Quinta-feira, 30 de Junho de 2016

Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) - adaptação á pista

Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) - adaptação á pista

A prova principal da etapa de Vila Real do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) iniciava agora a adaptação ao Circuito Transmontano.

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (38

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (39

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (40

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (41

 

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (41

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (41

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (41

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (41

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (42

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (42

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (42

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (42

 


publicado por dinis às 14:04
link do post | comentar | favorito
|

Pódio em França!

 

 
Foi muito positiva a passagem da Luxevile Racing Team, Veloso Motorsport e dos Irmãos Sérgio e Eugénio Montez pela pista francesa de Paul Ricard, onde este fim-de-semana se disputou mais uma ronda do Lamborghini Blancpain Super Trofeo, a terceira de 2016. Depois de uma qualificação difícil e um décimo terceiro tempo entre os carros da Categoria AM, os pilotos do Luxevile Racing Team, Eugénio e Sérgio Montez, conseguiram chegar ao pódio final desta categoria na corrida de Sábado, protagonizando uma excelente recuperação e garantindo o segundo lugar final. No Domingo e apesar de terem registado uma excelente segunda marca na qualificação, as coisas não correram tão bem. Quando rodavam no lote de carros candidatos a um dos lugares de pódio, seriam forçados a desistir com problemas numa das patilhas da caixa de velocidades, no volante do Lamborghini Huracan LP620-2 da Veloso Motorsport. “Fazemos um balanço positivo desta terceira jornada do Super Trofeo, conseguimos regressar ao pódio e concretizar os objectivos para este fim-de-semana. Na qualificação não estivemos bem, mas fizemos uma boa corrida no Sábado, conseguindo recuperar imensas posições e terminar num óptimo segundo lugar. O arranque foi muito bom e só aí ganhamos cerca de oito lugares. Saimos daqui ainda mais moralizados para a próxima prova em Spa.” Referiu Eugénio Montez. “Estou bastante satisfeito com estes resultados conseguidos numa pista que não é muito do nosso agrado. Como o meu irmão referiu as nossas qualificações não foram boas, mas isso não nos impediu de atacar ao máximo na primeira corrida, onde conseguimos com uma boa troca de pilotos e com um bom ritmo de prova, chegar ao segundo lugar final nos AM. Foi pena o problema que nos colocou fora de prova este Domingo, onde estávamos em condições de pelo menos repetir o que fizemos ontem, mas são corridas…“ Disse Sérgio Montez. O Lamborghini Super Trofeo 2016 prossegue agora no histórico Circuito de Spa-Francorchamps, nos dias 29 a 31 de Julho.

 

 


publicado por dinis às 00:38
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Junho de 2016

E assim foi

E assim foi

Foto de P.Botelho.

"e assim foi...um motor fechado e montado 2 dias antes do circuito de Vila Real...infelizmente para mim não correu muito bem...visto que não consegui tirar o maior partido do novo e potente motor na corrida de Sábado...apenas com 3 voltas limpas, vi e senti que agora sim o berdinho tem alma.
Mais sorte teve o Toni Botelho visto que conseguiu aproveitar e desfrutar quase toda a corrida de Domingo, apesar de ter sido a sua estreia e a sua adaptação ao berdinho e ás corridas, até se portou muito bem.

Agradeço a todos os meus patrocinadores por todo o seu apoio e confiança:
-BarraCinza;
-P1, (na pessoa de J.José Silva)
-Zenbio;
-Tralha;
-Casa do Eirô - lagar de azeite;
-Pneu BILA;
-Fundipor;
-TECARFIL;
-Auto Eléctrica Afonso;
-ALL4MINI
Ao Adriano Carneiro e ao Bruno Sousa pela afinação do motor do berdinho (GFC motor)
Ao Nuno Gouveia e ao Gouvinhas Júnior por todo o trabalho que tiveram. Tu e o teu miúdo são GRANDES!!!


Fotos de Paulo Braga"

 
 
Foto de P.Botelho.
 
 

 


publicado por dinis às 19:17
link do post | comentar | favorito
|

Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos 2016

 

Campeonato Nacional de Velocidade de Turismos 2016

Para lá do Marão, Rafael Lobato foi mandão!
O Racing Weekend de Vila Real, a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 20156 (CNVT 2106) realizou-se no passado fim de semana no mítico circuito de Vila Real. Rafael Lobato esteve em destaque ao rubricar uma “pole-position” e uma vitória ao volante do Seat Leon TCR com as cores daAscendi, Crédito Agrícola, Fibran XPS, Murganheira, Renort, Tomeifel, Dentereal, Glassdrive, Anabela Alves, Clínica Beco com Saída, inscrito pela Speedy Motorsport.
O jovem piloto natural de Vila Real dominou de forma intensa, sendo o mais veloz nos treinos livres e, sem surpresas, o mais rápido no treino de qualificação para a sua corrida. Nesta corrida obteve um tempo que o deixaria, por exemplo, na “pole-position” do Europeu de Turismos (ETCC).
Liderando do semáforo à bandeira de xadrez, Rafael Lobato realizou uma exibição perfeita e cheia de classe na Corrida 1 (a que lhe competia) controlando os seus adversários e conquistando uma saborosa vitória que deixou Vila Real e os seus habitantes ao rubro. Foi arrepiante ver Rafael Lobato cumprir a volta de consagração com a bandeira do município ao vento e os seus conterrâneos a prestarem-lhe a justa homenagem.
Para a corrida 2, foi a vez de César Machado tomar lugar no Seat Leon TCR com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Fibran XPS, Murganheira, Renort, Tomeifel, Dentereal, Glassdrive, Anabela Alves, Clínica Beco com Saída, inscrito pela Speedy Motorsport. Partindo da 5ª posição da grelha, pouco depois era já segundo, quando a corrida foi interrompida devido a um acidente entre dois concorrentes. No reatamento da prova saiu em terceiro e ainda pressionou o segundo classificado, mas acabou por recolher os pontos do terceiro posto final.
A vitória de Rafael Lobato e o terceiro lugar de César Machado, permitem que a jovem dupla de pilotos esteja, agora, mais perto do topo da classificação do CNVT, estando as três primeiras equipas separadas por 12 pontos.
 
A próxima corrida será nos dias 8 e 9 de julho, no Autódromo Internacional do Algarve.
Rafael Lobato“Vila Real continua a ter um significado especial para mim. Em 2014 conseguimos o meu primeiro pódio à Geral na Velocidade, com o carro menos potente do pelotão e à chuva. Depois de dominarmos no ano passado com duas vitórias e o recorde do circuito, este ano tudo se conjugou novamente para uma magnífica prestação. Sei que tenho um conhecimento superior do traçado mas atribuo os excelentes resultados que aqui tenho obtido ao forte apoio e carinho do numeroso público que sempre comparece no Circuito de Vila Real. Para terem uma ideia, ontem não tinha actividades competitivas em pista, mas estive todo o dia em contacto com as pessoas que nos visitaram no paddock e eram 8 da noite ainda estava a tirar fotos junto do carro, a dar autógrafos ou distribuir brindes! Ao contrário do que muitos pensam, o automobilismo é um desporto de equipa! O piloto pode estar sozinho dentro do carro em pista, mas por trás dele há uma enorme equipa que trabalha para lhe dar as melhores condições e apoio. Patrocinadores, fãs, amigos, família, público, comissários, etc... A Speedy Motorsport faz parte dessa equipa e tem sido fundamental para me ajudar a estar nas melhores condições em todas as corridas. Por tudo isto posso dizer que Vila Real é nossa! Muito obrigado!!!”


 

 

 

 

 


publicado por dinis às 18:07
link do post | comentar | favorito
|

Circuito de Vila Real - Legends Classic Cup - treinos livres

Circuito de Vila Real - Legends Classic Cup - treinos livres

Entrada na pista do Circuito Internacional de Vila Real para os treinos livres os automóveis da categoria Legends Classic Cup (LCC)

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (18

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (19

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (20

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por dinis às 14:17
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Junho de 2016

Campeonato Nacional de Velocidade TCR - treinos livres - Sexta -feira

Campeonato Nacional de Velocidade TCR - treinos livres - Sexta -feira

A estreia dos novos bólides para o Campeonato Nacional de Velocidade onde os Protótipos deram lugar aos carros de Turismo, TCR Portugal, era aguardada com entusiasmo e todos esperavam um bom tempo do vencedor da prova do ano passado e recordista da pista Rafael Lobato.

A estreia do Opel Astra também era muito aguardada.

 

Os inscritos

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (8)

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (11

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (12

 

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (13

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1324 Gustavo Moura/ JM Baptista Opel Astra

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (13

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (13

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (132 António Cabral/José Cabral Seat Leon Super Cup Racer

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1444 Rui Diniz Paulo Ribeiro Seat Leon Super Cup Racer

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1431 Tiago Ribeiro/ Luís Carneiro Volkswagen Golf GTI

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1416 Francisco Carvalho/ Nuno Batista Seat Leon Super Cup Racer

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (14

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1411 Francisco Abreu/Manuel Gião Volkswagen Golf GTI

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (15

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (15

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (15

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (15

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (16

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (16

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1626 Francisco Mora  Seat Leon Super Cup Racer

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1625 Rafael Lobato/César Machado Seat Leon Super Cup Racer

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (16

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (1727 José Rodrigues Honda Civic

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (17

 

46º Circuito Internacional de Vila Real sexta (21

 

 

 

 


publicado por dinis às 21:27
link do post | comentar | favorito
|

Tiago Monteiro teve em Vila Real uma corrida que vai fazer História

Tiago Monteiro teve em Vila Real uma corrida que vai fazer História

 

A segunda corrida da etapa de Vila Real do campeonato do Mundo de Carros de Turismo terminou em Vila real com a vitória de Tiago Monteiro, apoiada por milhares de pessoas durante a prova e no final celebrada ao rubro pelo piloto e pela multidão que se juntou a esta histórica vitória que projetou Vila Real no Mundo.

 

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

46º Circuito Internacional de Vila Real Domingo 2

 

 

 


publicado por dinis às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

Realmente, esta é a verdadeira Capital da Velocidade Nacional

Realmente, esta é a verdadeira Capital da Velocidade Nacional

 

"Como disse que o faria, aqui estou a dizer “o que me vai na alma” acerca do fim de semana em Vila Real, principalmente do desfecho da minha prova.

Convém recuar um pouco, tempos antes da corrida, para que todas as variáveis sejam conhecidas, e seja mais fácil percebermos como funcionam as corridas e o que se passa “fora da pista”, já que o comum dos mortais pensa que a corrida começa na partida e acaba na bandeira de xadrez.

A minha corrida começou há muitos meses, quando principiei a tentar angariar Patrocínios que me permitissem ter condições para discutir os lugares cimeiros da Categoria H71 do CNCC 1.300. Com a ajuda de família, amigos e conhecidos, consegui reunir um orçamento muito modesto que apenas me permitiria fazer (no máximo) duas provas. Como se não bastasse esta condicionante, mantinha-se o problema de não haver Pneus Dunlop, e teria que fazer a gestão dos pneus que tinha (muito usados e antigos) porque Vila Real é “a prova” e tinha que ter pneus para correr na Pista que mais gosto e com a qual mais me identifico. Abdiquei das duas primeiras Provas (Braga e Estoril) porque não queria gastar os pneus, e não havia novos. Vem Vila Real, e continua a não haver pneus, temos que ir com os mesmos da corrida de 2015, que já nessa altura foram aproveitamento dos melhores pneus usados meus, do Nuno Pimenta e do Rui Sanhudo.

Esta Prova, como referi, é a minha preferida. Em 2014 tive uma desistência e um segundo lugar, e em 2015 mais dois segundos lugares. Era legítimo aspirar a algo mais, com os melhoramentos ligeiros que o carro teve.

Inscrição feita, carro preparado, tudo alinhado para estar em Vila Real na 5ª feira, e fazer tudo com calma. A uma semana da corrida, o primeiro volte-face. Por motivos profissionais, não me iria ser possível participar nos treinos nem estar presente no Briefing de Pilotos. Após uma semana de ansiedade, já que a primeira informação foi “não pode correr”, na 5ª feira à noite recebo finalmente luz verde para participar na Prova, partindo obviamente de último lugar na corrida de sábado. Aqui foi fundamental a ajuda da ANPAC, da FPAK e da compreensão da Direcção de Prova.
Sexta-feira à noite lá vamos para Vila Real, e tudo a postos para a corrida de sábado.

Não sei se algum dos pilotos e ex-pilotos que me lê já partiu de último num circuito citadino numa corrida de 48 carros. Não é fácil, principalmente quando os carros que vão à nossa frente são tão lentos que perdem o contacto com os carros da frente na volta de formação, e ficamos logo a cerca de 30 segundos da frente da corrida quando arrancamos.

Partida efectuada, algumas posições ganhas e acidente… na segunda curva. Os carros têm que passar como podem, um de cada vez e bandeira vermelha, com Safety Car a velocidade muito lenta. O carro começa a acusar problemas de alimentação, que eu pensei ser velas encharcadas. Chegado ao meu lugar na grelha, com o carro a mais de 90º, percebi que estava com problemas para a segunda partida. Após a espera, mandam-nos colocar os motores em marcha e demoramos bastante tempo a arrancar para a volta de formação. Resultado, o carro atinge 100º, e os problemas agravam-se. Fico na subida de Abambres, e a pensar se irei ter carro para Domingo.

Após retirar o carro do parque fechado, começa a maratona para tentar descobrir e resolver o problema, para que o carro esteja pronto para Domingo. Abreviando, e após uma viagem a Paredes à uma da manhã para ir buscar uma tampa de distribuidor, saímos das boxes às 3h da manhã ainda sem a certeza de que o carro estaria em forma para a corrida.

No domingo, eram 8h e já o Sérgio Macedo e o Renato Costa trabalhavam no carro, para o deixar pronto para a corrida. Quando cheguei às 10:30h, as dúvidas eram algumas, o carro trabalhava bem, mas não estávamos certos de que o problema estaria resolvido, já que só se manifestava com o motor muito quente.

Vamos para a grelha e volto ao meu lugar para arrancar, novamente a última posição. A tensão era alguma, mais do que o normal. Volta de lançamento, aquecer os pneus velhos e preparar-me para arrancar. Ainda a descer para a rotunda da M. Coutinho já vejo o pelotão todo a passar na curva lá em cima. Faço a chicane, e a partir de agora é a fundo. E foi. Na primeira volta recuperei 10 posições, na segunda volta já tinha ganho 17 lugares. O carro estava bom, e eu estava motivado e a conduzir sem erros e de forma (julgo eu) exemplar. Quando finalmente começo a aproximar-me do grupo “que me interessa”, e de quem volta após volta estou mais perto, sou dobrado pelo Joaquim Jorge (normal) e dá-se o “murro no estômago”, entra o Safety Car e coloca-se na frente do líder da prova. O grupo que eu perseguia, e que estava ali a poucos segundos, desaparece e eu vejo todo o meu esforço cair por terra, e as minhas possibilidades de alcançar um bom resultado na categoria H71 acabam naquele momento. Confesso que foram as voltas mais penosas ao Circuito desde que faço Vila Real… No entanto, e recomposto da decepção e da frustração, concentro-me e penso “coisas das corridas” (estas sim, são mesmo coisas das corridas) e vejo a situação pela positiva. Não estraguei o carro, fiz uma boa prestação e resta-me terminar a prova, descomprimir e celebrar o bom andamento e a boa corrida que fiz até então.

Após as voltas atrás do Safety Car, bandeira verde e lá vai o Joaquim Jorge. Eu arranco também a fundo, mas com consciência que tenho os outros “grandes” perto de mim. Abro a seguir à chicane da meta, e deixo também passar carros mais lentos que eu para não atrapalhar a corrida dos da frente (está filmado). Sigo no encalce desses lentos - que seguindo lado a lado tapam o Rui Costa na subida de Abambres mesmo com bandeiras azuis a serem mostradas – e eu aproveito o cone do Rui Costa para subir ainda mais rápido, passando o Cortina Lotus na chicane de Mateus de forma isenta e limpa. Vamos para a descida de Mateus, que faço a fundo mesmo com os pneus velhos, e o Cortina mantém-se a alguma distância. Chicane da Aurocária, estou em cima do 323i e sigo para a “parte nova”. Ao entrar nesta parte da pista, bandeiras amarelas porque o Starlet está avariado, mas logo a seguir verdes. “só mais duas curvas, penso”.

Eis então que o impensável acontece, e está à vista de toda a gente. Carro contra a parede de forma violenta, e projectado contra os pneus de igual forma. Confesso que todo o stress da semana e fim de semana foi descarregado naquele momento. Como era possível?! Depois de tanto esforço, de uma corrida exemplar até à entrada do Safety Car, de ter tido sempre uma condução isenta de erros e respeitando todos os pilotos, rápidos e lentos, como era possível acabar uma corrida de forma tão inglória e sem culpa nenhuma? E o carro? Como ficou o carro? Já não faço mais nenhuma prova este ano!

Tudo isto passou na minha cabeça em fracções de segundo e como humano que sou, a vontade foi descarregar a raiva, angústia, frustração e desilusão no responsável daquele incidente. Estive mal? Estive. Ia bater em alguém? Provavelmente não, não sou dessas coisas mas foi mais forte do que eu. Aquele sentimento tinha que sair para fora de mim de qualquer maneira, como disse sou humano, e não fui o primeiro piloto a ter esta atitude, nem acredito que serei o último, desde a F1, ao Autocross, passando por todas as modalidades do automobilismo.

Foi intencional, não foi, é azelha, falhou a travagem, não deveria ter saído do carro, foi uma cena assim ou assado, isso naquele momento pouco importa. Pensar que tudo acabou ali, que tenho uma reparação cara para suportar, que não irei fazer mais nenhuma prova este ano, que terei que me justificar perante quem me apoia sobre o porquê de não cumprir com o contratado, que faltam duas curvas e que nada fiz para merecer aquilo… Venha o primeiro “moralista” atirar a primeira pedra.

Como já o disse, aceito opiniões mas críticas não admito a ninguém, a não ser que tenha passado por uma situação igual e se tenha conseguido manter calmo. Eu se calhar teria, se também corresse com o carro sem patrocínios…

Aguardo pela decisão do CCD sobre qual a sanção que me irão aplicar, assumi as minhas responsabilidades perante o Colégio, como não poderia deixar de ser e apenas aceito ser julgado por este Órgão Disciplinar, não por qualquer comentador de bancada, por muito experiente ou importante que se ache.

Um abraço a todos, em especial à minha equipa, família, amigos e conhecidos que me fizeram chegar mensagens de apoio, e principalmente a todo o fantástico público presente no circuito de Vila Real. Realmente, esta é a verdadeira Capital da Velocidade Nacional.

Até 2017!

Nota: texto redigido ontem à noite, no silêncio do meu pensamento."

 

 

 

In:

Joao Pedro Peixoto

 

 


publicado por dinis às 13:55
link do post | comentar | favorito
|

Para lá do Marão, Rafael Lobato foi mandão!

Para lá do Marão, Rafael Lobato foi mandão!

 

NunOrganistA-106.jpg

O Racing Weekend de Vila Real, a contar para o Campeonato Nacional de Velocidade Turismos 20156 (CNVT 2106) realizou-se no passado fim de semana no mítico circuito de Vila Real. Rafael Lobato esteve em destaque ao rubricar uma “pole-position” e uma vitória ao volante do Seat Leon TCR com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Fibran XPS, Murganheira, Renort, Tomeifel, Dentereal, Glassdrive, Anabela Alves, Clínica Beco com Saída, inscrito pela Speedy Motorsport.

 

O jovem piloto natural de Vila Real dominou de forma intensa, sendo o mais veloz nos treinos livres e, sem surpresas, o mais rápido no treino de qualificação para a sua corrida. Nesta corrida obteve um tempo que o deixaria, por exemplo, na “pole-position” do Europeu de Turismos (ETCC).

 

Liderando do semáforo à bandeira de xadrez, Rafael Lobato realizou uma exibição perfeita e cheia de classe na Corrida 1 (a que lhe competia) controlando os seus adversários e conquistando uma saborosa vitória que deixou Vila Real e os seus habitantes ao rubro. Foi arrepiante ver Rafael Lobato cumprir a volta de consagração com a bandeira do município ao vento e os seus conterrâneos a prestarem-lhe a justa homenagem.

 

Para a corrida 2, foi a vez de César Machado tomar lugar no Seat Leon TCR com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Fibran XPS, Murganheira, Renort, Tomeifel, Dentereal, Glassdrive, Anabela Alves, Clínica Beco com Saída, inscrito pela Speedy Motorsport. Partindo da 5ª posição da grelha, pouco depois era já segundo, quando a corrida foi interrompida devido a um acidente entre dois concorrentes. No reatamento da prova saiu em terceiro e ainda pressionou o segundo classificado, mas acabou por recolher os pontos do terceiro posto final.

 

A vitória de Rafael Lobato e o terceiro lugar de César Machado, permitem que a jovem dupla de pilotos esteja, agora, mais perto do topo da classificação do CNVT, estando as três primeiras equipas separadas por 12 pontos.

 

Próxima corrida será nos dias 8 e 9 de julho, no Autódromo Internacional do Algarve.

 

Rafael Lobato“Vila Real continua a ter um significado especial para mim. Em 2014 conseguimos o meu primeiro pódio à Geral na Velocidade, com o carro menos potente do pelotão e à chuva. Depois de dominarmos no ano passado com duas vitórias e o recorde do circuito, este ano tudo se conjugou novamente para uma magnífica prestação. Sei que tenho um conhecimento superior do traçado mas atribuo os excelentes resultados que aqui tenho obtido ao forte apoio e carinho do numeroso público que sempre comparece no Circuito de Vila Real. Para terem uma ideia, ontem não tinha actividades competitivas em pista, mas estive todo o dia em contacto com as pessoas que nos visitaram no paddock e eram 8 da noite ainda estava a tirar fotos junto do carro, a dar autógrafos ou distribuir brindes! Ao contrário do que muitos pensam, o automobilismo é um desporto de equipa! O piloto pode estar sozinho dentro do carro em pista, mas por trás dele há uma enorme equipa que trabalha para lhe dar as melhores condições e apoio. Patrocinadores, fãs, amigos, família, público, comissários, etc... A Speedy Motorsport faz parte dessa equipa e tem sido fundamental para me ajudar a estar nas melhores condições em todas as corridas. Por tudo isto posso dizer que Vila Real é nossa! Muito obrigado!!!”

 

Pode seguir o piloto no Facebook e em www.rafaellobato.com

 

Para mais informações contacte jorge_lobato@hotmail.com

 

Assessoria de Imprensa RAFAEL LOBATO

 


publicado por dinis às 00:44
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Junho de 2016

Vila Real no dia seguinte

Vila Real no dia seguinte 

Nos jornais ... 

 

 

Foto de Jornal de Notícias.

Como é meu hábito, fui ler o JN no Café Clássico. 

DSC_6378.jpg

DSC_6381.jpg

DSC_6382.jpg

DSC_6386.jpg

DSC_6387.jpg

DSC_6388.jpg

Hoje, o tema de conversa de café, continuava a ser as corridas.  

…. Era tanta gente!… à volta do circuito, nem nos locais mais recônditos, havia um lugar para estacionar… melhor dizendo tudo servia para estacionar…era um mar de gente que por toda a parte … os mais destemidos até dos telhados viram as corridas.

Sim, não há duvida veio mais gente do que no ano passado.”

 

DSC_6404.jpg

DSC_6405.jpg

DSC_6407.jpg

DSC_6408.jpg

DSC_6410.jpg

DSC_6411.jpg

DSC_6412.jpg

DSC_6413.jpg

DSC_6414.jpg

 


publicado por dinis às 20:16
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16

28
29

30


.posts recentes

. José Pedro Faria KIA Cee´...

. Rafael Lobato Audi Sport ...

. Chaves - Faro pela N 2

. SC Braga à boleia de Patr...

. 12ª edição das 500 Milhas

. Veloso Motorsport com tri...

. £65 million worth of Asto...

. "Corridas em Vila Real"

. Hoje no Jornal de Notícia...

. Gustavo Moura Seat

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.Estatísticas

genius stats



.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds