Domingo, 14 de Agosto de 2011

Circuito da Boavista WTCC 2011 parte 13

 

Isep Barchetta 00

 

Não é muitas vezes que deparamos com  novos automóveis de corrida e muito menos projectados e construídos em Portugal.

Foi com grande surpresa que vi o novo protótipo, o Barchetta 00 a ser apresentado ao público no seu lugar de eleição, um circuito, em seu pleno funcionamento. Esta estreia coube ao Circuito da Boavista durante a realização da prova do Campeonato do Mundo de Turismo WTCC 2011.

Só tive pena de não o ver a dar uma voltinha na pista citadina, como bem merecia.

 

BARCHETTA – ISEP

 

 

 

No Boletim Informativo nº6 / 2008 do Instituto Superior de Engenharia do Porto

podia ler-se:

 

 

A NOSSA TECNOLOGIA ISEP.BI

BARCHETTA

NOVO PROJECTO ISEP/MUNDAUTO

QUASE PRONTO PARA COMPETIR

 

Chama-se Barchetta e é um automóvel de competição de dois lugares, mais leve e mais rápido do que o vencedor Fiat Uno 45. A nova criação do Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior de Engenharia do Porto foi concebida para ser ela própria a origem de um novo troféu de competição. O desafio está lançado, os parceiros convencidos e o novo automóvel quase apto para correr nas pistas.

É mais um exemplo da cooperação entre docentes, alunos e empresas.

A ideia surgiu no final de um treino do Team ISEP/Mundauto para oChallenge Desafio Único no circuito de Braga, no final do ano passado.

Hoje, a  Barchetta  é  um  protótipo  real  quase  pronto  para  ser experimentado.

O ambicioso projecto de uma equipa que envolve o Departamento de Engenharia Mecânica do ISEP e a empresa Mundauto, liderada por

Luis  Miranda  Torres  (ISEP)  e  José  Leite  (Mundauto),  envolveu directamente, até à data, sete alunos do curso de Engenharia Mecânica.

Esta equipa conta ainda com a colaboração das empresas Alto-Perfis Pultrudidos Lda, BP Portugal SA, Interescape Lda e DBE Suspension Engineering.

Para Luís Miranda Torres, a Barchetta é, antes de mais, “um exercício de integração e aplicação de conhecimentos de engenharia, no qual os alunos têm a oportunidade de trabalhar num cenário real”. Mas a ambição vai mais além. “Para além deste exercício, temos como objectivo homologar a  Barchetta  para  uma  competição  do

Campeonato Nacional de Velocidade, criando um troféu de baixocusto, que se pode posicionar entre o Challenge Desafio Único e as restantes  categorias  existentes  no  panorama  do  Nacional  de Velocidade”, acrescenta o docente.

Neste  momento,  a  equipa  criadora  da  Barchetta  encontra-se  a desenvolver uma segunda versão do chassis, corrigindo alguns pontos em conformidade com a regulamentação da Fédération Internationale de L’Automobile (FIA) e da Federação Portuguesa de Automobilismoe Karting (FPAK).

A nova versão do chassis terá um novo desenho dos berços frontal e traseiro e uma solução mais evoluída no que diz respeito às suspensões”, explica Luís Miranda Torres. Estas correcções, segundo  o  engenheiro,  vão  servir  para  uma  homologação  do automóvel para as futuras provas.

Depois do desenvolvimento desta segunda versão do chassis, segue-se a sua construção, acertos de pormenor na carroçaria, montagem de todos os componentes mecânicos, testes e instrução do processo de homologação” e, depois sim, a Barchetta estará pronta para correr em cenários de verdadeira competição.

Dado que o objectivo último da Barchetta é a criação de um troféu de baixo custo, que se posicione entre o Desafio Único e as provas situadas nos escalões superiores, Luís Miranda Torres explica que o projecto tem sido desenvolvido de forma a permitir que este carro de corrida  possa  ser  adquirido  em  kit  e  construído  pelas  equipas concorrentes de acordo com instruções de montagem, respeitando os regulamentos aplicáveis.

 

A técnica da engenharia

 

A construção da Barchetta integra dois tipos de elementos: uns reciclados e outros criados especificamente para este projecto. O chassis tubular em aço, incluindo os braços de suspensão, a carroçaria em fibra de vidro, o conjunto de pedais e o depósito de gasolina foi,segundo o docente responsável, concebido especialmente para a Barchetta. Os restantes componentes mecânicos são provenientes de automóveis usados sem valor comercial, neste caso, o Fiat Uno 45, entre eles o motor, a caixa de velocidades, a caixa de direcção, as mangas de eixo e os discos de travão.

 

Em termos técnicos, a Barchetta é um carro de corrida aberto com um chassis tubular que se insere na categoria II (automóveis decompetição), grupo E (fórmula livre) e classe 5 (até 1000 c.c.). Tem uma carroçaria em fibra de vidro, motor central de origem FIAT (modelo Uno 45), tracção traseira, travões de disco nas quatro rodas e suspensões com triângulos sobrepostos.

Tal como Luis Miranda Torres explicou ao ISEP.BI, a Barchetta é um carro de corrida para circuitos e rampas que usa a mesma mecânica dos modelos intervenientes no Challenge Desafio Único”. A diferença está nos materiais usados na construção, sendo de esperar que o tempo por volta, em qualquer circuito, seja significativamente mais baixo do que o conseguido pelos melhores Fiat Uno, “uma vez que é mais leve cerca de 200 kg, possui um centro de gravidade e uma distribuição de pesos mais favorável, para além de permitir mais afinações da geometria de suspensões”, explicou o engenheiro.

 

Investigação fundamental para o desenvolvimento do ISEP

 

Para Luís Miranda Torres, todas as iniciativas e projectos ligados à investigação são fundamentais dado que promovem a aplicação de conhecimentos num cenário real e contribuem para o desenvolvimento da  cultura  técnica  dos  alunos.  Além  disso,  promovem  o desenvolvimento de uma visão integrada dos problemas, facto que é, para o engenheiro, fundamental no exercício de qualquer actividade de engenharia”. Projectos como a Barchetta contribuem também para o desenvolvimento das suas capacidades de trabalho em equipa.

Outro aspecto importante é o facto de os alunos desenvolverem trabalho em colaboração com empresas, potenciando a sua colocação mercado de trabalho, como aliás tem acontecido”,  acrescenta  odocente.

No Departamento de Engenharia Mecânica, a satisfação pelo sucesso da Barchetta é geral. Quanto a novos projectos, Luís Miranda Torres confessa que “ideias não faltam, no entanto, é necessário concluir os projectos que estão a decorrer e depois partir para novos desafios.

 

Entretanto... 


Começaram os testes do  Projecto Barchetta  00

 

No início do mês de Agosto teve início o programa de desenvolvimento da Barchetta do ISEP no circuito Vasco Sameiro. Com o apoio do KIB/CAM, a pista de Braga, que reúne características muito interessantes para a realização dos testes dinâmicos, passou a ser o circuito oficial de desenvolvimento deste carro, o que permitirá chegar à fase da sua homologação, para provas de velocidade.

Pedro Matos, o responsável pelo desenvolvimento em pista do carro, registou tempos por volta muito próximos de 1 minuto e 40 segundos, o que deixou toda a equipa muito satisfeita.

 


publicado por dinis às 23:31
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17


26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Grand Prix Historique de ...

. Exposição de Meios Bombei...

.  Manuel Fernandes BMW 635...

. Acelera Vila Real

. Lola T70 MK3B 1970

. 27º Automobilia Aveiro pa...

. 27º Automobilia Aveiro pa...

. 27º Automobilia Aveiro pa...

. 27º Automobilia Aveiro

. Encontro de Clássicos Alé...

. Super Especial Cidade de ...

. 14ª Edição das 500 Milhas...

. Super Especial Cidade de ...

. 14ª Edição das 500 Milhas...

. Super Especial Cidade de ...

. 116º Encontro de Clássico...

. 14ª Edição das 500 Milhas...

. Super Especial Cidade de ...

. Super Especial Cidade de ...

. Super Especial Cidade de ...

. O meu Drive it Day

. Drive it Day 28 de Abril

. Cartaz Circuito Internaci...

. Super Especial Cidade de ...

. Corrida da Páscoa em Noga...

. Os rails para o 50º Circu...

. Feliz Páscoa

. Vitória de Filipe Albuque...

. A Bentley está no seu cen...

. A ler a Topos & Clássicos...

. 115º Encontro de Clássico...

. Rafael Barrios - Ford Esc...

. 13º ADAVC Vila do Conde 2...

. 13º ADAVC Vila do Conde 2...

. 13º ADAVC Vila do Conde 2...

. 13º ADAVC Vila do Conde 2...

. 13º ADAVC Vila do Conde 2...

. Filipe Albuquerque, João ...

. JC Group Racing Team comp...

. Manuel Fernandes na Curva...

. Alterações no calendário ...

. Encontro de Clássicos Alé...

. Open de velocidade em Vil...

. Com as cores de Vila Real...

. Manuel Martins Teixeira n...

. 114º Encontro de Clássico...

. 114º Encontro de Clássico...

. 114º Encontro de Clássico...

. Jorge Corrêa um habitué d...

. Conseguem imaginar um des...

.arquivos

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs
RSS