Nacional de velocidade no final das 12 voltas.  Adriano Barbosa, a duas voltas. António Barros, Araújo Pereira  com problemas nos pneus.

Na manhã de Domingo, António Taveira com o nº 8 no Ford Sierra Cosworth, nos treinos privados realizados em pista aberta, tentando experimentar algumas soluções efectudas durante a noite, sobre um despiste junto a Ford e o carro não é recuperável para a prova.

A última prova no circuito de Vila Real de António Taveira seria em Julho Miniatura 999ª – Ford Sierra RS Cosworth Troféu

https://manueldinis.blogs.sapo.pt/ford-sierra-cosworth-vila-realense-um-1756571

Modificação na miniatura

O número 6 passou a 8

IMG_20231231_142953.jpg

IMG_20231231_143028.jpg

IMG_20231231_143123.jpg

IMG_20231231_143143.jpg

IMG_20231231_143148.jpg

IMG_20231231_141843.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Trofeu

Série

Referencia nº preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 18:19
link do post | comentar | favorito

Bom Ano 2024

Que a Paz e a Magia de Natal estejam presentes em 2024

ano 2023 24 - Cópia.JPG

Um olhar sobre as corridas

Encontros Além Corgo

Exposição digital Manuel Dinis  


publicado por dinis às 17:14
link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Dezembro de 2023

Mercedes-Benz 300SL Gullwing - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Mercedes-Benz 300SL Gullwing - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1067ª – Mercedes 300SL Gullwing 54 Bang

Mercedes-Benz 300SL usa a mesma pintura de quando correu em Cuba antes da Revolução.

Santiago “Chiaguito” Gonzalez

Armando Garcia Cifuentes

Quando Alejandro De Tomaso convenceu seu amigo Fulgencio Batista, então presidente de Cuba, a organizar uma corrida automobilística nas ruas de Havana, no inverno, fora da temporada. O cenário um circuito urbano no famoso Malecón de Havana, aberto ao Mar do Caribe.

Modelo real

Havana, Cuba 24 e 25 de Fevereiro de 1958, corrida mais lembrada pelo sequestro Juan Manuel Fangio, por rebeldes antigovernamentais.

O designer do Teatro Nacional e da Marina Hemingway em Havana, Nicolas Arroyo, Ministro das Obras Públicas, era um entusiasta de automóveis quando comprar um punhado de Mercedes-Benz e Ferrari para participar em competições com pilotos locais no comando.

O Mercedes Benz 300SL chassis número 5500586 foi comprado ao revendedor, que o importou para Cuba em 1955 para usar como uma espécie de show car.

Sob a propriedade de Arroyo, participou no Grande Prémio de Libertad e noutras corridas cubanas do período, uma vida que desfrutou até à ocorrência da Revolução de 1959

Arroyo optou por este elegante visual de corrida da época. A carroceria cor de marfim existente era brilhante o suficiente por si só, graças à forma sobre a qual foi colocada, da qual nenhum enfeite precisa desviar a atenção.

No final da corrida, venceu dois outros Gullwings e terminar em primeiro na Classe A, para GTs com motores de dois litros ou maiores) com Santiago “Chiaguito” Gonzalez ao volante, mas a morte de vários espectadores em consequência do acidente do Ferrari de Armando Garcia Cifuentes.

Mis tarde foi adquirido por um entusiasta local que o guardou, mas foi abandonado, entretanto algumas peças desapareceram à medida que a ferrugem começou a corroer os painéis da carroceria e os componentes foram desviados para ganhar dinheiro rápido.

De férias em Cuba em 1996, Alberto Cefis, soube do seu paradeiro, e quando o encontrou perto da capital, o motor estava no chão, e as portas foram encontradas não presas ao resto da carroceria, mas “próximas”. um local compartilhado com muitos outros componentes.

A Mercedes-Benz na Alemanha garantiu que o veículo semi-intacto era genuíno uma vez que todos os todos os números correspondiam onde deveriam.

Mais quatro anos se passaram antes que ele reconsiderasse sua posição, e ele concordou em deixar Cefis comprar uma participação de 50% no carro como um primeiro passo para deixá-lo possuir toda a coisa.

Seguiram-se mais seis anos de negociação e quando a entrega foi finalmente concluída em 2006, foram necessários seis meses para remover o carro. várias peças do carro de seus vários restos

Finalmente, com todas as peças estavam na Europa, Alberto Cefis ainda teve que esperar mais 3 anos, o Mercedes benz 300 SL cubano foi cuidadosamente restaurado em Polling na Baviera, Alemanha.

Ao fim de 22 anos de persistência e entusiasmo culminou em uma bela restauração do carro que mais uma vez pôde ser finalizada com um novo conjunto de listras azuis e o número “6” em seus flancos. Visto nas Mille Miglia 2019 e a Coppa Milano-Sanremo 2019. Onde quer que o carro apareça, ele chama muita atenção por ser um dos poucos veículos que saíram de Cuba após a tomada do poder por Castro.

IMG_20231229_234348.jpg

IMG_20231229_234401.jpg

IMG_20231230_145615.jpg

IMG_20231230_145633.jpg

IMG_20231230_145637.jpg

IMG_20231230_145650_1.jpg

IMG_20231230_145715.jpg

IMG_20231230_145733.jpg

Miniatura

Abre as portas,

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Bang

Série

Referencia nº7087 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 22:02
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2023

Volkswagen 1200 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Volkswagen 1200 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1066ª – Volkswagen 1200 Safari Rally 62 Vitesse     

Volkswagen - 1200 Nº 40 vencedor do East African Coronation Tommy Fjastad/Bernhard Schmider Cooper Motor Corporation Ltd.

A imagem do diorama da Corgi Toys ainda estava muito presente, embora o desenho do catálogo fosse num verde ref 256 o vermelho é que permaneceu até encontrar uma foto do modelo cinzento da Scalextric model. E como curiosidade

A capa da revista Shell Drivers Club de 1963 mostrando o vencedor do East African Safari Rally de 1962, o VW de Tommy Fjastard e Bernhard Schmider.

Modelo real

A VW já venceu a prova por três vezes.

Em 1953 no 1º Coronation Safari Rally o Volkswagen Käfer Typ 11 1131 foi o vencedor com Alan DixKenya Johnny Larsen.

Na 2ª prova do Coronation Safari o vencedor foi Marwaha D.P. - Preston sr. Vic Volkswagen Käfer Typ 122 1200

A 5º. edição do Coronation Safari em 1957 o vencedor Hofmann A.A. 'Gus' - Burton Arthur A.N. Volkswagen Käfer Typ 122 1200

O Rally Safari da África Oriental realizado entre 19. E 23 de Maio de 1962,

Á partida estiveram presentes 104 carros em Nairóbi com o propósito de  3.100 milhas de extensão Nairobi-Kampala-Dar es Salaam-Nairobi.

A prova foi particularmente difícil devido às fortes chuvas na maioria das seções e especialmente na Tanzânia.

Muitos participantes ficaram bloqueados pela lama e tiveram que abandonar. Depois de vários troços de 80 km/h, foi a infame escarpa carregada de lama de Magara durante a etapa final que realmente definiu os resultados finais. apenas 46 sobreviveram ás 3.100 milhas à rodada de neblina, chuva, lama, inundação e tempestade. Terminaram: 46 e abandonaram 58.

O Volkswagen ‘Beetle’ de 1200 cc de Tommy Fjastad e Bernhard Schmider voltou a provar que a tracção pode ser mais importante do que a potência ao vencer o evento. A Peugeot alcançou o Prémio por Equipas, não apenas com um segundo lugar, mas com nove dos dez carros 404 a cruzarem a linha de chegada em Nairobi. Pat Moss e Ann Riley, que também lideravam em determinado momento, tiveram que se contentar com o terceiro lugar geral em seu SAAB 96. Armstrong Mike P. - Bates Chris E. Ford Anglia 105 foi 4º seguido do #44 Singh Joginder - Singh Jaswant Volkswagen 122 1200 da Cooper Motor Corporation Ltd.

O Sexto foi 6. o futuro marido, de Pat Moss,  Erik Carlsson, em um carro semelhante acompanhado por Svensson Karl Erik

O vencedor, Tommy Fjastad e Bernhard Schmider ainda foi 1º na classe C e também ganhou o prêmio de melhor Índice Preço/Desempenho, quando foi entrevistado, Tommy Fjastad disse que o carro estava em excelentes condições e pronto para rodar novamente.

IMG_20231229_142238.jpg

IMG_20231229_142245.jpg

IMG_20231229_142251.jpg

IMG_20231229_142305.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

Fabricante Vitesse 

Série Limited Edition 2261/5000

Referencia nº L002 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Portugal Fabrique en Chine

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:56
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2023

March Porsche Indy 1990- Um olhar sobre as minhas miniaturas

March Porsche Indy 1990- Um olhar sobre as minhas miniaturas

1065ª – March Porsche John Andretti 1990 Onyx     

March Porsche 90P John Andretti During 1990

Dirigido por John Andretti durante a temporada de 1990 2,649 CC Water-Cooled DOHC V-8 Porsche Engine

Modelo real

A última tentativa da Porsche nas corridas Indy foi com o chassi March 90P e sua primeira equipe de dois carros. O March 90P foi equipado com o mais recente Porsche V8 de 161 polegadas cúbicas turboalimentado (single Turbo com Twin Wastegates), refrigerado a água e com injeção de combustível Bosch Motronic. Ele desenvolveu aproximadamente 725 cavalos de potência a 12.000 RPM e era apoiado por uma caixa manual de cinco marchas. A suspensão usava braços duplos de alavanca com molas helicoidais e a força de frenagem era por freios a disco. O turboalimentador foi posicionado entre o motorista e o motor, resultando em uma distribuição ideal de peso.

O 90P deveria apresentar um chassi monocoque de fibra de carbono e teria sido o primeiro carro da Indy a usar tal construção. Quando os concorrentes tomaram conhecimento do design inovador, preocuparam-se com o quão competitivo poderia ser, por isso protestaram que o chassis não era seguro e a posição do banco do condutor era demasiado baixa. Como resultado, March construiu um novo chassi em favo de mel de alumínio. mais tarde foi revelado que o chassi 90P de fibra de carbono era, na verdade, muito mais seguro do que os chassis Penske e Lola usados por outras equipes.

Fabi dirigiu o No. 4 Foster's Beer / Quaker State March-Porsche, enquanto as tarefas de direção do No. 41 Foster's Beer March-Porsche foram feitas por John Andretti. A terceira pole position da Porsche na Indy foi conquistada por Fabi no circuito de rua de Denver. Ele terminou em terceiro no circuito de Meadowlands e terminaria a temporada em 14º na classificação final. O melhor resultado de Andretti na temporada foi um quinto lugar

IMG_20231228_143256.jpg

IMG_20231228_143446.jpg

IMG_20231228_143206.jpg

IMG_20231228_143525.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico e rápidas.

Fabricante Onyx

Série Indy ´90 Collection 

Referencia nº 072 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País - Portugal

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 19:23
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2023

Citroen Xantia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Citroen Xantia - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1064ª – Citroen Xantia Burago

"Xantia" provem de "Xanthos", que em grego significa amarelo ou dourado

Modelo real o grupo PSA cntinua a desenvolver dus gamas paralelas e concorrentes. O novo Peugeot 406terá três carroçarias coma o Citroen Xantia.

O Citroen o Xantia, foi apresentado à imprensa em dezembro de 1992 foi desenhado por Daniel Abramson do Centro de Estilo de Bertone. e lançado a 4 de março de 1993, como um automóvel da gama média para substituir o Citroën BX.

a tradicional suspensão hidropneumática estreada no mítico ID/DS e proporcionando elevados níveis de conforto e eficácia.

A evolução da tecnologia de suspensões estreada no XM, continuava no Xantia era agora denominada de Hydractive, onde a Citroën prescindia dos amortecedores e molas de uma suspensão convencional e no seu lugar encontrávamos um sistema composto por esferas de gás e líquido, que nas versões mais equipadas tinha, inclusivamente, controlo eletrónico, que analisava o ângulo do volante, acelerador, travagem, velocidade e deslocamentos da carroçaria, para determinar qual devia ser a rigidez das suspensões.

O gás, comprimível, era o elemento elástico do sistema e o fluído, incomprimível, fornecia a sustentação a este sistema Hydractive II. Era esta solução que providenciava níveis de conforto referenciais e aptidões dinâmicas acima da média, adicionando propriedades autonivelantes ao modelo francês.

O avançado sistema de suspensão hidropneumática estava disponível em todas as versões, proporcionava um o conforto único, segurança e prazer de condução, proporcionado pela tecnologia Hydractive II, um sistema de suspensão hidropneumática controlado eletronicamente, teve na sua expressão máxima na versão Activa aperfeiçoada em 1994, onde foram adicionadas mais duas esferas que atuavam sobre as barras estabilizadoras, com o Xantia ganhar muito em estabilidade, com o novo sistema anti-rolamento SC-CAR, que lhe permitia manter-se completamente plano. Disponível nas versões SX e VSX e nas motorizações 1.6i, 1.8i 16v, 2.0i 16V, 2.0i Turbo c.t. (Constante Tourque) e também nas versões topo de gama com os motores 3.0i V6 24V.

Dotado de uma tecnologia de ponta para 1993, tem um a caixa de velocidades automático considerado inteligente, que reduz as marchas sem que necessariamente o motorista pise no freio, mas conforme as condições de piso, declives, etc. Também se adapta ao modo de dirigir do motorista nas condições "normal" ou "desportiva", além de uma opção "neve" para pisos nevados.

Produzido entre 1993 e 2002 – o Xantia também também foi produzido na China em 1996 e 1997 e no Irão até 2010 – o Xantia tornou-se num automóvel emblemático da história da Citroën. Quando a produção terminou na Europa em 2002, a empresa iraniana SAIPA continuou a sua produção no Irão até setembro de 2010.

 

IMG_20230810_180359.jpg

IMG_20230810_180518.jpg

IMG_20230810_180538.jpg

IMG_20230810_180731.jpg

IMG_20230810_180828.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico e rápidas.

Fabricante Burago

Série

Referencia nº 4165 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está junta à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - itália

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 22:14
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Dezembro de 2023

Ford GT 40 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford GT 40 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

1063ª – Ford GT 40 SPA 68 Box   

Ford GT40 Mk1 Jean Blaton - Franco Sbarro SPA 1968

Modelo real

Jean Blaton ou melhor BEURLYS corria com A Ferrari desde 1957, no Ferrari166 nas Mille Miglia. 250 GT, incluindo um GTO e um LM.

Quando Enzo Ferrari se retirou das corridas, em protesto contra os novos regulamentos de 1968, Blaton comprou um  Ford GT 40 ao mesmo tempo adquiriu o ex-Ecurie Francorchamps Ferrari 412 P e Dino 206 S para uma campanha no Campeonato Belga de Montanha naquele ano, mas o GT40 seria a carro para a temporada internacional e substituir o Ferrari 365 P2, obsoleto devido a um novo limite de motor de três litros para os protótipos do Grupo 6 em 1968.

Os Ford GT 40 foram destinados principalmente para a Gulf Racing através da John Wyer Automotive Engineering o piloto belga Jean Blaton comprou o chassi P/1079 e pintado de amarelo, apareceria numa entrada de Ecurie Francorchamps e Claude Dubois.

O Ford Gt 40 P/1079 foi entregue em Ostende no dia 20 de abril e levado para Monza para os 1000 km do Campeonato Mundial de Carros Desportivos, cinco dias depois.

Com o #49 Blaton foi acompanhado por Willy Mairesse, que levou o Ford ao sexto lugar no grid.

Mairesse caiu para sétimo na primeira volta e logo foi para os boxes com o spoiler traseiro à deriva. Apesar de Blaton ter batido posteriormente com o GT40 nos momentos finais, distância suficiente foi percorrida para garantir uma classificação em sétimo lugar e segundo na classe Sport de cinco litros.

Quatro semanas depois, o P/1079 agora com o nº 22 apareceu no 1000km de SPA onde Mairesse, especialista no circuito, se classificou em terceiro.

A corrida começou com muita chuva e Mairesse teve uma má largada depois de cair para 14º na primeira volta, ele voltou aos seis primeiros quando entregou o carro a Blaton.

A recuperação de Mairesse não deu para nada quando Blaton, em Blanchimont na volta 45, num NSU abandonado, destruindo-o, e causou muitos danos a um lado do GT40. Blaton quebrou o braço e foi levado ao hospital.

Blaton não perdeu as importantes 24 Horas de Le Mans normalmente realizado em junho, mas que teve de ser adiado para o final de setembro, em virtude da agitação civil em toda a França. Nos treinos, Mairesse qualificou o Ford recém-reparado em décimo.

Na partida, na pressa de fugir, ele não conseguiu fechar a porta corretamente. No final da reta Mulsanne, a porta se abriu a 240 km/h. e o tentar fechá-la, Mairesse perdeu o controle. O nº 8 saiu da pista e caiu nas árvores.

Mairesse sofreu fraturas e ferimentos na cabeça que o deixaram em coma por duas semanas e encerraram sua carreira de piloto.

Em 1969, os restos danificados do P/1079 foram vendidos ao ex-engenheiro suíço da Scuderia Filipinetti, Franco Sbarro.

IMG_20231226_142823.jpg

IMG_20231226_142840.jpg

IMG_20231226_142846.jpg

IMG_20231226_142852.jpg

IMG_20231226_142905.jpg

IMG_20231226_142909.jpg

IMG_20231226_142929.jpg

Miniatura

Levanta a mala para ver o motor.

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Box

Série

Referencia nº8454 preço

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:32
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Dezembro de 2023

Afinal, é o Pai Natal ou o Menino Jesus 

Afinal, é o Pai Natal ou o Menino Jesus 

IMG_20231225_024313.jpg

Boas Festas 

tags:

publicado por dinis às 02:46
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Dezembro de 2023

Lancia Aurélia B 20 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lancia Aurélia B 20 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

910ª –Lancia Aurelia B20 Coupe Brumm

Lancia Aurelia B20 Coupe nº 101  #1010 Carrera Panamericana Mexico 1951 Giovanni Bracco / Gilberto Cornacchia.

Como as referências não coincidem, denota uma caixa trocada, o que também quer dizer que este foi comprado primeiro ref 97, uma vez que mais antigo já não tinha caixa ref 96.

Modelo real

Muitas das inovações pré-guerra da Lancia, como suspensão independente e chassi monocoque, culminaram com o revolucionário Aurelia de 1951. O desenvolvimento do carro  começou durante a Segunda Guerra Mundial, com os primeiros modelos de produção chegando em 1951. Em conjunto com o piso rígido e a carroceria era um sistema de suspensão independente, com braços traseiros conectados à transmissão montada na popa. A configuração da transmissão não apenas deu ao Aurelia um equilíbrio de manuseio excepcional, mas também permitiu um túnel de eixo de transmissão baixo, limitando a intrusão na cabine. Outras características incluíam freios traseiros internos e o primeiro motor V6 de produção do mundo completo com câmaras de combustão hemisféricas.

Em 1951, Giovanni Bracco venceu o Circuito de Vila Real com um Ferrari 212 Export Vignale Barcheta , segundo na Targa Florio, dividindo uma Ferrari 212 Export com Franco Cornacchia, atrás de Frazer Nash, de Franco Cortese.

Em Abril de 1951, a Lancia apresentou o Lancia Aurelia B20 e Giovanni Bracco foi contratado pela Lancia Corse

Bracco-Maglioli conquistou um impressionante segundo lugar geral na Mille Miglia, atrás da vitoriosa Ferrari 340 America Vignale de Luigi Villoresi-Piero Cassani, um carro com cilindrada em vez de dupla (4,1 litros). Os outros Lancia Aurelia B20 de fábrica obtiveram o quinto, sétimo e décimo sexto lugar. Em 23 de Junho de 1951, surpreendentemente, um Aurelia B20 foi inscrito pela Scuderia Ambrosiana nas 24 Horas de Le Mans. Era dirigido por Giovanni Bracco e pelo cavalheiro e jornalista Johnny Lurani. A dupla fez uma corrida soberba e venceu a classe até 2000 cm3 a uma velocidade média de 132 km/h , classificando-se em 12º lugar geral. No mesmo ano, Bracco venceu as 6 Horas de Pescara, conduzindo o primeiro de cinco Aurelia B20s nos cinco primeiros lugares, com Enrico Anselmi em segundo, Gino Valenzano em terceiro, Salvatore Amendola em quarto e Luigi Bellucci em quinto. Em 25 de novembro de 1951, Bracco bateu forte enquanto liderava a Carrera Panamericana no México, ao volante do Lancia Aurelia B20 #101 preto patrocinado pela Olivetti.

IMG_20230618_190624.jpg

IMG_20230618_190629.jpg

IMG_20230618_190653.jpg

IMG_20230618_192746.jpg

Miniatura

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Brumm

Série

Referencia nº 97 preço 1340$00 

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e expositor plástico.

País – Itália

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 19:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Dezembro de 2023

Boas Festas

Boas Festas

Que a Magia da Noite de Natal

Nos ajude a viver melhor,

cada dia.

Um olhar sobre as corridas

Encontros Além Corgo

Exposição digital Miniaturas Manuel Dinis

Natal 2023.JPG

 

tags:

publicado por dinis às 22:52
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



29


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Last Race of Keke Rosberg...

. Mini Cooper S - Um olhar ...

. Morris Cooper S - Um olha...

. 172º Encontro de Clássico...

. Sauber Mercedes C9 - Um o...

. BMW 320 Gr 5 - Um olhar s...

. Karmann Ghia conversível ...

. Ferrari 330P4 Spyder - Um...

. Ford V8 1935 - Um olhar s...

. Chevrolet Impala Daytona ...

. 53° Circuito Internaciona...

. Chevrolet Corvette- Um ol...

. 172º Encontro de Clássico...

. Volkswagen  Karmann Ghia ...

. Messerschmitt KR 200 - Um...

. Manuel Armando 2024

. Chevrolet Lumina ou Buick...

. DKW Júnior - Um olhar sob...

. Volkswagen US Army - Um o...

. Triumph TR2 1955 - Um olh...

. Pontiac Grande Prix - Um ...

. Volkswagen Golf - Um olha...

. 172º Encontro de Clássico...

. Ferrari 125 S - Um olhar ...

. Porsche Boxster protótipo...

. Lancia Ferrari D50 um car...

. BMW E30 3 Series 325i - U...

. 1992 # 6 Ford Thunderbird...

. Renault Twingo - Um olhar...

. 172º Encontro de Clássico...

. BMW Isetta - Um olhar sob...

. Opel Kapitan - Um olhar s...

. Ferrari F1126 C4 M2 - Um ...

. Ford Mk II 1966 - Um olha...

. Ferrari 250 GT curto - Um...

. Porsche 908/2 Can Am - Um...

. 171º Encontro de Clássico...

. Ford Sierra RS Cosworth  ...

. Volkswagen 1948 Polizei -...

. BMW 850 coupé- Um olhar s...

. Opel ou Vauxhall - Um olh...

. Fiat 508 C 1100 Cabriolet...

. Ferrari P3 spider - Um ol...

. Citroën DS 19 - Um olhar ...

. Ford Fairlane Sunliner Co...

. Ferrari Special - Um olha...

. Bugatti Grand Prix - Um o...

. Peugeot 905 - Um olhar so...

. Ferrari 312 F1 1968 - Um ...

. Toyota Célica GT 4 - Um o...

.arquivos

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub