Segunda-feira, 31 de Maio de 2021

Fiat Nuova 500 que virou a Lombardi 500 Maggiolina - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Fiat Nuova 500 que virou a Lombardi 500 Maggiolina - Um olhar sobre as minhas miniaturas

224ª – Fiat Nuova 500 Mebetoys

Um Fiat Nuova 500 que virou a Lombardi 500 Maggiolina

Um dia cortei-lhe o tejadilho e recreei o Lombardi 500 Maggiolina apresentado no Salon Automobile di Torino em 1967 pela Carrozzeria Francis Lombardi

 Modelo real

O Fiat 500 criado por Dante Giacosa, foi apresentada em 1957 com o nome de Nuova 500 com um motos de 479cce as portas ainda são as suicidas. Em 1961 virou a 500D e recebe um motor 499cc. Em 1965 surge a 500F  com as portas abrir no bom sentido.

Muito popular entre os jovens italianos, esteve em produção na Fiat italiana, entre os anos de1957 e 1975. A carrinha é conhecida por Giardiniera.

Versões luxuosas e desportivas foram produzidas pele aAbarth, Giannini, Lombardi, Moretti e Steyr Puch.

O Lombardi 500 Maggiolina apresentado deve ser único porque a fábrica produzia em 1968 cerca de 15 viaturas por dia.

O modelo fechado Lombardi My car custava cerca de 570000liras e o descapotável 640000liras

Modificação na miniatura

Cortado o tejadilho e feita a capota.

IMG_3727.JPG

IMG_3728.JPG

IMG_3733.JPG

Miniatura

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais

Fabricante Mebetoys

Série Europa

Referencia nº A 36

Material – zamac

Material da placa de base – metal

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e posteriormente em vitrina e base plástica.

País – Itália

Anos de fabrico 1969 a

 

 


publicado por dinis às 19:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 30 de Maio de 2021

Matra Simca 670 longue - Le Mans 72 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Matra Simca 670 longue - Le Mans 72 - Um olhar sobre as minhas miniaturas

223ª – Matra Simca MS 670 longue Solido

Dupla vitoria e dupla compra

No dia seguinte quando fui para comprar o jornal, na montra já lá não estava o segundo Matra…

Tomei o café e às 2 horas e 30 minutos, já estava á porta do Bazar dos Três Vinténs a olhar para a vitrina lateral esquerda a ver se lhe tinha acontecido o mesmo. Mas, e engraçado é que o Matra igual ao que comprei, também já lá não estava mas, o que eu queria, parecia rir-se para mim.

Sei que o preço não era o mesmo, agora o mais barato já não me recordo.

 Modelo real

A Ferrari não foi a Le Mans e a Matra-Simca Shel, totalmente concentrada na prova, era a favorita com quatro carros. 

Jean -Luc Lagardère promete a vitória ao Presidente da República Francesa, Georges Pompidou que deu o início à corrida com os três Matra nos primeiros lugares e uma passagem à frente na primeira volta da corrida, com Henri Pescarolo, François Cevert e Jean-Pierre Beltoise nos três primeiros lugares.

O mais atrasado é o Matra  MS660C #16 de Jean-Pierre Jabouille and David Hobbs á 24 hora com problemas na caixa de velocidades.

O Matra #12 de Beltoise e Chris Amon abandona na primeira hora por falha no motor e abala a confiança de toda a equipa.

A luta continuou entre os Matra de Hill- Pescarolo e Cevert- Ganley, que trocam a liderança.

Durante a chuva da manhã de Domingo, GanIey na frente, conduzia o Matra sem pneus de chuva, relativamente devagar, sem correr riscos mas, na reta Mulsanne, uma cortina de água lançada pela Matra à frente forçou o neozelandês a desacelerar, e o Chevrolet Corvette de Beaumont embate na traseira do Matra e abandona. O Matra com uma roda traseira e o pneu danificados, desarranjo da suspensão e carroceria quebrada, permite a Ganley leva-lo até ás boxes. As coisas foram resolvidas, outra cauda de fibra de vidro montada e Cevert voltou à corrida, agora em segundo lugar definitivamente atras de Hill e Pescarolo.

Cevert e Ganley terminaram com 10 voltas de atraso do carro “irmão” e garantem a dupla Matra, o primeiro fabricante francês a vencer em Le Mans desde Talbot Lago em 1950.

Uma nota a Matra usou uma caixa de velocidades Porsche

IMG_3707.JPG

IMG_3708.JPG

IMG_3712.JPG

IMG_3713.JPG

IMG_3720.JPG

Miniatura

Abre e capô traseiro.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 14

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 23:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Maio de 2021

Matra Ms 670 curto vencedor de Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Matra Ms 670 curto vencedor de Le Mans - Um olhar sobre as minhas miniaturas

222ª – Matra Ms 670 curto Solido

Uma dupla inédita à venda e ao mesmo tempo no Quiosque Bragança e imediatamente adquirido, antes de ir tomar café à Pompeia.

Modelo real

Vencer as 24 Horas de Le Mans foi essa a realidade para a Matra em 1972, quando o primeiro carro achegar à meta foi o Nº 15, o Matra MS 670-01, com o motor nº 52 MS12 e uma carroceria de cauda curta para que Graham Hill e Henri Pescarolo pudessem aproveitar ao máximo seus 416 cv no circuito de La Sarthe.

Depois da prova o carro voltou à fábrica para a temporada de 1973

Desde então, Jean-Luc Lagardére, dono da Matra, decidiu usá-la como um show car, até ficar permanente no museu Matra em Romorantin (França). um edifício antigo até ao ano 2000, quando o museu mudou para instalações mais modernas.

Em 2010 o carro foi terminada a reconstrução e em 2012 voltou à pista pela primeira vez em 30 anos para o 40º aniversário da Matra.

Mas um processo judicial em 2020 o juiz ordenou que a Matra indenizasse os trabalhadores despedidos em 2003 com demissão sem justa causa obrigou a Matra a leiloar para pagar os quatro milhões de euros que no total o Grupo Lagardére (dono da Matra) teve de pagar aos seus antigos trabalhadores.

IMG_3696.JPG

IMG_3700.JPG

IMG_3705.JPG

IMG_3695.JPG

Miniatura

Abre as portas, porta-malas e capô com roda suplente.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 13 - 2/73

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País – França

Anos de fabrico 1973 a


publicado por dinis às 20:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Maio de 2021

Chevrolet Corvete Coupé Sting Rey - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Chevrolet Corvete Coupé Stingrey - Um olhar sobre as minhas miniaturas

221ª – Chevrolet Stingrey Auto Pilen

Sting Rey um carrinho místico

Modelo real

O Chevrolet Corvette (C2) é a segunda geração do carro produzido pela divisão Chevrolet da General Motors entre 1963 a 1967.

Substituir a primeira viatura de sport totalmente americana lancada em 1953 não era tarefa fácil mas, a GM esmerou-se com o novo Corvette C2

O abandono das corridas por parte da GM e usando o chassis do Corvette SS desenvolvido por Arkus-Duntov em 1957, Bill Mitchell e Larry Shinoda idealizaram uma a nova carroçaria para um novo modelo a que chamaram Stingrey

À visão inspirada nas corridas de Zora Arkus Duntov Engenheiro de Equipe da Chevrolet e famoso designer e piloto, desenvolvia um novo chassi que explorava o layout do motor central / traseiro apresentado no monolugar Chevrolet Corvette CERV I (Chevrolet Engineering Research Vehicle)  de 1959.

No outono de 1959, elementos do Q-Corvette e do Sting Ray Special seriam incorporados ao projeto experimental XP-720, que levou à produção do Corvette Stingray em 1963

O Corvette Stingray Coupé está entre os mais colecionáveis Corvette com o vidro traseiro bipartido não muito apreciado pela imprensa e proprietários na época .. mas actualmente é uma das caracteristicas  que o torna um dos mais desejáveis de hoje.

IMG_3668.JPG

IMG_3670.JPG

IMG_3673.JPG

IMG_3674.JPG

IMG_3679.JPG

Miniatura

Abre as portas.

Os faróis são retrácteis

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha de acordo com as originais.

Fabricante Seat

Série

Referencia nº 300

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização e posteriormente em vitrine plástica.

País - Espanha

Anos de fabrico  a


publicado por dinis às 21:38
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Maio de 2021

Hispano Suiza Alfonso XIII  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Hispano Suiza Alfonso XIII  - Um olhar sobre as minhas miniaturas

220ª – Hispano Suiza Alfonso XIII 1913 Eko

A casa Vigia tinha aberto há pouco tempo e no meio dos artigos de desporto lá estavam as miniaturas da Eko.

Modelo dedicado ao Rei Alfonso XIII de Espanha

 Modelo real

Hispano-Suiza foi uma empresa espanhola e, após a Segunda Guerra Mundial, uma fabricante francesa de componentes e motores aeronáuticos.

Em 1910, um Hispano venceu a corrida Coupe de l’Auto em Boulogne a uma velocidade 8 mph mais rápida do que no ano anterior.

Era um automóvel de produção de dois lugares, como o próprio Rei Alfonso gostava, ele apreciava os passeios rápidos pelo campo e  não um antigo Grand Prix vendido a um desportista ou um desportivo de turismo com espaço para cinco.

Um carro para atingir os 120 km / h, mas que era capaz de fazer 90 km / h em ritmo de corrida  permitiu a muitos donos de Alfonso correram com o dele.

Em 1910, o tipo de carro Alfonso XIII tinha um motor de quatro cilindros . Este automóvel desportivo, dedicado ao rei, tinha motor de quatro cilindros e 3.416 centímetros cúbicos e uma potência de até 37 kW (50 cv). A velocidade máxima foi de 130 km / h

Cerca de 500 veículos deixaram a fábrica entre 1910 e 1916.

Por volta de  1911 os Hispano-Suiza eram muitos nas estradas de Barcelona o que levou  ​​a prefeitura da cidade a traçar as primeiras diretrizes para os automobilistas na Espanha: os motoristas deveriam ter entre 18 e 67 anos e a velocidade máxima na área urbana era de 15 km / h limitada, e os primeiros sinais de trânsito foram instalados, como “bajada rápida” (dirija devagar), “virada a la derecha” (dirija à direita), “ondulación brusca” (estrada irregular) ou “mal empedrado” (cuidado, paralelepípedos!).

As placas dos automóveis foram emitidas começando com B-1.

IMG_1400.JPG

IMG_1404.JPG

IMG_1411.JPG

Miniatura

Um modelo de plástico antigo da Eko feito em Espanha de um carro desportivo antigo também ele espanhol, anterior á Primeira Guerra Mundial.

Sem suspensão.

As rodas têm pneus

Fabricante Eko

Série

Referencia nº

Material – Plástico

Material da placa de base – Plástico

Apresentado em base opaca e caixa transparente plástica.

País – Espanha 

Anos de fabrico 1970 a


publicado por dinis às 20:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Maio de 2021

Peugeot 4Hp 1896 Phaeton Paris Marseille - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Peugeot 4Hp 1896 Phaeton Paris Marseille - Um olhar sobre as minhas miniaturas

219ª – Peugeot 4HP 1896 Nugget

Em 1895 realizou-se a 1ª corrida automóveis do mundo a “Paris-Bordeaux-Paris”, que esteve na gênese da A.C.F.

Era destinada a veículos:

Série 1: Carros com capacidade para duas, três ou quatro pessoas.

Série 2: carros com mais de quatro lugares.

Classe B - Motociclos com peso inferior a 150 kg - 330 lb (incluindo triciclos).

Série 1: Motociclos sem pedais.

Série 2: Motociclos com pedais.

Classe C - Qualquer veículo que não entre em nenhuma das classes acima.

 Modelo real

Entre 24 de Setembro e 3 de Outubro de 1896, o principal evento do automobilismo foi a corrida de Paris a Marselha e vice-versa.

O vencedor foi Emile Mayade com o nº 6 em Panhard et Levassor em 67 h 42 e o segundo também em Panhard et Levassor com o nº 8 M. Merkel / René de Knyff em 68 h 11, enquanto a melhor posição de seu principal rival, a Peugeot onde Berlet foi 6º com o No 46  em 75 h 26m e em 8º Auguste Doriot com o numero 44 em 81 h 23m

O 3º foi M. Viet em Charron

4º o nº5 Émile Levassor / Charles d'Hostingue de chez Panhard et Levassor em 71 h 23

IMG_3653.JPG

IMG_3654.JPG

IMG_3656.JPG

IMG_3658.JPG

Miniatura

O modelo em escala diecast deste carro foi feito pela Safir no final dos anos 1960 e copiado em plástico pela Nugget em Hong Kong que também enviou para os Estados Unidos para a K S.S. Kresge Company, Detroit, Michigan 48232

Interior detalhado

Sem suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

Fabricante Nugget

Série

Referencia nº

Material – plástico

Material da placa de base – plástico

A base está colda à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com expositor de plástico transparente..

País – Hong Kong by KMC

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 22:06
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Maio de 2021

Lincoln Continental Executive Limousine e a chegada triunfal à Casa Branca - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Lincoln Continental Executive Limousine e a chegada triunfal à Casa Branca - Um olhar sobre as minhas miniaturas

218ª – Lincoln Continental Corgi Toys

A viatura de chefes de estado e de quem gostava de impressionar

No opusculo podíamos ler:

“O Lincoln Continental Executive Limousine é o primeiro modelo jamais construído com a tela de tv de brinquedo. Como isso funciona? O modelo vem completo com uma seleção de fotos coloridas. Você os desliza em um. A bateria embaixo entra em operação ... e pronto, a tela ganha vida! E veja o que mais você ganha neste carro de salão O Corgi maior de todos os tempos!”

A tela da TV em miniatura era iluminada por uma pequena lâmpada para o qual havia um total de seis pequenas fotos coloridas, uma já lá estava, e as outras que não sei delas podiam ser metidas por baixo.

A TV a cores já existia na américa há alguns anos e na Inglaterra desde 1967

Em Portugal somente a 7 de Março de 1980 o Festival da Canção marcaria o início da televisão a cores.

 Modelo real

A limusine americana já de si era muito maior do que um sedan normal, a distância entre eixos sempre foi muito mais longa. Mas mesmo assim, algumas pessoas ainda as mandavam alongadar ainda mais, cortando-o ao meio e juntando-lhe uma outra carroceria. Lehmann-Peterson era um dos especialistas.

As limusines de Lehmann Peterson são conhecidas mundialmente pela sua alta qualidade. As primeiras limusines da Lehmann Peterson foram produzidas em 1962

O apoio financeiro de George Lehmann e ao know-how prático de Robert Peterson, permitiu à Lincoln a oportunidade de se intrometer com a Cadillac e a Imperial no comércio de limusines na década de 1960 com a Lincoln Limousine 1963-1970.

As limousines foram sempre muito populares entre as celebridades. Elvis, o presidente Kennedy, o presidente Reagan, Robert Vaughn e até o Papa Paulo VI tinham um Lincoln Lehmann Peterson.

IMG_3625.JPG

IMG_3626.JPG

IMG_3627.JPG

IMG_3631.JPG

IMG_3632.JPG

Miniatura

Não tem vidro traseiro para se melhor observar a TV a cores.

A pilha alterou parte do interior da miniatura.

Abre as portas, porta-malas e capô .

Motor e interior detalhado e alcatifado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 262

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa com janela de visualização e também em expositor de cartão coberto envolvido em blister de visualização.

País – Inglaterra

Anos de fabrico 1967 a 1969


publicado por dinis às 22:54
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Maio de 2021

Peugeot 404 Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

Peugeot 404 Cabriolet - Um olhar sobre as minhas miniaturas

217ª – Peugeot 404 cabriolet Dinky Toys

Um dos carros que nos anos 70 abria ou fechava o Circuito de Vila Real

Modelo real

Em Outubro de 1961 no salão de Paris a Peugeot mostrou este elegante cabriolet 2+2 desenhado por Pininfarina sem algum elemento semelhante à berlina 404, embora as características mecânicas sejam idênticas.

Meses antes, no salão de Genebra a Peugeot introduzia o primeiro motor francês de injecção indirecta Kugelfischer que aumentava a potência para 85 Cv SAE

No ano seguinte a adição de uma capota rígida deu origem ao 404 coupé. 

IMG_3618.JPG

IMG_3620.JPG

IMG_3621.JPG

IMG_3624.JPG

Miniatura

Abre as portas, e capô.

Os bancos são rebatíveis.

Motor e interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

Fabricante Dinky Toys

Série

Referencia nº 528

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão.

País - França

Anos de fabrico  a

 

 


publicado por dinis às 22:32
link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Maio de 2021

March 707 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

March 707 Can Am - Um olhar sobre as minhas miniaturas

216ª – March 707 Can Am Solido

O ultimo da serie 100 da Solido

 Modelo real

Em 1969, quatro magos do automóvel fundaram a March, são eles: Max Mosley, Alan Rees, Graham Coaker e Robin Herd ou seja "M"osley, "A"lan "R"ees, "C"oaker, e "H"erd.. Somente um carro de Fórmula 3 foi produzido em 1969, mas para 1970 já se prepararam sete modelos diferentes, incluindo um Fórmula 1. Robin Herd, antigo elemento da McLaren, era o responsável pelos designs

O tipo 701 para a Fórmula 1 e o 707 para a Can-Am / Interseries eram os mais interessantes.

Amon era o piloto da fábrica na F1 e para equilibrar as contas contruiram um carro para a riquíssima Can-Am e, portanto, ganhar dinheiro.

Somente três foram construídos, dois para a Interseries e um para o Can-Am, a ser dirigido por Chris Amon.

O March estreou-se em Nuremberg no dia 28 de Junho de 1970 com Helmut Kelleners mas, a Can Am não correu nada bem para o March Chevrolet e Chris Amon somente conquistou 28 pontos em três corridas, com o March 707 de motor Chevrolet. 5º lugar em Donnybrooke - 27 de setembro de 1970. 4º lugar em Launa Seca- 18 de outubro de 1970. 4º lugar em Riverside- 1º de Novembro de 1970.

Todos os três carros são bem conhecidos e existem hoje. O chassi 707-2 foi na série Can-Am de 1970, dirigido por Chris Amon.

IMG_3614.JPG

IMG_3600.JPG

IMG_3603.JPG

IMG_3605.JPG

Miniatura

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas têm pneus de borracha

As rodas são de plástico de acordo com as originais.

Fabricante Solido

Série

Referencia nº 199, o último da famosa serie 100.

Material – zamac

Material da placa de base – plástico

A base está aparafusada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - França

Anos de fabrico  a

Ironia do destino, Max Mosley piloto amador, co-fundador da March Engineering e ex-presidente da FIA, um dia depois de publicar este post, deixamos aos 81 anos


publicado por dinis às 21:53
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Maio de 2021

Ford Mustang Mach 1- Um olhar sobre as minhas miniaturas

Ford Mustang Mach 1- Um olhar sobre as minhas miniaturas

215ª – Ford Mustang Mach 1 Corgi Toys

O Ford Mustang Mach 1de James Bond 007 em Diamonds are Forever,

 Modelo real

A primeira geração de 1964 a 1973

O modelo mais preformante do Mustang foi iniciado com o Cobra Shelby em 1967 desenvolvido por Carol Shelby enquanto Holman Moddy desenvolvia carros para as provas de Dragster.

O Ford Mustang Mach 1 é um versão de alto desempenho do Ford Mustang, apresentado em Agosto de 1968 para o modelo de 1969.

O modelo 1971 era maior e mais largo e o Mach 1 chegava aos 1.600 kg e um vidro traseiro quase horizontal não agradava muito.

O V8 Windsor de 5 litros e 210 cv era o novo motor de entrada, seguido do V8 Cleveland de 5,8 litros com 240 cv e 285 cv.

O Cobra Jet 428 era um dos mais desejados.

A performance vinha em duas opções com os V8 Cobra Jet e Cobra Jet Ram Air de 7 litros, respectivamente, com 370 e 375 engrenagens traseiras opcionais "Drag Pak" 3.91 (V) ou 4.11 (Y) transformou o 429 em um "Super Cobra Jet", carburador Holley 780cfm e pistões forjados.

As leis antipoluição, o consumo elevado e a resistência das companhias de seguro em aceitar desportivos de alta cilindrada ditaram o abandono destes V8 de 7 litros em 1972, 

Modificação na miniatura

Como a miniaturas tinha o capo preto e no filme não estava, resolvi pintar de preto a base branca.

IMG_3580.JPG

 

IMG_3582.JPG

IMG_3587.JPG

Miniatura

O Ford Mustang vermelho da Corgi foi lançado em Fevereiro de 1972 aquando da apresentação do filme Diamonds Are Forever mas, alguns foram apareceram no mercado sem o autocolante na caixa, Diamonds Are Forever, o que indica que a miniatura estava pronta antes de se saber se o Mustang faria ou não parte do novo filme de James Bond. A miniatura contudo também só esteve disponível naquele ano o que o torna num dos brinquedos mais raros de James Bond

Abre as portas.

Os bancos são rebatíveis.

Interior detalhado

Com suspensão.

As rodas são de plástico e rápidas novas Whizzwheels

Fabricante Corgi Toys

Série

Referencia nº 391

Material – zamac

Material da placa de base – zamac

A base está cravada à carroçaria

Apresentado em caixa de cartão com janela de visualização.

País - Inglaterra

Anos de fabrico  a

 


publicado por dinis às 20:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
17

21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Porsche 917/10 Interserie...

. Morgan Sport Aperta - Um ...

. Rampa de Santa Luzia 2021...

. Opel Ascona Rallye - Um o...

. Rampa de Santa Luzia 2021...

. Riley MPH 1934 - Um olhar...

. Volvo 66 DL- Um olhar sob...

. Rampa de Santa Luzia 2021...

. Ferrari 512 S Spyder 1970...

. 144º Encontro de Clássico...

. Rolls wagen- Um olhar sob...

. Rampa de Santa Luzia 2021

. Mercedes Benz W 196 Strea...

. VW Porsche 914 - Um olhar...

. Porsche Carrera 6 - Um ol...

. Opel Manta - Um olhar sob...

. Alpine Renault A 441 - Um...

. Iguana - Um olhar sobre a...

. 144º Encontro de Clássico...

. Marcos 3 Litre - Um olhar...

. Lola T 292 - Um olhar sob...

. 144º Encontro de Clássico...

. Bond Bug - Um olhar sobre...

. Centaur - Um olhar sobre ...

. Mercedes Benz 200 CM - Um...

. Ferrari Dino Berlinetta S...

. Porsche Turbo KKK - Um ol...

. Renault 16 Táxi radio - U...

. Peugeot 304 - Um olhar so...

. Renault 15- Um olhar sobr...

. Dino - Um olhar sobre as ...

. Mercedes Benz Streamlined...

. Ferrari 365 GTB4 - Um olh...

. Lancia Stratos - Um olhar...

. AEC Single Deker Bus - Um...

. De Tomaso Pantera- Um olh...

. Fiat 126 - Um olhar sobre...

. Porsche Carrera RSR - Um ...

. The CSCC Special Saloons ...

. Fiat X1/9- Um olhar sobre...

. Lancia Stratos - Um olhar...

. Volkswagen 1952 Ribeirinh...

. Austin Protótipo, um prot...

. Porsche 908 longo - Um ol...

. Matra Fórmula 2 - Um olha...

. Renault 12 Breack- Um olh...

. Carlos V. Garcia Balsa 20...

. Opel Rekord - Um olhar so...

. 143º Encontro de Clássico...

. Lotus Elan - Um olhar sob...

.arquivos

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS
Em destaque no SAPO Blogs
pub